prefeitura
::João Azevêdo discute investimento de R$ 1 bilhão em implantação de parque eólico na Paraíba ::Candidata a prefeita de Ouro Velho já foi candidata a Deputada Estadual ::João Azevêdo promove por merecimento e antiguidade e nomeia oficiais da Polícia Militar ::Câmara aprova CNH com validade de dez anos e outras alterações no Código de Trânsito ::Justiça Eleitoral determina busca e apreensão em posto de combustível após carreata ::Resultado final da 2ª oportunidade do exame psicotécnico do concurso da Fundac-PB é divulgado ::ALPB produz leis que visam combater a exploração sexual, proteger vítimas e punir abusadores ::Festival de Música da Paraíba é retomado e vai acontecer sem a presença de público ::As charges do dia… ::Bolsonaro deve ir a Sertânia-PE no próximo dia 1º de outubro Malves Supermercados

Feminicídios representam 8% das mortes violentas de mulheres em janeiro de 2020, na PB

(25/02/2020)
Feminicídios representam 8% das mortes violentas de mulheres em janeiro de 2020, na PB Feminicídios representam 8% das mortes violentas de mulheres em janeiro de 2020, na PB

Doze mulheres foram vítimas de mortes violentas em janeiro de 2020 na Paraíba, sendo uma por motivação de gênero. O número de feminicídios representa 8,3% dos crimes violentos letais intencionais que aconteceram contra mulheres no primeiro mês do ano. O número de feminicídios em janeiro igualou dois meses de 2019 (fevereiro e julho).

Em relação a janeiro de 2019, quatro mulheres foram assassinadas, sendo dois feminicídios. Os assassinatos foram cometidos pelo companheiro ou ex-companheiro das vítimas.

No ano inteiro de 2019, o número de feminicídios representou 52% do total de mulheres assassinadas na Paraíba. O número de feminicídios – 38 – foi superior ao de homicídios dolosos de mulheres, que não têm relação com o gênero – 32 casos. Além disso, os dados também mostram que duas mulheres morreram por latrocínio, quando acontece o roubo seguido de morte, e outra por lesão corporal seguida de morte. No total, 73 mortes de mulheres em 2019.

Em 2018, esse percentual foi de 40,5%. De acordo com o Núcleo de Análise Criminal e Estatística, foram registrados 84 Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) com vítimas do sexo feminino, sendo 34 desses, feminicídios – quatro a menos que no ano de 2019.

O mês com o maior número de feminicídios foi o de abril. Seis mulheres foram mortas por seus companheiros ou ex-companheiros. Igualando a abril, o mês de outubro também registrou 6 feminicídios. Em 2019, não houve um mês do ano que uma mulher não tenha sido morta por questões de gênero.

Faça seu comentário



Possui atualmente : Nenhum comentário em Feminicídios representam 8% das mortes violentas de mulheres em janeiro de 2020, na PB