prefeitura
::Problema em reservatório no PE deixa Boqueirão sem água da Transposição ::Banda Magníficos faz show no ‘Arraiá de Cumpade’, em Campina, neste domingo ::Mensagens provam que Moro nunca foi imparcial com Lula, alega defesa ::O MÉ FOI GRANDE: Forrozeiro esquece par de muletas no São João de Campina ::Guilherme Gaudêncio trabalha para unificar oposição em Serra Branca ::População de Camalaú reclama dos péssimos serviços da Cagepa ::Defesa Civil recebe novo alerta nacional sobre chuvas em João Pessoa ::“Arraiá da Ação Sociá” é realizado em Camalaú e bate recorde de público ::Bolsonaro ameaça demitir Levy do BNDES e diz estar ‘por aqui’ com economista ::Polícia prende mulher com notas falsas na cidade de Sumé Malves Supermercados

Classe média pagará juro de mercado por casa própria, diz presidente da Caixa

(07/01/2019)

O novo presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, afirmou nesta segunda-feira (7), após cerimônia de posse no Palácio do Planalto, que a classe média terá de pagar juros de mercado para o financiamento habitacional.

Segundo ele, serão juros maiores do que os oferecidos nas operações do Minha Casa Minha Vida, programa habitacional que conta com juros subsidiados para a população de baixa renda.

O novo presidente da Caixa também disse que vai “vender” até R$ 100 bilhões em operações de crédito imobiliário que a instituição possui aos agentes do mercado como forma de obter mais recursos.

Esse tipo de operação é conhecida como “securitização”, uma prática que consiste em agrupar esses ativos, convertendo-os em títulos que podem ser negociados no mercado de capitais.

“A Caixa vai passar a ser uma originadora de crédito imobiliário, mais do que reter no balanço. Esse é um tempo de anos. Não vai acontecer em dois, três, quatro anos. O objetivo nos próximos dez anos é que a Caixa passe a originar 70% do crédito, mas venda uma parte relevante. É assim que é salutar”, declarou.

Faça seu comentário



Possui atualmente : Nenhum comentário em Classe média pagará juro de mercado por casa própria, diz presidente da Caixa