::TSE julga improcedente agravo regimental do prefeito de Soledade por 7 x 0 ::Prefeitura de Sumé recadastra mototaxistas e faz entrega de coletes ::Campus do IFPB na cidade de Monteiro completa cinco anos de existência ::Pesquisa Souza Lopes/Correio: Cássio 44%9, Ricardo 35,1% e Vital 3,6% ::Cerca de 1,5 tonelada de maconha é apreendida em granja na Paraíba ::Lideranças de Ouro Velho anunciam apoio à candidatura de Pedro Cunha Lima ::Cássio realizará grande comício e carreata em Monteiro nesta sexta-feira ::Coronel Kelson visita dez cidades do Cariri ::Direto de Monteiro… ::Tudo pronto para o 6º Festival do Mel Prefeitura de Prata

TSE julga improcedente agravo regimental do prefeito de Soledade por 7 x 0

flavio_soledadeNa Sessão desta quinta – feira (18), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), julgou improcedente um agravo regimental interposto pelos advogados do atual prefeito de Soledade, Flávio Aureliano (PTN) que buscava mudar o ministro que vai redigir e publicar o Acórdão em favor de Zé Bento (PT) e Fabiana (PMDB), prefeito e vice, respectivamente, eleitos em 2012. O pleno do TSE rejeitou por 7 x 0 o agravo de Flavinho.

A tentativa de Flavinho visa adiar a posse de Zé Bento e Fabiana, uma vez que no mérito, o TSE já decidiu que Zé Bento não cometeu qualquer conduta vedada durante o pleito de 2012.

Agora com a designação de novo relator para a lavratura do acórdão onde foi determinada redistribuição ao Ministro João Otávio de Noronha, se aguarda a publicação para em seguida os advogados de Zé Bento e Fabiana protocolar o pedido de cumprimento da decisão, tudo sob a relatoria do ministro Noronha.

O ex – prefeito Ivanildo Gouveia publicou na sua página de facebook que agora o que importa é decisão ser executada independente do dia em venha ocorrê-la.

“o TSE já decidiu, o que falta é dar cumprimento a decisão, não importa se vai demorar mais uma semana, o que interessa que a justiça já foi feita e que a decisão será executada”, frisa Ivanildo.

Com Soledade Noticias

Banner Coringa Banner Coringa

Prefeitura de Sumé recadastra mototaxistas e faz entrega de coletes

TSE julga improcedente agravo regimental do prefeito de Soledade por 7 x 0 TSE julga improcedente agravo regimental do prefeito de Soledade por 7 x 0 TSE julga improcedente agravo regimental do prefeito de Soledade por 7 x 0 TSE julga improcedente agravo regimental do prefeito de Soledade por 7 x 0

A Prefeitura de Sumé recadastrou 90 mototaxistas no Setor de Tributos e fez a entrega de 180 coletes aos motoqueiros. Os mototaxi que agora prestam serviço no município devem ser todos cadastrados, habilitados e estar com a documentação da moto em dia.

A prefeitura realizou o trabalho de recadastramento, emissão de alvará que garante a regularidade da atividade, organização dos pontos na praça, distribuição de coletes e padronização das motos. Um Termo de Ajustamento de Conduta deverá ser firmado com o Ministério Público para o acompanhamento e fiscalização do serviço.

A Polícia Militar também é parceira no projeto e realizará o trabalho de fiscalização, verificando quem está efetivamente cumprindo as determinações, oferecendo o serviço com segurança e não permitindo que mototaxistas clandestinos possam atuar.

Outro trabalho realizado com a categoria é feito através da Sala do Empreendedor, que vem fazendo um trabalho de conscientização com os motoqueiros para que eles possam se formalizar como micro empreendedores individuais, fazendo a contribuição previdenciária e resguardando os direitos previdenciários, como auxílio acidente, aposentadoria e outros benefícios.

Durante a entrega dos coletes, uma reunião foi feita com os mototaxistas para explicar e esclarecer dúvidas de como será a atividade de agora em diante. A reunião contou com a presença do vice-prefeito, Éden Duarte, de secretários municipais, representante do Ministério Público, Tenente William da Polícia Militar e funcionários do Setor de Tributos.

