::Bandidos arrombam depósitos de gás em Serra arranca ::Duas cidades do Cariri ainda não registraram chuva este ano ::Situação de açude preocupa população de cidade do Cariri ::Águas da Transposição do Rio São Francisco chegam a Caraúbas ::Câmara de São João do Cariri debate permanência do posto do Detran ::Famup repudia ameaça de morte a prefeito ::Divulgada a pontuação dos candidatos às vagas do Processo Seletivo da Prefeitura do Congo ::Reforma da Previdência será analisada em fevereiro ::Polícia prende dupla que tentava transferir R$ 1 mi usando documentos falsos ::Prefeitura de Prata emite nota sobre denúncias de irregularidades no ‘Minha Casa Minha Vida’ Malves Supermercados

Monteiro comemora seus 142 anos de emancipação política neste sábado

(28/06/2014)
Monteiro comemora seus 142 anos de emancipação política neste sábado Monteiro comemora seus 142 anos de emancipação política neste sábado

Monteiro, no Cariri paraibano, completa neste sábado, 28 de junho, 142 anos de emancipação política. Palco de importantes eventos, Monteiro chega a mais de quatorze décadas de existência com o título de região formadora de grandes nomes do mundo musical. Só para citar os mais famosos, os cantores Flávio José e a Banda Magníficos é suficiente para mostrar a potencialidade da “Cidade do Forró”.

Localizado na Microrregião do Cariri Ocidental, à 319 quilômetros de João Pessoa, Monteiro, com uma área de 1.009,90 km², é o maior município do Estado em extensão territorial.

Monteiro tornou-se município por meio da Lei Nº 457, de 28 de junho de 1872, com território desmembrado de São João do Cariri. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no ano de 2012 sua população era estimada em 31.330 habitantes. Limita-se ao Norte com o município de Prata (PB); Oeste, com Sertânia, Iguaraci e Tuparetama (PE); ao Sul, com São Sebastião do Umbuzeiro e Zabelê (PB); e, ao Leste, com Camalaú e Sumé (PB).

Na economia, Monteiro destaca-se pela caprinocultura e ovinocultura, cujo grau de desenvolvimento e qualidade genética do seu rebanho está entre um dos mais altos do Nordeste.

No turismo cultural, a localidade também denominada “Terra de Esperanças”, ainda ganhou força com a literatura de cordel, que também se fez berço de escritores e poetas que encantam os turistas com suas prosas e versos, bem como de outros artistas populares locais e titulados cidadãos monteirenses, com os acordes de sanfona e da viola e da sonoridade rústica do pífano, como Pinto do Monteiro e Zabé da Loca.

Atualmente a cidade é administrada pela prefeita Ednacé Henrique, que está exercendo o seu segundo mandato.

Faça seu comentário



Possui atualmente : Nenhum comentário em Monteiro comemora seus 142 anos de emancipação política neste sábado