::EXCLUSIVO: Vereador Paulo Sérgio pode deixar a vida pública ::Crianças que morreram afogadas são enterradas ::Sumé respira cultura neste final de semana com a 8ª SeCas ::IFPB de Monteiro realiza evento na área da construção civil ::Ex-prefeito de Prata terá que devolver mais de R$ 17 mil aos cofres públicos ::Secretário de Comunicação nega que auxiliares coloquem cargos à disposição ::TJPB extingue ação de Cícero Lucena contra Ricardo Coutinho ::Campeonato de Veteranos de Monteiro realizou mais uma rodada ::TRAGÉDIA: Crianças morrem afogadas em barragem de São João do Cariri ::FAZENDO IGUAL: Dilma ia acabar fazendo muitas medidas que criticou, diz Marina Prefeitura de Prata

EXCLUSIVO: Vereador Paulo Sérgio pode deixar a vida pública

EXCLUSIVO: Vereador Paulo Sérgio pode deixar a vida pública EXCLUSIVO: Vereador Paulo Sérgio pode deixar a vida pública

Na manhã desta segunda-feira (24), recebemos a informação de que o vereador monteirense Paulo Sérgio estaria pensando seriamente em deixar a vida pública. Mais quais os motivos? Um deles é o acúmulo de atividades na vida empresarial que estariam impossibilitando o mesmo de dar seguimento as suas atividades legislativas. Outro motivo seria os conselhos de amigos próximos ao vereador para que o mesmo deixasse o meio político, dedicando-se mais a família e aos negócios particulares. Procurado, o vereador não afirmou, mas também deixou o que antes era tratado aos risos, hoje um assunto levado com mais seriedade.

- O que posso afirmar, é que nos últimos dias tenho pensado com mais tranquilidade sobre o assunto. Nos últimos anos, amigos mais próximos têm me aconselhado a viver com mais tranquilidade, viver mais pra família. O ritmo político ultimamente tem sido frenético. E temos deixado muito coisa de lado em prol do legislativo, e dos compromissos que temos com amigos e correligionários. Mas não é uma decisão fácil, sei da responsabilidade, das pessoas que de mim dependem. Politicamente vivo um bom momento, mas nossa vida particular tem que ser vista com mais carinho, e digo que a porcentagem que antes era zero, hoje subiu para os 50% – falou Paulo Sérgio.

Nos bastidores da politica monteirense, sabe-se que Paulo Sérgio é um dos nomes fortes para concorrer a poder municipal em 2016. Conhecendo o vereador, e o momento empresarial que vive, a possibilidade de deixar a vida pública é uma decisão que pode mesmo ser anunciada em breve.

Banner Coringa Banner Coringa

Crianças que morreram afogadas são enterradas

enterro_criancas_sjcNa tarde desde domingo (23), uma grande multidão foi dá o último adeus a Renan de 12 anos e Kayque de 9, que morreram afogados no sábado (22) em um reservatório que fica perto da cidade de São João do Cariri.

As pessoas seguiam o cortejo pelas vias públicas da cidade mãe do Cariri ainda perplexos, sem querer acreditar no acontecido e carregadas de tristezas; choros e lamentações pela perda tão prematura de duas crianças.

Colegas das escolas deputado Tertuliano de Brito e Nossa Senhora dos Milagres, seguiam na frente do cortejo fúnebre com cartazes homenageando-os, pois eles faziam parte desses educandários.

Familiares e amigos não contiveram suas lágrimas diante das cenas tristes que mais uma vez a cidade presenciava.

Ainda não se sabe realmente como tudo aconteceu o fato é que: “Perdemos duas crianças cheias de vidas numa tragédia lamentável”, diziam alguns populares que seguiram até o cemitério local para dar seu último adeus a Renan e Kayque”.

Deixamos aqui nossas condolências as famílias enlutadas e pedimos a Deus que possa dá o conforto necessário no sentido de amenizar essa dor.

Ao mesmo tempo, pedimos também que receba as almas de Hewerton Renan e Kayque para dar-lhes o repouso eterno.

Com Cariri Velho

Sumé respira cultura neste final de semana com a 8ª SeCas

EXCLUSIVO: Vereador Paulo Sérgio pode deixar a vida pública EXCLUSIVO: Vereador Paulo Sérgio pode deixar a vida pública

A Semana de Cultura e Arte de Sumé (Secas) chega à sua 8ª edição com mais uma programação cultural e diversificada. A Secas acontecerá esta semana, de 27 a 30 de novembro com eventos em muitos pontos da cidade.

