Cariri Ligado
x
::João Henrique elogia desempenho dos policiais que atuam no Cariri paraibano ::TCE-PB aprova contas oriundas de quatro Prefeituras e duas Câmaras Municipais ::Dilma será julgada por 9 ex-ministros no Senado a partir desta quinta-feira ::Grupos invadem casas, espancam idosos e raptam morador no Cariri e Agreste ::Caminhada de Lorena e Cileno contagia todas as gerações nas ruas de Monteiro ::Natália Lira recebe apoio de famílias para sua candidatura à reeleição em Ouro Velho ::OAB-PB e TRE-PB assinam termo de cooperação para ações contra o Caixa 2 ::Confira a agenda desta quarta dos candidatos a prefeito de Monteiro ::MPE protocola pedidos de impugnação de registros de candidatos no Cariri ::Deputado João Henrique diz que por perseguição Governo não repassa verba do Samu e UPA de Monteiro Malves Supermercados

João Henrique elogia desempenho dos policiais que atuam no Cariri paraibano

joaohenriquetribunanovaaaO deputado estadual João Henrique, vice-presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, elogiou neste final de semana os trabalhos realizados pelas polícias Militar e Civil na região do Cariri paraibano, especialmente os policiais e agentes lotados no município de Monteiro.

Segundo João Henrique, o Governo do Estado, através do secretário de Segurança e do Comandante Geral da Polícia Militar não oferece condições dignas aos policiais, que na maioria das vezes colocam sua própria vida em risco para defender a população.

“Não temos um policiamento suficiente, faltam armas, viaturas, proteção pessoal como coletes e mais treinamento para a categoria militar e civil. O que assistimos diariamente é o aumento da criminalidade, mas, não podemos responsabilizar os policiais e agentes, a violência está em todos os recantos e não há como prevê um assalto ou outro ato de violência”, enfatizou o parlamentar.

João Henrique disse que a culpa do aumento da criminalidade no país e principalmente na Paraíba é a falta de compromisso do governo com a segurança pública, além da falta de uma legislação mais rígida que realmente puna o infrator.

“Hoje o que assistimos é a polícia prender e o judiciário soltar em virtude da legislação, que precisa ser modificada para termos penas mais rígidas contra esses criminosos”, finalizou o deputado.

Banner Coringa Banner Coringa

TCE-PB aprova contas oriundas de quatro Prefeituras e duas Câmaras Municipais

Dilma será julgada por 9 ex-ministros no Senado a partir desta quinta-feira

João Henrique elogia desempenho dos policiais que atuam no Cariri paraibano João Henrique elogia desempenho dos policiais que atuam no Cariri paraibano

Dos 81 senadores que participarão do julgamento final da presidente afastada Dilma Rousseff no processo de impeachment, nove foram ministros do governo da petista. O julgamento terá início nesta quinta-feira (25) no plenário do Senado, e deve se estender até a próxima semana.

Os nove senadores que integraram o governo de Dilma e que participarão do julgamento são:

– Eduardo Braga (PMDB-AM), ex-ministro de Minas e Energia;
– Edison Lobão (PMDB-MA), que comandou Minas e Energia;
– Garibaldi Alves (PMDB-RN), ex-ministro da Previdência;
– Marta Suplicy (PMDB-SP), que chefiou a Cultura;
– Armando Monteiro (PTB-PE), ex-titular do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior;
– Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE), ex-chefe da Integração Nacional;
– Kátia Abreu (PMDB-TO), que comandou a Agricultura;
– Gleisi Hoffmann (PT-PR), ex-chefe da Casa Civil;
– Eduardo Lopes (PRB-RJ), ex-ministro da Pesca.

Embora tenham, em algum momento do governo, atuado como auxiliares da petista na Esplanada dos Ministérios, nem todos votarão contra o impeachment.

A tendência é que cinco deles se posicionem a favor da destituição da petista: Eduardo Braga, Lobão, Garibaldi Alves, Marta Suplicy e Fernando Bezerra. Já Gleisi, Kátia Abreu e Armando Monteiro votarão contra, enquanto Eduardo Lopes, segundo a assessoria, está indeciso.

Na semana passada, uma declaração do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre o julgamento final de Dilma gerou repercussão no noticiário.

Em entrevista à BBC Brasil, o petista disse que sua afilhada política irá “se expor a Judas” no Senado, isso porque está previsto, para o dia 29, o interrogatório de Dilma.

Na sessão, ela apresentará sua defesa no processo de impeachment e responderá a eventuais perguntas elaboradas pela defesa, pela acusação e por senadores.

Conforme reportagem do G1, o presidente em exercício Michel Temer tem articulado nos bastidores para ampliar a margem de votos pró-impeachment.

