prefeitura
::Ato público contra projeto de lei que trata de abuso de autoridades acontece terça ::Em Barretos, Bolsonaro assina decreto que flexibiliza lei de rodeios ::Monteiro promove seu primeiro Encontro LGBTS na próxima terça-feira ::Problema em barragem suspende novamente bombeamento do Eixo Leste da Transposição ::Mais um prefeito adere ao projeto do governador João Azevedo ::Em postagem, Patrícia Rocha confirma pedido de demissão: ‘decisão pensada e amadurecida’ ::Ciro diz que educação é “espancada” e chama Bolsonaro de “idiota” ::Secretaria de Estado da Saúde emite alerta contra sarampo ::OPERAÇÃO BOTIJA: Homem é preso acusado de tráfico de drogas em Juazeirinho ::Detran-PB reinicia vistorias do transporte escolar Malves Supermercados

Ato público contra projeto de lei que trata de abuso de autoridades acontece terça

Em Barretos, Bolsonaro assina decreto que flexibiliza lei de rodeios

Banner Prata Banner Prata

Presente na 64ª Festa do Peão de Boiadeiro, em Barretos (SP), na noite de sábado (17), o presidente Jair Bolsonaro assinou um decreto que flexibiliza as leis que regem a realização de rodeios em todo o Brasil.

“Respeito todas as instituições, mas lealdade eu devo a vocês”, declarou o presidente, segundo informações de O Globo. “Neste momento em que muitos criticam a festa de peões e a vaquejada, quero dizer com muito orgulho que estou com vocês. Não existe politicamente correto. Existe o que precisa ser feito.”

O decreto assinado por Bolsonaro define que cabe ao Ministério da Agricultura avaliar os padrões de bem-estar dos animais utilizados em rodeios, além de liberar a realização de alguns tipos de provas que antes eram proibidas.

No mesmo evento, Bolsonaro desfilou montado em um cavalo fornecido pela organização do evento na arena principal do rodeio. Em seguida, se dirigiu à plateia para criticar novamente a legislação ambiental brasileira.

“O meio ambiente pode e vai casar com o desenvolvimento. Enquanto eu for presidente, o desenvolvimento estará acima de tudo”, declarou o presidente, dizendo ainda que não pretende “demarcar terras indígenas, quilombolas” e ser “xiita na questão ambiental”.

Acompanhando o presidente no evento estava o deputado federal Capitão Augusto (PSL-SP) e o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM). Eles prometeram relançar a bancada parlamentar de rodeios e vaquejadas na Câmara.

Este é o quarto ano consecutivo que Bolsonaro visita a Festa do Peão de Barretos.

Monteiro promove seu primeiro Encontro LGBTS na próxima terça-feira

Banner asfalto

Problema em barragem suspende novamente bombeamento do Eixo Leste da Transposição

Banner Prata Banner Prata

O bombeamento da transposição do São Francisco no eixo leste da obra foi suspenso nesta sexta-feira (19), antes dos 60 dias da fase de teste, iniciada em 4 de julho. O trecho é responsável por trazer água do rio para a Paraíba.

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) informou que precisou suspender o sistema após equipamentos de monitoramento emitirem alerta durante a fase final de enchimento da barragem Cacimba Nova, em Custódia (PE). O MDR não deu detalhes do que seria o problema, mas disse que não há risco de rompimento.

“No momento, o consórcio supervisor da obra realiza estudo e perícia para identificar os ajustes técnicos necessários à estrutura, bem como indicar ações preventivas e de reparo que deverão ser realizadas”, disse o MDR.

Segundo o MDR, o segundo maior reservatório do estado da Paraíba, o Epitácio Pessoa, em Boqueirão, segue com disponibilidade hídrica de 22,35% da capacidade. Mesmo perdendo volume desde fevereiro, quando o bombeamento foi suspenso, a Pasta diz que não há risco de colapso no abastecimento.

“O reservatório de Moxotó também possui capacidade de atender a demanda dos municípios pernambucanos beneficiados por, no mínimo, três meses. Já o Açude Cordeiro, do qual deriva a adutora do Congo, tem condições de abastecer a região por pelo menos quatro meses”, informou,

O eixo leste possui 217 quilômetros, é composto por seis estações de bombeamento; cinco aquedutos; 12 reservatórios e um túnel.