Nesta edição, o festival contará com algumas novidades, como o irreverente Totonho (Monteiro) e os Cabra (Rio de Janeiro); a banda de reggae Silêncio, de Campina Grande, Grupo Frente Trovadora (Alagoa Grande), grupo Sociedade Musical Pedra Preta, de Itambé-PE, banda DiMeliora (Camalaú), grupo Os Caretas (Sumé) entre outras atrações musicais.

O Festival também terá a exibição de filmes paraibanos na zona rural, exposições, apresentações em frente à Igreja Católica, circo e dança na rua e o segundo ano do bloco: “Bote o seu calango na rua”, animado por Maracastelo e Brincantes.

A maior parte das apresentações teatrais, circenses, danças e Palco Musical seCas acontecerão na Praça José Américo e no Núcleo de Extensão da UFCG.

As inscrições para as oficinas podem ser feitas através do e-mail: festivalsecas@gmail.com, deixando o nome completo, RG e contato disponíveis.

A comissão organizadora está disponibilizando um espaço para alojamento (campping) às pessoas vindas de outras cidades que vão participar do evento. O alojamento estará disponível da sexta-feira (28) ao domingo (30), no Colégio Estadual Professor José Gonçalves de Queiroz. Os interessados devem entrar em contato com a organização do evento no e-mail: festivalsecas@gmail.com, deixar os dados completos e pagar o valor de R$ 5,00/dia.

A 8ª seCas 2014 tem a Prefeitura Municipal de Sumé como principal parceira e está sendo apoiada pela Fundação Espaço Cultural da Paraíba (FUNESC), Universidade Federal de Campina Grande (UFCG/CDSA), Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), CaririWeb – provedora de internet.

O evento tem a organização dos Calangos Livres: Allan Barros, Antonio Gomes, Artur Nunes, Augusto Júnior, Crisóstomo Trajano, Debora Helloysa, Emanuelle Carvalho, Gabriela Leone, Gustavo Costa, Jesus Quintans, Luan Lucena, Luana Gregório, Millena Barros e Paula Wêndia Paulino, além de muitos outros amigos que comparecerão à Sumé para somar e fortalecer a rede de articuladores culturais paraibanos.

Para mais informações contatar a comissão através de www.facebook.com/festivalsecas, festivalsecas@gmail.com ou pelos telefones: (83) 8846-5342, (83) 9918-8018 e/ou (83) 9650- 3262.

Confira:

QUINTA – FEIRA (27/11)
- Praça José Américo
14h31 às 16h22 – Oficina 1: “Reciclarte” (ARTES VISUAIS)
Ministrantes: Gabriela Honório e Artur José Maia
- Igreja Matriz, a partir das 20h52
TEATRO: “Histórias Cantadas” do romanceiro medieval, Grupo Teatral Arupemba (Campina Grande, PB)
- Distrito Pio X
CINEMA itinerante com filmes paraibanos, às 18h24

SEXTA – FEIRA (28/11)
- Praça José Américo, a partir das 19h50
CIRCO: “Edy e Salsicha: a dupla de dois e suas peripécias”,
Palco Musical seCas, a partir das 20h48
DiMeliora (Camalaú, PB)
Grupo Silêncio CG (Campina Grande, PB)
- Conjunto Habitacional, a partir das 17h23
CINEMA: itinerante com filmes Paraibanos.

SÁBADO (29/11)
- Colégio Estadual Prof. José Gonçalves de Queiroz, das 8h às 11h01 e das 15h02 às 18h03
Oficina 2: “Perna-de-pau e Palhaçaria” (CIRCO)
Ministrantes Los Iranzi (João Pessoa, PB)
- Praça José Américo
18h17 – DANÇA: Grupo de dança PELC (Sumé, PB)
19h01 – TEATRO: Espetáculo “Clown Bar”, Bufões de Olavo (João Pessoa, PB)
- NEXT
20h01 – “Grupo de Metais: Sociedade Musical Pedra Preta” (Itambé, PE)
Palco Musical seCas, a partir das 21h02.
“Sarau Poético Musical”, Grupo Frente Trovadora (Alagoa Grande, PB)
Carlos Perê e Boca do Cariri (S. José da Mata, PB)
Totonho e os Cabra

