::SÓ LUXANDO: Viúva vive em cruzeiros há 10 anos e gasta R$ 425 mil por ano ::Derrotados nas urnas, deputados paraibanos revelam planos para o futuro ::As charges do dia… ::Efraim cobra mesmo reajuste do salário mínimo para aposentadorias e pensões ::PM apreende armas ostentadas por loira ::Bandidos roubam carga do empresário Itan Fernandes avaliada em R$ 50 mil ::Prefeito de São Sebastião do Umbuzeiro é o novo tesoureiro da FAMUP ::Evaldo Costa diz lamenta dminuição na representação política do Cariri ::Após aumento de imposto, preço médio da gasolina vai ficar entre R$ 2,90 e R$ 3,49 ::Lei da Paraíba reconhece vaquejada como esporte e gera revolta nas redes Malves Supermercados

SÓ LUXANDO: Viúva vive em cruzeiros há 10 anos e gasta R$ 425 mil por ano

Banner Coringa Banner Coringa

Derrotados nas urnas, deputados paraibanos revelam planos para o futuro

batingafotoalDerrotados nas últimas eleições do ano passado, alguns deputados estaduais que não terão mais acento na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) a partir do próximo dia 02 de fevereiro, revelaram nesta sexta-feira (23) seus planos para o futuro. Alguns estão indecisos sobre permanecer na vida pública, outros continuarão, mas um chama atenção por revelar o desejo em se transformar em jornalista.

Vituriano de Abreu (PSC), que é médico, disse que não pretende voltar à política, passando a atuar em hospitais de Cajazeiras e outras cidades da região. Aníbal Marcolino (PEN), também médico, disse que inicialmente vai voltar para a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), onde é concursado, mas não descartou disputar uma vaga na Câmara de Vereadores da Capital. Aníbal já foi vereador de João Pessoa, antes de se eleger deputado.

Ivaldo Morais (PMDB), também da área de saúde, afirmou que continuará na política, mas apenas na cidade de Alagoa Nova. Ele já tinha anunciado saída da vida pública, mas está inclinado a voltar atrás. Já Guilherme Almeida (PSC) é engenheiro civil e retornará para os quadros da Suplan, onde é funcionário de carreira.

Carlos Dunga, que já foi presidente da ALPB, deputado federal e senador, disse que “vai continuar com os amigos”, não deixando claro se abandonará ou não a política. Ele lembrou dos 24 anos de mandato na Assembleia, dois oito na Câmara Federal e da passagem pelo Senado.

A peemedebista Olenka Maranhão revelou que vive a expectativa de retorna a Casa de Epitácio Pessoa, uma vez que é primeira suplente da coligação do PMDB. Para ele, é natural este movimento do suplente assumir a titularidade na ALPB. “Continuo a militância política, dando a tenção as minhas bases, pois tive uma votação expressiva no último pleito, mesmo não tendo vencido as eleições. Tenho responsabilidade grande com os que votaram comigo”, afirmou.

Toinho do Sopão (PEN), fenômeno de voto na eleição estadual de 2010, sendo o deputado estadual mais votado da história da Paraíba, mas que não conseguiu se reeleger, revelou que vai aproveitar os próximo três meses para organizar a vida pessoa, em seguida, irá reativar uma ONG e alugar programa de rádio “para a prática da solidariedade, só para os que praticam caridade”.

Carlos Batinga
A reportagem não localizou Carlos Batinga (foto), que também foi derrotado nas últimas eleições, ficando na suplência por uma vaga na Assembleia Legislativa. Além de ter perdido a eleição, Batinga foi derrotado com uma diferença de aproximadamente mil votos em sua cidade natal, Monteiro, pelo deputado reeleito João Henrique, com quem trava uma disputa política há vários anos.

CL com Mais PB

Banner Segundo Wilson Ricardo

Efraim cobra mesmo reajuste do salário mínimo para aposentadorias e pensões

PM apreende armas ostentadas por loira

SÓ LUXANDO: Viúva vive em cruzeiros há 10 anos e gasta R$ 425 mil por ano SÓ LUXANDO: Viúva vive em cruzeiros há 10 anos e gasta R$ 425 mil por ano

Um homem de 53 anos foi preso e uma adolescente de 16 anos apreendida na noite desta sexta-feira (23) suspeitos de posse ilegal de arma de fogo. Na residência em que moram, em São José de Mipibu, na Grande Natal, policiais militares encontraram três escopetas e um revólver.

