homenagem ao dia das mulheres
::DE ZABELÊ: Fazenda Serra do Fogo conquista Torneio Nacional de Cabras Leiteiras ::Prefeitura de Sumé em parceria com ONG realizam mutirão de exames no domingo ::Justiça Federal na Paraíba condena onze envolvidos na Operação Carta Marcada ::Justiça mantém prisões dos envolvidos na Operação Carga Pesada no Cariri ::PSD emite nota e oficializa apoio à pré-candidatura de Lucélio Cartaxo ::A DERROCADA DO GOLPE PARLAMENTAR ::Rede municipal de ensino da Prata comemora Dia do índio ::TJ libera concurso da UEPB e posse de 122 aprovados é marcada para segunda ::Fachin arquiva investigação contra Aguinaldo Ribeiro na Lava Jato ::As charges do dia… Malves Supermercados

DE ZABELÊ: Fazenda Serra do Fogo conquista Torneio Nacional de Cabras Leiteiras

A Fazenda Serra do Fogo, localizada no município de Zabelê, conquistou importantes resultados no Torneio Leiteiro Nacional de Cabras Leiteiras 2018, realizado em São Paulo do Pontengi – RN.

‘Laís da Serra do Fogo’ conquistou 1º Lugar da categoria marrã da raça Saanen. Ela foi a grande Campeã do torneio com média por ordenha de 3,818 Kg

Já ‘Flávia da Serra do Fogo’ conquistou o 2º Lugar da categoria marrã da raça Saanen, e foi Reservada Grande Campeã do torneio com média por ordenha de 2,809 Kg

“Nós que fazemos a Serra do Fogo estamos felizes por estar colhendo os frutos de anos de dedicação à caprinocultura leiteira. Agradecemos ainda a dedicação do nosso manejador Edson Lima, pelo carinho e profissionalismo com nossos animais”, disse o proprietário da Fazenda em entrevista ao CL, Fernando Alves.

Segundo Fernando, não é fácil ter um animal grande campeã de um torneio leiteiro em uma modalidade nacional com uma cabrita em meio a tantos animais de excelente qualidade.

Banner Coringa Banner Coringa

Prefeitura de Sumé em parceria com ONG realizam mutirão de exames no domingo

A Prefeitura de Sumé, em parceria com uma ONG contatada por meio do deputado federal Wellington Roberto, realiza no próximo domingo (22/04) em Sumé um mutirão de exames para a população.

Serão ofertadas algumas especialidades médicas, entre elas nas áreas de cardiologia (50), ginecologia (50), otorrinolaringologia (50), clínica geral, pediatria (120), oftalmologia (40) e exames de ultrassonografia (100) e eletrocardiograma (25).

Os atendimentos acontecerão na Escola Zélia Braz e serão feitos para as pessoas que já se encontram na lista de espera da Secretaria Municipal de Saúde, da demanda reprimida.

De acordo com a secretária de Saúde do município, Alessandra Regina, os exames desse mutirão ajudarão a finalizar a lista de espera que se encontra atualmente na Secretaria de Saúde, devido à grande procura da população pelos atendimentos e os mesmos serem realizados de forma gradativa, com o mutirão do próximo domingo, será possível à Secretaria Municipal zerar a demanda atual.

O prefeito Éden Duarte informou que a realização destes exames é fruto de uma parceria com o deputado Wellington Roberto, o que irá ajudar a Prefeitura de Sumé a reduzir custos já que o município não terá gastos com o pagamento de profissionais e acontecerá de forma totalmente gratuita para a população, permitindo a economia de recursos para outras áreas da Saúde do município.

Desde o início da gestão, Éden tem procurado aumentar o máximo possível o número de atendimentos nos serviços de Saúde do Município de Sumé, o que tem feito a administração realizar parcerias para que estes serviços possam ser levados à população.

Entre os mutirões já realizados estão cirurgias de catarata e atendimentos da Caravana do Coração feitos em parceria com o Governo do Estado da Paraíba, cirurgias de pterígio custeadas com recursos próprios, mutirões de ultrassonografias, mamografias e ainda aumento do repasse financeiro para o Cisco para que mais pessoas possam ser atendidas nas especialidades ofertadas pelo Consórcio.

