prefeitura
::Problema em reservatório no PE deixa Boqueirão sem água da Transposição ::Banda Magníficos faz show no ‘Arraiá de Cumpade’, em Campina, neste domingo ::Mensagens provam que Moro nunca foi imparcial com Lula, alega defesa ::O MÉ FOI GRANDE: Forrozeiro esquece par de muletas no São João de Campina ::Guilherme Gaudêncio trabalha para unificar oposição em Serra Branca ::População de Camalaú reclama dos péssimos serviços da Cagepa ::Defesa Civil recebe novo alerta nacional sobre chuvas em João Pessoa ::“Arraiá da Ação Sociá” é realizado em Camalaú e bate recorde de público ::Bolsonaro ameaça demitir Levy do BNDES e diz estar ‘por aqui’ com economista ::Polícia prende mulher com notas falsas na cidade de Sumé Malves Supermercados

Bolsonaro defende mudanças na legislação para combater a violência

(11/01/2019)
Bolsonaro defende mudanças na legislação para combater a violência Bolsonaro defende mudanças na legislação para combater a violência

O presidente Jair Bolsonaro defendeu nesta sexta-feira (11) mudanças na legislação com a participação de todas as esferas de todos os Poderes e da imprensa para impedir o avanço da violência no país. A afirmação foi feita em referência a um vídeo que pode ser visto na conta pessoal de Bolsonaro no Twitter.

Nas imagens, aparece um prédio incendiado no Ceará e uma voz masculina ameaçando o presidente com xingamentos. As ameaças fazem referência às declarações de Bolsonaro no sentido de endurecer a política de combate à violência.

“Note a necessidade mais que urgente de se mudar a legislação com participação de todas as esferas de Poderes e Imprensa”, esceveu o presidente destacando a palavra “imprensa” com letra maiúscula.

Ao se referir ao vídeo, Bolsonaro afirmou que a população precisa ter uma resposta urgente e que não aceita ameaças. “Não porque o marginal ameaça, citando meu nome, mas para mostrar ao povo ordeiros de que lado estão o Executivo, Legislativo e Judiciário.”

Minutos depois, em um novo tuíte, o presidente destacou que os criminosos “sabem exatamente o que fazem”. “Combatê-los é simples e rápido, mas requer que os Poderes permitam mecanismos para realmente defender a população”, acrescentou. Segundo Bolsonaro, “é necessário [adotar] ações para que os agentes de segurança possam dar a efetiva resposta”.

Ataques no Ceará
A onda de violência no Ceará começou há mais de uma semana. Prédios e ônibus são incendiados, e moradores temem sair às ruas por causa dos riscos constantes.

A Força Nacional foi enviada à região para atuar com os agentes de segurança locais, assim como presos considerados mais perigosos foram transferidos para presídios federais.

Faça seu comentário



Possui atualmente : Nenhum comentário em Bolsonaro defende mudanças na legislação para combater a violência