As armas longas, de acordo com o tenente Isaac Leão, são as mesmas que aparecem em fotografias que vêm circulando nas redes sociais. Nas imagens, repassadas ao G1 pelo oficial, é possível ver uma jovem ostentando duas escopetas semelhantes às que foram encontradas. Em outra fotografia, a moça ainda empunha um revólver.

“As escopetas são as mesmas. Uma delas, dá pra ver bem, é de fabricação caseira e tem cano duplo”, observou o tenente. “Encontramos as armas dentro de uma residência na comunidade de Bairro Novo. Chegamos até elas depois de uma denúncia anônima enviada para o número (84) 9468-6860, que é da Polícia Militar em São José de Mipibu”, acrescentou.

“O dono da casa disse que tinha conhecimento das armas escondidas na casa dele, mas negou saber de quem são. Insistimos, mas ele limitou-se a dizer que somente guardou as armas, mas que não sabe a quem pertencem”, afirmou o oficial.

Loira é procurada
Quanto à jovem que aparece nas fotos, o tenente Isaac informou que ela não estava na casa, mas é procurada pela polícia. “Ao aparecer com as armas em punho, ela cometeu os crimes de porte ilegal de arma de fogo e apologia ao crime”, ressaltou.

Ainda de acordo com Isaac, as armas encontradas são três escopetas calibre 12 e um revólver calibre 38, todas com numeração raspada. Também foram apreendidas várias munições de ambos os calibres e uma quantia de aproximadamente 1.500 reais em dinheiro.

“Com a apreensão desse arsenal, acreditamos que haverá uma diminuição nos índices de roubos e homicídios no município”, afirmou o tenente. Participaram da ação policiais militares da Força Tática e da companhia da PM em São José de Mipibu.

Bandidos roubam carga do empresário Itan Fernandes avaliada em R$ 50 mil

Prefeito de São Sebastião do Umbuzeiro é o novo tesoureiro da FAMUP

SÓ LUXANDO: Viúva vive em cruzeiros há 10 anos e gasta R$ 425 mil por ano SÓ LUXANDO: Viúva vive em cruzeiros há 10 anos e gasta R$ 425 mil por ano

Na manhã desta sexta-feira (23), foi empossada a nova diretoria da FAMUP – Federação das Associações de Municípios da Paraíba. A cerimônia de posse ocorreu no auditório Prefeito Itó Morais, na sede da Entidade em João Pessoa-PB.

Foram empossados o ex-prefeito de Pedra Lavrada Tota Guedes como presidente, o prefeito de São Mamede Dr. Chagas como vice-presidente e o prefeito de São Sebastião do Umbuzeiro Chico Neves como 1º Tesoureiro. Também foram empossados os demais membros que compõem a diretoria inclusive o Conselho Fiscal.

O evento contou com um expressivo número de prefeitos de todas as regiões do Estado, a exemplo da prefeita de Patos, Francisca Mota, além dos Secretários Efraim Morais da Secretaria de Estado de Governo, Waldson de Souza da Secretaria de Estado da Articulação Municipal-Sedam, Gilma Germano da Secretaria de Estado da mulher e João Fernandes Presidente da AESA. Também estiveram presentes o Deputado Efraim Filho, representando a Câmara Federal e os deputados Estaduais Buba Germano e Branco Mendes e o superintendente do Banco do Brasil, Evaldo Emiliano.

O presidente Tota Guedes disse, na ocasião que vai lutar pelo movimento municipalista e também para que a Famup recupere a vaga que já teve na diretoria da Confederação Nacional de Municípios-CNM.

Já o prefeito Chico Neves afirmou o compromisso da busca por melhores condições para os investimentos nos municípios e para que a Famup seja um instrumento de luta e uma caixa de ressonância das reinvindicações dos municípios. “Com certeza daremos a nossa contribuição, ao lado do presidente Tota Guedes, sempre na busca de uma Famup unida e forte na defesa dos municípios paraibanos”, concluiu Chico Neves.

