::Pastor é suspeito de estuprar cinco crianças em Boqueirão ::Prefeitura de Monteiro paga salários de setembro ::OAB nega registro de advogado ao ministro Joaquim Barbosa ::No 1º dia da greve dos bancários, faltam envelopes para depósito na Paraíba ::Prefeitura de Prata efetua pagamento dos funcionários referente a setembro ::Wilson recebe apoio de João Henrique, Batinga e da prefeita de Monteiro ::Jornal O Globo aponta vitória de Cássio no primeiro turno ::TRE condena Sindifisco a pagar multa por ataques contra a honra de Ricardo ::Zé Maranhão faz carreata e caminhada em Sumé e recebe adesões ::Prefeitura de Sumé realiza curso de capacitação para condutores de veículos Prefeitura de Prata

Pastor é suspeito de estuprar cinco crianças em Boqueirão

Pastor é suspeito de estuprar cinco crianças em Boqueirão Pastor é suspeito de estuprar cinco crianças em Boqueirão

Um homem de 36 anos que se diz pastor de uma igreja evangélica está sendo investigado pela Polícia Civil como suspeito de ter estuprado pelo menos cinco crianças, entre elas as três filhas dele, na cidade de Boqueirão. O homem está preso suspeito de posse ilegal de armas, na cadeia pública do município.

Em entrevista à TV Paraíba, uma das filhas do suspeito, uma adolescente de 16 anos, contou que desde os cinco anos era agredida fisicamente e abusada sexualmente pelo pai. “Uma vez ele tirou a minha roupa e me agrediu porque eu não quis. Daí começou a me ameaçar e me bater”, disse a jovem.

Segundo a adolescente, o pai também abusava das irmãs dela, de 11 e 12 anos. Elas moram em Boqueirão e a jovem disse que quando era mais nova contou à mãe o que acontecia com as três, mas o pai a mandou para o Rio de Janeiro para morar com a avó. “Ele me mandou para o Rio porque eu tinha decidido contar tudo para a polícia. Só que ele me ameaçou logo depois que eu tinha contado para minha mãe. Disse que se alguém mais soubesse ele ia me matar e matar minha mãe”, contou.

A situação das jovens só foi denunciada ao Conselho Tutelar no dia 28 de Agosto deste ano, depois que a mãe de uma outra menina, de oito anos, ouviu da filha que tinha sido tocada pelo homem. A menina tinha saído de casa com as filhas do suspeito para ir ao culto em uma igreja evangélica da cidade. “Ela falou que estava sentada e ele começou mexendo nas pernas dela, alisando, até chegar nas partes íntimas, então apertou”, disse a mãe da criança em entrevista à TV Paraíba. A menina também contou outra situação: “ele pegou no meu rosto, apertou e me fez beijar ele à força”.

O suspeito morava no andar superior ao local onde funcionava a igreja em que ele era pastor. Pelo menos cinco crianças e adolescentes que frequentavam a mesma igreja deram declarações contra o homem. “O caso já está sendo acompanhado pela justiça e o suposto agressor está em prisão preventiva”, disse o conselheiro tutelar Valdeildo da Costa.

O delegado responsável pelo caso, Cícero Pereira, não quis gravar entrevista, mas confirmou que todas as meninas foram submetidas a exames de corpo de delito e que o suspeito está preso por posse ilegal de arma, uma vez que a polícia encontrou duas espingardas na casa dele. Cícero disse também que este caso corre em segredo de justiça.

Banner Coringa Banner Coringa

Prefeitura de Monteiro paga salários de setembro

ednagrandeprestaA Prefeitura Municipal de Monteiro estará efetuando na noite de hoje, o crédito em conta dos salários dos servidores municipais referentes à folha do mês de Setembro.

O dinheiro estará disponível para saque a partir da manhã desta quarta-feira como informou a Secretaria de Finanças Rosilda Henrique. Ao todo serão injetados mais de 1 milhão e 600 mil reais na economia local, proporcionando o aquecimento das vendas e a possibilidade de os servidores públicos do município honrarem com os seus compromissos mensais.

“Graças à Deus, e graças à economia de responsabilidade adotada pela atual gestão, estamos fechando mais um mês com a folha de pessoal sendo creditada totalmente em dia, e ainda honrando compromissos com credores e fornecedores, sem contar débitos de gestões anteriores que nós buscamos saldar desde o início desta administração”, disse a Secretaria Rosilda Henrique.

