sao joao
::EM MONTEIRO: Batinga, João e Ricardo realizam grande arrastão e comício nesta sexta ::População comparece a inauguração da Academia da Saúde na Vila Santa Maria ::Após ação dos Bombeiros, PM e apoio da Prefeitura, incêndio é controlado em Coxixola ::Tribunal de Contas aprova contas de 2017 da prefeitura de Zabelê ::Água da Transposição volta a ser bombeada para a Paraíba ::“Sou cobrada mesmo, por obras que se arrastam há anos”, diz prefeita de Monteiro ::Mais de 60% dos paraibanos aprovam governo de Ricardo Coutinho ::Próximo presidente terá que fazer a reforma da Previdência, diz Temer ::Presidente da Câmara de Monteiro parabeniza prefeita por entrega de academia da saúde ::Boqueirão deve voltar a ter água da transposição em 20 dias, diz DNOCS Malves Supermercados

EM MONTEIRO: Batinga, João e Ricardo realizam grande arrastão e comício nesta sexta

Banner Coringa Banner Coringa

População comparece a inauguração da Academia da Saúde na Vila Santa Maria

Após ação dos Bombeiros, PM e apoio da Prefeitura, incêndio é controlado em Coxixola

Banner educação

Tribunal de Contas aprova contas de 2017 da prefeitura de Zabelê

Água da Transposição volta a ser bombeada para a Paraíba

“Sou cobrada mesmo, por obras que se arrastam há anos”, diz prefeita de Monteiro

Mais de 60% dos paraibanos aprovam governo de Ricardo Coutinho

Banner Câmara

Próximo presidente terá que fazer a reforma da Previdência, diz Temer

Banner Ecos TV Banner Ecos TV

O presidente da República, Michel Temer, disse na noite de dessa terça-feira (18) que o próximo presidente eleito não conseguirá deixar a trilha traçada por seu governo. Temer, que discursou em evento de empresários na capital paulista, ressaltou ainda que o futuro mandatário da nação terá de fazer “necessariamente” a reforma da Previdência.

“Tenho a mais absoluta convicção que seja quem venha a ser eleito, ele não vai conseguir sair da trilha que nós traçamos. E se quiser sair, vai ter de dizer o seguinte: eu não quero essa inflação ridícula de 3,5%, 4%, eu quero 10%, 11%; eu não quero juros a 6,5%, eu quero 14,25%; eu não quero a modernização trabalhista, a modernização do ensino médico, a responsabilidade fiscal”, disse, em discurso no Prêmio 2018 da Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamaco).

Temer listou diversas ações do seu governo, como a aprovação do limite do teto dos gastos públicos, a liberação dos recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), a abertura de 500 mil novas vagas do ensino em tempo integral, a reforma trabalhista e a reforma do ensino médio.

“Dificilmente alguém que venha a ser eleito, por mais que se faça propaganda eleitoral dizendo ‘nós vamos terminar com tudo isso que foi feito no governo’, não vai conseguir, porque a consciência popular hoje já tomou ciência de que é indispensável continuar com as reformas”, disse.

De acordo com o presidente, a reforma da Previdência saiu da pauta legislativa em razão das eleições, mas não saiu da pauta política. “Não haverá presidente que venha a ser eleito que não tenha que fazer necessariamente a reforma da Previdência”, disse. “Os deputados, senadores estarão recém-eleitos, portanto adequados, com disposição, para fazer a reforma previdenciária”.

Michel Temer foi premiado na solenidade com uma colher de pedreiro dourada, uma homenagem da entidade organizadora ao operário número um da construção.

Presidente da Câmara de Monteiro parabeniza prefeita por entrega de academia da saúde

Boqueirão deve voltar a ter água da transposição em 20 dias, diz DNOCS

Banner Ecos TV Banner Ecos TV

O açude Epitácio Pessoa, o Boqueirão, localizado na cidade de Boqueirão, no Cariri paraibano, a 146 quilômetros de João Pessoa, deve voltar a receber as águas da Transposição do Rio São Francisco até o início do mês de outubro. A previsão foi repassada, nesta quarta-feira (19), pelo diretor Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), Alberto Gomes.

