::Foi água de rolo em Campina Grande ::Contas referentes a 2013 do governador são aprovadas por unanimidade no TCE ::OLHO VIVO ::Governador inaugura rodovia que beneficia 350 mil habitantes ::Lixo e esgotos jogados no rio Taperoá poluem água de Boqueirão ::Saúde de Sumé realiza audiência pública sobre Prestação de Contas ::“De onde venho, homem não me grita”, diz Hugo após ser chamado de moleque ::Prefeitura de Sumé constrói calçamentos e reforma Unidade de Saúde ::Monteiro comemora Dia Internacional da Mulher neste sábado ::Enfermeira que dançou no Trauma de Campina já deu plantão em Monteiro Malves Supermercados

Foi água de rolo em Campina Grande

Foi água de rolo em Campina Grande Foi água de rolo em Campina Grande

Campina Grande registrou chuva forte na tarde desta quinta-feira (5) e o que deveria ser alegria pelos problemas de abastecimento que a cidade enfrenta virou uma onda de transtornos e problemas com alagamentos, quedas de árvores e acidentes. Segundo a Agência Executiva de Gestão das águas, em cerca de duas horas, foram 31 milímetros de pluviometria na cidade.

O Corpo de Bombeiros informou que até as 16h desta quinta, 15 árvores haviam caído na cidade em decorrência das chuvas.

Ainda segundo os Bombeiros, no contorno de acesso a avenida Brasília, um outdoor teria caído e duas mulheres ficaram feridas. Uma pedestre de 51 anos fraturou a perna esquerda e outra mulher, a condutora de um carro, de 60 anos, sofreu uma pancada na coluna. Elas foram socorridas para o Hospital de Trauma de Campina onde receberam atendimento.

O Terminal de Integração, no Centro, as imediações do Açude Velho e várias ruas da cidade registraram alagamentos e um motorista ficou preso dentro do carro devido à cheia na avenida Assis Chateubriand, no Catolé, na Zona Sul.

A Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos (STTP) informou que reforçou as equipes com agentes de trânsito em todas as principais vias da cidade. Segundo a assessoria de comunicação da STTP, ônibus precisaram ser desviados e ruas interditadas devido aos alagamentos.

A Defesa Civil Municipal informou que, até as 15h40, havia recebido apenas um chamado por alagamento no Bairro das Cidades, na Zona Sul de Campina. Por meio de uma nota, o coordenador de Defesa Civil do Município, Ruiter Sansão, informou que os trabalhos da equipe e afirmou que foram registrados apenas alguns casos de desabamentos de marquises, árvores, placas de publicidade e coberturas, além de alagamentos em pontos baixos da cidade.

A Defesa Civil atendeu também ao desabamento da cobertura (garagem na parte da frente) do Samu, na Rua Almeida Barreto, bairro São José, e à marquise de uma padaria na Liberdade. O órgão informou que não houve feridos em nenhum dos casos.

Segundo Ruiter Sansão, os principais registros de alagamentos foram na Rua Manoel Leonardo Gomes, nas proximidades do Distrito dos Mecânicos, Jardim Paulistano; Rua Manoel Paulino Raposo, e ruas no entorno do Estádio O Amigão, no Catolé. O Açude Velho transbordou.

O assunto ganhou destaque entre internautas nas redes sociais. A cidade passa por racionamento de água desde dezembro de 2014 devido à baixa capacidade do Açude de Boqueirão, que abastece o município.

A meteorologia prevê mais chuvas nas próximas horas não só para Campina Grande, mas também para outras cidades da região metropolitana e mais partes do estado. A Aesa informou que foram registrados 31 milímetros em cerca de duas horas de chuva em Campina.

Portal Correio

Banner Coringa Banner Coringa

Contas referentes a 2013 do governador são aprovadas por unanimidade no TCE

tcesegundaReunido sob a presidência do conselheiro Arthur Cunha Lima, o Tribunal de Contas da Paraíba, em sessão ocorrida na tarde desta quinta-feira (5), emitiu parecer favorável à aprovação das contas de 2013 do governador Ricardo Coutinho, conforme o voto do conselheiro André Carlo Torres Pontes, relator do processo.