Didi Milton

Terceiro postagens – Câmara Monteiro

Evaldo Costa diz lamenta dminuição na representação política do Cariri

Após aumento de imposto, preço médio da gasolina vai ficar entre R$ 2,90 e R$ 3,49

gasolina2Após o governo anunciar aumento de R$ 0,22 da Cide (Contribuições de Intervenção no Domínio Econômico), o preço médio da gasolina no Brasil vai ficar entre R$ 2,90 e R$ 3,49 de acordo com o Estado, segundo um ato publicado pelo Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) nesta sexta-feira (23) no Diário Oficial da União.

Os novos preços passam a vigorar a partir de 1º de fevereiro. O valor mais baixo da gasolina será o de São Paulo, onde o litro vai custar, em média, R$ 2,90.

Por outro lado, o Acre terá o maior valor: R$ 3,49. No Rio de Janeiro, o litro deverá custar, em média, R$ 3,26. Em Minas Gerais, o combustível vai custar uma média de R$ 3,09.

O preço diesel, cujo litro também terá aumento e passará a custar R$ 0,15 a mais por litro, deverá ficar entre R$ 2,43 e R$ 3,22. O menor valor médio será encontrado no Mato Grosso do Sul e o maior, no Acre.

Opção à gasolina nos carros bicombustíveis, o preço médio do etanol vai variar entre R$ 1,91 e R$ 2,98, conforme o Estado. Assim como no caso da gasolina, o maior valor é o do Acre, enquanto o menor será o de São Paulo.

Lei da Paraíba reconhece vaquejada como esporte e gera revolta nas redes

SÓ LUXANDO: Viúva vive em cruzeiros há 10 anos e gasta R$ 425 mil por ano SÓ LUXANDO: Viúva vive em cruzeiros há 10 anos e gasta R$ 425 mil por ano

Uma lei estadual publicada na quarta-feira (21) no Diário Oficial do Estado da Paraíba reconheceu a vaquejada como um esporte no âmbito estadual. A norma estadual n° 10.428, de autoria do deputado Doda de Tião (PTB), gerou uma onda de protestos e repúdio nas redes sociais por parte de ativistas e ONGs que lutam pela defesa dos animais.

A ONG Harmonia dos Protetores Independentes dos Animais (Harpia) foi uma das primeiras instituições a vir a público repudiar a lei sacionada no dia 20 de janeiro pelo presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Ricardo Marcelo (PEN). Em uma postagem em uma rede social no dia 21 de janeiro, a ONG ressaltou que “é dever do Poder Público a preservação/proteção da fauna, não pode este tolerar (omissão) e, muito menos ‘autorizar’ (ação), ainda que por lei, atividade de atentado à fauna”.

A página da Harpia na rede social ainda compartilhou fotos afirmando que a prática de vaquejada não pode ser considerada cultura, uma vez que promove a tortura dos animais. A famosa ativista da defesa dos animais, Luiza Mell, também utilizou a rede social para demonstrar consternação com a publicação da lei estadual. A ativista paulista, que também é atriz e apresentadora, comentou na sua página na rede social que estava muito triste com a decisão do poder legislativo paraibano sancionar um lei que reconhecia a vaquejada como um esporte.

“Para quem não sabe, a vaquejada é um dos ‘esportes’ mais cruéis que existem. Ela consiste em aterrorizar um filhote de boi ou um boi jovem, normalmente com choques e surras para que ele corra desesperadamente por uma arena, enquanto um peão sobre um cavalo tem que encurralar ele e derruba-lo puxando violentamente o rabo. Muitas vezes, o boi não consegue nem se levantar mais após a violenta queda que causa fraturas e não raramente, morre”, postou a ativista.

Maribel Amengual, secretária da ONG Amigo Bicho em João Pessoa, comentou que as ONG que lutam pela proteção dos animais devem ser reunir para formalizar uma investida contra a lei. Ela aproveitou para criticar a postura dos parlamentares paraibanos. “Esse tipo de lei chega a ser uma piada, Fazem do animal uma atração. Farra de boi, rodeio, vaquejada, tudo isso já era para ter sido extinto há muitos anos, não só no brasil, mas outros países também. Em nome do dinheiro o empresariado não se importa com o bem-estar do animal”, desabafou.