Campus do IFPB na cidade de Monteiro completa cinco anos de existência

TSE julga improcedente agravo regimental do prefeito de Soledade por 7 x 0 TSE julga improcedente agravo regimental do prefeito de Soledade por 7 x 0

A cidade de Monteiro está em festa: em 2014, o Campus do IFPB no Cariri Paraibano completa 5 anos de existência. Fundado em 21 de setembro de 2009, o Instituto iniciou suas atividades nas instalações do Centro Diocesano. “Foi um período de muitos desafios. Tínhamos pouca infraestrutura, mas sobrava disposição dos funcionários”, destacou o Diretor Geral do Campus, professor Ricardo Lima. Ele salientou ainda a importância e dedicação que tiveram todos os servidores e professores que já passaram pelo Campus.

A solenidade foi prestigiada por professores, servidores e alunos, além de representantes da administração pública municipal, como Ronaldo Borges, secretário de infraestrutura de Monteiro, os diretores da UFCG – Campus Sumé – José Vanderlan Leite e Marcus Bessa. Também estiveram presentes os Diretores Geral e de ensino do Campus Monteiro, Glaucydete Coutinho e Fábio Sampaio, respectivamente.

Durante o evento, os convidados assistiram à apresentação da Banda Marcial Oxente, formada por alunos do campus. Para abrilhantar ainda mais a cerimônia, os professores do Curso de Instrumento Musical do Campus entoaram repertório de Jazz e MPB.

Outro momento marcante foi a homenagem com a entrega de medalhas e certificados pelo Diretor Geral aos alunos, servidores e professores que se destacaram no ano de 2014.

Além da comemoração do aniversário do IFPB, o evento marcou a posse do Conselho Diretor do Campus Monteiro de acordo com a portaria 1237/2014-Reitoria.

Banner Segundo Wilson Ricardo

Pesquisa Souza Lopes/Correio: Cássio 44%9, Ricardo 35,1% e Vital 3,6%

cassioricardoevitalPesquisa de intenções de votos realizada pelo Instituto Souza Lopes, contratada pela Empresa de Televisão João Pessoa LTDA, para governador da Paraíba, aponta o candidato do PSDB, Cássio Cunha Lima, à frente na disputa. Se a eleição fosse hoje, segundo a consulta estimulada, Cássio teria 44,9%, contra 35,1% do candidato do PSB, Ricardo Coutinho. Em terceiro lugar, ficaria o candidato do PMDB, senador Vital do Rêgo Filho, com 3,6%, seguido pelo candidato Major Fábio, do Pros, com 0,5%. O candidato do PSTU, Antônio Radical, teria 0,3% e Tárcio Teixeira (Psol), 0,1%. Os votos brancos e nulos seriam 5,3%. Não sabe e não quis opinar 10,2%.

Na consulta espontânea, Cássio Cunha Lima aparece com 39,8%, seguido do governador Ricardo Coutinho, com 31,7%. Vital também aparece em terceiro lugar na consulta espontânea, com 2,7%. Major Fábio tem 0,3%. Tárcio Teixeira aparece com 0,2% e Antônio Radical, com 0,1%. Os votos brancos e nulos, na consulta espontânea, somam 4,9%; e 20,3% dos entrevistados não sabem ou não quiseram opinar.

A Empresa de Televisão João Pessoa integra o Sistema Correio de Comunicação. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba sob o número PB-0030/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00689/2014. As consultas foram realizadas pelo Instituto Souza Lopes entre os dias 15 e 18 deste mês. Foram ouvidos 1.500 eleitores de todas as faixas etárias, idades e classe sociais. A margem de erro é de 2,6 pontos percentuais para mais ou para menos. O grau de confiança da pesquisa é de 95%.

