::Prefeitura de Monteiro emite nota oficial sobre o São João 2015 ::Cássio critica a mordida gulosa do Leão ::Polícia apresenta suspeitos de participar dos estupros seguido de morte ::Divulgadores da TelexFree podem receber valores investidos, diz blog ::Câmara rejeita redução da maioridade penal ::Dilma e Obama defendem governança da internet e citam evento na Paraíba ::Pesquisa revela que 37% usam internet diariamente, contra 7% que leem jornal ::Multidão participa de despedida ao prefeito de São João do Cariri ::Senado aprova aumento de até 78% para servidores do Judiciário ::Paulo Sérgio quer audiência pública ‘por mais segurança para Monteiro’ Malves Supermercados

Prefeitura de Monteiro emite nota oficial sobre o São João 2015

Prefeitura de Monteiro emite nota oficial sobre o São João 2015 Prefeitura de Monteiro emite nota oficial sobre o São João 2015

A Prefeitura Municipal de Monteiro, através de sua Secretaria de Comunicação Institucional, emitiu nesta quarta-feira (01), nota oficial sobre a realização do São João da cidade. Na nota, a Prefeitura agradece a presença em massa da população, que lotou as ruas do município e movimentou a economia local, bem como esclarece alguns contratempos que ocorreram na comercialização de pulseiras para camarotes que ficaram sob responsabilidade de uma empresa terceirizada.

Confira a nota:

A Prefeitura de Monteiro vem à público agradecer a presença da população de Monteiro e do grande número de turistas, que, mais uma vez, abrilhantaram o São João do município, edição 2015.

A Prefeitura também agradece a todos os colaboradores, servidores públicos ou não, que, de alguma forma, contribuíram para a realização do evento.

A Prefeitura informa que, mesmo diante da inconteste organização geral do evento, tomou conhecimento de que houve problemas na comercialização dos camarotes, mas esclarece que tal comercialização não ficou à cargo da edilidade, e sim da empresa que forneceu o palco e os camarotes ao evento, conforme contrato administrativo firmado entre as partes.

A Prefeitura informa que está notificando a referida empresa sobre os problemas ocorridos nessa comercialização, e que afastou o servidor comissionado que teve seu nome envolvido com essa venda excessiva de camarotes e pulseiras, principalmente nos últimos dois dias.

Por fim, a Administração Municipal informa que está compromissada em oferecer ao Município um evento melhor a cada em ano, e que em 2016 não será diferente.

Monteiro, 1º de julho de 2015

Prefeitura Municipal de Monteiro
Secretaria de Comunicação

Banner Coringa Banner Coringa

Cássio critica a mordida gulosa do Leão

leaoirBrasília – “O assalariado brasileiro vai pagar mais imposto de renda. Em defesa do povo brasileiro, daqueles que pagam imposto de renda no país, a oposição tentou que o governo respeitasse, pelo menos, a inflação para corrigir a tabela do imposto de renda. Não alcançamos êxito porque o governo, com sua maioria, fez valer a sua vontade e não permitiu que o trabalhador tivesse o seu esforço respeitado pelo Leão, que abocanha o suor sagrado do trabalhador brasileiro todo mês”. Esta foi à declaração do líder do PSDB no Senado, Cássio Cunha Lima (PB), após o Plenário ter aprovado, nesta terça-feira (30), a medida provisória MP 670/2015, que corrige a tabela do IR da pessoa física entre 4,5% e 6,5%. A matéria segue agora para à sanção presidencial.

Pedido de Destaque
Por 36 a 31, o plenário rejeitou os pedidos de destaque para votação em separado de partes do texto da MP 670/2015.

Durante a votação da matéria, o líder Cássio Cunha Lima apresentou destaque que previa reajuste na tabela do imposto de renda retroativo a janeiro, e não a partir de abril, como prevê a medida. Para ele, o destaque iria reparar parte da injustiça feita pelo governo federal com o contribuinte brasileiro.

“O governo come do trabalhador os quatro primeiros meses do ano, ao não prever reajuste nenhum. Não existe exercício fiscal de nove meses. O assalariado brasileiro vai pagar mais imposto de renda, pois a correção da tabela está aquém da inflação, que já beira os 9%. Isso é um absurdo! Não há mais como suportar que o trabalhador pague a conta do desequilíbrio fiscal que foi promovido pelo próprio governo. Se o país está em crise, se está em recessão, não é por causa do trabalhador ou dos empresários. Só tem um responsável por esta situação caótica: o governo da presidente Dilma”, afirmou.

Apoio
O presidente nacional do Democratas, senador José Agripino (DEM-RN), destacou que a emenda apresentada por Cássio teria o total apoio de seu partido. “A emenda do senador Cássio era ótima porque seria uma tentativa de corrigir aquilo que a presidente Dilma vetou, ao penalizar a classe média do Brasil”, disse.