As ONGs paraibanas de proteção de animais vão se reunir e definir a próxima ação de repúdio à lei, segundo Maribel Amengual. Ainda segundo a ativista da ONG Amigo Bicho, um protesto em via pública e um abaixo-assinado devem ser promovidos. “Pedimos que a população que não compactue com esses eventos, que não comparecem, não dêem dinheiro a esse tipo de show de horror”, clamou Maribel.

O G1 tentou entrar em contato com deputado Doda de Tião por telefone. Foram feitas ligações para o gabinete e celular do parlamentar, mas nenhuma delas foi atendida até a publicação dessa reportagem.

Por sua vez, o presidente da Federação Paraibana de Parques de Vaquejadas, Arthur Freire, ressalta que existe um regulamento técnico que define normas para prezar pela integridade física dos animais. “Quem fala é porque não tem conhecimento. Temos todo um cuidado para proteger os animais. A pista, por exemplo, tem que ter uma espessura mínima de 20 centímetros e é proibido o uso pelos vaqueiros de qualquer equipamento cortante ou pontiagudo”.

G1

Secretário de Agricultura de Prata participa de encontro do PROCASE

SÓ LUXANDO: Viúva vive em cruzeiros há 10 anos e gasta R$ 425 mil por ano SÓ LUXANDO: Viúva vive em cruzeiros há 10 anos e gasta R$ 425 mil por ano

O Governo do Estado, por meio do Projeto de Desenvolvimento Sustentável do Cariri, Seridó e Curimataú (Procase) realizou, nesta quarta (21) e quinta-feira (22), no Hotel Fazenda Day Camp, em Campina Grande, o Encontro de Protagonismo Juvenil para as lideranças de juventude rural nas regiões do Cariri e Médio Sertão.

O secretário de agricultura Genivaldo Fernandes, que atua na pasta pela prefeitura municipal da Prata, participou desse grande evento: “Para os agricultores do município da Prata, o PROCASE tem dado grandes recursos onde as comunidades possam ampliar sua produção e aumentar sua renda e uma delas foi liberado o projeto da queijaria pelo PROCASE, podendo beneficiar o leite, produzindo queijo, iogurte, e achocolatado, a partir da produção da própria comunidade do assentamento Zé Marcolino”, comentou.

A comunidade teve seu projeto aprovado no primeiro edital do Procase, para melhoria da produção e beneficiamento de leite. Serão beneficiadas 25 famílias, com investimentos de aproximadamente R$ 200 mil e através do PROCASE.

O coordenador do Procase, Hélio Barbosa, comenta a importância da atuação dos jovens na execução dos projetos: “A juventude do campo precisa se sentir protagonista na elaboração e implantação das propostas, nas discussões das comunidades em que se situam, evidenciando os saberes locais, e participando diretamente do processo de desenvolvimento produtivo, social e sustentável da região”.

O PROCASE – Resultado da parceria entre o Governo do Estado e o Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola (FIDA), o Procase beneficia projetos de associações e cooperativas rurais de 56 municípios do semiárido paraibano, onde serão investidos US$ 49,6 milhões, aproximadamente R$ 100 milhões, sendo 50% dos recursos oriundos do FIDA e 50% do Governo, para um período de seis anos.

Aesa prevê tempo quente e abafado com chuvas isoladas nesta sexta-feira

calorrO aumento da nebulosidade vai deixar o tempo quente e abafado nesta sexta-feira (23) em toda a Paraíba. A previsão do setor de meteorologia da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa) também indica céu com muitas nuvens e chuvas isoladas. As temperaturas devem variar entre a máxima de 36 °C, no Sertão, e a mínima de 21°C, no Brejo.

“No decorrer das próximas 24 horas, a maior concentração de umidade presente no ar, combinada ao calor, deixa o tempo quente e abafado com pancadas de chuva em áreas isoladas do Estado, principalmente nas regiões do Alto Sertão, Sertão, Cariri/Curimataú”, informou a meteorologista Carmem Becker.

A previsão completa para cada região está disponível no site da Aesa, www.aesa.pb.gov.br, onde também são disponibilizados os níveis dos 124 açudes monitorados pela Agência Estadual, a quantidade de chuva registrada nas principais cidades paraibanas, além de informações sobre autorização para uso da água bruta e participação nos comitês de bacias.