Cerca de 1,5 tonelada de maconha é apreendida em granja na Paraíba

Lideranças de Ouro Velho anunciam apoio à candidatura de Pedro Cunha Lima

Cássio realizará grande comício e carreata em Monteiro nesta sexta-feira

Terceiro postagens – Câmara Monteiro

Coronel Kelson visita dez cidades do Cariri

TSE julga improcedente agravo regimental do prefeito de Soledade por 7 x 0 TSE julga improcedente agravo regimental do prefeito de Soledade por 7 x 0

Sentir os problemas de perto e apontar soluções. Este foi o objetivo da visita a 10 cidades do Cariri paraibano durante o fim de semana pelo candidato coronel Kelson de Assis Chaves que postula uma vaga na Assembleia Legislativa da Paraíba. pelo PSDB,. Ele foi recebido por correligionários, eleitores e pelos policiais militares da região.

Profundo conhecedor dos problemas de segurança pública e ex-comandante geral da Polícia Militar da Paraíba, no governo de Cássio Cunha Lima, coronel Kelson disse que ao chegar na Assembleia Legislativa dará prioridades a valorização dos policiais civis e militares, além do Corpo de Bombeiros.

Ele também adiantou que uma de suas metas é reivindicar mais investimento no aparelhamento das forças de segurança estaduais com aquisição de viaturas, armamentos e um maior patrulhamento das divisas da Paraíba com os estados do Ceará, Pernambuco e Rio Grande do Norte, sem esquecer de realizar operações nas saídas dos aeroportos Castro Pinto (Bayeux) e João Suassuna (Campina Grande), que atualmente se encontram abandonadas, atraindo bandidos de outros estados.

Kelson disse que outro primordial é a luta por mais investimentos na preparação intelectual do policial melhorando e abrindo mais vagas nos curso de formação, seja realizado no Centro de Educação da PM paraibana ou enviando esses profissionais para participarem de cursos em outras organizações distribuídas por todo Brasil.

“O maior patrimônio em qualquer empresa seja ela pública ou privada é o ser humano por isso, vamos lutar na Casa de Epitácio Pessoa por melhores condições de trabalho e um salário que realmente dignifique a categoria”, afirmou.

Para o coronel Kelson, a campanha vem ganhando fôlego e adesões, pois a categoria de policiais tanto militar como civil está assimilando suas propostas.

Direto de Monteiro...

Tudo pronto para o 6º Festival do Mel

TSE julga improcedente agravo regimental do prefeito de Soledade por 7 x 0

Na manhã desta quinta feira (18), faltando um dia para o Festival do Mel 2014, a cidade de São José dos Cordeiros já está pronta para a sexta edição do encontro. Reconhecidamente o maior evento da Paraíba, o Festival do Mel espera atrair 30 mil pessoas nos dois dias de sua realização.

Para receber tamanho número de turistas, a Prefeitura de São José dos Cordeiros recuperou todas as estradas vicinais do município, além das estradas que interligam as cidades de Sumé, Serra Branca e Livramento ao município.

Para garantir a tranquilidade do Festival do Mel, o prefeito Fernando Queiroz confirmou cerca de 50 seguranças, entre policiais militares e seguranças privados, que ficarão nas entradas da cidade e em plataformas elevadas na praça de eventos.

O município contratou ainda um grande palco, uma potente estrutura de sonorização, dois geradores e uma bateria de 20 banheiros químicos que estarão à disposição dos participantes da festa.

Novidade

A novidade deste ano é que a Prefeitura de São José dos Cordeiros investiu na aquisição de um moderno equipamento de distribuição de sinal de internet e garantiu o sinal WIFI em 4 praças do município, abrangendo assim toda a área da festa e adjacências. Ao todo, foram 8 mil reais investidos na compra dos equipamentos e instalação.

Programação Técnica

O vice-prefeito Jefferson Roberto concedeu entrevista nesta quinta-feira (18) e destacou que durante os dois dias do evento alguns dos mais conceituados palestrantes da área da apicultura estarão realizando palestras e oficinas para o público, especialmente os apicultores de todo o Estado.

Grupos de diversas instituições já confirmaram presença na programação técnica e o grande destaque deste ano é a discussão a respeito do uso do mel para a produção da “aptoxina”, gerando renda aos apicultores especialmente num período de estiagem, como o vivenciado no momento nas regiões semiáridas.

Grande shows

Já durante as duas noites de Festival do Mel, grandes atrações estão confirmadas para garantir a alegria dos participantes. Nesta sexta-feira (19), a animação ficará por conta da melhor banda de forró do planeta, Magníficos, o poeta Dorgival Dantas e o swing de Felipe Lemos. Já no sábado a festa ficará por conta de Cavaleiros do Forró, Luan Estilizado, Os Três do Nordeste e Tiago dos Teclados.