O abastecimento foi interrompido desde o mês de maio deste ano devido às obras nos açudes de Poções e Camalaú.

Água chega a Boqueirão
Alberto Gomes explicou que as obras necessárias para que o açude pudesse receber as águas do Velho Chico já foram finalizadas, restando agora a conclusão de obras auxiliares. Ele disse que as bombas responsáveis pelo abastecimento foram acionadas na segunda-feira (17), e a previsão de chegada é que essa água chegue em Monteiro, ainda nesta quarta-feira, e em uma semana abasteça o açude de Poções. “Após chegar em Poções, a água segue para o Rio Paraíba para, enfim, chegar ao açude de Boqueirão”, afirmou.

Segundo Alberto Gomes, a previsão é que o açude de Boqueirão volte a receber as águas da transposição em um período que varia entre 15 a 20 dias. “Tão logo a água chegue a Boqueirão, o açude já começa a voltar a ganhar volume”, disse.

Eixo norte
O eixo norte está com 96% das obras finalizadas. Segundo o Governo Federal, a etapa 1N possui frentes de serviço com turnos 24 horas para garantir o cronograma de entrega até o fim do ano. Os trechos 2N e 3N registram mais de 98% de avanço físico. O eixo leva água a mais de 12 mil moradores em comunidades rurais nos municípios de Cabrobó e Terra Nova (PE), desde novembro de 2017.

Quando todo o empreendimento estiver concluído, a água do São Francisco deverá garantir a segurança hídrica de 12 milhões de pessoas em 390 municípios de Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte.

As charges do dia...

Banner Ecos TV

Rumo à Câmara Federal, Edna Henrique conquista apoios do prefeito e vereadores de Brejo dos Santos

Novo incêndio e de grandes proporções é registrado entre Serra Branca e Coxixola

PREPARE O BOLSO: Preço do botijão de gás de cozinha deve chegar a R$ 75

ALPB já gastou R$ 1,2 milhão com locação de veículos, combustível e até com multas

Banner Ecos TV Banner Ecos TV

O contribuinte paraibano está pagando não apenas pelo aluguel dos veículos oficiais que servem à Assembleia Legislativa da Paraíba, mas até as infrações de trânsito estão incluídas nos gastos. A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) gastou somente até o mês de julho deste ano, segundo dados do Sistema Sagres do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE), R$ 1.248 milhão com locação de veículos e serviços de abastecimento da frota. Os dados nos empenhos não informam a quantidade de veículos que estão sendo locados com os valores pagos pela ALPB.

No ano passado, esses gastos com locações, combustíveis e multas de trânsito superaram os R$ 2,7 milhões de reais.

A empresa que mais faturou com veículos locados este ano foi a M3 Rent A Car Locadora De Veículos Ltda, que recebeu R$ 624.397,63 neste primeiro semestre. Em seguida, o maior gasto nesse campo de transporte foi com a Maxifrota Servicos De Manut Frota Ltda, que levou R$ 333.655,08 para serviços de abastecimento.

Na sequência vem a Localiza Rent A Car Sa, com R$ 170.334,67, e a Talentos Locadora De Veiculos Ltda Me, R$ 119.919,34. A Nutricash Servicos Ltda, empresa que faz o serviço de abastecimento, este ano recebeu apenas R$ 58.435,10.

Já no ano passado, a mesma empresa, Nutricash Servicos Ltda, recebeu da Assembleia R$ 738.526,11 para pagamento de despesa referente a serviço de abastecimento de combustível. Em 2017, a Assembleia pagou à Localiza Rent A Car Sa um total de R$ 458.406,52 e à M3 Rent A Car Locadora De Veiculos Ltda, R$ 1.474.060,93. A Talentos Locadora De Veiculos Ltda Me recebeu o menor valor, R$ 83.820,00.

Os pagamentos às empresas de locação de veículos incluem até valores de multas por causa de infrações de trânsito sofridas “por veículo utilizado por esta assembleia”.