Desde o início de seu 1º mandato há 5 anos e 9 meses atrás, a atual Prefeita Edna Henrique (foto) já pagou 69 folhas rigorosamente em dia, além de três meses de salários atrasados de gestões anteriores,estes últimos inclusive, cujo pagamento Edna efetuou pouco após assumir seu primeiro mandato de forma parcelada e antes mesmo do prazo determinado em acordo com os servidores.

OAB nega registro de advogado ao ministro Joaquim Barbosa

Banner Segundo Wilson Ricardo

No 1º dia da greve dos bancários, faltam envelopes para depósito na Paraíba

Pastor é suspeito de estuprar cinco crianças em Boqueirão Pastor é suspeito de estuprar cinco crianças em Boqueirão

Diferentemente da última segunda-feira, quando houve muito tumulto nas agências bancárias de João Pessoa, inclusive pela falta de abastecimento nos caixas eletrônicos, nesta terça-feira (30), primeiro dia da greve dos bancários o movimento estava tranquilo e os caixas de autoatendimento estavam funcionando normalmente. Entretanto, quem tentou fazer depósito bancário não encontrou envelopes para realizar o serviço.

O programador de computadores, José Passos, 61 anos, conseguiu operar os serviços desejados no caixa eletrônico, no entanto, observou que não havia envelopes para depósito. “Eu mesmo fiz uma transferência, mas quem opta pelo depósito fica prejudicado. O usuário tem o direito de realizar esse serviço. Já em relação ao movimento do banco, me surpreendi. Pensei que estaria mais tumultuado, mas foi ao contrário”, disse.

O presidente do Sindicato dos Bancários da Paraíba, Marcos Henriques, afirmou que o direito do consumidor estará garantido durante a greve, mas sobre a falta de envelopes para depósito nas agências, ele afirmou que a responsabilidade de disponibilizar o material é dos bancos.

Já o secretário municipal de proteção e defesa do consumidor em exercício do Procon de João Pessoa, Ricardo Holanda, disse que assim como fez com o sindicato dos bancários, irá se reunir com os representantes dos bancos na tentativa de minimizar danos como estes. “Até o final da manhã de hoje não houve nenhuma denúncia relacionada à greve, mas caso o caixa eletrônico não esteja disponível, por exemplo, o cliente deve fazer a foto do mesmo e procurar o Procon”, disse.

Embora a liminar do Ministério Público Estadual, assinada pelo juiz José Ferreira Ramos Júnior, da 10ª Vara Cível de João Pessoa, estabeleça que os bancos devem se abster de cobrar juros, multas contratuais e demais encargos financeiros, desde o início da greve, prorrogando-se os vencimentos dos títulos bancários e contratos por no mínimo 72 horas após a greve, entre outras ações. O secretário do Procon da capital ressaltou que “o consumir não está isento de pagar as contas nesse período”.

Dentre as principais reivindicações presentes na pauta nacional da classe estão a expectativa de um aumento salarial de 12,5%, participação nos lucros e resultados, contratação de mais funcionários, fim das metas abusivas e fim do assédio moral.

Jaine Alves

Prefeitura de Prata efetua pagamento dos funcionários referente a setembro

Wilson recebe apoio de João Henrique, Batinga e da prefeita de Monteiro

wilsoncomicioUma grande adesão a candidatura de Wilson Santiago pela coligação ‘A vontade do povo’ foi anunciada no final da manhã desta terça-feira (30). Wilson passou a contar com o apoio da prefeita da cidade de Monteiro, Edna Henrique (PSDB), do presidente da Câmara Municipal e de mais oito vereadores e sete suplentes, além dos grupos liderados pelos deputados estaduais Carlos Batinga (PSC) e João Henrique (DEM).

