::Projeto de Lei na cidade de Prata institui Dia Municipal do Poeta Zé Marcolino ::TCE expõe evolução de ferramentas para controle fiscal e social dos gastos ::Preso, Leto Viana renuncia e Cabedelo terá novas eleições ::Colisão entre carros é registrada em Monteiro ::INVERDADES: Facebook e YouTube têm 48h para tirar vídeos sobre educação sexual ::OAB-PB divulga balanço de ações em prol da advocacia paraibana ::Bandidos roubam carro e moto na zona rural de Monteiro ::Prefeita Anna Lorena anuncia 14º salário para profissionais da educação em Monteiro ::Prefeitura de Sumé abre Processo Seletivo Temporário para professor de Artes ::Processo da Xeque-Mate é levado ao STJ por suspeita de atuação de conselheiro do TCE-PB Malves Supermercados

Empresa aguarda esclarecimento dos fatos para retomar atendimentos em Sumé

(15/11/2017)
Empresa aguarda esclarecimento dos fatos para retomar atendimentos em Sumé Empresa aguarda esclarecimento dos fatos para retomar atendimentos em Sumé

Os atendimentos de implantes dentários na cidade de Sumé estão suspensos desde a deflagração da Operação Titânio, na última semana. A Polícia Federal investiga irregularidades na contratação e execução de serviços de implantes dentários do programa Brasil Sorridente.

O diretor administrativo da Sarkis Implantes, Adriano Cipriano, afirmou em entrevista que aguarda o esclarecimento dos fatos e que os verdadeiros dados sejam mostrados para que o atendimento ao público seja retomado. “A maior preocupação da prefeitura e da empresa é finalizar os tratamentos em andamento”, declarou. Ele ainda disse que a empresa segue trabalhando para esclarecer as denúncias.

Os dados que motivaram a deflagração da operação, de acordo com Adriano Cipriano, “foram levantados de forma errada”. No entanto, após analisar todo o material que foi apreendido, o diretor administrativo da empresa acredita que a questão será esclarecida. “Acreditamos que após analisar todos os prontuários, eles vão constatar que não houve desvio de recursos públicos”, analisa Adriano.

A empresa, de acordo com o diretor administrativo, “acionou a parte jurídica para entrar com mais dados junto à Polícia Federal”, na esperança de esclarecer a questão o mais rápido o possível. Adriano Cipriano ressalta que a operação foi deflagrada a partir de “denúncias infundadas feitas em cima de dados infundados”.

No momento, a empresa “aguarda o relatório da Polícia Federal sobre os documentos que foram apreendidos e para que tudo seja esclarecido”, afirmou Adriano Cipriano.

A Sarkis informou através de nota que os dados divulgados referentes aos recursos superiores a R$ 9 milhões disponibilizados pelo SUS no período de março/2015 a julho/2017 correspondem à realização de 21.718 implantes dentários e 13.497 próteses sobre implantes em 48 municípios da Paraíba e não somente do município de Sumé.

Neste período de 28 meses foram realizados no Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) de Sumé 12.170 implantes e 8.902 próteses sobre implantes, atendendo um total de 3.123 pacientes de 18 municípios do Cariri Ocidental, deste quantitativo, são moradores da cidade de Sumé 662 pacientes o que representa 2.515 implantes e 1.811 próteses sobre implantes.

A contratação dos serviços da Sarkis Implantes foi realizada através de licitações, em conformidade com o que preconiza a Lei n° 8.666/1993. (De Olho no Cariri)

Em respeito a legislação eleitoral o CARIRI LIGADO não publicará os comentários dos leitores. O espaço para interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições 2018 se encerrem.