::Prefeito de Sumé diz que ato realizado pela CDL foi capitaneado por opositores ::Justiça fecha festa por exploração sexual de adolescentes em JP ::Senado deve concluir terça-feira votação de mudanças na Previdência ::Beto Cajá se apresenta próxima quarta-feira em João Pessoa ::Pescadores capturam tubarão em praia do Litoral Sul da Paraíba e se exibem ::Pedro Cunha Lima destina emenda parlamentara de R$ 600 mil para Prefeitura de Camalaú ::OURO VELHO: Prefeita antecipa salários de outubro e autoriza reforma do Ginásio Municipal ::Colisão entre carro e caminhão é registrada durante apagão em Monteiro ::PB é o estado do Nordeste com melhor posição em ‘Ranking de Competitividade’ ::Incêndio atinge zona rural de Monteiro Malves Supermercados

Municípios da Paraíba têm baixa arrecadação e gastos elevados

(09/09/2019)
Municípios da Paraíba têm baixa arrecadação e gastos elevados Municípios da Paraíba têm baixa arrecadação e gastos elevados

O Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) emitiu alerta, na manhã desta segunda-feira (9), para 15 prefeituras municipais. Cada prefeitura tem seus alertas específicos, mas a todas elas têm pelo menos um alerta correspondendo ao fraco desempenho da administração tributária, baixa arrecadação de impostos ou gastos elevados com pessoal e encargos acima do limite legal da Receita Corrente Líquida (RCL). As informações estão na edição de hoje do Diário Oficial eletrônico do órgão.

Os alertas foram emitidos às seguintes prefeituras: Água Branca, Alagoa Grande, Araruna, Belém, Caiçara, Desterro, Duas Estradas, Jacaraú, Matinhas, Montadas, Mulungú, Pedro Régis, Pilões, Pilõezinhos e São Sebastião de Lagoa de Roças.

Entre os alertas, estão aqueles referentes à baixa arrecadação de impostos diversos, como Imposto sobre serviço (ISS), Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) e Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF). Ao todo, nove das 15 prefeituras receberem esse tipo de alerta.

Com relação à baixa administração tributária, oito municípios foram alertados. Já com relação aos gastos com pessoal e encargos acima do limite legal da Receita Corrente Líquida, 13 das 15 administrações municipais foram notificadas.

Além destes, há outros alertas emitidos às prefeituras, como por exemplo despesas realizadas com recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e da Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) acima do total de verba recebida para o fundo, ou o baixo investimento aplicado pela gestão.

Faça seu comentário



Possui atualmente : Nenhum comentário em Municípios da Paraíba têm baixa arrecadação e gastos elevados