Cariri Ligado
::‘IMOBILIDADE URBANA’: Trânsito da Capital vive caos e Batinga recebe críticas ::EM BRASÍLIA: Prefeita de Monteiro cumpre agenda ao lado do deputado Wellington Roberto ::Lira recebe prefeitos em Brasília e reforça disposição de trabalhar pelos municípios ::“Se me traiu, dei motivo”, diz Kelly Key sobre marido ::Município de Camalaú deixa de receber recursos e Prefeitura culpa gestão anterior ::TRANSPOSIÇÃO: MPF e MPPB pedem suspensão de irrigação com água de Boqueirão ::Nova diretoria das Aspas faz visita à Secretaria de Comunicação do Estado ::Prefeitura de Zabelê e Governo do Estado entregam filtros de cerâmica na zona rural ::TCE-PB reprova contas de ex-prefeito e impõe débito superior a R$ 3,4 milhões ::Integração quer continuidade do racionamento em Campina Grande Malves Supermercados

'IMOBILIDADE URBANA': Trânsito da Capital vive caos e Batinga recebe críticas

Zabé da Loca Zabé da Loca

O trânsito de João Pessoa está enfrentando um verdadeiro caos, e ao invés da Prefeitura trabalhar para facilitar a vida dos motoristas, está fazendo o contrário. Por conta disso, inúmeras críticas estão sendo direcionadas à Semob – Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana, que tem como superintendente o ex-prefeito de Monteiro, Carlos Batinga.

Como se não bastasse as centenas de buracos pelas ruas da Capital, a Superintendência comandada por Carlos Batinga resolveu fazer uma faixa exclusiva para ônibus em uma das avenidas mais congestionadas, a Pedro II. A medida gerou revolta dos motoristas, pois o trânsito que já era um caos, ficou ainda pior.

Nas emissoras de TV, rádio e redes sociais a medida virou chacota, passando a ser alvo de críticas e até de charges, muitas delas relatando que a superintendência passou a ser de ‘Imobilidade Urbana’, como se pode ver abaixo.

Em uma transmissão ao vivo pelas redes sociais, o jornalista Tião Lucena mostrou a situação enfrentada pelos motoristas e criticou a medida da Prefeitura, já que enquanto a via exclusiva para ônibus estava praticamente vazia, as outras duas direcionadas aos demais veículos estava praticamente intransitável.

Outro jornalista que expôs a situação caótica foi o polêmico Môfi, do Sistema Correio de Comunicação. Em uma das postagens com relação ao caso que ele fez, centenas de comentários foram realizados por seus seguidores, e mais de 95% deles apresentaram críticas à medida da Semob.

A expectativa dos pessoenses é de que a Prefeitura reveja a medida e volte a deixar o trânsito do local como era antes, sem a faixa exclusiva para ônibus.

Banner Coringa Banner Coringa

EM BRASÍLIA: Prefeita de Monteiro cumpre agenda ao lado do deputado Wellington Roberto

Lira recebe prefeitos em Brasília e reforça disposição de trabalhar pelos municípios

Banner educação

“Se me traiu, dei motivo”, diz Kelly Key sobre marido

Zabé da Loca Zabé da Loca

Casada há 13 anos com o empresário angolano Mico Freitas, Kelly Key afirma que tem certeza que nunca foi traída pelo marido.

“Se ele me traísse, eu tenho certeza que dei essa brecha. Pra ele não cabe uma traição gratuita, eu ponho a mão no fogo pelo meu marido. Tenho certeza que ele não me traiu. No dia que você ouvir que ele me traiu, eu dei motivo para ele me trair, porque eu vacilei também”, disse em entrevista ao jornalista Leo Dias para o “Fofocalizando” desta terça-feira (15).

Mãe de Suzanna, com Latino, Jaime Vitor e Artur, com Mico, a cantora e youtuber diz que levaria um casamento falido por causa da família e destacou a importância do sexo na relação.

“Sou fogosa, sou tensa. Meu marido está comigo há 15 anos. Sexo é muito importante numa relação”.

Na entrevista, Kelly contou ainda que Suzanna se reaproximou do pai Latino e afirma que o cantor paga um salário mínimo de pensão para a adolescente. “Deus nunca me desamparou e isso nunca foi problema”, contou.

Kelly, que começou sua carreira como apresentadora do programa da Globo “Samba, Pagode & Cia”, em 1999, estourou na música com o sucesso “Baba” e desmentiu Latino que afirmou que investiu na então namorada na época e foi à falência.