Antes do início da votação, o TCE rejeitou, também por unanimidade, preliminar de suspensão do julgamento suscitada pelo Ministério Público de Contas, a fim de que pudessem ser acostados a essa prestação de contas os resultados do exame de despesas da Secretaria de Saúde com organizações sociais, objeto de processos específicos ainda em tramitação na Corte. Prevaleceu, sobretudo, o entendimento de que o governador do Estado não é, constitucionalmente, ordenador de despesas.

Acompanhado pela unanimidade dos pares, o relator declarou o atendimento parcial aos preceitos da Lei de Responsabilidade Fiscal pelo governador do Estado, a quem fez recomendações, dentre outras, para a criação de uma rotina de repasses de valores devidos ao Fundo Previdenciário Capitalizado, “discriminando Poder, órgão, entidade, nome do servidor, proventos, base de cálculo previdenciária, descontos efetuados, cota patronal e cota dos servidores”.

André Carlo recomendou, também, a elaboração dos demonstrativos referentes à projeção atuarial do Regime Próprio de Previdência em conformidade com o que dispõe o manual de demonstrativos fiscais aplicado à União, Estados, Distrito Federal e Municípios e que seja evitada inconsistência contábil no registro da receita do Fundo de Combate à Pobreza.

Ainda fez recomendações para que o governador resguarde a harmonia entre o Plano Plurianual, as Diretrizes Orçamentárias e o Orçamento Anual; cumpra o prazo para envio da Lei de Diretrizes Orçamentárias e de envio das metas bimestrais de arrecadação ao TCE; observe a meta de resultado nominal fixada na LDO; zele pelo registro adequado das contas públicas; evite a ocorrência de “despesas a apropriar”; supra a lacuna da norma legal estabelecendo o procedimento de suspensão e restabelecimento das transferências constitucionais; e movimente os recursos da saúde exclusivamente por meio do respectivo Fundo.

O TCE também decidiu encaminhar comunicado à Fundação Solidariedade e à secretária-executiva do Movimento “Nós Podemos Paraíba” sobre a análise comparativa entre as ações do Estado da Paraíba e os Objetivos do Desenvolvimento do Milênio.

Em relação ao projeto do Polo Turístico do Cabo Branco, o TCE recomendou que o Governo promova “o cumprimento de todas as exigências propostas nos Editais 001/88 e 001/90, cobrando dos licitantes a comprovação das condições econômico-financeiras para realização dos empreendimentos, a prova da idoneidade das empresas e empresários e a atualização do ativo da empresa mediante a avaliação atual dos lotes negociados”.

Também sugeriu que seja reavaliado “o procedimento de Certificação e Regularidade emitido pelo Governo do Estado em 1º de julho de 2013, tendo em vista a observação das várias pendências com relação aos lotes negociados, envolvendo falta de pagamento dos lotes, registro de áreas em dimensão maior do que a realmente adquirida, entrega de Comprovantes de Emissão de Ações Preferenciais fora do prazo e em valores irrisórios, entre outros”.

O TCE também quer, igualmente, a avaliação de cada lote negociado e a emissão das ações em valores correspondentes às cifras atuais e o estabelecimento de exigências com relação ao porte dos empreendimentos a serem construídos.

Despesas

Em 2013, o Governo do Estado movimentou recursos da ordem de R$ 8.559.088.000,00. Os gastos com pessoal e encargos sociais, nesse mesmo exercício, ultrapassaram a cifra de R$ 4,55 bilhões e representaram 53,22% da despesa total, índice a ser comparado à participação de 57,44% observada no exercício anterior.

Discriminados por funções de governo, os gastos com Educação atingiram a cifra de R$ 1.572.518.000,00, constituindo, isoladamente, o maior volume de despesas empenhadas pelo governo que dispunha da dotação atualizada para o setor de R$ 1.792.304.000,00, no exercício.

