prefeitura
::Acidente envolvendo ônibus da banda Aviões deixa um homem morto, no Cariri ::Paraibano acerta resultado do ‘Dia de Sorte’ e leva quase R$ 3 milhões ::STF adiará julgamento de suspeição de Moro no caso Lula ::Segundo dia de atrações do São João de Monteiro lota praça de eventos ::Moro cancela ida à Câmara para falar sobre conversas publicadas por site ::Famup defende políticas públicas de convivência com seca ::Sítio São Francisco abre os festejos juninos em Monteiro ::Monteiro abre São João com novo cenário; monteirenses e turistas aprovam a novidade ::Vereadores de Monteiro prestigiam abertura do São João e entrega de obras ao lado da prefeita Lorena ::Brasil goleia Peru por 5×0 e avança para as quartas da Copa América Malves Supermercados

Condomínio não pode proibir morador de ter animal, decide STJ

(14/05/2019)
Condomínio não pode proibir morador de ter animal, decide STJ Condomínio não pode proibir morador de ter animal, decide STJ

A Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu nesta terça-feira (14) que convenções de condomínios residenciais não podem proibir moradores de criar animais em apartamentos ou casas.

Pelo entendimento da Turma, a proibição só se justifica se o animal representar risco à segurança, à higiene, à saúde e ao sossego dos demais moradores do condomínio.

A decisão foi tomada durante a análise de um caso do Distrito Federal. Uma moradora de um condomínio entrou com uma ação para poder criar uma gata, o que é proibido pelas regras do local onde ela reside (entenda mais abaixo).

A convenção de condomínio, que pela decisão do STJ não poderá proibir animais, é um documento que reúne regras de administração e de convivência.

O registro determina, por exemplo, como o condomínio será gerenciado e o que é permitido ou não nas dependências da área residencial.

Faça seu comentário



Possui atualmente : Nenhum comentário em Condomínio não pode proibir morador de ter animal, decide STJ