::Batinga cumpre extensa agenda no Cariri e recebe novos apoios ::CIDADE SEGURA: Polícia apreende armas, prende trio e recupera moto no Cariri ::OLHO VIVO – Por Simorion Matos ::João destaca ranking que coloca a PB entre os estados mais eficientes do país ::Lucélio, Micheline, Cássio e Daniella participam de caminhada ::Maranhão ganha adesão de prefeitos, vereadores e reafirmação de apoios em Patos ::TCE emite alerta a Prefeitura de Boa Vista e outras cidades da Paraíba ::TRAGÉDIA NO CARIRI: Criança morre após ser atingida acidentalmente por carro ::Prefeito Adriano Wolff se reúne com o candidato a senador Luís Couto e firma parcerias ::Homem é preso acusado de estupro de vulnerável, em Barra de São Miguel Malves Supermercados

“Jampa Digital é retrato de gestão que a Paraíba não quer mais”, diz Ruy

(17/05/2018)

O presidente estadual do PSDB, Ruy Carneiro, comentou na manhã desta quinta-feira (17) a multa aplicada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) aos auxiliares do governador Ricardo Coutinho (PSB) pelo superfaturamento do projeto Jampa Digital, quando este era prefeito de João Pessoa.

“Mais do que atestar as irregularidades cometidas, o TCE deixa evidente um modelo de gestão que está ultrapassado, obsoleto. O Jampa era digital, mas os gestores eram analógicos”, afirma Ruy.

O Jampa Digital é conhecido como um dos maiores escândalos de desvio de dinheiro público do País. No julgamento de ontem, o TCE constatou sobrepreço de R$ 840 mil na compra de equipamentos do programa, que pretendia oferecer internet gratuita à população, e condenou por unanimidade dois ex-secretários de Ricardo Coutinho.

Para Ruy, a população de João Pessoa desaprova este tipo de conduta com o dinheiro público, e já mostrou isto na hora de escolher o padrão de gestão que quer para a cidade. “O modelo do PSB foi derrotado duas vezes nas últimas eleições da capital paraibana. E também deverá ser derrotado este ano no Estado, porque este é o retrato de gestão que a Paraíba não quer mais”, enfatizou.

Ruy disse ainda que as irregularidades reforçam a necessidade de respostas sobre o assassinato de Bruno Ernesto, à época diretor de infraestrutura e planejamento tecnológico da Prefeitura de João Pessoa e responsável pelo programa.

Em respeito a legislação eleitoral o CARIRI LIGADO não publicará os comentários dos leitores. O espaço para interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições 2018 se encerrem.