Os vereadores de Monteiro que anunciaram apoio a Wilson são: o presidente da Câmara Municipal Bero de Bertino (PSD), Raul Formiga (PSD), Lito de dona Socorro (PSD), Tiba (PSDB), Nem de Júlia (PDT), Cícero Pedreiro (PHS), Toinho de Nequinho (DEM), Heleno de Amadeu (PSDB) e Paulo Sérgio (PPL). Já na lista dos suplentes estão Pedoca do Tingui, Baixinho do Mutirão, Manoel de Biu, Hélio Sandro, Edilson Reis, Leco de Chuta e Marileide Maracajá

O candidato Wilson Santiago comemorou os apoios da região, o que considerou de extrema importância nesta reta final da campanha. “Temos nestes apoios importantes lideranças políticas da região do Cariri e de toda a Paraíba. São políticos comprometidos com o nosso estado e que querem a diferença no Senado Federal”, disse.

Jornal O Globo aponta vitória de Cássio no primeiro turno

Terceiro postagens – Câmara Monteiro

TRE condena Sindifisco a pagar multa por ataques contra a honra de Ricardo

Zé Maranhão faz carreata e caminhada em Sumé e recebe adesões

Prefeitura de Sumé realiza curso de capacitação para condutores de veículos

Bancários rejeitam proposta e decidem começar greve hoje em vários estados

greve_bancoBancários de bancos públicos e privados decidiram em assembleias realizadas nesta segunda-feira (29) entrar em greve a partir de terça (30), por tempo indeterminado, segundo informou em nota a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT).

Até as 22h desta segunda, 20 estados confirmaram adesão à greve, além do Distrito Federal: Acre, Amapá, Alagoas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Maranhão, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe.

O que para e o que funciona

Carlos Cordeiro, presidente da Contraf-CUT, informou que a greve será iniciada apenas em agências bancárias. Caixas eletrônicos, serviços de teleatendimento e centros administrativos continuam funcionando.

Porém, segundo Cordeiro, existe a possibilidade de estender a greve a outros setores se as negociações com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) demorarem. “A nossa greve sempre começa pelas agências bancárias. A cada dia que passa que isso [acordo entre a categoria e os bancos] não ocorre, a greve tende a crescer e atingir setores mais estratégicos”, diz Cordeiro.

Reivindicações dos bancários

Os trabalhadores que decidiram pela greve pedem reajuste salarial de 12,5%, além de piso salarial de R$ 2.979,25, PLR de três salários mais parcela adicional de R$ 6.247 e 14º salário. A categoria também pede aumento nos valores de benefícios como vale refeição, auxílio creche, gratificação de caixa, entre outros.

Além do aumento de salário e benefícios, os bancários também pedem melhores condições de trabalho com o fim de metas consideradas abusivas, combate ao assédio moral, igualdade de oportunidades, entre outras demandas.

No sábado (27), o Comando Nacional dos Bancários confirmou o indicativo de greve mesmo após uma nova proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). As instituições financeiras elevaram o reajuste de 7% a 7,35% para os salários, enquanto o aumento no piso da categoria foi de 7,5% para 8%. No entanto, os novos índices foram considerados insuficientes pelos bancários em reunião realizada em São Paulo.

Em 2013, os trabalhadores do setor promoveram uma greve de 23 dias, que foi encerrada após os bancos oferecerem reajuste de 8%, com ganho real de 1,82%. A duração da greve na época fez a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) pedir um acordo para o fim da paralisação, temendo perdas de até 30% nas vendas do varejo do início de outubro.

Dilma tem 40% , Marina 24% e Aécio 18%, diz Vox Populi

Vinte e um prefeitos do PMDB decidem apoiar candidatura de Wilson Santiago

Médico Dr. Júnior recebe mais adesões em Ouro Velho

SSU realiza festa em comemoração ao dia do idoso

Polícia Ambiental prende 11 em Sumé e Monteiro por caça à arribaçãs

Pastor é suspeito de estuprar cinco crianças em Boqueirão Pastor é suspeito de estuprar cinco crianças em Boqueirão Pastor é suspeito de estuprar cinco crianças em Boqueirão

Nos oito primeiros meses de 2014, a Polícia Ambiental da Paraíba já apreendeu 1.755 animais silvestres que foram capturados irregularmente. Desses, 508 foram descobertos só em agosto, sendo 80% deles aves da espécie ribaçã. Até o final do ano, a corporação promete intensificar fiscalização no Sertão, onde há mais incidência desse tipo de crime.