Justiça Federal na Paraíba condena onze envolvidos na Operação Carta Marcada

Onze acusados da “Operação Carta Marcada” foram condenados pela Justiça Federal na Paraíba (JFPB) a cumprir penas que variam de 1 ano e 6 meses a 15 anos de detenção, reclusão e multa. Servidores e outros integrantes da quadrilha cometeram os crimes fraudes à licitação (art. 90, da Lei 8.666/93), de responsabilidade (art. 1º, I, do Decreto Lei nº 201/67) e de associação criminosa (art. 288, CP), por apropriarem-se de verbas públicas transferidas pelo Fundo Nacional de Saúde à Prefeitura Municipal de Sousa.

A sentença, da 8ª Vara Federal de Sousa, publicada no Diário Oficial Eletrônico da Justiça Federal da 5ª Região desta sexta-feira (20), destacou que o grupo forjou três procedimentos licitatórios, que permitiram o desvio de verbas públicas que se destinavam à construção dos postos de saúde nos Bairros Guanabara, Estação e no Várzea da Cruz.

Na primeira licitação analisada (Tomada de Preços n.º 008/2004), que visava construir dois Postos de Saúde, nos bairros da Estação e Guanabara, o juiz federal Diego Guimarães constatou que o procedimento foi forjado a fim de beneficiar a empresa Evidence, que se sagrou vencedora. “Ficou provado que houve um mero simulacro do certame, restando frustrado o seu caráter competitivo, por meio de atuação dos próprios membros da Comissão Permanente de Licitação.”, declarou.

Em uma outra licitação (Carta Convite n.º 069/2004), em que o município de Sousa objetivava construir um posto de saúde no bairro Estação, o magistrado reconheceu que o procedimento também foi fraudado, desta vez por ter sido direcionado desde o início para a empresa Construtora Santa Cecília Ltda, frustrando o caráter competitivo do certame. “Ficou comprovado que a Comissão não realizava as reuniões para abertura dos envelopes; que documento de regularidade de FGTS foi apresentado por uma das empresas concorrentes somente um ano após a licitação; dentre outras irregularidades.”, apontou.

No entanto, o fato que chamou mais atenção no processo foi de que a quadrilha realizou essas duas licitações para a construção da mesma obra: o posto de saúde no bairro Estação. “Foi constatado, ainda, que foram pagos o montante de R$ 331.190,48 às empresas vencedoras dos certames fraudulentos, sem sequer a construção ter sido iniciada”, declarou o juiz federal.

Em uma terceira licitação, desta vez para construção de um posto de saúde no bairro Várzea da Cruz, a Prefeitura de Sousa deflagrou o certame através do Convite n.º 046/2003, que, conforme foi provado, nunca ocorreu, sendo direcionado desde seu início para a empresa M.P. Construções Ltda. Neste mesmo contrato, ficou comprovado o pagamento de 81,80% do valor da obra, quando apenas 25% havia sido executada, o que representa um desvio de dinheiro público no valor de R$ 101.065,13.

Foram condenados:

· Andréa Queiroga Gadelha: 07 (sete) anos e 10 (dez) meses de reclusão.

· José Braga Rocha Neto: 11 (onze) anos e 01 (um) mês de reclusão.

· Márcia Queiroga Gadelha: 01 (um) ano e 06 (seis) meses de reclusão, 05 (cinco) anos e 04 (quatro) meses de detenção e R$9.224,22, a título de multa.

· Edjaneide Pereira da Silva: 01 (um) ano e 06 (seis) meses de reclusão, 05 (cinco) anos e 04 (quatro) meses de detenção e R$9.343,09, a título de multa.

· Zeneide Braga Ponce: 04 (quatro) anos e 01 (um) mês de detenção e R$9.343,09, a título de multa.

· Ismênia Gadelha Pinto: 04 (quatro) anos e 01 (um) mês de detenção e R$9.343,09, a título de multa.

· Maria dos Remédios Oliveira Estrela: 02 (dois) anos e 08 (oito) meses de detenção

· Dalton Cesar Pereira de Oliveira: 04 (quatro) anos e 03 (três) meses de reclusão.

· Bertrand Pires Gadelha: 11 (onze) anos e 03 (três) meses de reclusão.

· Hermano da Nóbrega Lima: 15 (quinze) anos e 03 (três) meses de reclusão.

· Djalma Leite Ferreira Filho: 06 (seis) anos e 06 (seis) meses de reclusão.

