prefeitura
::Sumé abre Processo Seletivo para contratação no Programa Criança Feliz ::No Cariri: Festa do Bode Rei é um dos destinos mais procurados da Paraíba ::Governador suspende gastos com festividades juninas na Paraíba ::Procase reabre inscrições para jovens rurais em 10 cidades do Cariri ::Ponte Preta de Sumé e Juventude de Cabaceiras decidirão o título da Copa Cariri 2019 ::Homem mata ex-companheira a facadas em cidade do Cariri ::Toffoli diz que fake news já fazem parte do processo eleitoral no país ::Grupo de manifestantes protesta contra Bolsonaro em Recife ::Conheça a EDX Construtora e Empreendimentos Imobiliários ::Justiça eleitoral cancela 2,4 milhões de títulos de eleitor; 412 mil só no Nordeste Malves Supermercados

Condomínio não pode proibir morador de ter animal, decide STJ

(14/05/2019)
Condomínio não pode proibir morador de ter animal, decide STJ Condomínio não pode proibir morador de ter animal, decide STJ

A Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu nesta terça-feira (14) que convenções de condomínios residenciais não podem proibir moradores de criar animais em apartamentos ou casas.

Pelo entendimento da Turma, a proibição só se justifica se o animal representar risco à segurança, à higiene, à saúde e ao sossego dos demais moradores do condomínio.

A decisão foi tomada durante a análise de um caso do Distrito Federal. Uma moradora de um condomínio entrou com uma ação para poder criar uma gata, o que é proibido pelas regras do local onde ela reside (entenda mais abaixo).

A convenção de condomínio, que pela decisão do STJ não poderá proibir animais, é um documento que reúne regras de administração e de convivência.

O registro determina, por exemplo, como o condomínio será gerenciado e o que é permitido ou não nas dependências da área residencial.

Faça seu comentário



Possui atualmente : Nenhum comentário em Condomínio não pode proibir morador de ter animal, decide STJ