prefeitura
::Polícia prende casal suspeito de praticar assalto em Monteiro ::Sumé realiza 8ª Conferência Municipal de Assistência Social ::MPPB investiga prefeito de Soledade suspeito de burlar concurso público ::PGR pede ao STF que seja negado recurso de Lula ::Aloysio aparece como coordenador de propina do PSDB em delação da OAS ::“Quem não tem mandato não pode dar conselho a quem tem”, diz Efraim Morais ::Em visita ao DER, vereador recebe confirmação de pavimentação da estrada de Malhada de Roça ::Municípios da Paraíba recebem R$ 24,9 mi do FPM nesta sexta ::CAPS de Sumé continua com atividades do Setembro Amarelo ::Goleiro caririzeiro é convocado para seleção brasileira Malves Supermercados

Condomínio não pode proibir morador de ter animal, decide STJ

(14/05/2019)
Condomínio não pode proibir morador de ter animal, decide STJ Condomínio não pode proibir morador de ter animal, decide STJ

A Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu nesta terça-feira (14) que convenções de condomínios residenciais não podem proibir moradores de criar animais em apartamentos ou casas.

Pelo entendimento da Turma, a proibição só se justifica se o animal representar risco à segurança, à higiene, à saúde e ao sossego dos demais moradores do condomínio.

A decisão foi tomada durante a análise de um caso do Distrito Federal. Uma moradora de um condomínio entrou com uma ação para poder criar uma gata, o que é proibido pelas regras do local onde ela reside (entenda mais abaixo).

A convenção de condomínio, que pela decisão do STJ não poderá proibir animais, é um documento que reúne regras de administração e de convivência.

O registro determina, por exemplo, como o condomínio será gerenciado e o que é permitido ou não nas dependências da área residencial.

Faça seu comentário



Possui atualmente : Nenhum comentário em Condomínio não pode proibir morador de ter animal, decide STJ