“Não é verdade. Meu pai investiu na minha carreira financeiramente. Ele não tinha dinheiro para esse meu lançamento. Era uma situação apertada, a gente perdeu um apartamento”.

A apresentadora teve o caçula Artur há pouco mais de seis meses e mostrou que está com a barriga chapada. Com 1,67 e 77 quilos, ela assumiu que fez uma lipoaspiração na barriga há 12 anos e diz que tem vontade de fazer novamente. “Estou numa fase que quero ficar gostosa”.

Município de Camalaú deixa de receber recursos e Prefeitura culpa gestão anterior

Zabé da Loca Zabé da Loca

Neste ano de 2017, Camalaú ainda não recebeu recursos do IGD-PBF (Índice de Gestão Descentralizada – Bolsa Família). De acordo com a atual gestão do prefeito Sandro Môco, isso aconteceu devido ao fato do demonstrativo de 2015 não ter sido finalizado pela gestão anterior, do etão prefeito Jacinto Bezerra.

O IGD-M é calculado pela multiplicação de 4 fatores. O fato IV não foi realizado pela gestão anterior, uma vez que não houve a aprovação de gastos pelo CMAS 2015, prejudicando dessa forma o repasse dos recursos. Deve-se enfatizar que os demais fatores estão sendo realizados com primazia pela gestão atual.

A Gestão atual, sabendo de tal fato fez o trabalho de finalização do demonstrativo de 2015, e espera com brevidade voltar a receber tais recursos.

Vale salientar, que mesmo sendo prejudicada pela gestão anterior, a equipe do Bolsa Família em 7 meses de governo já cadastrou aproximadamente 150 novas famílias no Cadastro Único, além de 327 atualizações de cadastro e ainda 55 novos benefícios concedidos.

Mesmo diante desta situação, a gestão atual está tendo o zelo e cuidado com a Gestão Municipal do Programa Bolsa Família, sobretudo com os beneficiários do mesmo, buscando prestar atendimento com qualidade a todos que procuram este serviço.

A secretária de Trabalho e Ação Social, Jussara Mariano, participou do programa radiofônico da Prefeitura Municipal de Camalaú para prestar esclarecimentos sobre tal fato e falar sobre o trabalho desenvolvido na secretaria a qual é responsável.

Com Camalaú Notícias

TRANSPOSIÇÃO: MPF e MPPB pedem suspensão de irrigação com água de Boqueirão

A chegada da água em território paraibano do Eixo Leste do Projeto de Integração e Transposição das Águas do Rio São Francisco, ocorrida em março deste ano, ainda não garante segurança hídrica à Bacia de Boqueirão (que abastece 19 municípios da região polarizada por Campina Grande) e às 14 cidades localizadas às margens do leito de 130 quilômetros do Rio Paraíba (de Monteiro à localidade de Jacaré, distante a 20 quilômetros de Campina Grande). O alerta foi dado ao Ministério Público da Paraíba (MPPB) pela Secretaria de Infraestrutura Hídrica do Ministério da Integração Nacional.

Na próxima segunda-feira (22), o MPPB expedirá uma recomendação em conjunto com o Ministério Público Federal (MPF) na Paraíba para que a Agência Executiva de Águas do Estado da Paraíba (Aesa) e a Agência Nacional de Águas (ANA) suspendam ou revoguem a resolução que permite a retirada de água da Transposição para irrigação. Consequentemente, fará um alerta para que não ocorra no próximo dia 26 de agosto a suspensão do racionamento de água em Boqueirão, anunciada pela Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) e pelo secretário de Infraestrutura, Recursos Hídricos, Meio Ambiente e da Ciência e Tecnologia, João Azevedo.

A recomendação conjunta MPPB-MPF será apresentanda em uma reunião agendada para as 10h do dia 22, na sede do Ministério Público Estadual em Campina Grande. Estão sendo chamados para essa reunião representantes da Aesa, Cagepa, Secretaria da Infraestrutura, Ministério da Integração e ANA. A decisão pela recomendação e por nova reunião foi decidida na manhã desta quarta-feira (16), numa reunião em Campina Grande entre o Comitê de Gestão de Recursos Hídricos (CGRH) do MPPB e o MPF para debater o problema em torno da segurança hídrica na Bacia de Boqueirão.

Participaram da reunião desta quarta-feira em Campina Grande o procurador-geral de Justiça, Bertrand de Araújo Asfora, presidente do CGRH; os procuradores de Justiça Álvaro Cristino Pinto Gadelha Campos, Herbert Douglas Targino e Francisco Sagres Macedo Vieira; e a promotora de Justiça Adriana Amorim de Lacerda. Todos integrantes do Comitê. Pelo MPF, participaram o procurador-chefe da Procuradoria da República na Paraíba, Rodolfo Alves Silva, e o procurador Bruno Galvão Paiva, da Procuradoria da República no Município de Campina Grande.