De acordo com a sentença, os condenados podem recorrer em liberdade.

Saiba mais:

A Ação Penal é derivada da “Operação Carta Marcada”, na qual se investigou, em atuação conjunta da Polícia Federal, Ministério Público Federal e Receita Federal, suposto esquema montado para fraudar licitações e desviar dinheiro público mediante a utilização de empresas fantasmas, em, aproximadamente, 52 prefeituras paraibanas.

Banner educação

Justiça mantém prisões dos envolvidos na Operação Carga Pesada no Cariri

Banner Ecos TV Banner Ecos TV

Em audiência de custódia realizada na tarde desta quinta-feira (19), a juíza da Comarca de Monteiro, Andressa Torquato Silva, converteu em preventivas, as prisões em flagrante realizadas contra 14 pessoas, nessa quarta-feira (18), durante Operação ‘Carga Pesada’, deflagrada pela Polícia Civil de Monteiro. O grupo é suspeito de participar de uma organização criminosa, especializada em roubo de cargas de veículos. A prisão foi mantida para garantia da ordem pública, da instrução criminal e da correta aplicação penal. O representante do Ministério Público, promotor Diogo D’Arolla Pedrosa Galvão, participou da audiência.

Ficarão recolhidos na Cadeia Pública de Monteiro os acusados José Henrique de Souza, Henrique Diógenes Palmeira, Marcos Ferreira da Cruz, Gleidson José de Sousa, Deivid Henrique Silva Oliveira Lima, Genesis Gonçalves de Oliveira, Hélio Diógenes Palmeira, Johnnatha Sharley Ferreira da Silva e Edvando José Batista, todos eles incursos nas penas dos artigos 180, § 1º, 288 e 29 do Código Penal: Receptação qualificada, formação de quadrilha e concurso de pessoas, respectivamente.

Também continuarão presos Gustavo Henrique Branco Linhares, Lucas Thiago da Silva, João Paulo Cruz de Siqueira Britto, Wellington Fagner Pereira da Silva e Maurício Rodrigues Félix da Silva, incursos nos artigos 157, § 2º, I e V (roubo majorado), 288 (quadrilha) do CP, sendo que Gustavo Henrique também foi enquadrado nos artigos 297 (falsificação de documento público) e 304 (uso de documento falso) do mesmo Código.

De acordo com o Termo da Audiência de Custódia, há suspeita da prática dos crimes de roubo duplamente majorado e associação criminosa. A magistrada entendeu que há provas da materialidade do delito e fortes indícios de autoria.

“A liberdade do custodiado, por ora, revela perigo concreto à paz e à tranquilidade sociais, seja em razão da forma como o crime foi praticado, seja em razão da gravidade e/ou violência e da ameaça supostamente empregadas. (…) A ordem pública necessita ser preservada, não só pela suposta prática de roubo majorado, mas pela suposta existência de associação criminosa havida no presente caso, a nosso ver, gravíssimo”.

A magistrada argumentou, também, que a prisão preventiva é necessária para que não haja o risco de as testemunhas temerem prestar os depoimentos livremente, já que há suspeita de associação criminosa. A juíza afirmou, ainda, que o princípio da presunção de inocência não impede a prisão cautelar, neste momento.

O Caso – De acordo com a Polícia Civil, a maior parte do grupo foi preso em flagrante, após o roubo de uma carreta na BR-230, proveniente da Região Sul do país. O grupo teria usado uma ambulância descaracterizada e um carro de passeio para interceptar a carreta, que transportava bobinas de cobre, peças de motocicletas, gênero alimentícios e outras mercadorias.

No local onde ocorreria o descarregamento das mercadorias roubadas, a Polícia Civil trocou tiros com parte da quadrilha. A carga foi recuperada e o motorista, que estava como refém, libertado. A Polícia Militar conseguiu prender os suspeitos que haviam fugido do local durante o tiroteio com os policiais civis.

PSD emite nota e oficializa apoio à pré-candidatura de Lucélio Cartaxo

Banner Ecos TV Banner Ecos TV

A Executiva Estadual do PSD emitiu nota nesta sexta-feira (20) oficializando apoio à pré-candidatura de Lucélio Cartaxo (PV) ao Governo do Estado nas eleições de outubro. No documento o partido ainda apresenta o senador Raimundo Lira para compartilhar do mesmo projeto.