DOMINGO (30/11)
- Colégio Prof. José Gonçalves de Queiroz, a partir das 15h02.
Concentração para o cortejo do bloco “Bote seu calango na rua”, saída às 16h01.
Arrastão cultural com coletivo Maracastelo e Brincantes pelas ruas da cidade.
- Praça José Américo, a partir das 18h49
TEATRO – INTERVENÇÃO: “Peça coreográfica ‪#‎Retalhos‬”, Graduandos em Teatro da UFPB
CIRCO: “Caminhão de Palhaços”, Los Iranzi (João Pessoa, PB)
Palco Musical seCas, a partir das 20h53
Os Caretas (Sumé, PB)
Evaldo Severino

* ARTES VISUAIS no NEXT
A partir do dia 27/11 as 19h36 até o dia 29/11 as 21h42.
Lançamento do personagem “Zé da Mulesta” – Xilogravura em isopor e do fanZine “Tirinhas Medonhas”
Artista: Joheel Rodriguez.
“Trabalhos em Couro”
Artista: João Soares.
“Escultura em Argila”
Artista: Prof. Agamenon Felíciano.
“Geotinta: Pintura com tinta da terra”
Artista: Alexandre Limeira, integrante do Programa de Ações Aplicadas ao Cariri – PASCAR.
Exposição coletiva de artistas de Campina Grande:
- Flávio Cândido Freire
- Petrus Vinícius
- Flaw Mendes
- Jorge Elô

Banner Segundo Wilson Ricardo

IFPB de Monteiro realiza evento na área da construção civil

entecO Curso de Tecnologia em Construção de Edifícios, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) Campus Monteiro, realizará do dia 8 a 11 de dezembro de 2014 o “I ENTEC – Encontro de Tecnologia da Construção”.

Com o objetivo de apresentar para a comunidade os resultados de pesquisas científicas realizadas pelos estudantes do curso, o ENTEC proporcionará aos participantes, várias palestras, dentre elas “Os Benefícios sociais da transposição” tendo em vista que a transposição do Rio São Francisco é um assunto tão relevante e presente em nossa região.

A programação também contará com oficinas, mesa redonda e minicursos na área de construção civil, além de acesso à cultura por meio de apresentações artísticas e um concurso de fotografias, que premiará o vencedor do primeiro lugar com um Ipad.

As inscrições para o evento são limitadas e podem ser feitas através do site: www.entec-ifpb.com.br, onde é possível encontrar mais detalhes sobre o envento, como o edital para o concurso de fotografias.

Ex-prefeito de Prata terá que devolver mais de R$ 17 mil aos cofres públicos

Secretário de Comunicação nega que auxiliares coloquem cargos à disposição

TJPB extingue ação de Cícero Lucena contra Ricardo Coutinho

ciceroFoi extinta por decisão da 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Paraíba uma ação com pedido de indenização por danos morais movida em 2008 pelo então prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (PSDB), contra o então candidato Ricardo Coutinho (PSB) e que estava sob a relatoria do desembargador José Ricardo Porto. Cícero solicitava indenização por causa de uma acusação feita por Ricardo sobre suposta emissão de cheques sem fundos durante o período em que o tucano foi gestor da capital paraibana. A denúncia fora feita no guia eleitoral de rádio do socialista.

A extinção do processo se deu sem análise do mérito porque há outra ação com o mesmo pedido envolvendo Cícero e Ricardo.

“Verificada a existência da tríplice identidade prevista no § 2º do artigo 301 do Código de Processo Civil, ou seja, que a ação tenha as mesmas partes, a mesma causa de pedir e o mesmo pedido de outra demanda, deve a última ser extinta sem resolução de mérito, haja vista a constatação do instituto da litispendência.

Terceiro postagens – Câmara Monteiro

Campeonato de Veteranos de Monteiro realizou mais uma rodada

futebolmonteiroFoi realizada neste final de semana, mais uma rodada do Campeonato Monteirense de Veteranos 2014, que contou com empates e apenas a AGA venceu, inclusive garantindo sua vaga nas semi finais da competição.