Na chamada sessão de pronúncia, em 10 de agosto, na qual os senadores tornaram Dilma ré no processo, 59 parlamentares votaram contra ela. Para o julgamento final, dizem interlocutores do governo, o Palácio do Planalto tem procurado senadores para alcançar entre 62 e 63 votos contrários a Dilma.

Grupos invadem casas, espancam idosos e raptam morador no Cariri e Agreste

Caminhada de Lorena e Cileno contagia todas as gerações nas ruas de Monteiro

João Henrique elogia desempenho dos policiais que atuam no Cariri paraibano João Henrique elogia desempenho dos policiais que atuam no Cariri paraibano João Henrique elogia desempenho dos policiais que atuam no Cariri paraibano João Henrique elogia desempenho dos policiais que atuam no Cariri paraibano João Henrique elogia desempenho dos policiais que atuam no Cariri paraibano João Henrique elogia desempenho dos policiais que atuam no Cariri paraibano

Mais uma grande caminhada foi realizada na noite desta terça-feira (23) pela candidata a prefeita de Monteiro, Lorena de Dr. Chico, e seu vice Celecileno Alves, percorrendo várias ruas da cidade.

Desta vez o percurso foi extenso, o que não tirou em momento algum a disposição e a alegria dos militantes, correligionários e da população em geral que acompanhou a candidata pelas ruas do Limão, Rua de Campina, Honório Lopes e Alto da Bela Vista passando ainda pelo Bairro do Bráz.

Lorena de Dr. Chico esteve acompanhada do candidato à vice-prefeito Celecileno Alves, da Presidente do diretório municipal do PSDB e Prefeita de Monteiro, Edna Henrique, e pelos candidatos a vereador que compõem as coligações que apoiam a sua candidatura.

No evento desta terça ficou comprovado o carisma e a aceitação dos nomes de Lorena e Celecileno, através das manifestações indistintas de carinho vindas de populares de todas as gerações.

Os mais velhos saudavam com carinho “a filha de Dr. Chico”. “Esta menina vale ouro, igual ao pai maravilhoso”, disse Dona Eudócia no bairro do Alto da Bela Vista.

Crianças, jovens e adolescentes também tem mostrado uma aceitação muito grande pelo nome de Lorena.
“Ela traz a tradição de competência herdada do pai, e representa o novo pois é jovem e destemida”, disse o jovem Samuel Carlos.

O candidato à vice-prefeito Celecileno também foi calorosamente recebido principalmente na Rua de Campina e Rua do Limão.

“Ele é um empresário integro. Homem de bem, querido por todos nós independente de classe social. Homem do povo”, elogiou o Senhor Lucenildo Ribeiro, na Rua de Campina

CANTANDO
Na Rua do Limão, o momento mais marcante da caminhada, onde a população e os participantes da caminhada cantaram em uma só voz gritos e músicas em apoio à candidatura da advogada Lorena e do empresário Celecileno.

Todo o evento ocorreu em clima de total harmonia e tranquilidade sem nenhum incidente ou perturbação registrada durante o percurso, o que atende a determinação de todos que fazem a coordenação da campanha de Lorena de Dr. Chico.

PROGRAMAÇÃO
A programação da campanha de Lorena de Dr. Chico e Cileno reserva para esta quarta-feira, visitas pontuais no horário da manhã, gravação de guia eleitoral no horário da tarde, e agenda interna da coligação no horário da noite.

Natália Lira recebe apoio de famílias para sua candidatura à reeleição em Ouro Velho

OAB-PB e TRE-PB assinam termo de cooperação para ações contra o Caixa 2

João Henrique elogia desempenho dos policiais que atuam no Cariri paraibano João Henrique elogia desempenho dos policiais que atuam no Cariri paraibano

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Paraíba (OAB-PB), Paulo Maia, o secretário-geral da OAB-PB, Assis Almeida, o chefe de gabinete da presidência da OAB-PB, Gervásio Farias, e os advogados membros do Comitê e integrantes da Comissão de Direito Eleitoral da Ordem, Adriana Rodrigues, Manolys Silans Passerat, Vitus Cabral e Thiciane Carneiro, se reuniram, na última segunda-feira (22), com o presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), desembargador José Aurélio da Cruz.

Também participou do encontro o juiz-membro da Corte Eleitoral, Ricardo da Costa Freitas. Na oportunidade, foi assinado o termo de cooperação para as ações do Comitê contra o Caixa 2, que tem o objetivo de constatar possíveis descompassos entre os gastos dos políticos na campanha e as quantias, em dinheiro, arrecadadas por eles.

“O projeto, que é um desdobramento do Movimento Eleições Limpas e tem como meta dar espaço para denúncias de campanhas milionárias, desproporcional ao valor arrecadado legitimamente de pessoas físicas e repasses de fundo partidário”, explicou Paulo Maia.