O senador Reguffe (PDT-DF) também manifestou apoio à emenda do líder Cássio Cunha Lima, independentemente de saber qual seria a posição do seu partido, o PDT. “Não sei qual vai ser a posição do meu partido, mas já adianto aqui o meu voto favorável a essa emenda. É uma emenda que protege a renda do trabalhador deste país, do contribuinte. O governo agiu de forma muito malandra nessa situação. Ele esperou chegar o mês de abril para editar a medida provisória, e, com isso, não houve nenhuma correção nos meses de janeiro, fevereiro e março.

O senador Cássio, de forma muito sábia e muito justa com o contribuinte deste país, está fazendo uma emenda para que seja retroativo a janeiro e, portanto, o contribuinte tenha direito a um ressarcimento do que pagou indevidamente de impostos nos meses de janeiro, fevereiro e março. É algo justo, que vai ter o meu voto favorável neste plenário”, afirmou.

Discurso esfarrapado
Cássio lembrou que toda vez que a matéria em questão é fazer reajuste, o governo adota um discurso ‘esfarrapado’.

“O governo sempre diz que é um impacto financeiro muito grande fazer reajustes, mas não faltou dinheiro para as pedaladas fiscais, para a corrupção na Petrobras ou para tantos outros desmandos que levaram o Brasil à recessão em que se encontra. Não podemos mais permitir que um governo perdulário, incompetente e incapaz da presidente Dilma cobre a conta do trabalhador brasileiro”.

Polícia apresenta suspeitos de participar dos estupros seguido de morte

Prefeitura de Monteiro emite nota oficial sobre o São João 2015 Prefeitura de Monteiro emite nota oficial sobre o São João 2015

A Polícia Civil apresentou, nessa terça-feira (30), os acusados de assaltar e levar duas mulheres e uma criança de nove meses, no dia 20 de junho, do bairro dos Bancários, na Zona Sul de João Pessoa, para o município de Goiana (PE). Os presos são Ivar Pedro da Silva, 43 anos, e Leonardo José de Sousa, 22. As vítimas foram abordadas quando estavam conversando dentro de um veículo estacionado em frente à casa de uma delas. Os dois homens, que chegaram em uma moto, anunciaram o assalto e um deles assumiu a direção do veículo, enquanto o outro seguiu o carro de moto.

Em um determinado ponto, os dois teriam se desentendido e um deles voltou para João Pessoa enquanto o outro seguiu até uma estrada de barro e lá estuprou, amarrou e atropelou as mulheres. Uma das vítimas, Gloria Silva, não resistiu aos ferimentos e morreu no local a outra mulher, junto com o filho de nove meses, foi encontrada na manhã do domingo (21) por pessoas que passaram pelo local. Ela e o bebê foram encaminhados para um hospital de Pernambuco.

O crime foi desvendado após a investigação realizada pelos policiais Civis da 2ª Delegacia Seccional e da Delegacia de Roubos e Furtos de João Pessoa. Trinta policiais coordenados por três delegados participaram dos trabalhos que começaram no dia do desaparecimento das vítimas.

Muitas diligências foram feitas para tentar identificar e prender os suspeitos e várias testemunhas foram ouvidas. “De acordo com a vítima, Leonardo participou só do roubo os outros crimes teriam sido cometidos por Ivar. Ele dirigiu o carro até o local e lá retirou o bebê do veículo e deixou na mata. Violentou primeiro Gloria, depois colocou ela na mala do veículo amarrada, em seguida, estuprou a segunda mulher amarrou e atropelou as duas, fugindo depois”, disse a delegada Seccional, Roberta Neiva.

Leonardo foi preso nesse domingo (28) na comunidade Iraque, no bairro de Mangabeira, em João Pessoa. Durante o depoimento, ele confirmou a participação no assalto e revelou o nome do segundo suspeito. Segundo ele, os dois passaram a tarde do sábado bebendo em um bar no conjunto Cidade Verde e, no início da noite, decidiram roubar um veículo. Quando passavam pela rua viram as mulheres decidiram abordar e colocar em prática o plano.

Ivar foi preso na manhã dessa terça-feira (30) em um restaurante na cidade de Igarassu, em Pernambuco. A vítima reconheceu a foto dele e de Leonardo como sendo os autores do crime. “Os dois já estavam sendo investigados pela polícia por roubos de veículos. Eles agiam na Paraíba e levavam os carros para Pernambuco”, esclareceu o delegado Titular de Roubos e Furtos, Walter Brandão.

