prefeitura
::Promessa cumprida: Funcionários da Prefeitura de Monteiro sacam primeira parcela do 13º ::Prefeito Éden Duarte realiza mais um ciclo de plenárias do ODM ::Professores convocam greve nacional para 13 de agosto ::PF desarticula grupo suspeito de praticar roubo a bancos no RN e PB ::Mãe nega que tenha agredido e acorrentado filho no Cariri ::Polícia Militar reforça ações e operações nos próximos 15 dias na Paraíba ::Lucélio Cartaxo é transferido de João Pessoa para São Paulo ::EXCLUSIVO – Polícia Civil cumpre mandados de prisão no Cariri ::Eclipse lunar acontece nesta terça e poderá ser visto em toda Paraíba ::Deputados debatem Reforma da Previdência durante audiência pública na OAB-PB Malves Supermercados

Luan Estilizado revela tragédia na família: “Ele matou minha mãe”

(07/01/2019)
Luan Estilizado revela tragédia na família: “Ele matou minha mãe” Luan Estilizado revela tragédia na família: “Ele matou minha mãe”

O cantor Luan Estilizado revelou em rede nacional a violência doméstica que culminou com a morte de sua mãe, Lúcia, assassinada pelo companheiro na véspera de São João de 1999. Ele participou do programa Encontro na manhã desta segunda-feira (07) e falou sobre o tema abordado, que foi a violência doméstica.

“Ele assassinou minha mãe. Eu estava em casa, estava dormindo. Como era noite de São João, não sabia o que eram fogos e o que era bala”, disse ele, contando que tinha apenas 8 anos quando ocorreu a tragédia.

Após o ocorrido, ele foi levado para a casa de uma tia e foi informado de que a mãe tinha saído. A notícia da morte dela ele soube no dia seguinte, por um primo. “Meu primo me contou a história e disse: ‘Ela viajou pra longe’. Aí, sem entender, perguntei quando ela iria voltar. Aí, ele não se aguentou e contou: ‘Tia morreu’. Na mesma hora, disse o nome da pessoa que tinha matado. Todo dia eu apanhava, ganhava um cacete.”

Ele também lembrou o comportamento violento do padrasto — “Eu e minha mãe apanhávamos” — e afirmou acreditar que o assassinato tenha sido planejado. “No dia, foi tudo premeditado. Quando ele chegava e eu estava brincando na rua, sabia que ele ia me bater. Naquele dia, ele chegou, fui entrando e ele me deu fogos de artifício para ficar brincando com meus amigos e falou: ‘Fique aí brincando'”, afirmou ele, contando que a situação foi “bem difícil”. De acordo com o cantor, Luan teve dificuldade para lidar com a situação. “Às vezes, eu me culpo. Tinha medo.”

Luan afirmou que não teve mais contato com o padrasto. “Peço a Deus que ele pague na justiça divina. A lei da gente não vale de nada. [Ele] Não chegou a passar nem um ano preso. Nunca mais tive nenhum contato com ele. Deus me livre”, disse. Depois da tragédia, o cantor passou a ser criado pelo tio Amazan, irmão de Lúcia.

Faça seu comentário



Possui atualmente : Nenhum comentário em Luan Estilizado revela tragédia na família: “Ele matou minha mãe”