Mais um prefeito adere ao projeto do governador João Azevedo

Em postagem, Patrícia Rocha confirma pedido de demissão: 'decisão pensada e amadurecida'

Banner Prata Banner Prata

A jornalista Patrícia Rocha confirmou neste sábado (17) em suas redes sociais o pedido de demissão da Rede Paraíba de Comunicação. Ela detalhou ainda que o pedido foi “uma decisão totalmente minha, de muito tempo, pensada e amadurecida. Faço agora com a tranquilidade no coração de que é o momento certo. É um salto no escuro, na certeza que Deus vai clarear da maneira dEle, que eu nunca conseguiria enxergar sozinha”.

Patrícia, que não fazia postagens em suas redes sociais desde o dia 16 de junho, decidiu reativar sua conta no Instagram em respeito aos telespectadores que a procuraram.

Apesar de ter confirmado sua decisão, Patrícia não revelou o que fará quando sair oficialmente da Rede Paraíba de Comunicação, no mês de setembro.

Ela aproveitou ainda a oportunidade para agradecer o apoio e o carinho dos colegas de trabalho, das pessoas que já foram entrevistadas por ela, dos telespectadores e dos fãs.

A mineira Patrícia Rocha estava há dez anos no sistema de comunicação paraibano e atualmente era a responsável pela apresentação do Bom Dia Paraíba. Ela também atuava na rádio CBN. A TV Cabo Branco anunciou que a jornalista Denise Delmiro passará a apresentar o Bom Dia Paraíba a partir de setembro.

Confira a publicação:

Sim, é verdade!

Em respeito a todos que estão me perguntando e todos que sempre foram muito carinhosos comigo, tô aqui pra dizer que, sim, eu pedi demissão da Rede Paraíba de Comunicação.

Uma decisão totalmente minha, de muito tempo, pensada e amadurecida. Faço agora com a tranquilidade no coração de que é o momento certo. É um salto no escuro, na certeza que Deus vai clarear da maneira dEle, que eu nunca conseguiria enxergar sozinha.

Obrigada a quem me acompanhou nesses 10 anos no ar no Bom Dia Paraíba e nesses quase 2, na CBN.

Obrigada a quem me confiou a oportunidade de uma entrevista ao vivo, no estúdio ou gravada. As histórias que contei ao longo desse tempo me fizeram melhor e mais forte. As pessoas que conheci me ensinaram tanto, como muitas nem nunca imaginaram.

Obrigada a todos os presentes, cartinhas e mensagens deixados na portaria da TV. A quem cuidou de mim quando eu estava grávida e patrocinou metade do meu enxoval com o tanto de lembrancinha incrível. Muitas, inclusive, anônimas, só pelo carinho e cuidado.

Obrigada aos meus colegas de trabalho, que dividiram comigo uma rotina intensa e incansável de busca pela notícia apurada e responsável com todos os envolvidos. Aprendi todos os dias. Deixei meu melhor todos os dias. Tudo valeu a pena! Sou muito orgulhosa dessa história.

Obrigada a quem virou amigo de verdade, pra vida! O caminho foi mais leve e colorido com esses corações que se alinharam com o meu. Gente de dentro da TV, que eu reconheci. Gente que eu entrevistei e nunca mais larguei. Gente que, um dia, me mandou um tweet e, no outro, tava bebendo cerveja comigo na minha cozinha. Gente que deixou um recado despretensioso no whatsapp institucional e hoje é minha família. Obrigada. Por tudo que esses anos me deram, obrigada!

À Rede Paraíba, todo o meu respeito. Foi a melhor casa que eu poderia ter.

Espero poder falar mais sobre todas essas histórias em outro momento. Evito citar @s ainda, porque meu coração tá explodindo nesse turbilhão e eu temo não saber me expressar como eu gostaria e como cada um merece.

Vamos! A vida não faz sentido, se não for pela partilha, pelos corações que a gente deixa e consegue levar de cada um.

Gratidão!

Ciro diz que educação é "espancada" e chama Bolsonaro de "idiota"

Terceiro colocado nas eleições presidenciais de 2018, o ex-governador Ciro Gomes (PDT) criticou nessa sexta-feira (16) o corte de verbas da educação promovido pelo governo de Jair Bolsonaro (PSL) e classificou o presidente como “idiota”.

