prefeitura
::Prazo para pagamento do IPVA de placa com final 5 vence no dia 31 de maio ::OAB divulga resultado preliminar da 2ª fase do Exame de Ordem ::Prefeitura de Sumé e Sebrae planejam funcionamento do Shopping do município ::Prefeitura de SSU recebe kits de Higiene da Colgate para distribuir com a população ::Solteira, paraibana Lucy Alves posa sexy na cama ::Animais na pista provocam mais um acidente na região do Cariri ::Prefeitura de Sumé conclui serviço de aração de terras para agricultores do município ::Jovem sofre tentativa de homicídio no Cariri ::Maioria do STF vota pela criminalização da homofobia ::Guedes diz que reforma da Previdência deve ser aprovada em até 90 dias Malves Supermercados

Assembleia aprova projeto que institui ‘Ano Jackson do Pandeiro’ na Paraíba

(14/03/2019)
Assembleia aprova projeto que institui ‘Ano Jackson do Pandeiro’ na Paraíba Assembleia aprova projeto que institui ‘Ano Jackson do Pandeiro’ na Paraíba

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou, por unanimidade, na sessão desta quarta-feira (13), o projeto de Lei de autoria do deputado Ricardo Barbosa (PSB) que institui o ano de 2019 como ‘Ano Jackson do Pandeiro’. A ideia do líder do governo foi homenagear o artista nascido em Alagoa Grande no ano de seu centenário de nascimento. “Foi um de nossos maiores artistas”, justificou.

A homenagem foi elogiada por outros deputados, inclusive pelo presidente da Assembleia Legislativa, Adriano Galdino (PSB). “Jackson do Pandeiro muito nos honra e esta Casa mais uma vez faz justiça a este grande paraibano”, afirmou o presidente.

O nome de batismo do artista era José Gomes Filho. Nasceu sem Alagoa Grande em 31 de agosto de 1919 e passou boa parte da vida em Campina Grande. A motivação para a arte nasceu da admiração pelo trabalho da mãe, que cantava coco, com quem ele começou a tocar aos sete anos.

O artista trabalhou em várias rádios em Campina Grande, João Pessoa e Recife. No momento em que foi para Pernambuco, passou a receber a atenção da mídia e ficou conhecido como o homem orquestra pelo domínio da percussão. O estouro do talento do paraibano aconteceu quando ele gravou o sucesso ‘Sebastiana’ na década de 1950.

Jackson morreu em 10 de julho de 1982, em Brasília, quando tinha 62 anos de idade. Ele brilhou no forró e também no samba.

Faça seu comentário



Possui atualmente : Nenhum comentário em Assembleia aprova projeto que institui ‘Ano Jackson do Pandeiro’ na Paraíba