O setor da Saúde teve aplicações de R$ 1.063.751.000,00 para uma dotação de R$ 1.368.732.000,00. O da Segurança, enquanto isso, teve despesas empenhadas de R$ 853.361.000,00 e dotação atualizada de R$ 948.740.000,00.

Somadas as 28 funções de governo examinadas pelo TCE (em meio a elas Previdência Social, Saneamento, Habitação, Agricultura, Cultura, Comércio e Serviços, Ciência e Tecnologia, Indústria e Energia), o Governo Estadual empenhou despesas de R$ 8.559.088.000,00 para uma dotação atualizada de R$ 10.557.657.000,00.

A sessão plenária teve as participações, também, dos conselheiros Arnóbio Viana, Nominando Diniz, Fernando Catão e Fábio Nogueira. Também estiveram presentes os conselheiros substitutos Antonio Gomes Vieira Filho, Marcos Costa e Oscar Mamede. O Ministério Público de Contas esteve representado pela procuradora geral Elvira Samara Pereira de Oliveira, que emitiu parecer pela reprovação das contas. A sessão plenária teve a duração de cinco horas e 15 minutos.

OLHO VIVO

Por Simorion Matos

telmanogrupo

MONTEIRO: REUNIÃO SE REPETE 20 ANOS DEPOIS

Em 1995, às vésperas da campanha municipal de 1996, o ex-Superintendente do INSS na Paraíba, Telmano Japiassu, provocou a reunião de um grupo de monteirenses para discussão e planejamento de uma candidatura à Prefeitura de Monteiro. Nascia ali o lançamento de Carlos Batinga na política local, com o apoio de várias lideranças, para suceder o então prefeito Antônio de Sousa Nunes.
Na semana passada, liderados pelo mesmo Telmano, alguns monteirenses decidiram se reunir para “formar um grupo e discutir a atual e futura conjuntura administrativa e política de Monteiro”.
Como Carlos Batinga está sem mandato, já que não logrou êxito na tentativa de reeleição como deputado, seria essa reunião de agora uma forma de motivá-lo a disputar novamente a prefeitura em 2016, ou o encontro teria sido o passo inicial de definição por mais uma candidatura de Juraci Conrado?
A resposta talvez só venha no próximo ano.

CARIRI NO DETRAN

O caririzeiro Aristeu Chaves iniciou muito bem a função de Superintendente do DETRAN/PB e a sua gestão à frente do órgão tem repercutido de forma bastante positiva.
Bacharel em Direito e Delegado de Carreira da Polícia Civil, tendo atuado inclusive em Brasília, Aristeu Chaves tem bastante experiência administrativa. Antes de ser prefeito de Camalaú, foi Superintendente de Polícia da 4ª Região, dirigindo a segurança pública nos municípios do Cariri.
Nos idos de 1981, o DETRAN/PB foi dirigido por outro caririzeiro, o monteirense Fred Menezes.

ATUAÇÃO AMPLIADA

O gabinete do deputado João Henrique na Assembleia Legislativa tem aumentado muito a sua movimentação. Não apenas pelo fato de ter sido eleito Vice-presidente da Casa Epitácio Pessoa mas, principalmente, porque o parlamentar ampliou bastante a sua área de atuação política em todo o estado.
Lideranças de diversos municípios procuram semanalmente o gabinete do deputado para encaminhamento de pleitos das suas comunidades.

PINTO DO MONTEIRO

No dia 21 de novembro, se vivo materialmente estivesse, o imortal Severino Lourenço da Silva Pinto, o Pinto do Monteiro, estaria completando 120 anos de nascimento.
Para reverenciar o rei dos cantadores pretendemos, a exemplo do que fizemos por vários anos, realizar o CONGRESSO DE VIOLEIROS DO CARIRI PARAIBANO, com a presença dos maiores nomes do repente.