De acordo com reportagem do portal UOL, o pedetista participou da Semana Acadêmica de Economia da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, em Campo Grande, evento que contou com uma série de palestras sobre reformas econômicas e sociais e a retomada do crescimento.

Segundo a reportagem, Ciro criticou a conduta do atual governo em relação ao ensino superior e ponderou sobre a necessidade de ideia, exemplo e militância como possíveis soluções para combater retrocessos.

“A ideia é aperfeiçoada pelo pensamento acadêmico e nós, no Brasil, estamos espancando a academia, a inteligência brasileira está expulsa do debate nacional e temos inteligência qualificada para qualquer desafio”, declarou.

Depois da UFMS, conforme o pedetista, as agendas serão no Rio Grande do Sul e em Minas Gerais.

O ex-presidenciável reclamou ainda das ações do governo Bolsonaro em relação à área cultural. O pedetista defendeu um resgate do setor ao argumentar que o “ambiente da cultura e da arte é o ambiente da sofisticação crítica”.

Eleições 2022
No evento, Ciro não descartou concorrer novamente nas eleições de 2022.

“Só que eu acho que o Brasil não precisa de proposta estreita de esquerda. O Brasil não cabe na esquerda. Temos que ter humildade para entender. O Brasil não é de elite. É popular, rural, dos movimentos católicos, do trabalhador que enriqueceu no agronegócio e que vê comunismo em todo o canto”, argumentou, defendendo ainda que é necessário um projeto nacional que una os interesses da produção aos do trabalhador.

Ele ainda criticou Bolsonaro ao sugerir que o ex-capitão criaria crises em função de adotar um vocabulário com palavras ‘vulgares e chulas’. “Bolsonaro agride os chineses e se alinha aos americanos. Ele trabalha contra o país, não sei se lucidamente. Assinou às pressas sem ler e ele não entende patavina de nada, porque ele é um idiota. Desculpa falar isso de um presidente da República, mas precisamos tirar as máscaras. O Centro Oeste carrega o país nas costas há décadas”.

Banner Câmara

Secretaria de Estado da Saúde emite alerta contra sarampo

A Secretaria de Estado da Saúde emitiu um alerta aos serviços de saúde para casos suspeitos de sarampo, embora a Paraíba apresente somente um caso em investigação. O cuidado se deve ao fato de que no Brasil, até o dia 3 de agosto – Semana Epidemiológica 31, foram confirmados 1.388 casos de sarampo, sendo 1.322 (95,2%) nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia e Paraná, que estão com surtos de sarampo, e 66 (4,8%) nas demais Unidades da Federação, as quais não se encontram com surtos da doença.

Diante dos casos em todo o território nacional, a gerente de Vigilância em Saúde, Talita Tavares, alerta que deve ser notificado como caso suspeito “todo paciente que apresentar febre e exantema maculopapular morbiliforme (manchas avermelhadas), acompanhados de um ou mais dos seguintes sinais e sintomas: tosse e/ou coriza e/ou conjuntivite, independentemente da idade e situação vacinal; ou todo indivíduo suspeito com história de viagem para locais com circulação do vírus do sarampo, nos últimos 30 dias, ou de contato, no mesmo período, com alguém que viajou para local com circulação viral”.

O secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros, explica que “a notificação de caso suspeito de sarampo é obrigatória e deve ser feita às autoridades sanitárias e de vigilância em até 24 horas. Apresentando essa sintomatologia, é importante ir ao posto de saúde mais próximo para receber a devida assistência”.

Os Estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Pará, Sergipe, Minas Gerais, Santa Catarina, Pernambuco, Amazonas e Roraima apresentam casos confirmados de sarampo. A Paraíba apresenta um caso em investigação, de acordo com o boletim epidemiológico publicado pelo Ministério da Saúde nesta sexta-feira (16), aguardando confirmação laboratorial.

Imunização- A vacina é a única forma de prevenção do sarampo. A tríplice viral protege contra sarampo, rubéola e caxumba e está disponível nas salas de vacina dos municípios.

