vaquejada
::Wellington Roberto diz que ato dos caminhoneiros é justo e merece apoio ::Wellington Roberto diz que ato dos caminhoneiros é justo e merece apoio ::Sumé prorroga prazo de inscrições do Processo Seletivo de professores ::STF autoriza uso de força em rodovias e impõe multa a quem descumprir decisão ::Avião de Temer fica sem combustível ::Batinga revela diálogos com grupo da prefeita de Monteiro e não descarta aliança ::Mais um lançamento das Lojas Olindina… ::Sindipetro obtém liminar e justiça garante abastecimento nos postos da Paraíba ::Temer diz que governo acionou ‘forças federais’ para desbloquear estradas ::Caminhoneiros chegam ao 5º dia de greve com três pontos de bloqueios no Cariri Malves Supermercados

“Nenhuma surpresa vinda de juízes políticos”, afirma Anísio Maia

(24/01/2018)

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região julgou, nesta quarta-feira (24), os recursos da defesa do presidente Lula e manteve, por unanimidade, a condenação da primeira instância. Para o deputado estadual Anísio Maia (PT), o resultado já era esperado pela celeridade recorde do julgamento e pelo engajamento político do Poder Judiciário.

“Nenhuma surpresa! Eu mesmo já venho denunciado há mais de um ano esse jogo de cartas marcadas. Lula foi condenado pela posse de um apartamento que, de acordo com a mesma Justiça Federal, pertence a construtora OAS. Não vimos juízes, mas, políticos a serviço do golpe. A tarefa de hoje era condenar por unanimidade para evitar os embargos infringentes. Não adianta, Lula será candidato e voltará à Presidência! ”, afirmou.

De acordo com Anísio Maia, quem está no banco dos réus é o Poder Judiciário: “O Judiciário cumpre agora o mesmo papel que as Forças Armadas cumpriram em 1964. Condenam Lula enquanto Temer, Aécio, Serra e companhia continuam impunes. O Judiciário envergonhou o Brasil no mundo inteiro reduzindo nossas leis a um instrumento de perseguição política. Convicções substituem provas contra adversários, já contra seus amigos nem mesmo as provas incriminam. Se querem guerra, estamos prontos”, concluiu.

Faça seu comentário



Possui atualmente : Nenhum comentário em “Nenhuma surpresa vinda de juízes políticos”, afirma Anísio Maia