Para auxiliar neste processo de vigilância, a OAB, em todo o país, disponibiliza um aplicativo para aparelhos celulares, capaz de formalizar denúncias, que serão analisadas pelos Tribunais Regionais Eleitorais. Para baixar o aplicativo é só clicar no link: http://contraocaixa2.oab.org.br/#sec-aplicativo

O eleitor também pode fazer a sua denúncia através do hotsite do comitê, disponível no link: http://caixa2.oabpb.org.br/

Confira a agenda desta quarta dos candidatos a prefeito de Monteiro

MPE protocola pedidos de impugnação de registros de candidatos no Cariri

eduardomayer2O Ministério Público Eleitoral da 29ª Zona Eleitoral, através do seu representante Dr. Eduardo Barros Mayer, ingressou na tarde dessa terça-feira (19) com as solicitações de impugnação ao pedido de registro de candidaturas.

De acordo com informações, o Promotor solicitou a impugnação da DRAP (Demonstrativo de Regularidade de Atos Partidários) de uma das Coligações da cidade de São João do Tigre/PB, pela existência de dissidência partidária, ou seja, um mesmo partido requereu o registro em duas Coligações.

Ainda foi impugnada a DRAP, do Partido Social Liberal – PSL na cidade Monteiro/PB, também por dissidência partidária, posto que, o partido requereu o registro isoladamente e coligou-se com a Coligação O TRABALHO CONTINUA. A impugnação baseou-se no entendimento dos tribunais eleitorais, que havendo dissidência partidária, cumpre verificar qual composição estava ativa por ocasião das convenções.

Foi requerido ainda a impugnação de Requerimento de Registro de Candidatura (RRC), sendo um deles de um candidato a vereador na cidade de São Sebastião do Umbuzeiro/PB, por invalidade no pedido de desincompatibilização. De um candidato a Vice-prefeito da cidade de São João do Tigre/PB, por condenação de improbidade administrativa em decisão definitiva do Tribunal de Contas da União – TCU.

Com os pedidos de impugnação formulados, as coligações, partidos e candidatos serão citados e terão o prazo de 07 (sete) dias para apresentarem defesa, após conclusão, os autos vão para o Juiz Eleitoral da referida zona para proferir sua decisão sobre os pedidos, os de registros e das impugnações.

Deputado João Henrique diz que por perseguição Governo não repassa verba do Samu e UPA de Monteiro

João Henrique elogia desempenho dos policiais que atuam no Cariri paraibano João Henrique elogia desempenho dos policiais que atuam no Cariri paraibano

O vice-presidente da Assembleia Legislativa do Estado (ALPB), deputado João Henrique (DEM), usou a tribuna da Casa, nesta terça-feira (23), para lamentar os 15 meses de atraso no repasse do Governo do Estado para o Samu e UPA da cidade de Monteiro.

O parlamentar fez um apelo ao governador Ricardo Coutinho (PSB), ao Governo e aos deputados da base governista para que ajudem a cidade de Monteiro a ter de volta o repasse de responsabilidade do Estado.

“Vejo aqui uma grande cobrança dos governistas para com a saúde no âmbito de João Pessoa, que também é minha preocupação. Mas, aqui nesta Assembleia, cobram do prefeito da Capital um investimento maior na área de saúde, e as críticas são constantes contra a gestão municipal de João Pessoa. Enquanto isso, nosso Cariri Paraibano, região que represento, tem um Samu e uma unidade de Pronto Atendimento, sem o repasse de 25% que é da responsabilidade do Governo. São 15 meses sem receber um centavo de quem deveria ajudar a saúde do Cariri. Sabemos que a responsabilidade de manter essas unidades de saúde funcionando é tripartite, o Governo Federal repassa 50%, o município 25% e o Estado tem a obrigação de repassar 25% e não o faz. Adentramos na Justiça que deu ganho de causa na primeira instância, ganhamos na segunda e até hoje o Governo insiste em não repassar, cometendo não contra mim, ou contra a prefeita Edna, mas uma grande injustiça contra o povo do Cariri, contra o povo de Monteiro”, lamentou João Henrique.

O deputado destacou que também se preocupa com a saúde de João Pessoa, pois foi o sexto deputado eleito mais votado na Capital, onde obteve quase 7 mil votos, mas, lamenta que só agora a bancada de situação comece a utilizar a tribuna para censurar o prefeito, afirmando que também o censura, porque a saúde realmente está precisando de maior celeridade. Porém, ressaltou que no Cariri esse mesmo Governo que critica a gestão em João Pessoa deixa de pagar 15 meses ao Samu que salva vidas, e a UPA, e faz por pura perseguição política, pois tanto João Henrique, quanto a esposa Edna Henrique, prefeita de Monteiro, não votaram em Ricardo Coutinho (PSB).