A Secretaria Estadual de Saúde ressalta a importância de finalizar o esquema vacinal para evitar casos da doença. A Paraíba apresenta 83,94% cobertura da primeira dose da tríplice viral. A meta é de 95%. O secretário Geraldo Medeiros orienta os gestores municipais de saúde que “fortaleçam as estratégias, divulguem e implementem as medidas necessárias para, na ocorrência de casos suspeitos, desencadearmos as medidas em tempo oportuno”. O secretário convida a população para se “unir à Secretaria de Saúde com o objetivo de se vacinar e evitar mortes”.

A imunização com a tríplice deve seguir o seguinte esquema:

– Indivíduos de 12 meses a 29 anos de idade: 2 doses de tríplice viral com intervalo mínimo de 30 dias entre elas;

– Indivíduos de 30 a 49 anos de idade não vacinados: 1 dose de tríplice viral;

– Profissionais de saúde não vacinados: 2 doses com a vacina tríplice viral independente da idade, com intervalo mínimo de 30 dias entre elas.

No momento, ainda é indicada a vacinação de crianças de 6 meses a menores de 1 ano que vão se deslocar para municípios que apresentam surto ativo de sarampo. A imunização deve ser feita pelo menos 15 dias antes da viagem.

A Secretaria Estadual de Saúde, por meio da Gerência Executiva de Vigilância em Saúde, segue o protocolo de investigação de todos os casos que forem notificados para o agravo e disponibiliza uma equipe de plantão para receber as informações devidas e auxiliar os serviços de saúde em qualquer necessidade mediante caso suspeito.

OPERAÇÃO BOTIJA: Homem é preso acusado de tráfico de drogas em Juazeirinho

Detran-PB reinicia vistorias do transporte escolar

Banner Prata Banner Prata

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PB) e o Ministério Público da Paraíba (MPPB) retomam, neste sábado (17) e domingo (18), o calendário de vistorias do transporte escolar no estado, programado previamente para este semestre. De acordo com o cronograma, as fiscalizações que visam coibir irregularidades do setor terão início nas Ciretrans de Cajazeiras, Uiraúna, Patos, Conceição, Itaporanga e Pombal.

A partir dessa data, novos itens serão fiscalizados, em cumprimento à resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). São eles: utilização obrigatória de espelhos retrovisores, equipamentos do tipo câmera-monitor ou outro dispositivo equivalente a ser instalado nos veículos destinados ao transporte coletivo de escolares. A finalidade é garantir aos condutores desses veículos a completa visão da área adjacente durante o embarque e desembarque de passageiros.

Duas equipes de vistoriadores do Detran-PB, com quatro servidores cada uma, participarão da fiscalização. Segundo o coordenador de Vistorias do Transporte Escolar do Detran-PB, Renato Prado, as equipes compostas pela autarquia de trânsito, do MPPB e demais órgãos envolvidos, atuarão nos finais de semana dos meses de agosto a dezembro deste ano.

Entre os itens avaliados e que mais reprovam estão pneus, extintores e cinto de segurança. Já no tocante aos motoristas, a maioria trafega sem comprovação do curso específico de condutor de transporte escolar e sem constar a informação obrigatória de atividade remunerada na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

A fiscalização é feita pelo Detran, com o apoio do MPPB; Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran); Polícia Rodoviária Federal (PRF); Instituto de Metrologia e Qualidade (Imeq); Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), e Departamento de Estradas de Rodagens (DER).

Prefeito Sandro Môco cumpre agenda em João Pessoa

Banner Zabele

Pesquisa revela que prefeita de Ouro Velho tem quase 88% de aprovação popular

INTERVENÇÃO: nacional anuncia comissão provisória no PSB da Paraíba

MPF abre inquérito para apurar quedas de energia elétrica em Monteiro

O Ministério Público Federal (MPF) na Paraíba abriu um inquérito para apurar casos constantes de queda no fornecimento de energia elétrica para a população da cidade de Monteiro, no Cariri paraibano. O documento foi expedido nesta quinta-feira (15) e publicado no Diário Oficial eletrônico do MPF nesta sexta-feira.

Segundo o inquérito, os casos de que da energia constantes começaram a ser registrados no último trimestre do ano de 2018 e tem se estendido pelo ano de 2019. A instauração foi determinada pela promotora de justiça federal, Janaína Andrade de Sousa.

A Energisa, empresa que tem a concessão para o fornecimento de energia elétrica na Paraíba informou que ainda não foi notificada oficialmente pelo MPF, mas que se coloca a disposição para qualquer esclarecimento ao MPF e também à população.

