prefeitura
::Após quase 15 anos, Cícero Lucena é absolvido na Operação Confraria ::​Bolsonaro anuncia saída do PSL e confirma partido Aliança pelo Brasil ::Alcolumbre deve consultar líderes sobre nova Constituinte ::AMCAP reunirá prefeitos e vereadores do Cariri para tratar sobre a PEC que propõe extinção dos municípios ::Deputados da PB e de PE se reúnem para traçar ações conjuntas em relação às obras da transposição ::Monteirenses se destacam em evento sobre computação no Distrito Federal ::Aos navegantes… ::SECA: Monteiro implanta maior programa de recuperação de poços da história do município ::Lula se diz feliz com volta da Transposição ::Justiça mantém Ivan Burity em prisão preventiva Malves Supermercados

Após aumento de imposto, preço médio da gasolina vai ficar entre R$ 2,90 e R$ 3,49

(23/01/2015)

gasolina2Após o governo anunciar aumento de R$ 0,22 da Cide (Contribuições de Intervenção no Domínio Econômico), o preço médio da gasolina no Brasil vai ficar entre R$ 2,90 e R$ 3,49 de acordo com o Estado, segundo um ato publicado pelo Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) nesta sexta-feira (23) no Diário Oficial da União.

Os novos preços passam a vigorar a partir de 1º de fevereiro. O valor mais baixo da gasolina será o de São Paulo, onde o litro vai custar, em média, R$ 2,90.

Por outro lado, o Acre terá o maior valor: R$ 3,49. No Rio de Janeiro, o litro deverá custar, em média, R$ 3,26. Em Minas Gerais, o combustível vai custar uma média de R$ 3,09.

O preço diesel, cujo litro também terá aumento e passará a custar R$ 0,15 a mais por litro, deverá ficar entre R$ 2,43 e R$ 3,22. O menor valor médio será encontrado no Mato Grosso do Sul e o maior, no Acre.

Opção à gasolina nos carros bicombustíveis, o preço médio do etanol vai variar entre R$ 1,91 e R$ 2,98, conforme o Estado. Assim como no caso da gasolina, o maior valor é o do Acre, enquanto o menor será o de São Paulo.

Faça seu comentário



Possui atualmente : 1 comentário em Após aumento de imposto, preço médio da gasolina vai ficar entre R$ 2,90 e R$ 3,49


  • OUTRA MENTIRA DO GOVERNO. QUEM REGULA O PREÇO FINAL É O MERCADO E O MERCADO É DEFINIDO PELOS CUSTOS DOS DONOS DE POSTOS QUE SABEM QUANTO SE REPASSA AO PREÇO FINAL DA BOMBA.