Militância do Deputado João Henrique percorre bairros de Monteiro; veja fotos

NO BEM BOM: Detentos de Monteiro comem carne de primeira da "Friboi"

Grupo político do médico Dr. Júnior recebe nova adesão em Ouro Velho

Prefeito de Prata promove panfletagem de Ricardo Coutinho; confira imagens

Cássio: “Chega de briga. Quero diálogo e paz”

Lideranças de oposição em Santo André aderem à reeleição de Ricardo

TSE julga improcedente agravo regimental do prefeito de Soledade por 7 x 0

Lideranças de oposição da cidade de Santo André, no Cariri paraibano, estiveram reunidas nesta quarta-feira (17) com o governador Ricardo Coutinho (PSB) e anunciaram apoio à reeleição do socialista. Os vereadores João Batista (PR), Valdir Silva (PRTB), Francisco Fernandes (PSDC) e Fideles Messias (PSB) ressaltaram os avanços de gestão de Ricardo para o município e para o povo paraibano.

“Quando resolveu construir e pavimentar estradas que ligam os pequenos municípios com o resto da Paraíba, Ricardo deixou claro que governa para todos os paraibanos, e que não faz obras pensando na quantidade de eleitores de cada cidade”, disse João Batista.

O vereador disse ainda que o candidato de oposição e ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB) não entregou nenhuma obra na cidade. “Ele só quer conversa, tapinha nas costas, mas não leva nada para as cidades do interior. Ricardo não precisa usar o sorriso amarelo que Cássio usa, porque quando o governador se compromete, ele faz”, disparou.

O vereador Fideles Messias afirmou que Ricardo foi o único governador que olhou com atenção os municípios do Cariri, e que as lideranças da cidade que aderiram a outras candidaturas, não estão pensando no bem da cidade.

“A prefeita da minha cidade, que faz campanha para Cássio, não está com ele porque ele é o melhor para nossa região, mas porque ela quer um cabide de empregos, e isso Ricardo Coutinho não aceita. Independentemente da posição política adotada por ela, as obras seguem chegando em nosso município, beneficiando a população de Santo André”, criticou Messias.

Assembleia firma convênio com a UEPB para o Proquale e faz inscrições na UFCG

quintans_proqualeA parceria entre a Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) e a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), para realização de cursos do Programa de Qualificação do Legislativo (Proquale), está consolidada. Os detalhes do acordo foram formalizados em reunião, nesta terça-feira (17), na Reitoria da UEPB, em Campina Grande.

Participaram do encontro o coordenador do Proquale, deputado Assis Quintans, a equipe do programa e o reitor da UEPB, Antonio Guedes Rangel Júnior.

Durante a reunião, o reitor informou que vai realizar levantamento dos servidores da Universidade que participarão dos cursos promovidos pelo Proquale. O convênio entre a ALPB e a UEPB será assinado nos próximos dias, após a minuta do acordo passar pelo crivo da Secretaria de Controle Interno do Poder Legislativo e, posteriormente ser encaminhado ao Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB).

“Nós da UEPB, ficamos felizes com a iniciativa promovida pela Assembleia Legislativa e pelo interesse em buscar as universidades públicas como parceiras. Vamos poder qualificar melhor os nossos servidores, por meio de cursos com qualidade comprovada em áreas de interesse da universidade”, disse o professor Rangel Júnior.

O coordenador Assis Quintans afirmou que a Mesa Diretora da ALPB tinha o interesse em disponibilizar os cursos do Proquale para instituições de ensino superior desde o seu início, no segundo semestre de 2013. “Existia a recomendação da Mesa Diretora da Casa de Epitácio Pessoa para pudéssemos avançar com o programa para além das câmaras e prefeituras municipais, beneficiando estudantes e servidores das universidades públicas. A UEPB abre as portas para novas parcerias que ainda estão por vir”, disse.