Em nota a Executiva afirma que o fortalecimento das oposições levará à Paraíba uma proposta que será capaz de promover as mudanças necessárias. O apoio do PSD a Lucélio ocorre uma semana após o PSDB também oficializar sua posição para o pleito.

“Confiamos em uma administração moderna e sempre atenta as mudanças que se fazem necessárias. Entendemos que a sustentabilidade está ligada às necessidades dos cidadãos e que isso se dá por meio de um desenvolvimento solidário, moderno e com adesão de todos os segmentos sociais e econômicos”, diz trecho da nota.

Confira na íntegra:

COMPROMISSO COM AS MUDANÇAS QUE A PARAÍBA PRECISA E DESEJA

O PSD apoia e defende um Estado centrado nas prioridades sociais e comprometido com o desenvolvimento de todas as suas Regiões. Acreditamos nas POLÍTICAS que priorizam a geração de
emprego e renda, segurança pública, condições essenciais para garantir a tranquilidade e a paz da nossa população.

Confiamos em uma administração moderna e sempre atenta as mudanças que se fazem necessárias. Entendemos que a sustentabilidade está ligada às necessidades dos cidadãos e que isso se dá por meio de um desenvolvimento solidário, moderno e com adesão de todos os segmentos sociais e econômicos.

Neste sentido, o PARTIDO SOCIAL DEMOCRÁTICO (PSD), decide apoiar a pré-candidatura de LUCÉLIO CARTAXO (PV) ao Governo da Paraíba. Marchamos juntos e unidos, em torno desta PROPOSTA DE TRANSFORMAÇÃO. 

Para compartilhar deste Projeto, temos o nome do nosso Senador RAIMUNDO LIRA, que reúne a experiência, a ética, a decência, aliada a vontade de contribuir, oferecendo a sua visão Municipalista e Empreendedora, na defesa da Nossa Paraíba no Senado Federal.

Para o PSD, o fortalecimento das oposições levará às Paraibanas e Paraibanos uma PROPOSTA que será capaz de promover as mudanças que a PARAÍBA tanto precisa e deseja.

EXECUTIVA ESTADUAL DO PSD

A DERROCADA DO GOLPE PARLAMENTAR

Por Sérgio Bezerra

Para se ter uma ideia do vem acontecendo no Brasil, é salutar reproduzir este importante dialogo que a nossa briosa Justiça entendeu não ter nada de relevante:

Romero Jucá: Conversei ontem com uns ministros do Supremo. Os caras dizem ‘ó, só tem condições de… sem ela [Dilma]. Enquanto ela estiver ali, a imprensa, os caras querem tirar ela, essa porra não vai parar nunca’…

Sérgio Machado: É um acordo, botar o Michel, num grande acordo nacional.

Romero Jucá: Com o Supremo, com tudo.

Pois bem, com a prisão do Lula, caracterizando de forma definitiva o lawfare (palavra inglesa que representa o uso indevido dos recursos jurídicos para fins de perseguição política), fecham-se as cortinas do espetáculo deprimente idealizado por Romero Jucá, cujo script foi seguido à risca pelos executores e que vem levando o Brasil à bancarrota política e jurídica.

Diga-se de passagem que esta tese encontra guarida na Europa, em vozes como a de José Sócrates, ex-primeiro ministro de Portugal, do líder francês Jean-Luc Mélenchon e de um grupo de parlamentares e acadêmicos ingleses (como Chris Williamson, membro do Parlamento; Jean Corston, da Câmara dos Lordes; Dr. Mehmet Ali Dikerdem, da Faculdade de Direito da Middlesex University; e Julia Buxton, professora de política comparada da Universidade da Europa Central, Budapeste). Como se percebe, nenhum deles recebe o Bolsa Família, nem se tem noticias que são apreciadores de uma iguaria chamada mortadela.

Pra não dizer que só falei da Europa, durante uma palestra realizada em julho do ano passado, o então procurador geral assistente da Divisão Criminal do Departamento de Justiça dos EUA (equivalente

ao Ministério Público), Kenneth Blanco, falou em “relacionamento íntimo” entre procuradores dos EUA e do Brasil na Lava Jato. Além disso, Blanco revelou que a cooperação entre eles “não depende apenas de procedimentos oficiais”, ou seja, também existe colaboração informal entre os agentes públicos dos dois países, procedimento que viola a legislação brasileira. O fato é que, diferentemente do que acontece no resto do mundo, parte do pré-sal os EUA já levaram dos brasileiros – e sem dar um único tiro.