“As ribaçãs capturadas já estavam abatidas. Foi em uma operação à noite, em Sumé e Monteiro. Apreendemos os caçadores, armas e roupas camufladas. Foram 11 pessoas envolvidas”, contou o comandante do Batalhão de Polícia Ambiental, major Tibério Leite, que destacou o empenho da corporação em combater o tráfico e comércio de animais silvestres.

Major Tibério explicou que esse tipo de prática criminosa acontece principalmente em período de migração das aves. “Elas ficam vulneráveis. São aves consumidas na Paraíba, que vão para bares da região do Sertão e João Pessoa, além de feiras”, acrescentou.

A multa para esse tipo de crime é de R$ 500 por ave silvestre abatida. Só nas duas operações realizadas em Sumé e Monteiro, no Cariri Oriental, foram R$ 222 mil de prejuízo para os responsáveis.

Além da ribaçã, outro pássaro silvestre que é alvo de capturas irregulares é o galo de campina. A caça ilegal de aves em geral é comum em Campina Grande e no Sertão. “Por isso vamos intensificar a operação no Sertão”, garantiu major Tibério. “Há outras regiões onde há registros de outros tipos de crimes ambientais, como a extração de areia com incidência em Cruz do Espírito Santo (Zona da Mata) e Mogeiro (Agreste)”, exemplificou.

Somente em agosto, a Polícia Ambiental apreendeu 13 espingardas e duas carabinas que estavam sendo utilizadas para práticas criminosas contra animais silvestres, e uma ferramenta artesanal utilizada por caçadores, confeccionada com um tudo de plástico, espoletas, pólvora e chumbo. Esse aparato foi encontrado nos municípios de Mari, Santa Rita (ambos da Zona da Mata) e Frei Martinho (microrregião do Seridó Oriental).

Ações ostensivas de policiamento – A Polícia Ambiental é um setor especializado da Polícia Militar. Por isso, suas ações também se estendem à segurança pública na zona urbana, apoiando atividades ostensivas da PM em bairros.

Atualmente, o batalhão da Polícia Ambiental é responsável por comunidades como Santa Clara e São Rafael, em João Pessoa, combatendo tráfico, furto e assalto.

Associação dos Deficientes abre vagas com salários de até R$ 2,1 mil

Pastor é suspeito de estuprar cinco crianças em Boqueirão Pastor é suspeito de estuprar cinco crianças em Boqueirão

Durante esta semana, a Asdef realiza processos seletivos para vagas em todo o Estado, tanto para pessoas com deficiência quanto para profissionais intérpretes de Libras, transcritores de Braile e cuidadores. Os interessados devem enviar o currículo com foto para inclusao@asdef.com.br.

João Pessoa

Uma loja em João Pessoa seleciona pessoas com deficiência para atuar como operador de vendas e serviços. Não é necessário ter experiência e o grau de escolaridade exigido é ensino médio completo.

O salário oferecido é o comercial acompanhado de benefícios como plano de saúde Unimed, refeição na loja, vale transporte, plano odontológico, convênio com farmácia e desconto em universidades. As principais atividades desenvolvidas serão a arrumação de cabides e reposição de mercadorias na área de vendas.

Outra vaga oferecida é para serviços gerais em uma faculdade de João Pessoa. A vaga, para pessoas com deficiência, também não tem exigência de experiência e a escolaridade exigida é ensino médio completo. A empresa oferece salário e vale transporte.

Os interessados nessas vagas podem comparecer à Asdef durante toda a próxima semana para realizar o processo seletivo. Para concorrer às vagas, além do currículo, o candidato deve comparecer à seleção com o laudo da deficiência homologado.

Monteiro, Patos e Guarabira

A Asdef seleciona intérpretes de Libras e transcritores de Braile para o convênio da entidade com o IFPB em Monteiro, Patos e Guarabira. A seleção acontece apenas na próxima quinta (2), às 14h, na sede da Asdef, em João Pessoa.

Em Monteiro, está sendo disponibilizada vaga para intérprete de Libras com salário e auxílio alimentação no valor de R$ 2166,95, com carga horária de 40h semanais. Outra vaga disponibilizada para a cidade é a de transcritor de braile, com salário e auxílio alimentação de R$ 1086,20 e carga horária de 20h semanais.

Na cidade de Patos, está sendo disponibilizada vaga de cuidador, com salário e auxílio alimentação de R$ 847,20 e carga horária de 20h semanais.

