prefeitura
::Poeta monteirense faz apelo em redes sociais pedindo o fim da morosidade no judiciário ::Ricardo critica a reforma da Previdência: “aumenta a pobreza e não atende as necessidade do povo” ::Sumé promove 6ª Conferência Municipal de Saúde ::ANA regulariza mais 400 usuários que utilizam água de Boqueirão para irrigação ::Bandeira tarifária da conta de luz continua verde em março ::TCE-PB aprova contas de 2017 da Câmara de São Sebastião do Umbuzeiro ::Bolsonaro autoriza PB contratar empréstimo de US$ 50 milhões ::Prefeito de São João do Cariri pede licença do cargo para tratamento de saúde ::Raio atinge cerca e acaba matando quatro bois em fazenda no Sertão do Estado ::IMPERDÍVEL: Banda Magníficos lançará novo projeto no próximo dia 14 Malves Supermercados

Aliado de Renan, Maranhão comandará sessão que elegerá presidência da Casa

(01/02/2019)
Aliado de Renan, Maranhão comandará sessão que elegerá presidência da Casa Aliado de Renan, Maranhão comandará sessão que elegerá presidência da Casa

Uma resolução publicada nesta sexta-feira (1) beneficia a candidatura de Renan Calheiros (MDB-AL) à presidência do Senado. O texto garante que um aliado do senador alagoano, José Maranhão (MDB-PB), presida a sessão que definirá o comando da Casa.

O regimento do Senado dava margem para que David Alcolumbre (DEM-AP), adversário de Renan, ficasse à frente da reunião, por ser o único integrante remanescente da Mesa Diretora de 2018 que não tomará posse para um novo mandato nesta sexta – o dele vai até 2022.

Mas houve questionamento a essa possibilidade, pelo fato de Alcolumbre ser suplente, e também por ele estar concorrendo à Presidência da Casa.

A resolução publicada hoje proíbe tanto candidatos à presidência como suplentes de presidir a sessão, e define que quem vai comandá-la é o senador mais velho – Maranhão, que tem 85 anos.

A disputa pela presidência do Senado tem hoje 9 pré-candidatos – um número que, caso se confirme, será recorde desde a redemocratização. Declaram que vão concorrer os senadores Alvaro Dias (Pode-PR), Ângelo Coronel (PSD-BA), Davi Alcolumbre (DEM-AP), Esperidião Amin (PP-SC), Major Olímpio (PSL-SP), Renan Calheiros (MDB-AL), Reguffe (sem partido-DF) e Tasso Jereissati (PSDB-CE).

Faça seu comentário



Possui atualmente : Nenhum comentário em Aliado de Renan, Maranhão comandará sessão que elegerá presidência da Casa