De outra monta, não se deve perder de vista que, para dar algum ar de imparcialidade à operação, vão tentar entregar a cabeça de algum golpista. Aposta-se em Michel Temer e em Aécio Neves. Alckmin, que tem as costas largas, já foi jogado para a Justiça Eleitoral.

Não creio que seja o Temer. O “omi” tem a chave do cofre e já demonstrou não sentir pudor em usá-la. Ademais, a queda de Temer, a esta altura do campeonato, só serviria para as viúvas da ditadura militar darem o ar de sua graça. Aécio Neves vai ser o Robespierre do golpe parlamentar tupiniquim. Podem esperar.

Todavia, o show tem que continuar e o circo mambembe abrirá seu palco para as eleições do corrente ano com uma novidade: pela primeira vez na Nova República a extrema direita e os neofascistas brasileiros terão um candidato à presidência para chamar de seu, e esse fato, por incrível que pareça, será bom para democracia. Neofascista enrustido é um perigo, é salutar que saia do armário.

Por outro lado, artífices do golpe parlamentar caíram em desgraça. Nos outrora fortes presidenciáveis José Serra e Aécio Neves, não se encosta nem para tirar foto. É cediço que antes tentaram emplacar a candidatura de Luciano Huck, mas parecem ter desanimado diante da extraordinária ausência de conteúdo.

Parece-me que, nesse grupo, a bola da vez voltou a ser o “Santo” Geraldo Alckmin, que, com a paciência talhada no Opus Dei da Igreja Católica, soube tirar da linha o apressadinho João Dória e se apresenta para ser o Temer II ou o FHC III.

O problema é que Michel Temer, usando do mesmo artifício usado por FHC quando este “bateu a carteira” do plano Real do então presidente Itamar Franco, se apropriou e executa o programa de governo do PSDB. Anote-se que os governos Temer e FHC se assemelham até no apagão, e o presidente anda dizendo que o candidato do Temer II é Michel mesmo.

No meu modesto sentir, o fato que vai empacar as pretensões de Alckmin virá exatamente do PSB de Márcio França – candidato à reeleição em São Paulo, seu maior reduto eleitoral – contra o apressadinho João Doria, do seu próprio partido. O Geraldo não vai poder servir a dois senhores.

Para piorar, a cara de gerente de banco e o ar de moralidade, características de Alckmin nas campanhas, vão ser abafadas se o ex-ministro do Supremo Joaquim Barbosa for alçado candidato pelo PSB, sem perder de vista que o candidato do Podemos, o também golpista Álvaro Dias, tende a destruir a candidatura do “Santo” no Sul do país.

Pelo andar da carruagem, se os seus soldados conseguirem que ele fale menos e se a grande mídia não fizer o que fizeram com Marina Silva nas últimas eleições presidenciais, o candidato da extrema direita, o capitão da reserva e deputado federal Jair Bolsonaro, vai ficar em segundo. O que seria a desmoralização total do golpe.

Aguardemos.

Rede municipal de ensino da Prata comemora Dia do índio

Banner Câmara

TJ libera concurso da UEPB e posse de 122 aprovados é marcada para segunda

Banner Ecos TV Banner Ecos TV

concurso da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) vai dar posse a 122 candidatos aprovados para cargos técnicos administrativos, após nova decisão judicial tomada pela 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), na quinta-feira (19), autorizando o prosseguimento do concurso que havia sido suspenso por meio de decisão liminar.

De acordo com a assessoria de comunicação da UEPB, 122 candidatos aprovados devem tomar posse na segunda-feira (23), às 10h, no prédio da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (FIEP), em Campina Grande.

A UEPB informou que os candidatos empossados vão ser aqueles classificados para os cargos de Auxiliar Administrativo dos Câmpus II, III, IV, VI, VII e VIII; Auxiliar de Laboratório de Análises Físico-Química, Almoxarife, Assistente Técnico, Desenhista Projetista, Técnico em Segurança do Trabalho, Administrador, Advogado, Economista, Farmacêutico Industrial, Pedagogo, Psicólogo e Secretário-Executivo, todos do campus I. O processo não inclui os candidatos para técnicos administrativos classificados para o campus I, em Campina Grande.