Confira os resultados:

PITOMBEIRA 1 X 1 ALTO ESPORTE- A
ANGIQUINHO 0 X 0 MERC SÃO LUCAS- A
CUPIRAS 0 X 0 FLAMENGO DA RUA DO CAMPO-B
AGA 3 X 1 COWBOY-B

Com estes resultados, a classificação da competição ficou da seguinte forma, faltando uma rodada para o término da 1ª fase:

CHAVE A

1º ANGIQUINHO    04 PTS   1VIT                  1EMP       0DER     05 GP   03GC  S: 2
2º M. SÃO LUCAS     02 PT    0VIT      2EMP       0DER    01 GP   01 GC  S: 0
3° ALTO ESPORTE   02 PT   0VIT      2EMP        0DER    02 GP   02 GC  S: 0
4º   PITOMBEIRA      01 PT    0VIT     1EMP         1DER   04 GP   06 GC  S: -2

CHAVE B

1º AGA     06 PTS   2VIT    0EMP    0DER   06 GP    02GC   S: 4
2º FLAMENGO   04 PTS   1VIT   1EMP  0DER   03 GP  01 GC   S: 2
3º CUPIRAS   01 PT  0VIT  1EMP  1DER  01 GP  03 GC  S: -2
4º COWBOY  00 PT  0VIT  0EMP  2DER  02 GP  06 GC  S: -4

O Campeonato Monteirense de Veteranos 2014 é uma promoção da Prefeitura Municipal de Monteiro, através da Secretaria de Esportes.

TRAGÉDIA: Crianças morrem afogadas em barragem de São João do Cariri

FAZENDO IGUAL: Dilma ia acabar fazendo muitas medidas que criticou, diz Marina

marinacriticadA ex-senadora e ex-ministra Marina Silva afirmou neste domingo (23) que o governo iria “acabar fazendo” muitas medidas econômicas que foram criticadas pela presidente Dilma Rousseff durante a campanha eleitoral. Ela participou de encontro da Executiva Nacional da Rede Sustentabilidade, em Brasília.

Segundo Marina, a campanha de Dilma se utilizou do “marketing selvagem” para ganhar as eleições mas acabou recuando em pontos que antes eram criticados, como o aumento da taxa de juros e a redução da meta fiscal para o ano de 2014. A previsão do governo para o ano de 2014 era atingir o superávit primário de R$ 80,8 bilhões. Entretanto, enviou um projeto de lei ao Legislativo abandonando completamente a meta. Pela proposta, as contas do governo poderão registrar até mesmo déficir neste ano.

“Uma coisa foi o marketing selvagem praticado [por Dilma] para ganhar as eleições. Outra coisa agora é o confronto com a realidade”, criticou. “A tipificação que eu coloquei desde o início é de que muitas medidas que a presidente criticou, ela ia acabar fazendo”.

Ela também foi questionada sobre o que achava da possível indicação de Joaquim Levy para chefiar o Ministério da Fazenda no segundo mandato da presidente Dilma Rousseff. Ex-secretário do Tesouro Nacional, Levy se tornou a principal opção para o Ministério da Fazenda depois que Luiz Carlos Trabuco, diretor-presidente do Bradesco, declinou do convite para assumir a pasta.

“Ainda não temos uma nomeação. Eu não quero ficar me manifestando apenas por indicações, estou aguardando as nomeações reais [...] O Joaquim Levy foi do governo do presidente Lula, é uma pessoa competente”, avaliou a ex-senadora.

Lembrada sobre os ataques que recebeu da campanha petista que, de acordo com ela, tentou associar negativamente sua imagem aos banqueiros, Marina comentou que Levy foi “responsável pelo superávit fiscal” de 4,25% do PIB no governo Lula, patamar considerado elevado. A medida, segundo ela, foi duramente criticada por Dilma durante a campanha eleitoral.

Marina também disse que não falaria sobre uma possível ida da senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) para a pasta da Agricultura. “Eu não quero ficar falando por hipótese. Eu não sei, a presidente ainda não se manifestou”, disse, antes de afirmar que o Brasil sofreu retrocessos na área nos últimos anos.

Registro da Rede no TSE
O porta-voz da Rede Sustentabilidade, Walter Feldman, informou que ainda faltam 32 mil assinaturas para que o partido seja registrado junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). De acordo com a lei, são necessárias 492 mil assinaturas validadas por cartórios eleitorais para que um partido seja registrado.