Confira:

2018

Localiza Rent A Car Sa – R$ 170.334,67

M3 Rent A Car Locadora De Veiculos Ltda – R$ 624.397,63

Maxifrota Servicos De Manut Frota Ltda – R$ 333.655,08

Talentos Locadora De Veiculos Ltda Me – R$ 119.919,34

Nutricash Servicos Ltda – R$ 58.435,10

2017

Localiza Rent A Car Sa – R$ 458.406,52

M3 Rent A Car Locadora De Veiculos Ltda – R$ 1.474.060,93

Talentos Locadora De Veiculos Ltda Me – R$ 83.820,00

Nutricash Servicos Ltda – R$ 738.526,11

Banner Prata

Festival do Mel chega à 10ª edição com novidades como a ‘Tardezinha do Mel’

O Festival do Mel em São José dos Cordeiros comemora este ano 10 edições e se consolidou como um dos maiores eventos temáticos da Paraíba. Para este ano, a organização programou algumas novidades tanto na programação técnica como na de shows.

Na parte turística, a principal novidade será a ‘Tardezinha do Mel’, que aumentou em um dia a realização do Festival do Mel e trará shows no final da tarde, a partir 16hrs. A primeira edição da novidade contará com shows de Bob Léo Mercadoria, Suélio do Acordeon e Moisés do Acordeon.

Na programação técnica, a principal novidade ficou por conta da implantação de minicursos voltados à produção e gestão na apicultura. Até então, o festival contava com pequenas oficinas, mas a partir deste ano serão realizados minicursos com certificado com temas como: “Processo de Gestão e Produção na Apicultura”, “Manejo Ecológico de Abelha Jandaíra” e “Produção e Processamento de Cera”.

Para o secretário de finanças, Felício Queiroz, a ampliação dos dias do festival aumentará o fluxo turístico na cidade e com isso promoverá mais geração de renda. “Estamos modernizando o evento com uma tendência nacional, que é a promoção de shows em fins de tarde, e com isso pretendemos colaborar com os comerciantes locais e cordeirenses que aproveitam o Festival do Mel para ganhar uma renda extra”, explicou o auxiliar.

Pesquisa aponta Cássio como 1ª opção de voto para o Senado

Banner Ecos TV Banner Ecos TV

A segunda pesquisa de intenção de voto estimulada, realizada pela Método Pesquisa e Consultoria e contratada pelo Jornal CORREIO da Paraíba, para o Senado Federal, aponta Cássio Cunha Lima (PSDB) como a primeira opção de voto do eleitor paraibano. O tucano aparece com 28,2% na pesquisa.

Quando perguntado ao eleitor qual a primeira opção de voto para o senador, quem aparece em segundo lugar na intenção de voto é Veneziano Vital do Rêgo (PSB), com 13,9%. Em seguida vem Luiz Couto (PT) com 9,2%. Daniella Ribeiro (Progressistas) e Roberto Paulino estão empatados tecnicamente. Ela tem 5,7% da intenção de voto e ele, 5,1%. Professor Nelson Junior (Psol) tem 0,7% e Nivaldo Mangueira, do mesmo partido, 0,3%.

Afirmaram votar branco ou nulo 20% dos eleitores perguntados. Não souberam ou não quiseram responder 17%.

Segunda opção para o Senado
A Método Pesquisa e Consultoria também perguntou ao eleitor quem é a sua segunda opção de voto para o Senado. A maior parte do eleitorado respondeu que é Veneziano, que obteve 10,9% da intenção de voto. O socialista aparece seguido por Daniella com 9,4%; Luiz Couto com 6,4%; Cássio com 6%; Roberto Paulino com 4,3%; Professor Nelson Junior apresentou 1% e Nivaldo Mangueira, 0,7%.

Com relação a segunda opção de voto para senador, 30,3% do eleitorado respondeu que iria votar branco ou nulo. Outros 30,9% não souberam ou não quiseram responder.

Pesquisa espontânea
Na pesquisa estimulada, a primeira opção de voto para senador também é Cássio (10,8%). Em segundo lugar vem Luiz Couto (5,9%). Em seguida aparecem Veneziano (4,8%), Daniella (2,3%), Roberto Paulino (2,2%) e Professor Nelson Junior (0,2%). Nivaldo Mangueira não foi citado. Os votos branco e nulo são 13,4% da intenção do eleitorado. Não souberam ou não quiseram responder, 59,9%.