De acordo com o alerta do Ministério da Integração, somente quando o acúmulo de água no manancial do Açude Epitácio Pessoa (Boqueirão) chegar a 97 milhões de metros cúbicos é que será possível se falar em segurança hídrica. Atualmente, o volume acumulado é de pouco mais de 32 milhões de metros cúbicos. “A situação é grave. Por isso deveremos fazer a reunião com todos os atores envolvidos e apresentar a recomendação. Ninguém desses órgãos está se entendendo”, avalia o procurador-geral Bertrand Asfora, acrescentando que a recomendação para a revogação da resolução vai ser apresentada e, caso não seja cumprida, medidas judiciais cabíveis serão tomadas.

“Não se pode autorizar, como já está autorizada, a retirada de água da bacia. Temos que abrir os olhos”, diz o procurador Álvaro Gadelha, que é complentado pelo procurador Herbert Targino: “Temos que ter horizonte para hoje e para o futuro. Não temos estudos acerca da capacidade hídrica na região de Boqueirão dos últimos dez anos”. Já o procurador Francisco Sagres ressalta: “Temos que garantir a nossa segurança hídrica para evitarmos um colapso maior amanhã, já que se não fosse a Transposição, o colapso já era total. Neste momento, até os peixes de Boqueirão teriam morrido”.

Nova diretoria das Aspas faz visita à Secretaria de Comunicação do Estado

Banner Câmara

Prefeitura de Zabelê e Governo do Estado entregam filtros de cerâmica na zona rural

Zabé da Loca Zabé da Loca Zabé da Loca Zabé da Loca

Através da Secretaria de Desenvolvimento Humano do Estado da Paraíba, a Prefeitura de Zabelê, no Cariri paraibano, fez a entrega de 247 filtros de cerâmica aos beneficiários do programa Bolsa Família residentes na zona rural do município. A entrega ocorreu na manhã desta quarta feira dia 16 de Agostos e foi liderada pela Secretaria de Assistência Social do município.

O Programa Viva Água, criado pelo Governo da Paraíba e desenvolvido pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano (Sedh), foi iniciando em 2016, dentro do Plano Emergencial de Enfrentamento da Estiagem, e visa distribuir cerca de 10 mil filtros cerâmicos para as famílias da zona rural dos municípios que estão enfrentando o problema da estiagem. Este ano já foram entregues mais de três mil filtros.

A secretária de Assistência Cíntia, Roberta destaca a importância e o alcance do Programa Viva Água. “Estamos entregando aos moradores algo que parece simples, mas que faz muita diferença e contribui para a melhoria da saúde das pessoas que sofrem com a escassez de água. O Programa de Construção de Cisternas é outro benefício que tem chegado a essas pessoas que enfrentam bravamente os problemas da falta de chuva”, afirmou.

Segundo o prefeito Dalyson Neves, “a distribuição dos filtros foi destinada a famílias oriundas da zona rural, especialmente as que possuíam idosos ou crianças, tal como preconizava o edital do programa. A distribuição dos filtros foi conquistada pela secretaria de Assistência Social a partir da adesão a um programa estadual e atende a uma indicação feita pela gestão junto aos secretários para que fiquem atentos aos editais e programas disponibilizados pelos governos federal e estadual, a fim de trazer benefícios à população”.

TCE-PB reprova contas de ex-prefeito e impõe débito superior a R$ 3,4 milhões

Zabé da Loca Zabé da Loca

O Tribunal de Contas da Paraíba, reunido nesta quarta-feira (16), emitiu parecer contrário à aprovação das contas de 2015 do ex-prefeito de Curral de Cima, Nadir Fernandes de Farias, a quem impôs o débito de R$ 3.407.742,30.

Ele respondeu, entre outras irregularidades, pelo desvio de bens e recursos públicos, consumo excessivo de combustíveis, disponibilidades financeiras não comprovadas e saídas de recursos municipais também sem comprovação documental. A decisão, da qual ainda cabe recurso, deu-se conforme entendimento do relator do processo, conselheiro Fernando Catão.

Tiveram as contas de 2014 aprovadas pelo TCE os ex-prefeitos de Picuí (Acácio Araújo Dantas), Mãe d’Água (Margarida Maria Fragoso Soares), São José do Sabugi (Iracema Nélis de Araújo Dantas) e Pocinhos (Cláudio Chaves Costa, este último ainda no cargo de prefeito municipal).