Leonardo já cumpriu medida socioeducativa por roubo e Ivar já respondeu a processos em vários Estados por roubo e assaltos. Na Paraíba, já foi preso por roubo de veículos. “Ivar já foi preso na Bahia, Pernambuco, Bayeux e Alhandra”, lembrou o secretário de Segurança Pública e Defesa Social da Paraíba, Claudio Lima.

Durante a coletiva, o delegado de Homicídio de Goiana (PE), Herbet Martins, falou do trabalho da equipe coordenada por ele, que foi o de coleta de material genético das vítimas e de corpo de delito dos dois sobreviventes. “A sobrevivente encontra-se em um processo de recuperação, não está mais na UTI e lembra de todos os fatos que aconteceram. E destaco aqui a importância da parceria entre as polícias da Paraíba e Pernambuco que ajudou a dar uma resposta a população”, concluiu o delegado.

Leonardo foi indiciado por roubo e privação de liberdade. Ivar foi indiciado por roubo, privação de liberdade das vítimas, duplo estupro, dupla tentativa de homicídio e homicídio. Os dois foram encaminhados para o presídio da Capital onde vão aguardar as sentenças da Justiça.

Banner Segundo Wilson Ricardo

Divulgadores da TelexFree podem receber valores investidos, diz blog

Câmara rejeita redução da maioridade penal

Prefeitura de Monteiro emite nota oficial sobre o São João 2015 Prefeitura de Monteiro emite nota oficial sobre o São João 2015

A Câmara dos Deputados rejeitou nesta terça-feira (30) o texto-base da proposta de emenda à Constituição (PEC) que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos nos casos de crimes graves. Para ser aprovada, a PEC precisava de ao menos 308 votos favoráveis – equivalente a 3/5 do número total de deputados –, mas somente 303 deputados foram a favor. Outros 184 votos foram contra e houve 3 abstenções.

Apesar da derrubada da matéria, a Casa ainda precisará votar o texto original, que reduz a idade penal para 16 anos em qualquer crime. Se a matéria também for rejeitada, a proposta será arquivada.

Pela proposta, poderiam ser penalizados criminalmente os jovens com 16 anos ou mais que cometessem crimes hediondos (como latrocínio e estupro), homicídio doloso (intencional), lesão corporal grave, seguida ou não de morte, e roubo qualificado. Eles deveriam cumprir a pena em estabelecimento separado dos maiores de 18 anos e dos adolescentes menores de 16 anos.

Por acordo entre líderes partidários, 10 parlamentares foram escolhidos para falar a favor do projeto em plenário e outros 10 discursaram contra. O líder do PMDB, Leonardo Picciani (RJ), defendeu a proposta. “É um texto que tem equilíbrio, propõe a redução para crimes graves, hediondos, crimes contra a vida. Fico imaginando a justificativa para se suprimir a vida de alguém. É injustificável, nem a idade nem a classe social justificam.”

O líder do Solidariedade, Arthur Maia (BA), afirmou acreditar um jovem de 16 anos que comete crime tem “absoluta consciência” do que está fazendo. “Nenhum jovem deve temer a aprovação dessa lei. A lei serve para punir criminosos. Ser pobre e ser humilde não é salvo-conduto para matar e estuprar”, disse.

Já PT se posicionou contra alterar a Constituição para reduzir a maioridade penal e defendeu como alternativa à PEC alterar o Estatuto da Criança e do Adolescente para ampliar o tempo de internação de jovens que cometem crimes graves.

“Todos querem combater a violência, e se combate a violência reformando o ECA. [Defendemos] a ampliação do tempo máximo de internação daqueles que praticam crime com grave ameaça de 3 para oito anos. As civilizações modernas trabalham a ideia da ressocialização, não é cadeia mais cadeia”, discursou o líder do governo, José Guimarães (CE).

O líder do PSOL, Chico Alencar (RJ), também defendeu que a punição a menores de 18 anos não resolve o problema da criminalidade no país. Para ele, é preciso investir em educação e ações sociais. “Estamos discutindo uma decisão que vai ter efeito constitucional sobre se apostamos no ódio, na vingança, no vigiar e punir ou na educação e proteção integral à criança e ao adolescente.”

O texto da PEC inicialmente previa reduzir a maioridade para 16 anos para qualquer tipo de delito. Por acordo entre parlamentares do PSDB, do PMDB e outros partidos, o relator da proposta na comissão especial, deputado Laerte Bessa (PR-DF), alterou o próprio relatório para restringir a responsabilização penal a crimes graves.

Dilma e Obama defendem governança da internet e citam evento na Paraíba

dilmaeobamaaOs presidentes do Brasil, Dilma Rousseff, e dos EUA, Barack Obama, defenderam nesta terça-feira (30) o entendimento de que a governança da internet deve ser “transparente e inclusiva”.