“Por isso não fica aqui só a crítica, mas, um veemente apelo que tem o intuito de fazer justiça. A nossa secretária da Saúde esteve por várias vezes na Secretaria Estadual da Saúde e encontrou boa vontade, mas nas entrelinhas, verificamos e entendemos que era um capricho do pessoal do governador, castigar e causticar o município de Monteiro”, afirmou o parlamentar.

8º Festival do Mel tem programação técnica e de shows anunciada

João Henrique elogia desempenho dos policiais que atuam no Cariri paraibano João Henrique elogia desempenho dos policiais que atuam no Cariri paraibano

Um dos maiores eventos apícolas do Nordeste tem datas marcadas para acontecer. O 8º Festival do Mel, em São José dos Cordeiros, acontece de 16 a 18 de setembro com uma vasta programação técnica e shows que prometem atrair uma multidão à cidade, localizada no Cariri Ocidental Paraibano.

Neste ano de 2016, a organização do evento decidiu concentrar a programação técnica no sábado (17) e domingo (18) a fim de facilitar a participação de apicultores e estudiosos da atividade que vêm de várias partes da Paraíba e até de outros Estados. Na programação estão previstas palestras, oficinas, mesas redondas, apresentação de trabalhos científicos em parceria com universidades, exposição de produtos a base do mel e feira de artesanato. Todas as palestras ocorrerão no Clube Asa Branca.

Já na parte de shows, algumas das principais atrações já foram confirmadas e anunciadas. O Festival do Mel contará com apresentações do novo fenômeno do forró, Márcia Felipe, da revelação Jonas Estigado, do cantor Vicente Nery e o super star Luan Estilizado. Outras atrações ainda serão anunciadas e a organização este ano promete uma boa programação de shows também no período diurno durante o domingo de encerramento do festival. Na sexta-feira, abertura do evento, ainda haverá nova edição do concurso “Garota do Mel”.

Para Fernando Queiroz, organizador do evento, o Festival do Mel este ano deverá superar todas as outras edições. “Ampliamos tanto a programação técnica, como a programação de shows e isso deverá incrementar ainda mais o público flutuante em nosso evento. Acreditamos que da sexta para o domingo por São José dos Cordeiros devem passar mais de 40 mil pessoas, o que vai fortalecer nossa economia e manter nossa tradição de grandes eventos”, pontuou.

Confira toda a programação técnica do 8º Festival do Mel:

SEXTA – FEIRA – 16/09/16
18h00m – ABERTURA OFICIAL
19h00m – DESFILE DA GAROTA DO MEL

SÁBADO – 17/09/16
08h00m – CREDENCIAMENTO
08h30m – PALESTRA: EVOLUÇÃO HISTÓRICA DA APICULTURA
PALESTRANTE: JOSÉ OZILDO DOS SANTOS
Msc. Sistemas Agroindustriais – Universidade Federal de Campina Grande – UFCG
09h30m – PALESTRA: PROFISSIONALIZAÇÃO DO SETOR APÍCOLA NO BRASIL
PALESTRANTE: JOSÉ SOARES DE ARAGÃO BRITO
Presidente da Confederação Brasileira de Apicultura – CBA
Vice – presidente da Federação Latino Americana de Apicultura – FELAPI
11h00m – PALESTRA: A ARTE DE FUMIGAR
PALESTRANTE: LULA DO MEL
Presidente da Federação de Apicultura e Meliponicultura de Pernambuco – FEAMPE
12h00m – ALMOÇO
14h00m – PALESTRA: PANORAMA E PESPECTIVAS DA APICULTURA NO SEMIÁRIDO
PALESTRANTE: JEAN SAMEL ROCHA
Consultor do SEBRAE
15h00m – PALESTRA: HIDROMEL COMO FORMA DE AGREGAR VALOR AO MEL
PALESTRANTES:
LUANNA PINTO VILAR
Formanda em Engenharia de Biotecnologia e Bioprocesso – UFCG/CDSA
JÚLIA FERREIRA DA SILVA
Formanda em Engenharia de Alimentos – UFPB
16h00m – MESA REDONDA: ALTERNATIVAS DE DESENVOLVIMENTO DA
APICULTURA E MELIPONICULTURA NO SEMIÁRIDO PARAIBANO
MEDIADOR: JOAQUIM EFIGÊNIO MAIA LEITE
Pesquisador em Apicultura e Meliponicultura da Emepa GU/PB.
18h00m – EXPOSIÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS
Endereço para Inscrições dos Trabalhos Científicos: http://www.gvaa.com.br/revista/index.php/CVADS/issue/view/162
VISITAÇÃO NOS STANDS, DEGUSTAÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO DE PRODUTOS DA CULINÁRIA DO MEL, ARTESANATO, EQUIPAMENTOS APÍCOLAS, ETC.

