prefeitura
::Poeta monteirense faz apelo em redes sociais pedindo o fim da morosidade no judiciário ::Ricardo critica a reforma da Previdência: “aumenta a pobreza e não atende as necessidade do povo” ::Sumé promove 6ª Conferência Municipal de Saúde ::ANA regulariza mais 400 usuários que utilizam água de Boqueirão para irrigação ::Bandeira tarifária da conta de luz continua verde em março ::TCE-PB aprova contas de 2017 da Câmara de São Sebastião do Umbuzeiro ::Bolsonaro autoriza PB contratar empréstimo de US$ 50 milhões ::Prefeito de São João do Cariri pede licença do cargo para tratamento de saúde ::Raio atinge cerca e acaba matando quatro bois em fazenda no Sertão do Estado ::IMPERDÍVEL: Banda Magníficos lançará novo projeto no próximo dia 14 Malves Supermercados

Cédula a mais na eleição do Senado conduzida por Maranhão será investigada

(07/02/2019)
Cédula a mais na eleição do Senado conduzida por Maranhão será investigada Cédula a mais na eleição do Senado conduzida por Maranhão será investigada

A cédula de votação a mais que apareceu durante a eleição para presidência do Senado no último sábado (02) deve ser alvo de investigação. O senador pernambucano Fernando Bezerra Coelho pediu nesta terça-feira (06) que o aparecimento de 82 cédulas, uma a mais que a quantidade de senadores, seja apurado.

A eleição para a presidência do Senado foi presidida pelo senador paraibano José Maranhão. A solicitação de investigação foi apoiada por José Maranhão, que também assinou o requerimento de Fernando Bezerra. Eles formalizaram o pedido ao presidente Davi Alcolumbre, que foi eleito no fim de semana.

“É importante que essa matéria possa ser esclarecida para que não paire dúvida sobre a correta atuação daqueles que presidiram o processo de votação”, afirmou Bezerra Coelho, que, junto com José Maranhão, conduziu as votações à Presidência do Senado. O emedebista defendeu que a Casa deve se debruçar na recuperação das imagens do momento do depósito dos votos na urna para a identificação de quem teria votado sem o envelope (80 senadores votaram com a cédula dentro do envelope).

“Houve aqui falas acaloradas, algumas até excessivas, e eu tive o trabalho, junto com a minha assessoria, de recuperar as imagens do momento em que eu e o senador Maranhão votamos; e votamos com envelope”, ressaltou Fernando Bezerra. Hoje, a Presidência do Senado informou que o aparecimento do referido 82º voto resultará em processo investigatório e que ofício de Davi Alcolumbre já foi encaminhado ao corregedor Roberto Rocha.

Faça seu comentário



Possui atualmente : Nenhum comentário em Cédula a mais na eleição do Senado conduzida por Maranhão será investigada