A declaração é feita após dois anos de relações estremecidas devido à espionagem da Agência de Segurança Nacional (NSA, em inglês) a Dilma.

O Brasil e os EUA compartilham o entendimento de que a governança global da Internet deve ser transparente e inclusiva, assegurando a plena participação dos governos, da sociedade civil, do setor privado e das organizações internacionais, para que a Internet cumpra seu potencial como ferramenta poderosa para o desenvolvimento econômico e social.

Ambos os países reconhecem que a agenda aprovada na conferência NETmundial (São Paulo, abril de 2014) constitui um guia para discussões referentes ao futuro do sistema de governança da Internet.

Ambos os países reafirmam sua aderência ao enfoque multissetorial para a governança da Internet e, neste contexto, reafirmam o compromisso de cooperar para o êxito da X edição do IGF (No Centro de Convenções de João Pessoa, 10 a 13 de novembro de 2015) e para a extensão do mandato da IGF. Da mesma forma, reafirmam o interesse em participar ativamente do processo preparatório da Reunião de Alto Nivel da Assembleia-Geral das Nações Unidas para Revisão de Dez Anos dos Resultados da CMSI, a realizar-se em Nova York, em dezembro de 2015.

O 10º Fórum de Governança da Internet (IGF, na sigla em inglês), agendado para novembro de 2015, em João Pessoa (PB). O evento acontece entre 10 e 13 de novembro, no Centro de Convenções. Durante a realização, a capital paraibana deve receber cerca de três mil pessoas de 130 países, estimam os organizadores. O governador Ricardo Coutinho assinou o protocolo de intenções entre o estado e o Comitê Gestor da Internet. O convênio foi firmado no Palácio da Redenção. Representantes da ONU, do Itamaraty e do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI).

Os países ainda definiram a criação de um grupo de trabalho sobre internet e tecnologias da informação. A intenção é discutir assuntos como prevenção de crimes cibernéticos e segurança nas redes. ESPIONAGEM A governança da internet passou ser uma das principais bandeiras de Dilma na política externa desde que se descobriu a espionagem em 2013.

Pesquisa revela que 37% usam internet diariamente, contra 7% que leem jornal

caririligadotiaoA “Pesquisa Brasileira de Mídia 2015″ (PBM 2015), encomendada pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom), aponta que de cada 100 pessoas, 37 utilizam a internet todos os dias, contra apenas 7 que leem jornais diariamente. O estudo mostra também que quase a metade dos brasileiros, 48%, usa internet, enquanto apenas 21% dos brasileiros leem jornais ao menos uma vez por semana. Além disso, a PBM 2015 mostra que o brasileiro já gasta cinco horas do seu dia conectado à internet e que o percentual de pessoas que utilizam a internet todos os dias cresceu de 26% na PBM 2014 para 37% na PBM 2015.

A pesquisa foi encomendada pela Secom ao Ibope para compreender como o brasileiro se informa. O Ibope ouviu mais de 18 mil entrevistados.

Conforme a PBM 2015, a televisão segue como meio de comunicação predominante. De acordo com a pesquisa, 95% dos entrevistados afirmaram ver TV, sendo que 73% têm o hábito de assistir diariamente.

O rádio continua o segundo meio de comunicação mais utilizado pelos brasileiros, mas seu uso caiu na comparação entre a PBM 2014 para a PBM 2015 (de 61% para 55%). Em compensação, aumentou a quantidade de entrevistados que dizem ouvir rádio todos os dias, de 21% em 2014 para 30% em 2015.

Já o hábito de uso da internet se intensificou, segundo esta nova pesquisa, comparado ao resultado obtido na PBM 2014. Os usuários das novas mídias ficam conectados, em média, 4h59 por dia durante a semana e 4h24 nos finais de semana – na PBM 2014, os números eram 3h39 e 3h43 -, valores superiores aos obtidos pela televisão.

Em média, os brasileiros passam 4h31 por dia expostos ao televisor, de segunda a sexta-feira, e 4h14 nos finais de semana.

Mais do que as diferenças regionais, são a escolaridade e a idade dos entrevistados os fatores que impulsionam a frequência e a intensidade do uso da internet no Brasil. Entre os usuários com ensino superior, 72% acessam a internet todos os dias, com uma intensidade média diária de 5h41, de segunda a sexta-feira. Entre as pessoas com até a 4ª série, os números caem para 5% e 3h22. 65% dos jovens na faixa de 16 a 25 se conectam todos os dias, em média 5h51 durante a semana, contra 4% e 2h53 dos usuários com 65 anos ou mais.

O uso de aparelhos celulares como forma de acesso à internet já compete com o uso por meio de computadores ou notebooks, 66% e 71%, respectivamente. O uso de redes sociais influencia esse resultado. Entre os internautas, 92% estão conectados por meio de redes sociais, sendo as mais utilizadas o Facebook (83%), o Whatsapp (58%) e o Youtube (17%).