UMAS & OUTRAS

José Firmino, conhecido popularmente por Zé da Pedra, era lanterneiro e, nas horas vagas, inventava de ser cantador de viola. Além de fazer cantorias em pé de parede, nas bodegas de Monteiro, o repentista freqüentava bastante a residência do mestre Pinto do Monteiro, principalmente nas manhãs de domingo, quando aconteciam rodas de glosa.

Certa vez, surgiu entre os glosadores, o mote: “Eu querendo também faço, igualzinho a Zé Limeira”.

Sem meia conversa, Zé da Pedra fez a pérola:

“Eu vi Maria Bonita
Beijando os pés de Jesus,
São José fazer cuscuz
Cozinhando na marmita.
Maomé chamou Juvita
Pra dançar forró na feira
Aí a mulher rendeira
Caiu quebrando o cabaço
Eu querendo também faço
Igualzinho a Zé Limeira”
Ao final da participação de Firmino, o velho Pinto cochichou no ouvido de Benjamin de Báu: “esse aí consegue ser mais doido do que Zé Limeira”.

Banner Segundo Wilson Ricardo

Governador inaugura rodovia que beneficia 350 mil habitantes

ricardorcO governador Ricardo Coutinho inaugura, na próxima segunda-feira (9), a pavimentação da estrada entre Campina Grande e o distrito de Catolé da Boa Vista, numa extensão de 18 km, beneficiando cerca de 350 mil habitantes. A obra representa um investimento de aproximadamente R$ 14,8 milhões e faz parte da agenda de inaugurações que fecha o ciclo dos 100 dias de gestão deste segundo mandato.

A PB-138 liga a Alça Sudoeste, em Campina Grande, ao distrito de Catolé de Boa Vista e recebeu pavimentação em Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ), possibilitando o tráfego pesado de veículos, melhorando o escoamento do minério extraído do distrito pela BR-230 e proporcionando a expansão de Campina Grande, e encurtando a distância entre as zonas rural e urbana.

A rodovia possui um tráfego médio diário de 694 veículos, entre automóveis, camionetas, ônibus, caminhões e motos, cujos condutores poderão agora fazer o percurso entre Campina Grande e o distrito de Catolé da Boa Vista com mais conforto e segurança. Vale ressaltar que a pavimentação vai gerar economia para os proprietários de veículos, que sempre tinham gastos com reposição de peças quebradas por causa da precariedade da antiga estrada.

A rodovia Campina Grande-Distrito de Catolé da Boa Vista recebeu serviços de terraplenagem em cortes e aterros, alargamento e reforço estrutural de três pontes, sistema de drenagem para águas pluviais e subterrâneas, pavimentação asfáltica, cercas de segurança da faixa de domínio, gramagem e paisagismos em taludes e sinalização horizontal e vertical.

Agenda – De acordo com a agenda, após a entrega da rodovia Campina Grande-Catolé da Boa Vista está prevista para o dia 12 de março a inauguração das obras de reforma do Ginásio Ronaldão, em João Pessoa, e no dia 15 de março, as obras de reforma e ampliação do Estádio Perpétuo Corrêa Lima (Perpetão), localizado em Cajazeiras, cuja programação prevê uma partida entre os times do Atlético de Cajazeiras e Botafogo da Paraíba.

A agenda de inaugurações prossegue no dia 20 de março, com a entrega do Centro de Formação de Educadores, construído em Campina Grande; enquanto no dia 29, será a vez da Vila Olímpica Parahyba, que foi totalmente reformada e revitalizada; e no dia 6 de abril, fechando o ciclo dos 100 dias, será inaugurada a estrada que liga o município de Coremas a Piancó.

Lixo e esgotos jogados no rio Taperoá poluem água de Boqueirão

Foi água de rolo em Campina Grande Foi água de rolo em Campina Grande

Lixo e esgotos residenciais e hospitalares de 21 municípios são jogados dentro dos rios Taperoá e Paraíba e levados diretamente para o açude Epitácio Pessoa, no município de Boqueirão. O Epitácio Pessoa abastece mais de 1 milhão de habitantes de Campina Grande e de vários municípios do Agreste paraibano.

