::Polícia Civil prende suspeito de matar vizinho após confusão por terra no Cariri ::Prefeito Jefferson Roberto entrega escola na zona rural de São José dos Cordeiros ::Homem invade casa de candidato a prefeito e ameaça de morte esposa e familiares na PB ::As charges do dia… ::Condições meteorológicas adversas e atitudes do piloto levaram à queda de aeronave que matou Gabriel Diniz ::Secretaria Municipal de Saúde de Monteiro informa sobre 17 novos casos de covid ::EM SUMÉ: Coligação do candidato a prefeito Juan Pereira leva mais uma multa da justiça eleitoral ::Paraíba volta a receber fluxo das águas do Rio São Francisco após intervenção na Barragem de Jati ::PRF inicia Operação Finados nas rodovias federais da Paraíba nesta sexta-feira ::Diocese de CG divulga horários de missas nas igrejas e cemitérios para o Dia de Finados; confira a lista das paróquias do Cariri Malves Supermercados

Cidade da PB fica sem candidato à Prefeitura após Justiça rejeitar candidaturas

(18/10/2020)
Cidade da PB fica sem candidato à Prefeitura após Justiça rejeitar candidaturas Cidade da PB fica sem candidato à Prefeitura após Justiça rejeitar candidaturas

A cidade de Cachoeira dos Índios, localizada no Sertão da Paraíba, não tem nenhum candidato a prefeito para a eleição deste ano. Duas candidaturas que haviam na cidade foram indeferidas cerca de 20 dias depois do início da fase de análise das candidaturas, feita pela Justiça Eleitoral.

As candidaturas indeferidas foram a de Allan Seixas (PSB), que concorre à reeleição, e Têta (PP). As suspensões foram feitas pela juíza Dayse Maria Pinheiro Mota, após ação apresentada de um candidato contra o outro. Os partidos ou coligações podem apresentar novos candidatos em substituição aos que foram indeferidos, até o dia 26 de outubro.

Allan Seixas teve a candidatura suspensa por ausência de requisito de registro, tendo em vista que ele estaria tentando disputar o terceiro mandato. Em 2012 ele foi eleito a vice-prefeito e assumiu o comando da cidade em 2013. Em 2016 se candidatou ao cargo de prefeito e foi eleito. O G1 tentou contato com Allan, mas até a publicação desta matéria nenhuma resposta havia sido enviada.

Já o candidato Têta foi indeferido por estar enquadrado na Lei da Ficha Limpa e estar inelegível, além de ter sido condenado criminalmente a um ano e cinco meses de reclusão em regime semi-aberto. A defesa dele afirmou que está preparando um recurso para reverter a decisão, pois não considera que o caso se encaixa em inelegibilidade.

Faça seu comentário



Possui atualmente : Nenhum comentário em Cidade da PB fica sem candidato à Prefeitura após Justiça rejeitar candidaturas