O grupo político idealizado pela ex-senadora Marina Silva teve o registro negado pelo TSE em 2013 pois não atingiu o mínimo de assinaturas necessárias. Sem partido, Marina filiou-se ao PSB para concorrer às eleições presidenciais em 2014. No primeiro turno, ela recebeu 22.176.619 votos (21,32%), e terminou a disputa em terceiro lugar.

“Nós trabalhamos muito a questão do trabalho em relação a coleta de assinaturas. Nós, a todo momento, dizíamos que iríamos retomar o trabalho [...] Pretendemos ter a Rede legalizada, se possível, no primeiro trimestre de 2015. Pelos nossos cálculos, 32 mil assinaturas seria um número suficiente para que o TSE autorizasse a legalização da Rede”, disse Feldman.

Feldman ainda comentou sobre a relação polícia com o PSB, partido que abrigou militantes da Rede para a eleição deste ano. Segundo o deputado federal licenciado, a legenda tem uma relação “politicamente estável” com o partido socialista. Ele também afirmou que a Rede irá manter uma posição de “oposição independente” ao governo.

“Nós fomos lá abrigados, uma filiação democrática, e pretendemos manter essa posição. Vamos dar avanço e celeridade na criação da Rede [...] Mas pretendemos ter uma linha de proximidade com o PSB. Há muitas semelhanças, similaridades [entre os partidos]“, completou.

Treze já nos deixaram

Por Ramalho Leite

ramalhopequenanovO jornalista Adelson Barbosa vez por outra brinda seus leitores, entre os quais me incluo, com pesquisas de natureza história, notadamente na área da política e administração do nosso Estado, em período mais recente. No ultimo domingo repassou a legislação constitucional e derivada sobre o meio ambiente, e prestou uma homenagem aos constituintes estaduais de 1989, reproduzindo a galeria incorporada ao Memorial do Poder Legislativo onde todos os deputados que laboraram na nossa ultima Constituição estão fotografados. Tive a curiosidade de conta-los: dos trinta e seis, treze deles não estão mais entre nós: Ademar Teotônio, Aércio Pereira, Waldir Bezerra, Antonio Ivo, Ernany Moura, Egídio Madruga, Fernando Milanez, Francisco Pereira, José Fernandes, Soares Madruga, Leonel Medeiros, Oildo Soares e Judivan Cabral. Tivesse a pesquisa ido mais longe, o diligente escriba descobriria que foi esse “orador que voz fala” o relator da parte da Carta que cuida da Ordem Econômica e da Ordem Social, nela incluída a proteção ao Meio Ambiente.

Um dos pontos mais discutidos, na Constituinte, por que mobilizou artistas, militantes políticos e empresários da construção civil, foi a fixação do gabarito para impedir a construção dos chamados espigões na orla marítima. Na fase inicial de discussão destaco a ação do deputado José Luiz Maroja, autor na emenda que define os parâmetros a serem seguidos pelo Plano Diretor da Cidade, em relação ao assunto, até hoje respeitado, com apenas uma exceção para a área do Porto de Cabedelo, desde que a construção se destine a atividade industrial. Convém lembrar que os constituintes estaduais mantiveram mandamento inserido na Carta de 1967 (que era uma Emenda) pelo governador João Agripino.

Na elaboração da Carta, o deputado Pedro Adelson cuidou da Organização do Estado e dos Munícipios, igualmente relator, antes que Egídio Madruga desse o toque final à redação, aperfeiçoada na Comissão de Sistematização, onde se destacavam o deputado Waldir Bezerra e outros de igual mérito.

O órgão de proteção ao meio ambiente, recomendado pela Lei Maior, só viria a ser implementado a partir de 1978 quando o então governador Dorgival Terceiro Neto deu forma à SUDEMA. Leis posteriores cercaram a proteção da nossa fauna e flora, acidentes geográficos, florestas e cursos de água. A proibição de instalação de usinas nucleares foi uma preocupação seguida também por Câmara de Vereadores, a exemplo da de Bananeiras, que proibiu em seu território o depósito de lixo atômico…

< esses treze passageiros da nossa história constitucional não estejam a presenciar os efeitos do seu trabalho. É a vida!.