DOMINGO – 18/09/2016
OFICINAS
10h00m às 12h00m – SALA 1 – MELIPONICULTURA
INSTRUTOR: JOSENILDO QUERINO DIAS
MSc em zootecnia pela USP
Técnico em Apicultura e Meliponicultura UFPB
Instrutor SENAR/PB
10h00m às 12h00m – SALA 2 – DISPONIBILIDADE E IMPORTÂNCIA DE RECURSOS
FLORAIS PARA POLINIZAÇÃO E PRODUÇÃO MELÍPONA NA REGIÃO SEMIÁRIDA
INSTRUTOR: RAMOM DA SILVA SANTOS
Doutorando em Ecologia e Recursos Naturais – Universidade Federal do Ceará UFC
10h00m às 12h00m – SALA 3 – MANEJO AVANÇADO DE COLMÉIAS PARA ALTA PRODUTIVIDADE
INSTRUTOR: LEON DENIS BATISTA DO CARMO
Técnico em Apicultura e Meliponicultura Emepa GU/PB
Instrutor SENAR/PB
Gestor de Sistemas de Produção Apícola na Empresa Rainha da Paraíba
10h00m às 12h00m – SALA 4 – MAIS MEL E MAIS RENDA PARA OS APICULTORES
INSTRUTOR: JEAN SAMEL ROCHA
Consultor SEBRAE/PB

Banner Efigenio

E ai, você sabe qual a função do vereador?

Por Luanna Brandão

luanabrandaonovaTendo em vista que a campanha eleitoral está acelerada e que este ano haverá uma diferença no horário que é reservado aos candidatos, é hora de começar a nos preparar para o pleito. De acordo com a nova lei que regulamenta a propaganda eleitoral, candidatos a vereador não têm mais direito ao horário no guia eleitoral. Eles irão dispor de, apenas, inserções que poderão ser ouvidas e vistas durante a programação normal das rádios e emissoras de TV. As inserções serão de 30’ (trinta segundos) para cada candidato a vereador se apresentar e mostrar o que propõe.

Escolher um candidato a vereador não é uma tarefa das mais fáceis, sobretudo pela grande quantidade de postulantes ao cargo e o nível de comprometimento que os mesmos apresentam. Não pense que escolher um vereador é brincadeira! Embora na maioria das vezes não cumpram com suas funções, os vereadores são peças importantes para representatividade de um povo: eles são a representação das comunidades nas decisões do governo. Por isso, nós precisamos saber a quem daremos a incumbência de fiscalizar os mandos e desmandos administrativos.

Vereadores têm funções claras e específicas e nenhuma delas inclui a assistência pessoal ou favorecimento individual. Muito pelo contrario! Eles são eleitos para representar o povo como um todo e “brigar” para que os gestores cumpram com suas obrigações. A câmara de vereadores é responsável pela aprovação das contas de um gestor, elaboração de leis do município e fiscalização dos atos administrativos. Os vereadores, portanto, devem trabalhar para melhorar a qualidade de vida da população, ouvindo as reclamações e sendo ponte entre o povo e o governo.

Nós, enquanto eleitores, temos a obrigação de saber em quem votamos, para que no futuro possamos cobrar de quem elegemos. Ser vereador é muito mais do que balançar a cabeça – como uma lagartixa – durante reuniões: é ser povo na Casa do Povo – ciente do dever de apresentar sugestões para a melhoria do governo, sem deixar de questioná-lo (se necessário) sobre o motivo de algumas ações governamentais estarem ‘fora do prumo’ (caso estejam). O vereador deve ter coragem para cobrar empenho por uma obra que deveria ter sido entregue e ter atitude em favor do serviço de saúde procurando saber se as políticas de prevenção de contra epidemias estão sendo aplicadas com eficiência, por exemplo, entre outros questionamentos. Eles são FISCALIZADORES.

Assim, então, insisto: é importante escolher bem em quem votar – por tudo o que já foi exposto aqui. Não dá para eleger ou reeleger um candidato a vereador que só representa a si e vive de fechar acordos com prefeitos, ‘brincando’ com as pessoas, dizendo que quer o melhor para o município, sem cobrar do gestor que políticas públicas sejam implantadas… Não da para brincar de ser vereador e não dá para brincar de ser eleitor! Eleição é coisa séria! E é nossa responsabilidade eleger os representantes das comunidades. Procure conhecer melhor os candidatos. Analise, pergunte, veja e reveja o histórico deles enquanto cidadãos, principalmente daqueles que buscam a reeleição. Avalie se eles cumpriram suas funções – se a resposta for negativa, você já sabe: use o seu voto para fazê-los procurar outra ocupação.