Televisão
O tempo de exposição à televisão sofre influência do gênero, da idade e da escolaridade. O televisor fica mais tempo ligado na casa das pessoas com até a 4ª série (4h47) do que no lar das pessoas com ensino superior (3h59). De segunda a sexta-feira, as mulheres (4h48) passam mais horas em frente à TV do que os homens (4h12). Os brasileiros de 16 a 25 anos (4h19) assistem cerca de uma hora a menos de televisão por dia da semana do que os mais velhos, acima dos 65 anos (5h16).

Jornais
Permaneceu estável, entre os dois levantamentos da PBM, o percentual de brasileiros que leem jornais ao menos uma vez por semana: 21%. Apenas 7% leem diariamente, sendo a segunda-feira o dia da semana mais mencionado pelos leitores (48%), e o sábado o menos mencionado (35%).
Dentre esses leitores dos jornais, 15% com ensino superior e renda acima de cinco salários mínimos (R$ 3.620 ou mais) leem jornal todos os dias. Entre os leitores com até a 4ª série e renda menor que um salário mínimo (R$ 740), os números são 4% e 3%.

O uso de plataformas digitais de leitura de jornais ainda é baixo: 79% dos leitores afirmam fazê-lo mais na versão impressa, e 10% em versões digitais. Piauí, Ceará e Paraná são os estados com maior adesão às versões on-line dos periódicos, respectivamente, 39%, 25% e 22%. Amapá, Amazonas e Rio Grande do Sul, os estados com menor adesão, respectivamente, 2%, 3% e 3%.

Revistas
Encontrou-se um cenário semelhante ao dos jornais em relação às revistas: 13% dos brasileiros leem revistas durante a semana, número que cresce com o aumento da escolaridade e da renda dos entrevistados. As versões impressas (70%) são mais lidas do que as versões digitais (12%). Maranhão, Piauí e Ceará são os estados com maior adesão às versões on-line, respectivamente, 29%, 22% e 21%. Acre, Roraima e Paraíba, os estados com menor adesão, respectivamente, 0%, 3% e 3%.

CONFIRA OS NÚMEROS:

95% veem TV
sendo que 73% têm o hábito de assistir diariamente
55% escutam rádio
30% ouvem rádio todos os dias
48% usam internet
37% usam internet diariamente
21% leem jornais ao menos uma vez por semana
7% leem jornais diariamente
13% leem revistas

Terceiro postagens – Câmara Monteiro

Multidão participa de despedida ao prefeito de São João do Cariri

Prefeitura de Monteiro emite nota oficial sobre o São João 2015 Prefeitura de Monteiro emite nota oficial sobre o São João 2015

O sepultamento do prefeito de São João do Cariri, Marcone Medeiros, foi acompanhado de perto por uma multidão. Eram sãojoãoenses, colegas prefeitos, líderes políticos de toda a região do Cariri, familiares e amigos que vieram dá o último adeus ao líder caririzeiro. O sepultamento percorreu as principais ruas da histórica cidade de São João do Cariri na tarde desta terça-feira (30).

Nem a chuva forte impediu que a multidão seguisse o cortejo fúnebre por várias ruas de São João do Cariri até o cemitério municipal. Entre as lideranças políticas presentes ao sepultamento participaram os prefeitos de São José dos Cordeiros, Fernando Queiroz, Livramento, Carmelita Ventura, Serra Branca, Dudu Torreão, Coxixola, Givaldo Limeira, Cabaceiras, Luis Aires, Caraúbas, Pedro Correia e Camalaú, Jacinto Bezerra. Outros ex-prefeitos e vereadores também se fizeram presentes.

Mesmo sendo evangélico, o prefeito Marcone Medeiros tinha o respeito e admiração de líderes católicos. O ex-pároco de São João do Cariri, padre Haroldo Andrade, e o atual vigário paroquial, padre Cristino, participaram do sepultamento.

O vice-prefeito de São João do Cariri, Cosme Gonçalves , também esteve presente ao cortejo e testemunhou que aprendeu muito com Marcone. Ele disse que ninguém esperava tamanha fatalidade, mas que estava à disposição do povo de São João do Cariri para escrever uma nova história a partir do mandato que assumirá.

O vice-prefeito informou que a Câmara deverá lhe dar posse nesta quarta-feira (01) à tarde.

Palavras como “homem simples”, “humilde”, “honesto”, “corajoso” foram algumas utilizadas pelos presentes ao sepultamento para definir o prefeito Marcone Medeiros.

