::Igreja Católica na Paraíba é condenada a pagar indenização de R$ 12 milhões por exploração sexual ::Ex-secretário de Monteiro deverá pleitear vaga de vereador em João Pessoa ::Carro do cantor Alcymar Monteiro é furtado em Patos durante a madrugada ::Amanda diz que não vai continuar no peso-pena e sugere nova adversária para Cyborg ::Prefeita de Monteiro emite nota de pesar pelo falecimento de Jucielly da Silva ::Morre mãe do ex-governador Ricardo Coutinho ::Ciel Rodrigues e Gil Mendes arrastam multidão em São Sebastião do Umbuzeiro ::Três pessoas morrem em acidentes após retornarem de festa no Cariri ::Jovem morre em acidente de moto ao sair de festa, em São Domingos do Cariri ::Bandidos arrombam depósitos de gás em Serra arranca Malves Supermercados

“Nenhuma surpresa vinda de juízes políticos”, afirma Anísio Maia

(24/01/2018)

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região julgou, nesta quarta-feira (24), os recursos da defesa do presidente Lula e manteve, por unanimidade, a condenação da primeira instância. Para o deputado estadual Anísio Maia (PT), o resultado já era esperado pela celeridade recorde do julgamento e pelo engajamento político do Poder Judiciário.

“Nenhuma surpresa! Eu mesmo já venho denunciado há mais de um ano esse jogo de cartas marcadas. Lula foi condenado pela posse de um apartamento que, de acordo com a mesma Justiça Federal, pertence a construtora OAS. Não vimos juízes, mas, políticos a serviço do golpe. A tarefa de hoje era condenar por unanimidade para evitar os embargos infringentes. Não adianta, Lula será candidato e voltará à Presidência! ”, afirmou.

De acordo com Anísio Maia, quem está no banco dos réus é o Poder Judiciário: “O Judiciário cumpre agora o mesmo papel que as Forças Armadas cumpriram em 1964. Condenam Lula enquanto Temer, Aécio, Serra e companhia continuam impunes. O Judiciário envergonhou o Brasil no mundo inteiro reduzindo nossas leis a um instrumento de perseguição política. Convicções substituem provas contra adversários, já contra seus amigos nem mesmo as provas incriminam. Se querem guerra, estamos prontos”, concluiu.

Faça seu comentário



Possui atualmente : Nenhum comentário em “Nenhuma surpresa vinda de juízes políticos”, afirma Anísio Maia