PBTur faz visita a São João do Cariri para divulgar potencialidades turísticas

João Henrique elogia desempenho dos policiais que atuam no Cariri paraibano João Henrique elogia desempenho dos policiais que atuam no Cariri paraibano João Henrique elogia desempenho dos policiais que atuam no Cariri paraibano

Uma equipe técnica da Empresa Paraibana de Turismo (PBTur) visitou a cidade de São João do Cariri, localizada a 216 km de João Pessoa, sábado passado (20). Os técnicos foram recebidos por uma comissão integrada por membros da Igreja e da comunidade. O objetivo da visita foi realizar um levantamento das potencialidades turísticas do município e colher informações sobre a Festa de Nossa Senhora dos Milagres, padroeira da cidade, para fazer uma divulgação do evento nos principais veículos de comunicação do Brasil.

O padre Valdir Campelo recepcionou a equipe da PBTur e promoveu um workshop para apresentar a programação da Festa da Padroeira e sua importância como promotora do turismo na região. O pároco lembrou que a Festa da Padroeira é realizada há quase 300 anos e reúne milhares de fiéis de toda região e outras cidades do Estado.

“Os preparativos para a festa já tiveram início há mais de um mês. Uma imagem de Nossa Senhora dos Milagres está visitando todas as comunidades de nossa paróquia, além de cidades do Cariri e do Seridó.
Essa peregrinação da imagem desperta a religiosidade das pessoas e o interesse em participar da nossa grande festa”, informou padre Valdir. O religioso também fez um tour pelo centro antigo de São João do Cariri. Campelo revelou que as construções remontam ao período do Império, compondo um rico acervo histórico.

Festa – A abertura oficial da festa vai ocorrer no próximo dia 1º de setembro seguindo com uma vasta programação religiosa e social até o dia 12. O diretor de Marketing da PBTur, Luciano Lappa, informou que a visita de um dia a cidade foi muito positiva. “Constatamos que São João do Cariri tem uma história belíssima e rica em fatos e personagens importantes para a Paraíba”, afirmou.

E acrescentou: “Ficamos impressionados com o acervo arquitetônico do centro de São João do Cariri. As casas, antigos casarões e monumentos estão bem preservados. As pessoas daqui estão comprometidas em preservar seu passado e apresentá-las aos visitantes. A cidade tem todas as condições de ser inserido num roteiro de turismo religioso”.

Cenário lunar – No final do dia a equipe da PBTur visitou o Sítio Araras, que fica na zona rural, a 18km da cidade. O grupo teve oportunidade de conhecer um dos roteiros turísticos da cidade, o leito seco do rio Gurjão. O cenário é único, deslumbrante, resultado de uma estiagem de quase cinco anos na região.

Aesa prevê sol com variação de nuvens para o Cariri nesta quarta-feira

Multidão participa de caminhada de Lorena de Dr. Chico e Celecileno, em Monteiro

João Henrique elogia desempenho dos policiais que atuam no Cariri paraibano João Henrique elogia desempenho dos policiais que atuam no Cariri paraibano João Henrique elogia desempenho dos policiais que atuam no Cariri paraibano João Henrique elogia desempenho dos policiais que atuam no Cariri paraibano João Henrique elogia desempenho dos policiais que atuam no Cariri paraibano João Henrique elogia desempenho dos policiais que atuam no Cariri paraibano

Uma multidão prestigiou e participou ativamente da caminhada realizada pela candidata à prefeita Lorena de Dr. Chico (PSDB) no Bairro do Conjunto Mutirão, em Monteiro, na noite desta segunda-feira (22).

O evento contou com a participação da candidata da situação à Prefeitura de Monteiro, do candidato à vice em sua chapa Celecileno Alves, candidatos a vereadores, além da presença da atual Presidente do diretório municipal do PSDB, Edna Henrique, Prefeita do município, e do Deputado Estadual e Vice Presidente da Assembléia Legislativa do estado, João Henrique.

A participação popular foi o ponto alto do encontro. A caminhada percorreu toda a avenida principal que recentemente recebeu obras de pavimentação, no bairro que por sinal está sendo totalmente calçado.

Durante o dia, a candidata também realizou visitas aos moradores onde foi muito bem recebida e ouviu diversas sugestões e pedidos de outras melhorias para o bairro.

“É isso que pretendemos fazer aqui. Dar continuidade a um governo que foi o que mais trabalhou por este bairro em toda sua história”, disse Lorena de Dr. Chico.

