sao joao
::Rumo à Câmara Federal, Edna Henrique conquista apoios do prefeito e vereadores de Brejo dos Santos ::Novo incêndio e de grandes proporções é registrado entre Serra Branca e Coxixola ::PREPARE O BOLSO: Preço do botijão de gás de cozinha deve chegar a R$ 75 ::ALPB já gastou R$ 1,2 milhão com locação de veículos, combustível e até com multas ::Festival do Mel chega à 10ª edição com novidades como a ‘Tardezinha do Mel’ ::Pesquisa aponta Cássio como 1ª opção de voto para o Senado ::Pauta do TCE-PB tem contas do Turismo, 13 Prefeituras e sete Câmaras ::Moradores da Zona Rural de Sumé aprovam gestão do prefeito Éden Duarte ::Nova ESA realiza 100 cursos em pouco mais de sete meses ::Haddad diz que não dará indulto a Lula se for eleito presidente Malves Supermercados

Cássio acusa RC de tentar transferir responsabilidade sobre segurança

(10/01/2018)
Cássio acusa RC de tentar transferir responsabilidade sobre segurança Cássio acusa RC de tentar transferir responsabilidade sobre segurança

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) reagiu às declarações do governador Ricardo Coutinho (PSB) sobre a segurança do estado nos Governos anteriores na terça-feira (10). De acordo com Cássio, o governador deseja transferir responsabilidades.

“Passados sete anos, o governador ainda tenta transferir a responsabilidade por não ter resolvido o problema da segurança, como prometeu. Ora culpa os governos anteriores, ora os prefeitos, os comerciantes, os bancos e até a população”, afirma o senador.

Cássio vê o balanço da segurança divulgado como uma forma de minimizar desgastes sofridos pela população por conta da violência, principalmente por ser um ano de eleição.

“A segurança será um tema central nos debates sobre o futuro da Paraíba. E a população não quer mais saber de velhas brigas, de intrigas do passado, que só atrapalham o desenvolvimento do Estado. Ao invés de atacar, ele deveria resolver. O que as pessoas querem é solução, é resultado, é que se apresente o caminho efetivo para diminuir a sensação de insegurança, que, diferente das estatísticas do governo, continua crescendo”, ressaltou.

Em respeito a legislação eleitoral o CARIRI LIGADO não publicará os comentários dos leitores. O espaço para interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições 2018 se encerrem.