De Olho no Cariri

Senado aprova aumento de até 78% para servidores do Judiciário

senadosessaooO Senado aprovou nesta terça-feira (20) por 62 votos a zero projeto de lei que concede reajuste salarial escalonado para servidores do Judiciário. O texto prevê que o aumento – entre 53% a 78,56% – será concedido de acordo com a função exercida por cada servidor.

Pelo projeto, o reajuste será escalonado, de julho de 2015 até dezembro de 2017, e o pagamento será feito em seis parcelas. A matéria segue agora para sanção ou veto da presidente Dilma Rousseff.

O governo era contrário ao projeto devido ao impacto nas contas públicas. Segundo o Ministério do Planejamento, o aumento custará R$ 25,7 bilhões nos próximos quatro anos.
Um requerimento para adiamento da votação chegou a ser apresentado, mas foi rejeitado. Somente a bancada do PT votou a favor do requerimento.

Após ter o requerimento de adiamento da votação rejeitado, o PT decidiu liberar a bancada para a votação do projeto. Como a votação da proposta acabou sendo simbólica (sem verificação do voto de cada parlamentar), os votos dos 13 senadores petistas não foram contabilizados no resultado final (62 a 0).

Alguns parlamentares, no entanto, se dirigiram ao microfone do plenário para anunciar suas posições, como Lindbergh Farias (PT-RJ) que afirmou ter votado “sim” ao projeto, e Donizeti Nogueira (PT-TO), que disse ter votado “não”.
Durante todo o dia, servidores do Judiciário fizeram manifestação dentro e fora do Congresso
Nacional para pressionar o Senado a colocar em votação o projeto de lei que aumenta os salários da categoria.

Em maio, o Supremo Tribunal Federal (STF) chegou a enviar ao Executivo um documento em que defendia a aprovação do reajuste para os servidores do Judiciário. A nota técnica do STF contestou diversos apontamentos feitos pelo Ministério do Planejamento sobre aumentos recentes dados à categoria. De acordo com o texto, os servidores do Judiciário não tiveram reajuste entre 2009 e 2012, ao contrário de outros servidores de formação equivalente em órgãos como Polícia Federal e Receita.

Atualmente, um analista judiciário, com nível superior, recebe inicialmente R$ 8.803,97; um técnico judiciário, de nível médio, R$ 5.365,92.

De acordo com o projeto, o aumento dependerá de dotação orçamentária e autorização específica na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

Como contrapartida ao aumento salarial, os órgãos do Judiciário terão de se esforçar para reduzir gastos com funções de confiança no prazo de um ano.

Adiamento
O adiamento da votação do projeto chegou a ser colocado em votação após a leitura em plenário de ofícios do presidente do STF, Ricardo Lewandowski, e do ministro interino do Planejamento, Diogo Henrique Oliveira, que afirmavam que governo e Judiciário estavam negociando o reajuste dos servidores da categoria.

No ofício, Lewandowski afirma que “que técnicos do STF estão ultimando tratativas com setores competentes do Ministério do Planejamento acerca do reajuste do Judiciário”. Já o ministro interino do Planejamento, afirmou que estava “em negociações avançadas com o STF” a respeito do projeto.

Após a leitura dos ofícios, o líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), e os líderes do governo no Senado, Delcídio do Amaral (MS), e no Congresso, José Pimentel (CE), apresentaram um requerimento pedindo o adiamento da votação por 30 dias.

O líder do PSOL, Randolfe Rodrigues (AP), criticou a atitude dos petistas. “No ofício do presidente Lewandowski não há um pedido de adiamento. Se houvesse, eu até me daria por vencido, mas como não há, vamos votar o reajuste.”

Humberto Costa então subiu à tribuna para defender o adiamento da votação e lembrou que se fosse aprovada da maneira atual “provavelmente” seria alvo de veto da presidente Dilma Rousseff. Costa afirmou ainda que não há “urgência” para votar o projeto, já que o reajuste dos servidores será para o ano que vem.

“Nós votaríamos esse projeto hoje se não tivesse uma negociação em curso. Mas é isso que está acontecendo. [...] O STF apresentou uma contraproposta ao governo que, segundo o próprio ministro em exercício do Planejamento, precisa de apenas alguns ajustes para ser aceita”, afirmou.

Paulo Sérgio quer audiência pública 'por mais segurança para Monteiro'

Prefeitura de Monteiro emite nota oficial sobre o São João 2015 Prefeitura de Monteiro emite nota oficial sobre o São João 2015

Lá se foram os bons tempos em que os monteirenses exaltavam com orgulho, a paz e tranquilidade que sempre foi marca tradicional da cidade entre os mesmos e os turistas que visitavam a Capital do Cariri.