Ex-prefeito de Juazeirinho é nomeado para cargo no Governo do Estado

Município de Monteiro faz alistamento de jovens para o Serviço Militar

servicomilitarTodos os jovens do sexo masculino nascidos no ano de 1997 já podem procurar a Junta de Serviço Militar da 23ª Circunscrição, em Monteiro, no horário das 07:30 às 11:30 e das 13:30 às 17:30, na sede do órgão na Avenida Olímpio Gomes, n° 22, 1° andar.

Para realizar o alistamento todos os jovens, inclusive os portadores de deficiência física, deverão apresentar-se na Junta de Serviço Militar levando duas fotos ¾ colorida, atualizada, de frente, sem retoques e adereços, com fundo branco e camisa sem estampas, Certidão de Nascimento Original, a Carteira de Identidade, Comprovante de Residência e o CPF.

Segundo Zélia Lira, Secretária da Junta de Serviço Militar em Monteiro, aqueles jovens que estão com mais de 19 anos de idade e ainda não se alistaram, deverão se informar como regularizar a sua situação junto ao órgão.

O período de alistamento teve início no último dia 02 de janeiro e aqueles que nasceram em no ano de 1997 terão até o dia 28 de junho do corrente ano para fazerem seu Alistamento Militar sem pagamento de multas.

Secom – PMM

Programa Mais Cultura chega em escola da rede municipal de Prata

TIÃO DIZ: Homem nu não vai à Tambaba

Prefeita de Zabelê mostra raça e é eleita vice-presitente da Amcap

SÓ LUXANDO: Viúva vive em cruzeiros há 10 anos e gasta R$ 425 mil por ano SÓ LUXANDO: Viúva vive em cruzeiros há 10 anos e gasta R$ 425 mil por ano

Foi realizada na manhã desta quinta-feira (22) em Campina Grande a eleição para a nova diretoria da AMCAP (Associação dos Municípios do Cariri Paraibano). Com a presença de 9 dos 12 prefeitos filiados à instituição, foi eleito por unanimidade o prefeito de São José dos Cordeiros, Fernando Queiroz, o novo presidente da entidade. Para a 1ª Vice-Presidência foi eleita a gestora de Zabelê, Iris Henrique, e para a 2ª Vice-Presidência Jacinto Bezerra, prefeito de Camalaú.

O prefeito Fernando Queiroz assume a presidência da AMCAP em substituição ao prefeito de São Sebastião do Umbuzeiro, Chico Neves. A nova diretoria já tomou posse logo após a eleição e o novo presidente afirmou que pretende fortalecer a entidade, atraindo mais prefeitos para se unirem em torno dos interesses comuns da região do Cariri.

“Hoje a AMCAP tem apenas 12 prefeitos filiados, numa região que tem mais de 30 municípios. Precisamos resgatar a força da AMCAP a partir de um trabalho junto aos próprios gestores da região. Em seguida, devemos ter reuniões periódicas para discutir os desafios dos municípios caririzeiros e transformar a AMCAP na porta voz da região junto aos órgãos governamentais em suas diversas esferas (estadual e federal)”, explicou o presidente Fernando Queiroz.

Durante a reunião desta quinta-feira (22) estavam presentes os prefeitos de Amparo, Zé Arnaldo, São João do Tigre, José Maucelio Barbosa (Célio), Zabelê, Íris Henrique, Cabaceiras, Luis Aires, Camalaú, Jacinto Bezerra, Parari, José Josemar (Josa), São Sebastião do Umbuzeiro, Chico Neves, Coxixola, Givaldo Limeira, e São José dos Cordeiros, Fernando Queiroz.

Fernando disse que sua primeira meta de atuação será buscar os prefeitos da região para conscientizá-los da importância de termos um órgão representativo forte e fazer com que a AMCAP seja um ponto de apoio e convergência das cidades da região.

‘Menininha’ mora em casa de taipa e corre risco de vida na zona rural de Monteiro

Prefeitura de Prata projeta atualização do piso salarial dos professores

Assembleia Legislativa aprova projeto da Lei Orçamentária Anual 2015

SÓ LUXANDO: Viúva vive em cruzeiros há 10 anos e gasta R$ 425 mil por ano SÓ LUXANDO: Viúva vive em cruzeiros há 10 anos e gasta R$ 425 mil por ano SÓ LUXANDO: Viúva vive em cruzeiros há 10 anos e gasta R$ 425 mil por ano

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou por unanimidade em sessão extraordinária, nesta quinta-feira (22), o projeto de lei 2.037/2014, referente à Lei Orçamentária Anual (LOA), que estima a receita e a despesa do Poder Executivo estadual.