O rio Taperoá tem 150 quilômetros de extensão e é o principal afluente rio Paraíba. Os dois rios se encontram no açude Epitácio Pessoa, que também recebe água poluída dos esgotos de Campina Grande, inclusive com metais pesados advindos de solução de baterias.

A denúncia é do ex-prefeito de Taperoá, Deoclécio Moura (sem partido), um dos poucos políticos do Cariri que se preocupam com o meio ambiente, assim como os ex-deputados Carlos Batinga e Francisco de Assis Quintans.

Deoclécio espera que o Governo Federal libere recursos colocados no Orçamento da União pelo ex-senador Vital do Rêgo Filho para tratamento dos esgotos nas cidades que serão contempladas com o projeto de transposição do rio São Francisco. Segundo ele, de nada adiantará a água do São Francisco chegar ao rio Paraíba se as cidades continuarem jogando lixo, esgotos residenciais e esgotos hospitalares no local.

Deoclécio sustenta que Taperoá ficará isenta de receber água do canal do São Francisco, que será jogada no rio Paraíba poluído, porque a cidade será contemplada pela adutora do Pajeú. A adutora captará água no rio São Francisco para abastecer vários municípios do Sertão de Pernambuco e entrará na Paraíba por Matureia e Teixeira, com destino a Taperoá, por um lado, e a Princesa Isabel, por outro, abastecendo também o Cacimbas, Desterro e Livramento, entre outras cidades.

Deoclécio denunciou o descaso do poder público em relação ao esgotamento sanitário da cidade, que deveria estar 100% concluído. As obras tiveram início no dia 5 de março de 2013 e deveriam ter sido concluídas no dia 5 de março de 2014. “Estamos no dia 1º de março de 2015 e somente 24% das obras foram concluídas”, disse Deoclécio, que percorreu vários pontos da cidade com o repórter para mostrar como estão as obras financiadas pelo PAC 2.

Grande parte da cidade de Taperoá está esburacada há dois anos e a obra quase não andou. Os canos destinados à coleta dos esgotos estão amontoados no parque de exposições do município e muitos já foram roubados. Ao mesmo tempo, o hospital joga os esgotos diretamente no rio Taperoá. O mesmo acontece com os esgotos residenciais e com o lixo. O Governo Federal liberou R$ 8 milhões para a obra, numa parceria com a Prefeitura.

Adelson Barbosa

Saúde de Sumé realiza audiência pública sobre Prestação de Contas

Foi água de rolo em Campina Grande Foi água de rolo em Campina Grande Foi água de rolo em Campina Grande

A Secretaria Municipal de Saúde de Sumé realizou na noite de quarta-feira (04), a sua Audiência Pública sobre a Prestação de Contas referente ao terceiro quadrimestre de 2014.

Na ocasião foram apresentados os dados referentes a todo o período de 2014, o montante e a fonte de recursos aplicados, as auditorias realizadas ou em fase de execução e suas determinações e a oferta e produção dos serviços públicos na rede assistencial própria contratada e conveniada.

Os dados apresentados mostraram que o percentual de aplicação em Saúde sobre a receita de impostos líquida e transferências foi 19,76% . A despesa total com Saúde em R$/por habitante é de R$ 699,60.

Nos serviços Ambulatoriais foram 251.149 atendimentos realizados pela Secretaria Municipal de Saúde, sendo 134.460 clínicos e 6.191 cirúrgicos. As Unidades de Saúde são as que apresentam os maiores números neste serviço, a exemplo da Unidade de Saúde da Várzea Redonda com 41.805 procedimentos. Em seguida aparecem o Hospital Alice de Almeida, Laboratório Municipal, Centro Oftalmológico, CEO, CAPS, Centro de Fisioterapia, NASF e Cisco.