Sumé e Monteiro – Nesta quarta-feira (17), a comissão do Proquale se dirigiu a dois municípios do Cariri paraibano. A primeira parada foi em Sumé, no Centro de Desenvolvimento Sustentável do Semiárido – Campus de Sumé – da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG). Lá foram realizadas as primeiras inscrições em universidades públicas. A ouvidora da ALPB, Liliane Targino, acompanhou todo o processo.

Na oportunidade, o coordenador Assis Quintans destacou a parceria já formalizada entre a reitoria da UFCG e a ALPB, que possibilitará a qualificação para servidores e também para alunos da graduação em Gestão Pública. “O objetivo é melhorar o aprendizado desses alunos, por meio de capacitações que tem a ver com a futura área de atuação deles e melhorar a prestação de serviços à população realizada pelos servidores”, disse Quintans.

Em seguida, a Comissão do Proquale se dirigiu ao Campus VI da UEPB, em Monteiro, para apresentar as atividades do programas, bem como a grade curricular dos cursos oferecidos. Todos os campi da Universidade Estadual da Paraíba serão visitados pelos membros do Poder Legislativo.

Cursos – Os cursos são realizados pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) em parceria com a Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB). Ao todo, são 13 capacitações oferecidas: Direito Civil, Direito Tributário, Gestão de Projetos, Auditoria Contábil, Gestão e Avaliação de Políticas Publicas, Controladoria, Gestão de Pessoas na Administração Pública, Gestão de Qualidade Projetos Públicos, Gestão de Serviço Público, Licitações e Controle Administrativo, Gestão Organizacional Finanças de Setor Público, Gestão Tributária, Responsabilidade na Gestão Pública.

Inscrições – As inscrições para os servidores e alunos de universidades públicas conveniadas que tiverem interesse em participar dos cursos serão iniciadas nos próximos dias. Já os membros das câmaras municipais poderão se inscrever no site http://www.al.pb.gov.br/cursosfgv.

FGV online – Os cursos do FGV Online são veiculados via internet. São utilizados recursos multimídias para fomentar a busca de informações, a reflexão sobre elas e a reconstrução do conhecimento, além de aperfeiçoar a interação entre alunos e deles com o professor-tutor, responsável pelo suporte acadêmico à turma.

FOI PAU: Aécio e Dilma trocam farpas sobre corrupção durante debate

TSE julga improcedente agravo regimental do prefeito de Soledade por 7 x 0

Os candidatos à Presidência Aécio Neves (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) trocaram críticas sobre corrupção nesta quarta-feira (17) durante debate organizado pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Os dois acusaram o partido do outro de conivência com irregularidades e, junto com outros candidatos, lembraram de casos envolvendo a Petrobras, o mensalão petista e tucano, além da construção de um aeroporto público em Minas.

O debate, exibido pela rede de emissoras católicas, também contou com a participação de Marina Silva (PSB), Pastor Everaldo (PSC), Luciana Genro (PSOL), Eduardo Jorge (PV), Levy Fidelix (PRTB) e Eymael (PSDC), que discutiram temas sociais, econômicos e que envolvem propostas sensíveis a religiosos, como o aborto e a criminalização da homofobia.

O tema da corrupção foi levantado por Aécio, quando questionado por Pastor Everaldo sobre a Petrobras. O tucano respondeu que os brasileiros estavam “envergonhados e indignados”, em referência à prisão do ex-diretor Paulo Roberto Costa. O tucano disse que, desde o primeiro debate, cobrou explicações de Dilma.

“Como presidente da República, [Dilma] sempre fez questão de mostrar de forma muito clara quem é que mandava naquela empresa. De lá para cá, outra gravíssima denúncia surgiu, que fez que o mensalão parecesse coisa pequena”, disse, em referêcia às denúncias de pagamento de propina a políticos com contratos superfaturados na estatal.

Dilma pediu direito de resposta e rebateu o tucano dizendo tem tolerância zero com a corrupção. Disse que quem investigou a Petrobras foi a Polícia Federal de seu governo e citou medidas para combater irregularidades.

“Nunca escolhemos engavetador geral da República. Se hoje se descobre atos de corrupção ilícitos é porque não varremos para baixo do tapete”, respondeu.

Marina Silva não participou do embate sobre a corrupção, porque os candidatos que respondiam eram escolhidos por sorteio.

