::Alunos de Camalaú participam da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia no Cariri ::SUMÉ: Carreta tomba, atinge poste e deixa parte da cidade sem energia ::STF rejeita reclamação do MPPB e mantém liminar conquistada pela OAB-PB ::VI Semana Lecampo e III Seminário de Estágio Curricular Lecampo será realizado na UFCG em Sumé ::Eleitor tem até dezembro para justificar ausência no 1º turno ::As charges do dia… ::Projeto de Lei na cidade de Prata institui Dia Municipal do Poeta Zé Marcolino ::TCE expõe evolução de ferramentas para controle fiscal e social dos gastos ::Preso, Leto Viana renuncia e Cabedelo terá novas eleições ::Colisão entre carros é registrada em Monteiro Malves Supermercados

Convenção do PSDB sela unidade da Frente das oposições para 2018

(12/11/2017)
Convenção do PSDB sela unidade da Frente das oposições para 2018 Convenção do PSDB sela unidade da Frente das oposições para 2018

A Convenção Estadual do PSDB foi o palco para selar a unidade das oposições em 2018. As principais lideranças do grupo como o senador José Maranhão (PMDB), Cássio Cunha Lima (PSDB), Romero Rodrigues (PSDB) e Luciano Cartaxo (PSD), pregaram a necessidade de todos estarem juntos contra o atual modelo de gestão na Paraíba.

Os discursos foram todos direcionados para a importância da União da Frente das Oposições. O mais enfático foi o senador José Maranhão, que discorreu sobre a necessidade da União em prol do avanço do Estado. Para o peemedebista, as divergências foram prejudiciais porque resultou em perdas de grandes investimentos para a Paraíba.

“O PMDB foi adversário histórico do PSDB. Nossas divergências custaram um preço muito alto para os paraibanos, Cássio. A Paraíba já perdeu projeto de cunho regional em função dessas divergências. Foram para outros estados porque faltou a união em benefício de um objetivo comum. Maior que as nossas ambições são os nossos deveres com o nosso estado”, disse Maranhão.

Romero Rodrigues afirmou que o nome continua posto para ser avaliado como alternativa do grupo, mas sem ambição de que seja o escolhido. Ele ressaltou que há muitos espaços na chapa majoritária e não há necessidade de desentendimentos. Para o prefeito de Campina Grande, mais importante do que a escolha dos nomes, é a preservação da coesão entre eles, para apresentar um projeto de desenvolvimento para o estado.

Em respeito a legislação eleitoral o CARIRI LIGADO não publicará os comentários dos leitores. O espaço para interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições 2018 se encerrem.