Sempre exaltada pela qualidade de vida e segurança nas ruas, a cidade vive nos dias de hoje, um cenário bem diferente de suas tradições. Assalto ao Banco do Brasil (até então temido pelos criminosos), assaltos a mão armada em plena luz do dia, a pedestres e comércios seja na madrugada ou durante o dia. Furtos em praticamente TODOS os bairros, tem deixando a população com medo e em estado de alerta.

E vendo todo esse cenário desfavorável as tradições da cidade. O vereador Paulo Sérgio se mostra preocupado com um futuro tenebroso de uma criminalidade sem controle na cidade.

“Sabemos do trabalho exemplar das policias Civil e Militar da cidade. Mas solicitarei aos líderes da segurança municipal e estadual, uma audiência pública por novas ideias, a fim de combater e inibir ainda mais a ação dos criminosos, tráfico de drogas, entre outras questões que tem tirado a paz dos monteirenses. Precisamos agir rápido, não podemos deixar o problema se alastrar e depois buscar soluções em algo que já não estará mais ao nosso controle. Nada melhor do que uma audiência pública com profissionais da área de segurança, para que sejam expostas soluções para este problema. Com a participação dos empresários, comerciantes, formadores de opinião e da população em geral. Precisamos de uma discussão aberta. E com uma grande participação do povo sei que encontraremos soluções” falou o vereador Paulo Sérgio.

Monteiro realiza 6ª Conferência de Saúde

monteironoiteeO Conselho Municipal de Saúde de Monteiro, através da Secretaria Municipal de Saúde, está nos preparativos finais para a realização da 6ª Conferência Municipal de Saúde, que acontece na próxima terça-feira, dia 10, na sede da UEPB de Monteiro.

Com o tema: “Saúde Pública com Qualidade para Cuidar Bem das Pessoas: Direito do Povo Brasileiro”, a conferência é fruto da convocação do Conselho Nacional de Saúde para a realização da 15ª Conferência de Saúde que acontece em Brasília, durante o mês de setembro, e abordará ainda os seguintes eixos: Direito a Saúde; Garantia de Acesso e Atenção de Qualidade; Participação e Controle Social; Valorização do Trabalho e da Educação em Saúde; Financiamento do SUS e Relação Público-Privado; e Gestão do SUS e Modelos de Atenção à Saúde.

As inscrições estão abertas a partir desta quarta-feira, 1 de julho, e as pessoas interessadas devem se dirigir a Sede da Secretaria Municipal de Saúde do Município de Monteiro.

Confira abaixo a programação do dia 7 de julho:

07h:00 – Recepção e Credenciamento
08h:00 – Composição da Mesa e Solenidade de Abertura
09h:00 – Leitura e aprovação do Regimento Interno da Conferência
09h:30 – Plenária de Abertura: Saúde Pública de Qualidade para Cuidar Bem das Pessoas: Direito do Povo Brasileiro
Palestrante: Dr. Joelington Medeiros (Secretário-Adjunto da SMS de Maceió – AL)
10h:30 – Debate
11h:30 – Almoço
12h:30 – Grupos Temáticos / Elaboração de Propostas conforme Eixos da Conferência
14h:00 – Apresentação das Propostas / Debates
15h:00 – Plenária Final: Aprovação das Propostas para a 8ª Conferência Estadual de Saúde
16h:00 – Escolha dos Delegados para a Etapa Estadual e Encerramento.

Banner boca escancarada

Presidente da Câmara de Monteiro enaltece São João e lamenta morte de prefeito

João Henrique emite nota de pesar pelo falecimento do prefeito Marcone Medeiros

Julho começa com muito frio no Cariri

friosume2A Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa) mantém a previsão de tempo instável com chuvas para esta quarta-feira (1º) para as regiões do Agreste, Brejo e Litoral. Para as demais regiões do Estado, como Alto Sertão e Sertão, a previsão é de apenas nebulosidade variável. Ainda de acordo com a Aesa, a temperatura máxima no Litoral deverá atingir os 29º C e a mínima deverá ficar em torno dos 22º C.

Já para o Agreste, a previsão da Aesa é que a temperatura máxima fique em torno dos 27º C e a mínima, dos 19º C. Na região do Brejo, a máxima deverá chegar aos 25º C e a mínima, aos 18º C. A região do Cariri-Curimataú poderá ter máxima de 31º C e a mínima de 17º C. Para essa região, a Aesa prevê nebulosidade variável ao longo desta quarta-feira.

A previsão de temperatura máxima para o Sertão paraibano é de 34º C e mínima de 20º C. Para o Alto Sertão, a temperatura máxima deverá alcançar os 33º C e a mínima, os 20º C.