Também houve aprovação às contas de 2016 das Câmaras de Vereadores de Capim, Riachão do Bacamarte, Junco do Seridó e Caturité. Foram aprovadas, ainda, as contas de 2014 da Defensoria Pública do Estado, nos termos do voto do conselheiro Fábio Nogueira, relator do processo.

O Tribunal rejeitou os embargos de declaração com os quais o então prefeito de Alhandra Renato Mendes Leite pretendia modificar as decisões que antes redundaram na desaprovação das contas de 2010 e 2011 por ele apresentadas. As decisões desta quarta-feira deram-se conforme os pareceres do Ministério Público de Contas e os votos do relator de ambos os processos, conselheiro Marcos Costa.

ADIAMENTO – O processo referente à Auditoria Operacional na infraestrutura escolar das redes de Ensino Fundamental ministrado pelo Estado e pelos Municípios paraibanos teve o julgamento adiado para a próxima quarta-feira a pedido do relator Arnóbio Viana.

Conduzida pelo presidente André Carlo Torres Pontes, a sessão teve as participações dos conselheiros Arnóbio Viana, Nominando Diniz, Fernando Catão, Fábio Nogueira e Marcos Costa. Também, dos conselheiros substitutos Antonio Gomes Vieira Filho, Antonio Cláudio Silva Santos, Oscar Mamede e Renato Sérgio Santiago Melo. O Ministério Público esteve representado pela procuradora geral Sheyla Barreto Braga de Queiroz.

Integração quer continuidade do racionamento em Campina Grande

Zabé da Loca Zabé da Loca

O Ministério da Integração Nacional está recomendando a continuidade do racionamento de água para o sistema que abastece Campina Grande, no Agreste paraibano, a 130 quilômetros de João Pessoa, e mais 13 cidades da região. No início do mês, o Secretário de Recursos Hídricos da Paraíba, João Azevêdo, havia anunciado o fim do racionamento para o dia 26 de agosto.

Nesta quarta-feira (16), o Secretário de Infraestrutura Hídrica do Ministério, Antônio de Pádua Andrade, disse, durante reunião realizada em Campina Grande para discutir o assunto, que a segurança hídrica da região só será alcançada quando o açude Epitácio Pessoa, em Boqueirão, atingir 97 milhões de metros cúbicos de água. Segundo ele, a marca seria suficiente para abastecer as cidades por um período de um ano, sem racionamento.

Antônio de Pádua revelou que atualmente o reservatório conta com 31,95 milhões de metros cúbicos, o que corresponde a 8,1% de sua capacidade total.

O deputado Bruno Cunha Lima (PSDB), se disse preocupado com o fato de o fim do racionamento está próximo e o açude de Boqueirão só armazenar pouco mais de 7,5% de sua capacidade máxima. Segundo ele, quando o racionamento teve início em Campina Grande o reservatório possuía aproximadamente 20%. “Isso gera uma preocupação em todos nós”, revelou.

Já a deputada Daniella Ribeiro (PP), preferiu adotar o tom de cautela e revelou que até a população tem se mostrado contrária ao fim do racionamento. A parlamentar lembrou que vários técnicos tem se posicionado com essa mesma opinião e alertou para a possibilidade de um prejuízo maior no futuro. “É preciso que o governo repense isso para que não tenhamos um prejuízo maior posteriormente”, arrematou.

Prefeitura de S. J. dos Cordeiros promove mais uma grande festa dos pais

Banner Ecos TV

Bandidos sequestram sulanqueiros e roubam picape e dinheiro no Cariri

Integração Nacional confirma interrupção do fluxo da transposição na PB

VII Mostra de Teatro e Dança do Cariri já tem sua programação definida

Monteiro está na expectativa de mais uma edição da Mostra de Teatro e Dança do Cariri, como em todos os anos, o sucesso deste será ainda maior que os anteriores, assim falou Cristhianne Leal, secretária de Cultura do município de Monteiro ao divulgar a programação completa de 2017.

A VII Mostra de Teatro e Dança do Cariri serve para difundir as diversificadas manifestações artísticas e culturais presentes na cidade de Monteiro e também em toda a região do cariri. O Teatro Jansen Filho, o Centro Cultural e até mesmo a praça são os palcos de mais um ano de sucesso e o Cariri se transforma em cenário para apresentações de espetáculos de teatro, dança, shows e performances.

“A Mostra se apresenta como espaço de estímulo à produção nas diversas áreas artísticas, com proposta trocas de conhecimento por meio das oficinas e o seu ápice está em cada apresentação que é oferecida a nossa população” disse a prefeita Anna Lorena.

