prefeitura
::MDR se pronuncia e explica falta de bombeamento no eixo leste da Transposição ::Prazo de cadastro de servidores do Estado termina dia 30 ::Nova lei beneficia portador de HIV em programas habitacionais da PB ::Grupo de dança Nativos de Umbuzeiro faz grande apresentação na UEPB de Monteiro ::TCE-PB reprova contas de três prefeituras ::Prazo para pagamento do IPTU 2019 com desconto se encerra nesta sexta-feira ::Prefeita de Monteiro entrega reforma e modernização do açougue público ::Prefeitura de Sumé investe em segurança e saúde nas festas juninas ::Moro diz não ter nada a esconder e que mensagens podem ter sido alteradas ::Secretária de Saúde de Prata aciona vereador Bobô na Justiça Malves Supermercados

Capacidade dos açudes da Paraíba chega a 20,6% e Aesa faz alerta à população

(19/02/2015)
Capacidade dos açudes da Paraíba chega a 20,6% e Aesa faz alerta à população Capacidade dos açudes da Paraíba chega a 20,6% e Aesa faz alerta à população

A capacidade total de armazenamento de água nos açudes paraibanos é de apenas 20,6%, mesmo com as chuvas registradas nos últimos dias. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (19) pelo diretor técnico da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa), Porfírio Loureiro, e mostram preocupação com a situação geral dos açudes.

Segundo Porfírio Loureiro apenas o Açude Epitácio Pessoa, localizado na cidade de Boqueirão, obteve uma recarga significativa. O ganho foi de 3,3 milhões de metros cúbicos, equivalente a 0,8%.

“Da capacidade total do Estado, estamos com 20,6%. Isso significa que devemos redobrar a atenção, gerenciar ainda mais os recursos hídricos de forma eficiente. Para isso, é fundamental que a população faça parte desse processo, e continue fazendo uso da água de forma racional”, pontuou o diretor.

Ainda segundo Porfírio a situação deve ter uma melhora no mês de maio, com a chegada do período chuvoso em regiões do estado. “Esperamos que os principais reservatórios paraibanos ganhem recargas significativas e, assim, possamos ter uma situação bem mais favorável. É necessário ressaltar, no entanto, que o uso racional da água é fundamental para que o Estado possa conquistar uma situação mais tranquila”, disse.

A partir das chuvas que devem chegar em maio é que a Aesa pode ter uma melhor analise da situação para o resto do ano na Paraíba. “Com base nesses dados, podemos definir de qual açude se vai retirar água, envio de carros-pipa, além de outras providências que o Governo do Estado poderá adotar para amenizar eventuais problemas por conta da escassez de água”, concluiu.

Faça seu comentário



Possui atualmente : Nenhum comentário em Capacidade dos açudes da Paraíba chega a 20,6% e Aesa faz alerta à população