IND FM tem equipamentos furtados e prejuízo chega a quase R$ 7 mil

TCU vê superfaturamento de R$ 42 mi nas obras da transposição na Paraíba

EXCLUSIVO: Vereador Paulo Sérgio pode deixar a vida pública EXCLUSIVO: Vereador Paulo Sérgio pode deixar a vida pública

O Tribunal de Contas da União (TCU) julgou na última quarta-feira um processo que aponta superfaturamento de R$ 42 milhões em trechos das obras de transposição do rio São Francisco.

O montante representa 4,7% do orçamento de R$ 895 milhões do projeto. Trata-se da construção de um canal com 112,5 quilômetros, cruzando 13 cidades da Paraíba.

O empreendimento foi financiado com recursos federais do Ministério da Integração Nacional e administrados pelo governo do Estado da Paraíba.

Além das suspeitas sobre os valores, os ministros do tribunal encontraram irregularidades na licitação organizada pela Secretaria de Meio Ambiente paraibana, em 2010. A pasta, ainda segundo o TCU, também não aprovou os projetos básicos apresentados pelas empreiteiras.

Parte das exigências incluídas no edital prejudicou a competitividade do processo, de acordo com o relator do processo, ministro do TCU Bruno Dantas.

“Assim, as empresas que se sagraram vencedoras apresentaram descontos inferiores a 1%”, salienta Dantas, em seu voto.

A obra foi dividida em três lotes. As empresas Carioca Christiani-Nielsen Engenharia, a S/A Paulista de Construções e Comércio e a Serveng-Civilsan arremataram o primeiro trecho, apresentando uma proposta de R$ 203 milhões.

Já os outros dois ficaram com o consórcio Acauã (empresas Construtora Queiroz Galvão, Via Engenharia, Construtora Galvão Engenharia e Construtora Marquise), que ganharão cerca de R$ 690 milhões para executá-los.

Queiroz Galvão e Galvão Engenharia estão sendo investigadas pela Polícia Federal, na Operação Lava Jato, e são acusadas de integrar o cartel que, segundo a PF, participou do esquema de corrupção na Petrobras.

O TCU constatou superfaturamento nos três lotes: R$ 4 milhões no primeiro (equivalente a 1,2% do orçamento desse trecho); R$ 27 milhões no segundo (8,5%) e, no último, de R$ 11,3 milhões (6%).

O tribunal estabeleceu prazo de 15 dias para o governo da Paraíba adotar providências, sanar os sobrepreços e considerar a possibilidade de fazer alterações nos contratos e nos aditivos já firmados.

O TCU informou ao governo do Estado e ao Ministério da Integração sobre as improbidades encontradas pela auditoria, além de pedir o envio da decisão às construtoras responsáveis pelas obras.

No curso do processo, os consórcios questionaram parte da metodologia adotada pelos técnicos do tribunal e argumentaram que já foram feitas algumas revisões nos orçamentos, reduzindo o sobrepreços apontado.

COLUNA CARIRI

COM O OVO NO CU DA GALINHA…


Por Geordie Filho

galinhacuJá dizia o velho e bom ditado que quem conta com o ovo ainda no cu da galinha, acaba na maioria das vezes quebrando a cara. É assim, comemorando antes do tempo, que alguns grupos políticos da região do Cariri estão fazendo e incentivando seus correligionários a fazer o mesmo. Mas, para o desespero deles, o histórico de comemorações como esta não é nada bom. Certa vez, a véia de Cabaceiras esperou seu véio Arnaldo voltar da farmácia da cidade, onde havia ido comprar um azulzinho para passar a noite amando e querendo bem. Tomou banho, ficou toda cheirosa, jogou uma alfazema suíça e deitou-se esperando seu amado. Mas, Arnaldo já chegou em casa estragando a festa de sua véia, arrastando a perna direita e gritando: “minha véia, o negócio endureceu o canto errado”.

A CANETADA DE JÚNIOR
O prefeito da Prata, Júnior Nóbrega, demitiu todos os prestadores de serviço e funcionários comissionados não concursados do quadro da Prefeitura. Ele disse que apenas atendeu uma orientação do TCE. “Não tive escolha a não ser demitir todos, pois o TCE estava cobrando isso desde o mês de julho, sem falar que os recursos estão cada vez mais escassos”, comentou.