Em todas as cidades divulgadas, além das vagas oferecidas, também será realizada seleção para cadastro reserva de intérpretes de Libras, transcritores de Braile e cuidadores, cuja seleção será realizada na mesma data e horário. A Asdef fica localizada em João Pessoa, na rua Manoel Paulino Júnior, 454, no bairro de Tambauzinho, por trás do Shopping Moriah.

Comentários de Levy Fidelix sobre gays geram indignação nas redes

Pastor é suspeito de estuprar cinco crianças em Boqueirão Pastor é suspeito de estuprar cinco crianças em Boqueirão

Declarações polêmicas do candidato do PRTB, Levy Fidelix, sobre homossexuais no debate entre presidenciáveis organizado pela TV Record neste domingo (28) geraram indignação nas redes sociais e repercutiram na imprensa internacional. Questionado sobre o motivo de candidatos conservadores se recusarem a reconhecer as uniões homoafetivas, Fidelix disse que o crescimento dos casamentos gays pode reduzir o tamanho da população brasileira e sugeriu que homossexuais precisam de “ajuda psicológica”.

“Luciana [Genro, candidata do PSOL à Presidência], você já imaginou que o Brasil tem 200 milhões de habitantes. Se começarmos a estimular isso aí [casamentos entre homossexuais] daqui a pouquinho vai reduzir pra 100. [...] Então, gente, vamos ter coragem, nós somos maioria, vamos enfrentar essa minoria [gays]. Vamos enfrentar, não ter medo de dizer que sou pai, mamãe, vovô. E o mais importante é que esses, que têm esses problemas, realmente sejam atendidos no plano psicológico e afetivo mas bem longe da gente, bem longe mesmo por aqui não dá”, disse Levy Fidelix no debate presidencial da TV Record.

Na internet, imediatamente, usuários do Twitter e do Facebook criaram a hashtag #LevyVocêÉNojento para comentar as declarações do candidato do PRTB. O assunto se tornou um dos mais comentados no Twitter, chegando aos “trending topics” no Brasil.

A repercussão na internet fez com que diversos grupos convocassem eventos contra a homofobia nas redes sociais. Em um dos grupos, até a última atualização desta reportagem, cerca de 4 mil usuários já haviam confirmado presença no “Beijaço LGBT na Avenida Paulista”, marcado para esta terça (30), às 14h.

“Queremos fazer um ato que mostre que não aceitamos que esse tipo de discurso homofóbico do Levy possa ser dito com tanta naturalidade em rede nacional! É um absurdo que um presidenciável incite o ódio desse jeito, em um período em que todos os dias estamos vendo nas notícias a morte de gays, lésbicas, travestis e pessoas transexuais”, diz a página do evento no Facebook.

O jornal britânico “The Guardian”, um dos mais renomados do mundo, tratou os comentários de Levy Fidelix como uma noite “triste para a democracia brasileira e para a tolerância”. A publicação europeia também afirmou que o penúltimo debate televisivo antes da eleição presidencial brasileira foi “ofuscado” pelo “discurso homofóbico” de um dos candidatos “nanicos” na corrida eleitoral.

A declaração de Levy Fidelix surgiu a partir de uma pergunta de Luciana Genro sobre a violência contra a população LGBT. “O Brasil é campeão de morte da comunidade LGBT. Por que que as pessoas que defendem tanto a família se recusam a reconhecer como família um casal do mesmo sexo?”, indagou a presidenciável do PSOL ao adversário do PRTB.

“Jogo pesado agora”, ironizou Levy Fidelix. “Tenho 62 anos e, pelo que vi na vida, dois iguais não fazem filho. E digo mais: me desculpe, mas aparelho excretor não reproduz. É feio dizer isso mas não podemos jamais deixar esses que aí estão achacando a gente no dia a dia, querendo escorar essa minoria à maioria do povo brasileiro”, enfatizou.

Durante o comentário de Fidelix, Luciana Genro se mostrou surpresa com a resposta e afirmou, em sua réplica, que o casamento civil igualitário é fundamental para reconhecer juridicamente “qualquer tipo de família”.

Ao lado de Assis Quintans, Batinga faz caminhada pela feira livre em Sumé

Ex-prefeito do município de Assunção sofre grave acidente de carro

[+]   POSTAGENS