Precipitações de julho – Segundo a meteorologista Marle Bandeira, as precipitações pluviométricas no mês de julho devem ficar em torno da média histórica, que é de 240 mm, 60 mm abaixo da média histórica de junho, que é de 300 mm. “Nunca é demais lembrar que os fenômenos climáticos relacionados às chuvas serão irregulares, tanto no tempo quanto no espaço. Ao longo deste mês que se inicia, teremos chuvas dias sim, outros não. No entanto, a previsão é que as precipitações fiquem dentro da média histórica”, ressaltou.

Precipitações de junho – O Balanço da Aesa mostrou que choveu acima da média em João Pessoa, quando as precipitações alcançaram 312,8 mm na segunda-feira (30). A Capital paraibana foi a cidade onde mais choveu entre as manhãs de domingo e desta segunda-feira: 54,8 milímetros. “E ainda teremos novas precipitações na terça-feira. A previsão é de tempo instável no Litoral, então João Pessoa deve fechar o mês com um índice pluviométrico ainda maior”, destacou a meteorologista da Aesa, Carmem Becker.

Outro município que já ultrapassou o índice esperado foi Alhandra. A média calculada com base nos resultados dos últimos 30 anos é 272,9 milímetros, mas nesta segunda-feira a cidade litorânea somou 347,1 milímetros. “E não foi apenas no Litoral onde tivemos resultados como este. Algumas destas nuvens que se formam no Oceano Atlântico e adentram o continente pela costa leste do Nordeste também trouxeram água aqui para Campina Grande, onde a média é de 102,8 e já choveu 109,7”, informou Becker, que monitora os índices pluviométricos na Sala de Situação, em Campina Grande.

Santanna faz show em Sumé nesta terça

Pauta do TCE tem contas de três Prefeituras e 16 Câmaras Municipais

Presidente da AMCAP lamenta morte de prefeito caririzeiro

fernandoqueiroz2O prefeito de São José dos Cordeiros e presidente da AMCAP (Associação dos Municípios do Cariri Paraibano), Fernando Queiroz, prestou sua solidariedade a São João do Cariri, parentes e amigos do prefeito Marcone Medeiros por ocasião de seu falecimento. Segundo o gestor, Marcone era um grande e inconteste líder, o que o fez inclusive ser prefeito de São João do Cariri por três vezes.

Fernando destacou que a AMCAP e todos os seus filiados estão solidários a família e amigos de Marcone Medeiros por sua partida tão repentina. “Marcone tinha um relacionamento muito aberto com todos os colegas prefeitos, não construiu arestas em sua vida pública, muito pelo contrário, buscava harmonizar as relações institucionais e era um homem de fé”, acentuou o gestor.

Fernando confirmou que vai participar do velório e sepultamento do prefeito Marcone Medeiros, representando inclusive a diretoria da Associação dos Municípios do Cariri Paraibano.

Escola Técnica de Sertânia abre 100 vagas para o Sisutec

Prefeitura de Monteiro emite nota oficial sobre o São João 2015 Prefeitura de Monteiro emite nota oficial sobre o São João 2015

As inscrições para o Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec) serão abertas nesta segunda-feira (29) e vão até sexta-feira (3 de julho) através do site www.mec.gov.br.

Podem se candidatar estudantes que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014 e obtiveram nota superior a 0 na redação. O edital foi publicado na edição de hoje (26) do Diário Oficial da

A ETE Arlindo Ferreira dos Santos, localizada no município de Sertânia-PE, está disponibilizando 50 vagas para o curso de técnico em Enfermagem e 50 vagas para o curso de técnico em Redes de Computadores, ambos na oferta subsenquente, noturno e presencial.

A divulgação dos resultados, em primeira chamada, está prevista para o dia 7 de julho. A segunda chamada deve sair no dia 14 de julho. As aulas dos cursos terão início entre os dias 3 e 31 de agosto de 2015, de acordo com o edital.

Terão prioridade no preenchimento das vagas os alunos de escolas públicas e os que estudaram na rede privada, na condição de bolsista integral.

Ao fazer a inscrição, o candidato deve escolher, por ordem de preferência, até duas opções de curso. Também deve definir se deseja concorrer às vagas da ampla concorrência, àquelas destinadas aos estudantes da rede pública ou bolsistas da rede privada, ou às vagas reservadas a negros, pardos e indígenas.

As vagas remanescentes não ocupadas após as chamadas regulares poderão ser preenchidas, mediante inscrição online, por estudantes que concluíram o ensino médio nos últimos três anos, ou seja entre 2012 e 2014, independentemente da data de emissão do certificado. O período de inscrição irá de 20 de julho a 2 de agosto.

A consulta às vagas do Sisutec 2015 e o site para inscrição estarão disponíveis em breve, segundo o MEC.

Prefeitura de Sumé emite nota de pesar pela morte de Marcondes Medeiros

[+]   POSTAGENS