O QUE DIZ A OPOSIÇÃO
O ex-candidato a prefeito de Prata, Felisardo Moura, enviou correspondência a coluna lamentando a atitude do prefeito Júnior Nóbrega, afirmando que sentiu muito pelas demissões. “Lamento profundamente pelas famílias, principalmente por ser um período pós-eleição e próximo às festas de fim de ano”, desabafou Felisardo.

CHUVA NA REGIÃO
São Pedro voltou a abrir as torneiras do céu em algumas cidades do Cariri. As maiores chuvas foram registradas nos municípios de Monteiro, Sumé e São Sebastião do Umbuzeiro. Sofridos com a seca, os agricultores comemoraram a chuvada e aguardam que ela caia com frequência para começar a plantar.

EM BOQUEIRÃO
Tião Lucena e Efigênio Moura estarão na noite deste sábado (22) lançando seus respectivos livros, A Guerra de Princesa e Santana do Congo, para um seletivo publico que participa de semana literária em Boqueirão. Após o evento, a dupla vai encher os quibas com a famosa cachaça pau dentro.

CINE CONGO
A 6ª edição do Cine Congo está a mil por hora na cidade do Congo desde a última quinta-feira. A exibição de filmes está ocorrendo gratuitamente em plena praça pública. O festival começou com apresentações culturais em homenagem ao Dia da Consciência Negra, na Praça do Cinema.

PICADINHAS…

A partir desta segunda-feira algumas mudanças serão feitas no trânsito de Monteiro para melhorar o tráfego de veículos e pedestres.

Vavá da Luz convida para festança de comemoração ao aniversário de seu casamento com Dona Lia. Vai ser na Fazenda Senzala, e com cobra no cardápio.

Valdeir Morais quer estrear um novo quadro no CL: mostrar o antes e o depois de leitores do queridinho da região.

E lá se foi Seu Lunga, o homem mais popeiro do país. Eita que tá morrendo é tudo.

Lourdinha Aragão, ex-prefeita de Monteiro, cotada para fazer parte do governo RC.

O advogado Guilherme Nunes, ‘Grilo’, partiu para morar em Limoeiro-PE.

Até o fim do ano, o secretariado da Prefeitura de Monteiro poderá sofrer alterações.

Segundo Tião, tem uma viúva que todo dia mija na cova do marido pra ver se ele ressuscita.

Doutor Júnior conseguiu acabar com a oposição de Ouro Velho.

Informação direto para as picadinhas de que o caboclo sonhador Flávio José vai gravar música de Nanado Alves e outra de Ilmar Cavalcante.

Bom, muito bom o encontro promovido pelos amigos do bloco ‘Sambatuk’, de Monteiro.

Victor Paiva dando show na apresentação do programa Correio Debate.

A melhor galinha de capoeira do Cariri é no Bar da Cabrita, em Serra Branca. Seu Clóvis é quem tempera, cozinha e serve.

Eduardo Mayer, que não perde uma cavalgada, comprou uma tv portátil com potente antena interna para poder acompanhar a novela das oito no meio do mato.

Prefeitos chorando com o ‘liseu’ receberão conta extra do Fundo de Participação até o dia 10 de dezembro para suas respectivas prefeituras.

Lembrei do velho Sevy Falcão. Alí era gente de qualidade.

ACESSE TAMBÉM: WWW.VITRINEDOCARIRI.COM.BR

Oposição de Monteiro comemora com festa a vitória de Ricardo Coutinho

festa_vitoriaA oposição de Monteiro comemorou com festa na noite desta sexta-feira (21), a vitória do governador Ricardo Coutinho (PSB), reeleito no último dia 26 de outubro. A concentração começou no Posto Bela Vista, onde saíram em carreata até a Praça Parque das Águas, local onde aconteceram os shows com das bandas Forró Mais Eu, Adriano Silva e Chiquinho de Belém.

A festa contou com a presença do deputado Carlos Batinga, do ex-vereador Juraci Conrado, e da ex-prefeita de Monteiro, Lurdinha Aragão, que comemoraram juntos no meio da multidão, a vitória do socialista. O principal homenageado da festa, o governador Ricardo Coutinho, não pode está presente no evento, mas mandou uma mensagem de agradecimento aos monteirenses e caririzeiros.