Sobre a pesquisa
A pesquisa foi registrada dia 12 deste mês no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-01555/2018 e no Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba, número PB-02642/2018. A pesquisa quantitativa foi realizada entre os dias 12 e 15 deste mês, em 60 municípios da Paraíba, sendo aplicados 1.100 questionários no Estado. A margem de erro é de 3%, com intervalo de confiança de 95%.

Pauta do TCE-PB tem contas do Turismo, 13 Prefeituras e sete Câmaras

Moradores da Zona Rural de Sumé aprovam gestão do prefeito Éden Duarte

Banner Ecos TV Banner Ecos TV

Por meio de enquete realizada pelo programa “Governando com Você’, na rádio 95fm, moradores da zona rural do município opinaram sobre a administração do Prefeito Eden Duarte. Os depoimentos foram coletados, numa segunda-feira (10/9), dia em que acontece a feira livre da cidade, e que há, portanto, maior fluxo desse público, principalmente, no mercado municipal e imediações. A maioria dos entrevistados ouvidos pela reportagem do programa em questão avaliou a gestão municipal, de forma positiva.

Voz do povo

Ideozuíta, moradora do sítio Jurema, por exemplo, disse que “a administração do prefeito Eden está boa, principalmente na saúde — área em que ela atua (sic). “Posso falar da saúde, na Jurema tem uma médica muito boa, o pessoal lá gosta muito dela, só falta agora um dentista”.

Sobre a possibilidade de levar um dentista para essa comunidade rural, como sinalizou a moradora em questão, o coordenador odontológico de Sumé, Fábio Paulino disse que esse pleito já está sendo analisado junto a equipe de saúde do município.

O presidente da associação agroecológica de Sumé, e morador do Sítio Pitombeira, Zé Maria, destacou o compromisso da gestão municipal na zona rural. “Eu como presidente de associação, vejo que o prefeito Eden tem um olhar voltado para o homem do campo. Ele tem dado muita atenção a zona rural. Agora, mesmo, continuou, Zé, temos o projeto do Procase – programa do governo do estado em parceria com a prefeitura municipal, por meio do qual já foi implantado um catavento, um poço e um kit para plantar 6 mil raquetes de palmas. Isso vai beneficiar os moradores daquela localidade”, afirmou.

Para Vilma, também do sítio Pitombeira, o governo Eden está indo muito bem. “Estou achando bem satisfatório. Não tenho do que reclamar. Essa cobertura aqui da feira agroecológica, local onde vendemos nossos produtos orgânicos, ficou bem melhor, a gente tem mais proteção. Foi uma promessa de campanha que o prefeito cumpriu”. Vilma ainda destacou outras ações que serão realizadas na Pitombeira. “O projeto água doce (água de qualidade para o consumo humano com cuidados técnicos, uma parceria entre os governos federal, estadual e municipal) está indo pra lá, para Pitombeira e vai beneficiar muita gente”, disse.

A popular dona Alice avaliou de forma positiva a administração municipal e destacou a ida do prefeito Eden a associação comunitária no Sítio Várzea, onde ela mora. ”Às vezes, ele vai lá na associação. Se não vai muito, deve ser por falta de tempo, né?, mas sempre que pode ele vai”.

Para o prefeito de Sumé Eden Duarte, o reflexo dessa sua boa aceitação junto a comunidade rural do município, em grande medida, se deve também ao fato dele incentivar esse diálogo constante entre os vários setores da sociedade civil organizada.

“Sempre faço questão de participar das reuniões das associações comunitárias para discutir os problemas locais de forma coletiva. Como o município é muito grande, disse, e eu não tenho condições de ir de casa em casa, então eu prestigio a associação, com esse sentimento comunitário. É uma maneira também de fortalecer esse vínculo entre o governo e a população local. Eu gosto de ir discutir nesses espaços públicos por que, lá, todo mundo da sua opinião, coloca o seu ponto de vista e a gente elege prioridades até conseguir uma melhor solução em conjunto”, argumentou o gestor sumeense.

Sônia, moradora do Sítio Riacho da Roça também aprova a gestão do prefeito Eden Duarte. “Está muito boa, não tenho do que reclamar. Quando a gente precisa, ele sempre nos atende. Essa semana mesmo, tivemos problemas no catavento, acionamos a prefeitura, e logo o caso foi resolvido”, informou.