A Mostra de Teatro e Dança deste ano conta com uma inovação, onde ocorrerá dentro da programação mais uma edição do projeto Arena Cultural que acontecerá na sexta- feira dia 25. Os artistas convidados são da cidade de Salvador-BA: Rodrigo Sestrem e Marcelo Fonseca com o Show AcordaOsopro, na mesma noite haverá ainda o músico Vital Alves com um repertório de MPB. O Arena Cultural acontece às 20hs na Praça João Pessoa.

Confira a Programação Completa

Dia 17 e 18: Oficinas de Teatro e Dança
Local: Centro Cultural Alexandre da Silva Brito

Dia 21: Escola de Dança Pliê / Monólogo – O Coração Delator / Grupo de Balé da UEPB de Campina Grande
Local: Teatro Jansen Filho

Dia 22: Grupo de Dança Star Dance e Espetáculo Brincantes
Local: Teatro Jansen Filho

Dia 23: Apresentação de Dança – O Incondicional da Vida e Ato Performático com o Grupo Sanatoruim da UEPB de Campina Grande
Local: Teatro Jansen Filho

Dia 24: Diário de Julia Crash – Balé Solo com a bailarina Otávia / Nonada – Cia Experieus – Monteiro PB
Local: Teatro Jansen Filho

Dia 25: Arena Cultural: Rodrigo Sestrem e Marcelo Fonseca com o Show AcordaOsopro e Vital Alves – MPB
Local: Praça João Pessoa

A VII Mostra de Teatro e Dança do Cariri e Arena Cultural são ações desenvolvidas pela Prefeitura Municipal de Monteiro por meio da Secretaria de Cultura e uma parceria com a Universidade Estadual da Paraíba Campus Pinto do Monteiro.

Previsão de salário mínimo cai para R$ 969

Banner Prata

As charges do dia...

SOFRÊNCIA: Após fim de noivado de Marília Mendonça, fãs esperam 'novo hino'

Polícia Civil desarticula desmanche de motos e prende três pessoas no Cariri

Zabé da Loca Zabé da Loca Zabé da Loca Zabé da Loca

A Polícia Civil da Paraíba, por meio de um trabalho investigativo, localizou, na tarde desta terça-feira (15), um desmanche de motos no distrito de Logradouro, localizado entre os municípios de Alcantil e Barra de Santana, região do Cariri paraibano. A operação realizada pelas equipes policiais do Núcleo de Homicídios, Delegacia de Alcantil e Delegacia de Queimadas resultou nas prisões de Reginaldo José dos Santos, 68 anos, e José Felipe dos Santos, 22 anos, ambos suspeitos de fazerem parte do esquema de desmanche dos veículos. Foram apreendidas duas motos, várias peças de motocicletas, uma espingarda 32 e munições. Ainda foi preso José Nivaldo Xavier dos Santos, 36 anos, acusado de praticar atos obscenos naquele distrito.

De acordo com o delegado seccional de Queimadas, Danilo Orengo, a ação se deu após ligações feitas pelo 197, Disque Denúncia da Secretaria da Segurança e Defesa Social, informando a existência de um esquema de desmanche de veículos e ainda havia um homem que praticava atos obscenos constrangendo moradores. A Polícia se dirigiu até o local com o intuito de certificar-se do desmanche e intimar José Nivaldo Xavier dos Santos, este acusado de praticar ato obsceno. As informações eram de que a citada pessoa seria bastante agressiva e temida na região.

Segundo a autoridade policial, de fato, os policiais chegaram ao local e imediatamente foram agredidos verbalmente pelo citado, desacatando todos os agentes de investigação com palavras de baixo calão intimidando. Diante da situação, foi dada ordem de prisão e mesmo assim Nivaldo revidou, sendo necessário o uso da força para controlá-lo.

Logo em seguida, os policiais prenderam em flagrante delito José Felipe dos Santos, o qual se encontrava numa residência. Este também desacatou a Polícia e resistiu à prisão. Em seu poder foram localizadas as duas motocicletas adulteradas e várias peças que estavam ao redor da citada residência, provenientes de desmanche. Dentro da casa, os policiais apreenderam a espingarda e várias munições do mesmo calibre em poder de Reginaldo José dos Santos.

Os presos que foram autuados em flagrantes se encontram na Sede da Seccional de Queimadas, à disposição da Justiça da cidade de Boqueirão.

Dia do Maçom será comemorado com sessão aberta ao público em Monteiro

STJ confirma condenação de Bolsonaro por danos morais a Maria do Rosário

[+]   POSTAGENS