“Eu quero me desculpar por não poder participar desse momento, mas claramente, quero agradecer a todos que saíram de suas casas e que construíram esse processo. Eu não estarei aí fisicamente, mais de alma, de pensamento, eu estou, e agradecendo a todos. Vamos continuar mudando a história da Paraíba”, disse Ricardo.

O deputado Carlos Batinga caminhou no meio da multidão, abraçando e beijando os monteirenses, onde reafirmou o seu compromisso de continuar lutando pelos interesses de Monteiro. Emocionado, o ex-vereador e pré-candidato a prefeito pelo grupo de oposição em 2016, Juraci Conrado, agradeceu a cada um dos presentes pelo voto de confiança em Ricardo, e disse que está à disposição dos monteirenses.

Com o apoio do deputado Batinga, de Juraci Conrado e da ex-prefeita Lurdinha, Ricardo Coutinho venceu nos dois turnos na cidade de Monteiro. Também estiveram presentes várias lideranças locais e regionais, a exemplo do ex-prefeito de Camalaú, Aristeu Chaves, que coordenou a campanha de Ricardo Coutinho no Cariri, dos vereadores Paulo Sérgio Barros (Serra Branca), Tita (Coxixola) e Bião Nunes (Monteiro).

Lá se foi 'Seu Lunga', aos 87 anos...

UBAM participa e destaca importância do “Diálogo Público” promovido pelo TCE

EXCLUSIVO: Vereador Paulo Sérgio pode deixar a vida pública EXCLUSIVO: Vereador Paulo Sérgio pode deixar a vida pública

O presidente da União Brasileira de Municípios (UBAM), executivo Leonardo Santana, participou do evento ‘Diálogo Público Paraíba – o TCE e o controle social’, realizado pelo Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, nesta quinta e sexta-feira, nos Municípios de Guarabira e Itabaiana.

O dirigente municipalista destacou a extrema importância do evento, tendo em vista a necessidade de se expor à população o verdadeiro papel da respeitada Corte de Contas, em relação aos seus jurisdicionados, tendo como missão fiscalizar os gastos públicos e orientar os gestores para uma administração a serviço da população, para que verdadeiramente se paute pelo respeito aos princípios constitucionais e respeito à Lei de Responsabilidade Fiscal.

Ele enalteceu o trabalho do Tribunal de Contas e ressaltou a necessidade da realização de mais eventos como esse para que toda a população paraibana conheça de perto os mecanismos de fiscalização e de transparência, que são ferramentas disponibilizadas pelo TCE na sua Home Page, a exemplo do “Sagres”, para acesso total e irrestrito de toda população.

Durante a abertura oficial do evento em Guarabira, o presidente do TCE-PB, conselheiro Fábio Nogueira, fez uma esclarecedora exposição sobre o sistema de controle externo que, segundo ele, disponibilizou um diagnóstico de cinco áreas essenciais – saúde, educação, segurança pública, infra-estrutura e recursos hídricos – para a presidência da República e para os governadores eleitos. Ele falou também sobre o pacto pela boa governança, assumido pelo TCE-PB, que se insere no propósito do Diálogo Público. Nesse aspecto, o presidente mencionou as atividades que o Tribunal de Contas mantém para a qualificação dos agentes e gestores públicos, realizado pela Escola de Contas e pelo plantão técnico que a Corte mantém em sua política pedagógica.

Fábio Nogueira lembrou que o Tribunal de Contas da Paraíba, além do vultoso volume de recursos sob seu julgamento, mais 20 bilhões de reais em 2014, é o maior detentor de informações da gestão pública, que compartilha com os demais órgãos de controle para o combate à corrupção. Além disso, os resultados da atuação do TCE, conforme salientou, têm repercussão eleitoral, função reforçada pela Lei da Ficha Limpa.

Para o presidente da UBAM, Leonardo Santana, o papel desempenhado pelo Tribunal de Contas da Paraíba é motivo de destaque em todo país, considerando que, deforma pioneira, o Órgão vai ao encontro dos estudantes, donas de casa, comerciários, agentes públicos e de outros seguimentos sociais, visando promover uma verdadeira mostra de seus reais objetivos, na direção de uma administração pública que se determine no respeito à legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade dos atos públicos e à eficiência, em todas as medidas relacionadas ao serviço do povo.

Prefeitura de Monteiro promoverá curso de formação para alfabetizadores

[+]   POSTAGENS