prefeitura
::Polícia prende casal suspeito de praticar assalto em Monteiro ::Sumé realiza 8ª Conferência Municipal de Assistência Social ::MPPB investiga prefeito de Soledade suspeito de burlar concurso público ::PGR pede ao STF que seja negado recurso de Lula ::Aloysio aparece como coordenador de propina do PSDB em delação da OAS ::“Quem não tem mandato não pode dar conselho a quem tem”, diz Efraim Morais ::Em visita ao DER, vereador recebe confirmação de pavimentação da estrada de Malhada de Roça ::Municípios da Paraíba recebem R$ 24,9 mi do FPM nesta sexta ::CAPS de Sumé continua com atividades do Setembro Amarelo ::Goleiro caririzeiro é convocado para seleção brasileira Malves Supermercados

Municípios da Paraíba têm baixa arrecadação e gastos elevados

(09/09/2019)
Municípios da Paraíba têm baixa arrecadação e gastos elevados Municípios da Paraíba têm baixa arrecadação e gastos elevados

O Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) emitiu alerta, na manhã desta segunda-feira (9), para 15 prefeituras municipais. Cada prefeitura tem seus alertas específicos, mas a todas elas têm pelo menos um alerta correspondendo ao fraco desempenho da administração tributária, baixa arrecadação de impostos ou gastos elevados com pessoal e encargos acima do limite legal da Receita Corrente Líquida (RCL). As informações estão na edição de hoje do Diário Oficial eletrônico do órgão.

Os alertas foram emitidos às seguintes prefeituras: Água Branca, Alagoa Grande, Araruna, Belém, Caiçara, Desterro, Duas Estradas, Jacaraú, Matinhas, Montadas, Mulungú, Pedro Régis, Pilões, Pilõezinhos e São Sebastião de Lagoa de Roças.

Entre os alertas, estão aqueles referentes à baixa arrecadação de impostos diversos, como Imposto sobre serviço (ISS), Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) e Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF). Ao todo, nove das 15 prefeituras receberem esse tipo de alerta.

Com relação à baixa administração tributária, oito municípios foram alertados. Já com relação aos gastos com pessoal e encargos acima do limite legal da Receita Corrente Líquida, 13 das 15 administrações municipais foram notificadas.

Além destes, há outros alertas emitidos às prefeituras, como por exemplo despesas realizadas com recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e da Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) acima do total de verba recebida para o fundo, ou o baixo investimento aplicado pela gestão.

Faça seu comentário



Possui atualmente : Nenhum comentário em Municípios da Paraíba têm baixa arrecadação e gastos elevados