A LOA 2015 foi referendada, em plenário, com um total de 368 emendas parlamentares, incluindo, 12 propostas de remanejamento.

O orçamento previsto pelo Poder Executivo para o exercício deste ano é de R$ 11.247.733,00 (onze bilhões, duzentos e vinte e cinco milhões, cento e quarenta e sete mil e setecentos e trinta e três reais).

Encerramento – Ao final da sessão, o presidente da ALPB, deputado Ricardo Marcelo (PEN), encerrou as atividades da Legislatura. Ele agradeceu os parlamentares pelo trabalho nos últimos quatro anos, parabenizou os colegas que estão deixando a Casa de Epitácio Pessoa e saudou os deputados eleitos no último pleito eleitoral, que assumirão o mandato a partir de 1º de fevereiro.

“Encerramos mais um período legislativo agradecendo a participação de todos os senhores e senhoras deputadas nos últimos quatro anos. Nos despedimos de valorosos colegas que estão deixando a Casa de Epitácio Pessoa. Eles deixam uma marca registrada de trabalho, coerência e de fortalecimento para que o Legislativo fosse, cada vez mais forte e independente”, disse o presidente.

Apreciação – Durante a sessão extraordinária, os deputados debateram sobre o parecer final da LOA 2015, aprovado por unanimidade no início da manhã, em reunião da Comissão de Acompanhamento e Controle da Execução Orçamentária.

Janduhy Carneiro (PTN) parabenizou o trabalho da Comissão de Orçamento que, segundo ele, trabalhou para que a tramitação e aprovação da LOA 2015 fosse possível em tempo recorde.

O presidente da Comissão de Acompanhamento e Controle da Execução Orçamentária e relator da LOA 2015, Raniery Paulino (PMDB), explicou a aplicação das emendas e agradeceu aos colegas, aos técnicos da Casa de Epitácio Pessoa e a Mesa Diretora, por garantir a autonomia e funcionamento da comissão.

O deputado Lindolfo Pires (Democratas) sugeriu reparos em emendas de remanejamento orçamentário.Segundo Lindolfo, as propostas prejudicam o funcionamento de processos administrativos e de informatização de programas do governo, a exemplo da Receita Estadual, com R$ 4,1 milhões e da Administração, com R$ 16,4 milhões.

Esses recursos serão remanejados para ações da Defensoria Pública Estadual, do Tribunal de Contas do Estado (TCE), da Procuradoria-Geral do Estado e da Polícia Militar da Paraíba.

“Temos um cobertor curto, se cobre um, descobre outro, então a mágica está em tentar que nós, a Assembleia, encontremos uma solução que beneficie uma determinada ação, sem prejudicar outra. Voto pela aprovação do relatório, com a ressalva das emendas de remanejamento”, disse.

Concordância com a LDO – Ainda de acordo com Raniery, a inclusão de emendas seguiu os parâmetros da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), do Executivo, aprovada pela ALPB no último mês de junho. “Para sermos coerentes com a LDO e para atingir os índices previstos na Lei, nós tivemos que fazer esse remanejamento”, disse.

O deputado complementou: “O Governo compreendeu que poderia retirar recursos da saúde para atender as demandas do Poder Judiciário e do Ministério Público. Esse foi o critério possível do Executivo. Ao nosso critério, o que foi possível, foi o serviço de informatização, um projeto vultoso, mas poderemos retirar sem prejudicar serviços essenciais da vida das pessoas. Ouvimos muitos técnicos, mas também tivemos um apelo social”.

Emendas – A LOA 2015 recebeu 369 emendas, sendo 104 emendas de meta, uma de texto, 252 emendas de apropriação e 12 de remanejamento. A proposta de remanejamento 248, no valor de R$ 12.915.110,00, que remanejava recursos do Poder Legislativo para o Executivo foi rejeitada.

 

[+]   POSTAGENS