A empresa reconheceu que estão ocorrendo problemas no abastecimento em Monteiro, mas destacou que a região é atendida em forma de concessão por uma empresa de Pernambuco. No procedimento de instauração do inquérito, o MPF determinou que a investigação seja concluída em até um ano.

G1PB

Escritório de Ricardo é arrombado e bandidos levam computador pessoal do ex-governador

Banner Prata

NO CARIRI: Operação Larapius prende suspeitos de furto em depósito judicial

A Polícia Civil da Paraíba, através da Delegacia de São João do Cariri, com o apoio da Polícia Militar deflagrou na madrugada desta sexta-feira (16) a ‘Operação Larapius’, culminando com a prisão de três homens suspeitos de terem invadido o depósito judicial da cidade e furtado peças de automóveis recolhidos no local.

Segundo o delegado Cristiano Santana, foram presos Marcos Antônio da Cruz Gouveia, conhecido como Marquinhos, de 19 anos, e Kenedy dos Santos Queiroz, de 21 anos, além de ser apreendido um adolescente de 16 anos.

A investigação iniciou-se com a descoberta de que peças automotivas e uma arma de fogo tinham sido subtraídas do depósito judicial do Fórum de São João do Cariri.

“Esses objetos estavam sendo retirados com a participação de um ex-presidiário que cumpria pena alternativa no Fórum local. Este foi identificado e trata-se justamente de Kenedy dos Santos Queiroz, o qual facilitava o acesso ao local, e ainda repassava informações privilegiadas, permitindo que os outros dois efetivassem os furtos”, explicou o delegado.

Eles foram autuados e o material recuperado, tanto as peças automotivas, que já estavam instaladas em uma motocicleta, quando a arma de fogo.

Água da Transposição volta a ser bombeada, mas sem previsão de chegada na PB

Relator da reforma tributária, Aguinaldo Ribeiro veta 'nova CPMF'

Banner Prata Banner Prata

O deputado federal paraibano Aguinaldo Ribeiro (PP) tem sido assertivo sempre que perguntado sobre o futuro da nova CPMF prevista pelo governo. “Ela não passa”, diz. O parlamentar é o relator da proposta de reforma tributária que tramita na Câmara dos Deputados. A proposta de nova Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira é estudada pelo governo federal, mas sem modelo consolidado. O deputado também fala em envolver ICMS e ISS na construção de um imposto único.

Em entrevista à Folha de São Paulo, Aguinaldo disse que o Congresso deve buscar a simplificação dos tributos. “Me parece fazer todo sentido haver essa unificação [de impostos federais, ICMS e ISS]. Mas é tempo de ouvir e espero que, de todas as sugestões, nós possamos ter um texto construído e com apoio das lideranças partidárias, o que fizemos na reforma da Previdência”, ressaltou.

A movimentação preocupa os governos estaduais e prefeitos, por causa da retirada da autonomia existente hoje para legislar sobre a questão. O secretário de Planejamento e Gestão da Paraíba, Gilmar Martins, explicou que todos ficarão de olho nessa questão. O auxiliar do governador João Azevêdo (PSB) lembrou o caso do “Simples Nacional”, foi implantado, mas a cota devida aos estados demorou muito a encontrar o caminho das unidades da federação.

Atualmente, os repasses a título de ICMS correspondem, na Paraíba, a exatamente o mesmo volume de recursos repassados pelo governo federal.

Em resposta a ofício de Anna Lorena, Ministério afirma que transposição está em pré-operação

Banner Prata Banner Prata

O Secretário Nacional de Segurança Hídrica do Ministério do Desenvolvimento Nacional, Marcelo Pereira Borges, respondeu um ofício encaminhado pela prefeita de Monteiro, Anna Lorena, e explicou o motivo da suspensão do bombeamento de água do Eixo Leste da Transposição do Rio São Francisco para Paraíba.

O secretário afirmou que o bombeamento do Eixo Leste da Transposição encontra-se em pré-operação, e pode surgir a necessidade de serviços de manutenção e reparos nos canais e estruturas, porém, ressaltou que o bombeamento foi retomado no último dia 4 de julho, com previsão de 60 dias de testes.