Concurso da UEPB
O concurso foi realizado no dia 17 de dezembro para mais de 38 mil candidatos inscritos que concorreram às 197 vagas disponíveis, com remunerações de R$ 1.502,24 a R$ 3.396,43. No total, eram 95 vagas para cargos de nível fundamental, 94 para cargos de nível médio e oito para cargos de nível superior. O cargo com o maior número de vagas era o de auxiliar administrativo, com 92 oportunidades.

A suspensão tinha acontecido por conta de uma liminar da 2ª Vara de Fazenda Pública de Campina Grande, no dia 5 de abril. A decisão acolheu um mandado de segurança impetrado por uma candidata que teria sido prejudicado com a interposição de recursos por outros candidatos fora do prazo.

Na decisão que liberou o concurso, o juiz Tércio Chaves de Moura considerou perigo iminente de dano irreparável ou de difícil reparação suspender todo a seleção, uma vez que gera prejuízo a toda a coletividade.

“É temerário obstar as nomeações dos demais cargos, mormente em observância a continuidade dos serviços público e ao princípio da eficiência, constitucionalmente consagrado. Afinal, se houve concurso público para preenchimento de vagas, é porque há evidente necessidade do seu preenchimento”, afirmou o magistrado.

Fachin arquiva investigação contra Aguinaldo Ribeiro na Lava Jato

Banner Ecos TV Banner Ecos TV

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal) decidiu arquivar investigação sobre sete parlamentares do Partido Progressistas (PP) e que envolviam repasses da empreiteira Queiroz Galvão ao diretório da legenda nas eleições 2010, investigados pela Operação Lava Jato.

O inquérito apurava o repasse de R$ 2,74 milhões “sob o disfarce de doações eleitorais oficiais” do grupo Queiroz Galvão ao diretório nacional para distribuição aos parlamentares candidatos à reeleição pelo PP.

Com a decisão, não serão mais investigados nesse inquérito os deputados Aguinaldo Ribeiro, Simão Sessim, Roberto Balestra, Jerônimo Goergen, Eduardo da Fonte, Mario Negromonte Júnior e Waldir Maranhão, que hoje está no PSDB.

Aguinaldo Ribeiro, Eduardo da Fonte e Arthur Lira e o senador Ciro Nogueira (PI) continuam sendo investigados por um outro repasse, de R$ 1,6 milhão envolvendo um suposto contrato fictício realizado em 2011. Nesse caso, Fachin concedeu prazo de 60 dias para que sejam feitas diligências pela Polícia Federal.

O pedido foi feito pela Procuradoria Geral da República, que argumentou que não havia indícios mínimos de prova para manter a investigação.

Também a pedido da PGR, Fachin determinou o envio das investigações o vice-governador do Rio de Janeiro, Francisco Dornelles, ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região. À época dos fatos investigados, ele era presidente nacional do PP.

Segundo a Procuradoria, ele não tem foro privilegiado no Supremo, e a investigação deverá continuar na segunda instância da Justiça Federal.

As charges do dia...

Flávio José anuncia lançamento de CD especial com artistas do NE para São João

Banner Ecos TV

Com vocês, o 'Brasil que eu quero' de Fernando Cabeleireiro de Zabelê...

Comporta do açude de Boqueirão para Acauã é parcialmente fechada

Banner Ecos TV Banner Ecos TV

A comporta do açude Epitácio Pessoa (Boqueirão), que estava liberando água para o açude Argemiro de Figueiredo (Acauã), foi parcialmente fechada na tarde desta quinta-feira (19), 28 após a sua abertura. De acordo com o Departamento de Obras Contra a Seca (Dnocs), o fechamento parcial ocorreu às 16h e se deve ao fato do reservatório ter recebido 5,3 milhões de metros cúbicos de água, uma vez que a determinação da Agência Nacional das Águas (ANA) autorizava uma descarga de 4,8 milhões m³.

Conforme o especialista em recursos hídricos que acompanhou o processo, Isnaldo Cândido, agora está sendo liberada uma vazão de 800 litros de água por segundo, até que Acauã tenha um volume mais significativo. Antes do fechamento parcial estavam sendo liberados 2 mil litros de água por segundo.