Nos serviços hospitalares o Hospital de Sumé apresentou 961 internações clínicas e 765 procedimentos cirúrgicos, atendendo 22 municípios da região.

O assessor de gestão do SUS, Nelson Calsavari, informou que a Secretaria Municipal de Saúde está aplicando bem os seus recursos. “Sumé é um dos município que mais aplicam recursos na área de Saúde. A gestão conseguiu com que a Saúde atingisse níveis de qualidade. O Hospital daqui funciona muito bem, sem contar que Sumé é um exemplo no Sistema Nacional de Gestão da Assistência Farmacêutica, o Hórus. Tenho trazido gestores de outros municípios para aprender aqui a implantação e o controle efetivo desse Sistema”, informou.

Participaram da audiência o prefeito doutor Neto,o secretário de Saúde Antônio Carlos, os vereadores da Câmara Municipal e populares.

"De onde venho, homem não me grita", diz Hugo após ser chamado de moleque

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras realiza nesta quinta-feira (5), a primeira reunião e começou marcada por uma confusão entre os deputados. A discussão começou após o presidente da CPI, o deputado paraibano Hugo Motta (PMDB), anunciar a criação de quatro sub-relatorias.

O peemedebista divulgou que as sub-relatorias ficarão sob o comando do PSDB, PP, PSC e PR. Os nomes foram indicados por Motta, sem submetê-los ao plenário e houve troca de agressões verbais, pois partidos, como o PT e PSOL, insatisfeitos com a medida, protestaram.

O deputado Edmilson Rodrigues (PSOL-PA), aos gritos chamou o presidente da CPI, que tem 25 anos, de “moleque” diversas vezes. Por sua vez, Motta, nascido na cidade de Patos, no Sertão paraibano, respondeu: “Da terra de onde eu venho, homem não me grita”.

“Não serei fantoche para me submeter. Não tenho medo de grito”, rebateu Motta, arrebatado.

Hugo Motta explicou na terça-feira (3) que a criação das sub-relatorias irá descentralizar os trabalhos. “CPIs que funcionaram anteriormente com sub-relatorias mostraram que funcionam melhor”, justificou Hugo Motta. Mas na prática, os deputados inconformados com a decisão entendem que a criação irá enfraquecer s poderes do relator da CPI, Luiz Sérgio (PT-RJ).

“Não temos objeção individual a ninguém, entretanto, não participamos de acordo para as vice-presidências”, reclamou o deputado Afonso Florence (PT-BA).

“Procuramos membros de partidos diferentes para ter composição eclética para darmos legitimidade a essa CPI”, rebateu Motta afirmando que não foi procurado pelo PT para participar das sub-relatorias.

As subrelatorias são a de superfaturamento e gestão temerária na construção de refinarias; constituição de empresas com a finalidade de praticar atos ilícitos; superfaturamento e gestão temerária na construção e fretamento de navios de transporte, navios-plataforma e navios-sonda; e Irregularidades na operação da companhia Sete Brasil e na venda de ativos da Petrobras na África.

Terceiro postagens – Câmara Monteiro

Prefeitura de Sumé constrói calçamentos e reforma Unidade de Saúde

Monteiro comemora Dia Internacional da Mulher neste sábado

Enfermeira que dançou no Trauma de Campina já deu plantão em Monteiro

Banner boca escancarada

Esposa de Galdino assume presidência de associação na Assembleia

Foi água de rolo em Campina Grande Foi água de rolo em Campina Grande Foi água de rolo em Campina Grande

A Associação Promocional do Poder Legislativo (APPL) tem uma nova presidente. Em solenidade realizada na tarde desta quarta-feira (4) no auditório João Eudes, da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Eliane Galdino tomou posse como presidente da entidade. Por tradição, quem assume o cargo, que não tem remuneração, é a esposa do presidente da Casa. Entre as funções da presidente da APPL está a gestão da Creche e Escola do Legislativo.