“Nosso governo deu uma nova roupagem ao Conjunto Mutirão, que hoje conta com uma moderna e equipadíssima escola que é a Adalice Remígio. Conta com uma quadra poliesportiva que está sendo coberta, além de um ginásio poliesportivo que será o maior do Cariri”, lembrou Lorena

“Temos a obra do calçamento, teremos a melhoria da infra estrutura e da qualidade de vida, e é pra dar continuidade a estas obras e fazer muito mais pelo Conjunto Mutirão que ouvimos todos os pleitos da população do bairro e agradecemos este carinho maravilhoso que nos dá um combustível para seguirmos trabalhando forte pelo bem da nossa terra”, concluiu.

JORNALISTA SÓ DESCANSA QUANDO MORRE: Lá se foi Geneton, aos 60 anos

João Henrique elogia desempenho dos policiais que atuam no Cariri paraibano João Henrique elogia desempenho dos policiais que atuam no Cariri paraibano

O jornalista e escritor Geneton Moraes Neto morreu nesta segunda-feira (22) no Rio, aos 60 anos, vítima de um aneurisma na artéria aorta. Ele estava internado na Clínica São Vicente, na Gávea, Zona Sul da cidade, desde maio. Deixa a viúva, Elizabeth, três filhos, Joana, Clara e Daniel, e quatro netos, Beatriz, Dora, João Philippe e Francisco.
Com mais de 40 anos de carreira no jornalismo, Geneton era um apaixonado pelo exercício da reportagem, função que ele afirmava ser a “realmente importante” no jornalismo.

Começou no jornalismo impresso, no Diário de Pernambuco, depois foi para a sucursal Nordeste do Estado de S. Paulo, sempre como repórter. Passou uma temporada em Paris, onde trabalhou como camareiro, motorista e estudou cinema na Universidade Sorbonne.

De volta ao Brasil, foi editor e repórter da Rede Globo Nordeste e depois na Rede Globo Rio.

Foi editor executivo do Jornal da Globo e do Jornal Nacional, correspondente da GloboNews e do jornal O Globo em Londres, repórter e editor-chefe do Fantástico. Na GloboNews desde 2006, estava à frente do programa Dossiê. Em agosto de 2009, estreou um blog no G1, que manteve atualizado até abril de 2016.

Geneton também era escritor: publicou oito livros de reportagem e entrevistas. E seguiu o caminho dos documentários, o mais recente sobre Glauber Rocha.

Pernambucano, nasceu, como gostava de enfatizar, “numa sexta-feira 13 [de julho], num beco sem saída, numa cidade pobre da América do Sul: Recife”. Saiu do referido beco sem saída para ganhar o mundo fazendo jornalismo. Seus primeiros passos na profissão foram aos 13 anos de idade, escrevendo artigos amadores para o “Diário de Pernambuco” onde, poucos anos depois, conseguiu seu primeiro emprego.

Geneton entrevistou seis presidentes da República, três astronautas que pisaram na Lua, os prêmios Nobel Desmond Tutu e Jimmy Carter, os dois militares que dispararam as bombas sobre Hiroshima e Nagasaki, a mais jovem passageira do Titanic e o assassino de Martin Luther King, entre muitos outros personagens históricos.

Guardava as fitas brutas de todas as suas entrevistas. Parte delas ele enviava para o Centro de Documentação da Globo, outra guardava em casa.

“Todo profissional precisa de uma bandeira. Escolhi uma: fazer jornalismo é produzir memória. De certa forma, é o que me move”, afirmou o jornalista em depoimento ao Memória Globo.

Em 2010, ao receber o prêmio Embratel de jornalismo, Geneton publicou em seu blog “pequena carta aos que gastam sola de sapato fazendo Jornalismo”. Escreveu que “fazer Jornalismo é saber que existirá sempre uma maneira atraente de contar o que se viu e ouviu” e outros lemas (leia abaixo a íntegra).

Além de reportagens, Geneton Moraes Neto publicou diversos livros, dentre eles “Hitler/Satalin: o Pacto Maldito”, “Nitroglicerina Pura”, “O Dossiê Drummond: a Última Entrevista do Poeta”, “Dossiê Brasil”, “Dossiê 50: os Onze Jogadores Revelam os Segredos da Maior Tragédia do Futebol Brasileiro”, “Dossiê Moscou, “Dossiê História: um repórter encontra personagens e testemunhas de grandes tragédias da história mundial” e “Dossiê Gabeira”.

O jornalista também produziu documentários como o “Canções do Exílio”, exibido no Canal Brasil, com depoimentos de Caetano Veloso, Gilberto Gil, Jorge Mautner e Jards Macalé, sobre o período em que moraram em Londres, e “Garrafas ao Mar: a Víbora Manda Lembranças”, que reúne entrevistas que ele gravou nos 20 anos de convivência com o jornalista Joel Silveira, um dos maiores repórteres brasileiros.