Ao dialogar com Aécio sobre a Petrobras e o mensalão, Pastor Everaldo disse que “vemos aí milhões indo pelo ralo da corrupção. Alguns que foram presos levantam o braço e manifestam como se fossem heróis”.

“A população brasileira concorda com isso? A pessoa rouba o seu suor, o seu trabalho, você dá o sangue e depois é roubado, e ainda sai com punho erguido dizendo que é um herói brasileiro. Esta é uma situação que envergonha o brasileiro, envergonha a cada um de nós”.

Luciana Genro, quando questionada por Aécio sobre educação, mencionou escândalos envolvendo o PSDB, como o mensalão mineiro,com supostos desvios de dinheiro público para bancar a candidatura de Eduardo Azeredo ao governo de Minas em 1998. Falou sobre compra de votos para aprovar a emenda da reeleição de Fernando Henrique Cardoso, suspeitas de corrupção nas privatizações, além da construção de aeroporto público perto da fazenda de Aécio.

“O senhor fala como se no governo do PSDB nunca tivesse havido corrupção, quando na realidade nós sabemos que o PSDB foi o precursor do mensalão e o PT deu continuidade a essa prática de aparelhamento do Estado que o PSDB já havia implementado”, disse Luciana Genro. “O senhor falando o PT é como o sujo falando do mal lavado”, afirmou depois.

Aécio replicou dizendo que que Luciana “voltava às suas origens” e “servia como linha auxiliar do PT”. “Linha auxiliar do PT uma ova, candidato Aécio, porque o PT aprendeu com o senhor, aprendeu com o seu partido”, treplicou Luciana, que também chamou o tucano de “fanático das privatizações” e “fanático da corrupção”.

Aécio obteve direito de resposta e afirmou que “aquele que se dispõe a governar o Brasil tem que ouvir impropérios, e aqueles que são irrelevantes, acusações absolutamente irresponsáveis e levianas não devem gastar um tempo tão escasso como o que temos para falar de Brasil”.

Filhos de ex-superintendente de Polícia de Monteiro são encontrados mortos em AL

TSE julga improcedente agravo regimental do prefeito de Soledade por 7 x 0 TSE julga improcedente agravo regimental do prefeito de Soledade por 7 x 0

Três irmãos foram encontrados mortos na noite dessa terça-feira (16) dentro de um apartamento localizado no bairro do Pinheiro, na cidade de Maceió, em Alagoas. Segundo levantamentos da Polícia Civil, Felipe Vasconcellos, 20 anos, teria matado as duas irmãs Amanda Vasconcelos, 23, e Maria Clara Vasconcelos, 19, após um surto psicótico. As vítimas eram filhos do delegado Kelsen Vasconcelos, coordenador da 2ª Região Integrada de Segurança Pública de Campina Grande-PB, e ex-superintendente de Polícia Civil da cidade de Monteiro, no Cariri paraibano.

Segundo informações do delegado de Homicídios da Polícia Civil de Maceió, Ronilson Medeiros, o crime teria acontecido de madrugada, mas a polícia só foi acionada no inicio da noite quando a mãe das vítimas, que é técnica de enfermagem, chegava em casa e encontrou o apartamento com sangue e os corpos dos filhos espalhados pelos cômodos do imóvel.

Ao analisar a cena do crime, o delegado concluiu que Felipe Vasconcellos – que tinha personalidade bipolar e passou por tratamento até os 18 anos – ao surtar pegou uma faca e foi até o quarto de Maria Clara Vasconcellos, a imobilizou enquanto dormia e desferiu golpes no pescoço dela. A jovem veio a óbito no local. Logo em seguida, Amanda Vasconcelos foi atacada pelo irmão. Ela ainda entrou em luta corporal com ele, mas foi morta.

Medeiros ainda informou que após matar as irmãs, Felipe Vasconcellos desferiu um golpe de faca no próprio pescoço e escreveu no chão do apartamento a palavra socorro, com sangue.

Os corpos foram levados para o Instituto de Medicina Legal (IML) de Maceió. Eles são velados e sepultados em Alagoas nesta quarta-feira (17).

[+]   POSTAGENS