A abertura da comporta aconteceu no dia 22 de março e, desde então, Acauã, no Agreste da Paraíba, passou de um volume de 9.372.497 m³ (3,7% da capacidade total) para 14.746.405 (5,8% da capacidade total), de acordo com dados da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa). Com a medida, 14 municípios foram beneficiados, a exemplo de Itatuba, Aroeiras e Ingá.

Já o reservatório de Boqueirão, no Cariri paraibano, que estava, na época da abertura, com 68.385.899 m³ (16,6% da capacidade total), está atualmente com um volume de 130.283.073 m³ (31,6% da capacidade total). Nesta quarta-feira (18), completou um ano da chegada das águas da Transposição do Rio São Francisco ao espelho d’água do Epitácio Pessoa, que vem recebendo uma recarga significativa de água em função das chuvas registradas na região.

A abertura das comportas do açude de Boqueirão foi autorizada pela Agência Nacional das Águas (ANA), por meio de uma resolução publicada no Diário Oficial da União no dia 7 de março, em que constava que a descarga de 4,8 milhões de m³ poderia ser praticada até o dia 30 de junho. A autorização foi concedida após a Aesa ter enviado um pedido à ANA, no dia 27 de fevereiro, para liberar a abertura das comportas.

Alunos receberão medalhas da Olimpíada Monteirense de Informática

Banner Ecos TV Banner Ecos TV

Com a organização do curso de Ciência da Computação da Universidade Federal de Campina Grande –UFCG, os alunos da rede municipal de Monteiro , através da Secretaria de Educação participaram em novembro de 2017 da Olimpíada Monteirense de Informática e nesta sexta-feira, 20 receberão a premiação de acordo com as colocações.

Os 112 alunos vencedores, sendo 51 do Ensino Fundamental I – Inciação 1 e 61 do Fundamental II – Iniciação 2, participaram das provas compostas por cerca de 20-25 questões de múltipla escolha que envolveram raciocínio lógico e analítico com questões similares aos jogos de Sudoku.

A premiação acontecerá com a presença dos coordenadores da Olimpíada Monteirense de Informática, Raquel Rufino que também é monitora na UFCG e instrutora no projeto da Olimpíada Paraibana de Informática e do Professor PHD Rohit Gheyi, assim como a do Reitor da Universidade Federal de Campina Grande, o monteirense Vicemário Simões juntamente com a Secretária de Educação do município Ana Lima e a prefeita Anna Lorena no Centro Cultural Alexandre da Silva Brito, às 09 horas da manhã.

A Olimpíada Monteirense de Informática – OMI

Foi idealizada e teve sua realização com a intenção de despertar nos alunos o interesse em computação imprescindível na formação básica dos estudantes, através de uma atividade que envolve desafios motivadores e competição saudável.

Esta competição também permitiu que os jovens pudessem conhecer de forma mais abrangente a carreira na área. Além disso, a olimpíada almeja preparar melhor e despertar o interesse de alunos Monteirenses para as competições a nível estadual e nacional.

“O conhecimento adquirido por nossos jovens da rede municipal será muito valioso para em suas formações. Temos recebido além destes muitos outros incentivos tanto da prefeitura quanto da parceria com a Universidade Federal de Campina, isso é algo riquíssimo” comentou a secretária Ana Lima.

“São passos como estes, apoiados pela UFCG que vamos sobrepor ainda mais as vantagens no ensino da Rede Municipal. Estou imensamente feliz pelo resultado que obtivemos e muito orgulhosa pelos nossos alunos que deram muito de si e com certeza superaram todas as expectativas. Estou aguardando ansiosamente para entregar as medalhas de cada um. Estamos trabalhando fortemente pelo futuro de Monteiro” concluiu Anna Lorena.

Bruno cobra do Estado liberação de medicamentos para pacientes com câncer

Banner Ecos TV Banner Ecos TV

O deputado estadual Bruno Cunha Lima (SD) cobrou nesta quinta-feira (19) a liberação de medicamentos do tratamento de câncer que estão em falta em Campina Grande. A funcionária pública e musicista, Luciana Oliveira de Lucena, que luta contra a doença está sem o medicamento desde dezembro de 2017.