Ainda em resposta a prefeita Anna Lorena, o secretário disse que existe um Consórcio Operador responsável pela pré-operação, manutenção, gestão ambiental, conservação e vigilância patrimonial das instalações de construção civil, dos equipamentos e dos sistemas elétricos, mecânicos e hidromecânicos do Projeto, e que entre as atribuições do Consórcio estão a realização de serviços de manutenção do canal, entre eles a retirada da vegetação em torno do canal e a realização de reparos nas placas de concreto.

A prefeita licenciada Anna Lorena, disse que espera o retorno imediato das águas da Transposição para Monteiro, tendo em vista a necessidade de água em vários municípios da região, além de Monteiro.

“Na nota que nos foi enviada, o Secretário Nacional disse que as interrupções temporárias no bombeamento não afetam a segurança hídrica da população da região de Campina Grande, que é atendida pelo Açude de Boqueirão, porém, não é só Campina Grande que necessita dessa água, nosso município e vários outros da região também precisam, tendo em vista que os principais reservatórios da nossa região já estão entrando no volume morto, e as chuvas que caíram esse ano não foram o suficiente para encher nossos açudes, então, esperamos o retorno imediato das águas do Rio São Francisco para nosso Estado”, disse a prefeita licenciada.

ALPB e Câmaras discutem a transposição no Cariri

Banner Prata Banner Prata

A Comissão de Desenvolvimento, Turismo e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) realizou, nesta quinta-feira (15), audiência pública, em conjunto com as Câmaras de Vereadores de Taperoá e outras cidades da região do Cariri paraibano, para discutir a perenização do Rio Taperoá.

A sessão, que ocorreu na Câmara Municipal de Taperoá, reuniu diversas autoridades locais para discutir a criação de um projeto para transposição para levar água às cidades da região.O deputado Moacir Rodrigues, coautor da propositura, destacou que, além de amenizar a seca, a vinda de água para o Rio Taperoá vai gerar mais desenvolvimento econômico para população do Cariri.

Uma das possibilidades apresentada na audiência pública foi a expansão da Adutora do Pajeú, que já atende municípios dos estados do Pernambuco e Paraíba, para o Rio Taperoá. “Em primeiro lugar, nós precisamos que seja feito o projeto. Já foram feitos tantos projetos na Paraíba, como o canal Acauã-Araçagi para levar água para a zona da mata. Por que não deixar um pouco de água no Cariri? É um esforço de prefeituras, estados e Governo Federal. Todos unidos em prol da população”, afirmou.

Ainda de acordo com o deputado, o objetivo do projeto chamado de “Ramal do Cariri”, que prevê a perenização de rios e açudes, envolve mobilizar as cidades do Cariri paraibano para a construção de uma transposição de água que passe por diversas cidades da região, como Monteiro, Sumé, Serra Branca, Livramento e Taperoá.

Para o vereador de Taperoá, Aílton Paulo, que também foi coautor da propositura, a perenização do Rio Taperoá vai contribuir para o fortalecimento da agricultura e pecuária da região. “As pessoas do campo, que moram na zona rural, não têm mais como permanecerem lá. Além de existir o risco de estarem expostas [a doenças], tem o risco financeiro. Então, o que nós estamos querendo fazer é promover emprego e renda. E só vamos conseguir isso, numa região semiárida, se existir água”, explicou.

O prefeito de Taperoá, Jurandir Gouveia, destacou que a união dos representantes de Poderes municipais e estaduais é fundamental para a concretização do projeto.

“Hoje, estamos numa luta muito grande pela interligação com a Adutora do Pajeú, para que Taperoá também seja contemplada. Eu tenho certeza que através dos deputados, da força política, do presidente Birino, dos vereadores, a prefeitura, junto com o deputado Moacir e outros companheiros, vamos conseguir em breve a conclusão desse projeto de grande importância não só para Taperoá, mas para toda a região”, declarou.

De acordo com presidente da Câmara Municipal de Taperoá, o vereador Birino, a realização da obra vai resolver o acesso da população à água no município. “É muito importante essa audiência, porque Taperoá já tem uma situação difícil com o problema de água. A gente tem um açude aqui, mas não podemos dizer que temos água garantida. Então, se conseguirmos chegar a executar essa obra, a cidade ficará despreocupada com o problema de água”, concluiu.

[+]   POSTAGENS