prefeitura
::Após noite chuvosa no Cariri, Rio Paraíba tem cheia e ponte fica danificada ::STF mantém decisão contra libertação de condenado em 2ª instância ::Horário de verão termina neste domingo ::Projeto de lei Anticrime será apresentado na terça-feira ao Congresso ::Jovem morre em grave acidente no Cariri ::Prefeita de Monteiro se reúne com secretário estadual e presidente da ALPB ::UFCG oferece 50 vagas para o curso Pré-Vestibular Solidário em Sumé ::Assembleia Legislativa retorna às atividades no plenário na terça-feira ::Bombas da Transposição do Rio São Francisco voltam a ser ligadas ::Éden luta por fábrica de ração animal para o município de Sumé Malves Supermercados

Homem atingido pela PM não é o suspeito de tentar raptar crianças no Cariri

(11/10/2018)
Homem atingido pela PM não é o suspeito de tentar raptar crianças no Cariri Homem atingido pela PM não é o suspeito de tentar raptar crianças no Cariri

A Polícia Militar emitiu um boletim oficial informativo sobre a abordagem que resultou num disparo de arma de fogo próximo à entrada de Gurjão. O homem atingido não tem qualquer relação com os episódios de tentativa de rapto de crianças na região.

Segundo o Capitão Cláudio, a Polícia Militar ao perceber o veículo que tem placa de Parnamirim-RN em São João do Cariri tentou abordá-lo, momento em que ele empreendeu fuga em alta velocidade pela BR 412.

A polícia foi informada de que ele teria parado no Restaurante da Fazenda, que fica às margens da rodovia, e foi a sua procura. Ao chegar lá e tentar abordar novamente o suspeito, ele desacatou os policiais e tentou atingir um deles com um tamborete, momento em que foi atingido por um disparo de arma de fogo na altura do tórax.

A polícia acionou o Samu e acompanhou-o ao Trauma de Campina Grande. Segundo o capitão Cláudio, não se sabe ainda porque o suspeito agiu de forma agressiva com a PM e continua a acompanhar de perto o caso.

Com De Olho no Cariri

Faça seu comentário



Possui atualmente : Nenhum comentário em Homem atingido pela PM não é o suspeito de tentar raptar crianças no Cariri