Lúcia, do Sítio Porteira, foi a única da enquete que não aprova a administração municipal. “Lá mesmo no sítio, a prefeitura não tem feito muita coisa . Perguntada qual nota a gestão municipal mereceria, ela não soube precisar. “Meu filho, eu nem sei lhe dizer, viu”, finalizou.

Sobre essa questão, o engenheiro agrônomo de Sumé, Romero Soares informou que a comunidade do Sítio Porteiras e região são beneficiadas com as demandas da pasta de desenvolvimento e meio ambiente, a exemplo do projeto água doce que está em andamento no município, conserto de poços, iluminação pública, confecções de cacimba, corte de terras, estradas entre outras. “Toda comunidade rural de Sumé é beneficiada com essas ações, não fazemos distinção com A ou B”, alegou Romero.

Maria José do Sítio conceição avaliou a administração do prefeito Eden de forma positiva e se disse surpresa com o desempenho dele à frente da gestão municipal. “Falar a verdade, eu não acreditava que alguém pudesse fazer por Sumé o que Dr Neto fez, e Eden está mostrando que é capaz. Eu estou aprovando. Lá, na Conceição, mesmo, tem uma médica que é muito boa, e a educação também, eu gosto muito. Eu mesma voltei a estudar no programa de jovens e adultos à noite, é uma escola muito boa. Estou gostando muito. Como não tive a oportunidade de estudar quando era mais nova, então, agora, chegou a vez”, disse a popular.

O prefeito Eden Duarte, ao ouvir esses depoimentos, durante o programa semanal da prefeitura de Sumé, falou que esses testemunhos da população rural sumeense só aumentava a sua responsabilidade. “Quando você escuta esses depoimentos, aumenta nossa responsabilidade e do nosso grupo para que possamos construir, trabalhar juntos, mais fortemente em prol do desenvolvimento de nosso município, dando respostas rápidas a nossa população. Dessa forma, continuou Eden, olhamos no rosto das pessoas de cabeça erguida por que queremos ouvir as demandas sociais. E o que me for apresentado, levamos para a equipe de governo e procuramos solucionar e conversar com o cidadão. É a nossa obrigação”, informou.

O prefeito Eden falou ainda que o governo está em constante movimento na busca por melhorias coletivas. “Não podemos estagnar, temos que avançar sempre e buscar mais, pensar lá na frente por que as pessoas estão tendo a percepção de que o governo está atendendo as demandas, isso é um combustível para fazermos muito mais pelos nossos munícipes, finalizou.

Nova ESA realiza 100 cursos em pouco mais de sete meses

Banner Ecos TV Banner Ecos TV

O diretor geral da Nova Escola Superior da Advocacia (ESA-PB) da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Paraíba (OAB-PB), Otto Cruz, divulgou, nessa segunda-feira (17), um relatório das ações da ESA-PB nos últimos setes meses.

No balanço, Otto Cruz ressalta que a Escola realizou mais de 100 cursos de atualização e capacitação em todas as regiões do Estado, o que corresponde a uma média de um curso a cada três dias oferecido aos advogados e advogadas paraibanos em diversas áreas de atuação do Direito.

Entre os eventos realizados, destacam-se pós-graduações, cursos de iniciação a advocacia, inúmeros cursos presencias e telepresencias e workshops. O diretor assegura também que não diminuirá o ritmo de ações da ESA-PB e que se mantém atento à qualidade dos cursos.

A lista de cursos realizados pela Nova ESA pode ser verificada no site da OAB-PB

Seleção de professores

Otto Cruz destaca também que a Nova ESA irá lançar, nos próximos dias, um edital convocando advogados a participarem de seleção para professores da Escola e, assim, iniciarem na carreira docente.

“Com isso, a Nova ESA está oportunizando aos advogados que desejam enveredar na vida acadêmica a possibilidade de ministrarem cursos, mediante apresentação de projeto e análise de critérios objetivos por parte da diretoria. Isso é uma forma de fomentar a profissão, ajudar advogados que queiram iniciar na docência, criando uma relação de impessoalidade com a instituição”, afirmou Otto Cruz.

[+]   POSTAGENS