Em seu discurso, Eliane Galdino, relembrou emocionada a sua trajetória pública, na qual já assumiu a secretaria de Educação da cidade de Pocinhos, no interior da Paraíba. Ela também convocou as esposas dos deputados da Casa a assumirem, junto com ela, essa responsabilidade. “Aprendi em minha vida pública a sentir a dor dos pequenos e tenho ciência da minha responsabilidade. Convoco todas as esposas dos deputados a assumirem comigo esta grande missão. Sejamos protagonistas dessas mudanças em prol dos servidores da Assembleia e os mais necessitados”, afirmou.

O presidente da Casa, Adriano Galdino, também destacou a importância do cargo e a competência da esposa para assumir a APPL. “Como secretária de educação, em Pocinhos, ela aprendeu a sentir comigo a dor alheia e essa experiência é essencial. Eliane assumirá a creche e a Escola do Legislativo sem receber salário, por pura dedicação”, comentou Adriano.

Além dos conterrâneos da cidade de Pocinhos, foram registradas as presenças dos deputados Jeová Campos, Bruno Cunha Lima, Gervásio Maia, Nabor Wanderley, Camila Toscano, Estela Bezerra, Janduhy Carneiro, Branco Mendes e Edmilson Soares.

APPL – A Associação Promocional do Poder Legislativo (APPL) foi criada e idealizada com a finalidade de oferecer um serviço social para atender aos anseios dos servidores e dependentes da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB). Vinculada diretamente à Presidência do Poder Legislativo, tem recebido sempre o apoio irrestrito de todos os parlamentares.

Entre as atividades que são desenvolvidas pela APPL estão a gestão da Escola Infantil, o Clube da Melhor Idade Novo Alvorecer, da Divisão de Assistência Social, da Divisão de Psicologia e a Escola do Legislativo, entre outras.

Homem de arrepende e diz que pegou nos quibas de Dr. Rey porque bebeu demais

Ricardo lança campanha em comemoração ao Dia Internacional da Mulher

ricardogovernadoresO governador Ricardo Coutinho lança, nesta sexta-feira (6), às 10h, no Palácio da Redenção, em João Pessoa, a campanha “Autonomia, essa é nossa decisão – Paraíba: Mulher Forte e de Valor” com várias ações do Governo do Estado em comemoração ao Dia Internacional da Mulher – 8 de Março.

Mais de 40 prefeitos vão assinar Termo de Adesão para a criação e fortalecimento de órgãos municipais de políticas para as mulheres. O Governo vai abrir Edital para prefeituras acessarem apoio por meio de curso de capacitação e entrega de kit imobiliário e equipamentos.

Coordenada pela Secretaria da Mulher e da Diversidade Humana, também será lançada a programação com mais de 50 atividades, que seguirá durante todo o mês de março em vários municípios. As ações são realizadas em parceria com outros órgãos governamentais, como Saúde, Educação, Cultura, Desenvolvimento Humano e
Segurança Pública.

Na área cultural, o destaque é para o show de Lia de Itamaracá, neste domingo (8), no Teatro de Arena, às 20h, além da feira de artesãs, encontro de mulheres de grupos apoiados pelo Projeto de Desenvolvimento Sustentável do Cariri, Seridó e Curimataú (Procase), Prêmio Ceci Melo, Concurso Reeducanda Paraíba e ações nas escolas sobre gravidez na adolescência.

Segundo a secretária da Mulher e da Diversidade Humana, Gilberta Soares, outro destaque será a exposição Elas – Memórias e Conquistas, na Estação Ciência, promovida pelo Jornal A União, e o lançamento de Cordel sobre Maria Bonita, de Jairo Mozart.

Deputado Luiz Couto libera recursos para três municípios do Cariri

Zuza do Padre tem encontro com Jarbas e assume o PMDB em Sertânia

Doutor Rey quer disputar eleição na PB

Supremo extingue pena de Genoíno

Monteiro promove curso de informática para crianças de até 14 anos

[+]   POSTAGENS