::EM MONTEIRO: Bandidos arrombam UBS, furtam objetos e ainda defecam na unidade ::Ministério Público pede arquivamento denúncia contra a prefeitura de Camalaú ::Secretaria de Cultura de Monteiro divulga mais atrações da VIII Mostra de Teatro e Dança ::Éden destaca ações de Branco Mendes para Sumé e reafirma apoio à reeleição ::João propõe concursos, Lucélio mais asfalto e Maranhão defende redução do estado ::Barroso é confirmado como relator de registro da candidatura de Lula ::As charges do dia… ::Caririzeiro morre em estrada que dá acesso à Santa Cruz do Capibaribe ::‘Só me tiram da campanha se me matarem’, diz Maranhão ::Dodge impugna candidatura de Lula a presidente da República Malves Supermercados

Gasolina fica mais cara pela terceira vez em fevereiro

(06/02/2018)
Gasolina fica mais cara pela terceira vez em fevereiro Gasolina fica mais cara pela terceira vez em fevereiro

A Petrobras reajustou os preços da gasolina para as distribuidoras em 0,5% e do diesel em 0,6%. O aumento vale a partir desta terça-feira (6). Esta foi a terceira correção neste mês. A que entrou em vigor no sábado (3) teve os mesmos percentuais, e a que passou a valer na sexta-feira (2), ficou em 0,8% para a gasolina.

Na véspera, para o dia 1º, a estatal tinha anunciado reduções nos preços dos dois produtos. A queda para a gasolina ficou em 1,5% e no diesel em 1,4%.

De acordo com a companhia, a política de preços para a gasolina e para o diesel vendidos nas suas refinarias às distribuidoras tem como base o preço de paridade de importação, “que representa a alternativa de suprimento oferecido pelos nossos principais concorrentes para o mercado, na importação do produto”.

Somado a isso, a empresa informa na sua página que é avaliada a margem que considera “os riscos inerentes à atividade de importação, como volatilidade da taxa de câmbio e dos preços”.

Ainda na sua página na internet, a Petrobras informa que, em busca de convergência no curto prazo com a paridade do mercado internacional, analisa a sua participação no mercado interno e avalia frequentemente se haverá manutenção, redução ou aumento nos preços praticados nas refinarias. “Sendo assim, os ajustes nos preços podem ser realizados a qualquer momento, inclusive diariamente”, apontou.

Em respeito a legislação eleitoral o CARIRI LIGADO não publicará os comentários dos leitores. O espaço para interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições 2018 se encerrem.