Em 2012, Geneton recebeu a Medalha João Ribeiro concedida anualmente pela Academia Brasileira de Letras (ABL) a personalidades que se destacam na área de cultura.

Globo

Moeda comemorativa de R$ 1 dos Jogos Olímpicos pode valer até R$ 100

João Henrique elogia desempenho dos policiais que atuam no Cariri paraibano João Henrique elogia desempenho dos policiais que atuam no Cariri paraibano

Quanto vale uma moeda de R$ 1? Essa pergunta parece óbvia, né? Mas dá uma olhada aí na sua carteira porque você pode estar carregando um bom dinheiro! É que milhões de moedas comemorativas dos Jogos Olímpicos estão circulando no país. E algumas valem até R$ 100.

O valor impresso é R$ 1. Mas tem gente pedindo muito mais do que isso pela moeda. Um exemplar com a bandeira olímpica é a mais rara, mais difícil de ser encontrada. Nos sites de venda na internet, o preço pode chegar a R$ 100. O curitibano José Eduardo não precisou pagar nada, foi pura sorte: “Fui comprar um refrigerante e, de troco, veio a bandeira. Estava no caixa da menina”.

São mais de 200 milhões de moedas com desenhos olímpicos espalhadas pelo país. Natação, vela, canoagem, futebol. Os mascotes Tom e Vinícius também podem ser encontrados.

Em Natal, o preparador físico Ricardo guarda duas como se fossem troféus – nem pensa em vender: “É como se fosse uma recordação. Da Olimpíada que eu não pude estar presente para torcer pelo Brasil”.

Mas tem gente ganhando uma grana com isso. Em São Carlos, no interior de SP, Robert está vendendo o álbum completo por R$ 200, mas não revela quanto já faturou. “Para contar assim, a gente não chegou a contar quanto, mais ou menos, quanto foi”.

Em Salvador, uma papelaria está com o comércio aquecido. Os funcionários nunca prestaram tanta atenção às moedas de R$ 1 como agora. Eles começaram a colecionar há pouco tempo e já conseguiram juntar 133 moedas olímpicas. O lote já foi anunciado na internet, só está esperando pelos colecionadores. “Eu fiz uma promessa de dividir [o lucro da venda] entre os funcionários, né? Porque eles estão colaborando também, pegando as moedas, e não deixando perder nenhuma”, diz o dono do estabelecimento.

Líderes partidários tentam antecipar votação de processo contra Cunha

PREPARE O BOLSO: Conta de luz vai ficar mais cara com bandeira amarela e reajuste

João Henrique elogia desempenho dos policiais que atuam no Cariri paraibano João Henrique elogia desempenho dos policiais que atuam no Cariri paraibano

A tarifa das contas de luz vai voltar a subir a partir do mês de setembro. A informação é do Conselho de Consumidores da Energisa Paraíba (CCEPB), órgão regulamentado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para fiscalizar o serviço prestado pela concessionária. O aumento deve ser estabelecido com a volta da bandeira amarela.

Segundo o conselho, nesta semana, a Anatel vai anunciar o índice anual de reajuste tarifário da Energisa Paraíba e comunicar a volta da bandeira amarela, que ocorre devido à falta de chuvas nas regiões das usinas geradoras e o aumento do consumo de energia em todo o Brasil.

Segundo o presidente do CCEPB, Luiz Carlos Carvalho, o aquecimento da economia e o aumento do consumo previstos pelo Governo Federal forçarão o acionamento das usinas termelétricas, que produzem energia mais cara e poluente.

Entenda a sistema de bandeiras tarifárias

As bandeiras funcionam como um semáforo de trânsito – com as cores verde, amarela e vermelha – para indicar as condições de geração de energia no país. Por exemplo, quando a conta de luz vier com a bandeira verde, significa que os custos para gerar energia naquele mês foram baixos, portanto, a tarifa de energia não terá acréscimo.

Se vier com a bandeira amarela, é sinal de atenção, pois os custos de geração estão aumentando. Nesse caso, a tarifa de energia terá acréscimo de R$ 1,50 para cada 100 kWh consumidos. Já a bandeira vermelha mostra que o custo da geração naquele mês está mais alto, com o maior acionamento de termelétricas, e haverá um adicional de R$ 3 a cada 100 kWh.

A cobrança pelo sistema de bandeiras tarifárias é dividida por subsistemas, o que quer dizer que os consumidores de estados do Sul podem pagar um valor diferente daqueles que moram mais ao Norte do país. No entanto, a bandeira aplicada mensalmente será a mesma para todas as distribuidoras de cada subsistema.

[+]   POSTAGENS