Mãe de dois filhos, um com deficiência, Luciana passou em um concurso público para Filarmônica de Campina Grande, mas não chegou sequer a realizar o sonho de participar das apresentações por conta da doença. A falta do medicamento, que deveria ser fornecido pelo Governo do Estado, por decisão judicial, tem causado complicações na saúde da campinense.

De acordo com a irmã e tutora da musicista, Lúcia Lucena, o Centro Especializado de Dispensação de Medicamentos Excepcional (Cedmex) apenas comunica que já foi realizada uma licitação para compra do medicamento, mas até agora nenhuma resposta foi dada aos pacientes. “Estamos desesperados com essa situação. É muito difícil ver sua irmã, mãe de dois filhos, doente e sem ter o atendimento do Estado. Já recorremos uma vez à Justiça e teremos que fazer novamente”, disse Lúcia.

Para o deputado Bruno, o Governo do Estado age com irresponsabilidade nos casos dos pacientes de câncer. “Não é possível essa falta de organização do governo que deixa faltar medicamentos essenciais para manutenção da vida. Isso vai além de gestão, isso é caso de respeito à vida e amor ao próximo”, desabafou.

Bruno lembrou ainda o caso da comerciante Janaína Barreto, de 25 anos, que morreu este mês vítima de câncer. Ela chegou a implorar por ajuda para liberação do medicamento de alto custo que estava em falta. A paciente também apelou para a Justiça que determinou ao Centro Especializado de Dispensação de Medicamentos Excepcional a disponibilidade do remédio, mas a doença foi mais rápida que a burocracia do Estado.

Estatística – Dados do Instituto Nacional de Câncer, o Inca, mostram que a doença deve atingir 9.430 pessoas na Paraíba só neste ano. Em todo o Estado, a previsão é de que 1.170 homens sejam vítimas de câncer de próstata e 880 mulheres de câncer de mama. Já as neoplasias serão responsáveis por 6.840 novos casos entre homens e mulheres.

Aqui no estado, o câncer é a principal causa de morte em 15 municípios, segundo os números do Sistema de Informações de Mortalidade.

Banner Prata

EXCLUSIVO: Agentes apreendem material arremessado para dentro da cadeia de Monteiro

Prefeitura de Monteiro entrega livros didáticos para alunos da educação infantil

Banner Ecos TV Banner Ecos TV Banner Ecos TV Banner Ecos TV Banner Ecos TV

A Prefeitura de Monteiro realizou na tarde desta quarta-feira, 19, a entrega de kits de livros didáticos para alunos da educação infantil da rede municipal.

A entrega foi realizada na creche Fernando Bezerra Paraguay, na Vila Santa Maria, oportunidade que foi registrado o Dia Nacional do Livro Infantil, comemorado no dia 18 de Abril.

Estiveram presentes ao evento pais, mães, professores, alunos até os seis anos de idade, a secretária de Educação do município Ana Lima, a secretaria de Desenvolvimento Social Rosa Aleixo, o representante da editora HEDRI, Marcos Ely, além de diretores das creches que compõem a rede municipal.

Na ocasião, a secretária Ana Lima, que também representou a prefeita Anna Lorena, disse que os livros didáticos não são distribuídos pelo MEC para os alunos da educação infantil com menos de seis anos, e por isso a gestora se comoveu e com grande esforço adquiriu os livros com recursos próprios.

Foram entregues aos alunos kits que contém, além do livro didático, uma agenda escolar personalizada, que vai servir para o acompanhamento do dia-a-dia dos alunos e para a troca de informações entre professores e pais.

Houve ainda apresentações com os alunos da Creche Dr. Fernando Bezerra Paraguay com a encenação da história “A Bela e a Fera”, declamação de poemas sobre o dia do livro e a sua importância.

“Pedimos aos pais que zelem pelos livros e que acompanhem o dia-a-dia dos seus filhos com a agenda, pois a prefeita fez um grande esforço e foi muito sensível ao adquirir estes livros com recursos próprios, trazendo mais uma inovação para a rede municipal de educação”, lembrou a secretária Ana Lima.

Os livros vão beneficiar alunos das três creches municipais: Francisca Mineiro, Dr. Fernando Bezerra Paraguay e Ana Raposo Aragão.

Damião nega rompimento com PSB

Dia 30 de abril, em Sumé...

Quadrilha é presa suspeita de roubo de carga de caminhões em Monteiro

[+]   POSTAGENS