prefeitura
::Problema em reservatório no PE deixa Boqueirão sem água da Transposição ::Banda Magníficos faz show no ‘Arraiá de Cumpade’, em Campina, neste domingo ::Mensagens provam que Moro nunca foi imparcial com Lula, alega defesa ::O MÉ FOI GRANDE: Forrozeiro esquece par de muletas no São João de Campina ::Guilherme Gaudêncio trabalha para unificar oposição em Serra Branca ::População de Camalaú reclama dos péssimos serviços da Cagepa ::Defesa Civil recebe novo alerta nacional sobre chuvas em João Pessoa ::“Arraiá da Ação Sociá” é realizado em Camalaú e bate recorde de público ::Bolsonaro ameaça demitir Levy do BNDES e diz estar ‘por aqui’ com economista ::Polícia prende mulher com notas falsas na cidade de Sumé Malves Supermercados

No aniversário da cidade, Câmara de Gurjão é aberta por chaveiro e está sem comando

(02/01/2019)
No aniversário da cidade, Câmara de Gurjão é aberta por chaveiro e está sem comando No aniversário da cidade, Câmara de Gurjão é aberta por chaveiro e está sem comando

Um fato no mínimo reprovável está ocorrendo no Poder Legislativo da cidade de Gurjão, no início do biênio 2019/2020. O município que neste dia 02 de janeiro comemora seus 57 anos de Emancipação Política assiste a uma grande disputa pelo poder entre os vereadores e até o prédio da Câmara precisou ser aberto por um profissional especializado em pleno dia de seu aniversário.

A Justiça anulou o resultado de uma eleição para presidente do novo biênio ocorrida na semana passada e mesmo com a indicação para realização de nova disputa até o dia 31 de dezembro, nada ocorreu e a Câmara segue sem comando.

Nesta quarta-feira (02), os vereadores de situação tentaram entrar no Legislativo e o presidente não repassou as chaves, nem deu acesso à Câmara. Os parlamentares trouxeram um chaveiro especializado e acompanhados da polícia tiveram acesso ao prédio, momento em que não encontraram diversos documentos e atas de votações já realizadas.

Os vereadores Maria Elizete, Marcelo Farias, Niselma Martins, Diogo Coutinho e Júnior Moraes foram à delegacia de São João do Cariri registrar um BO contra o ex-presidente Adailson Queiroz e alegaram ainda que documentos foram até falsificados na tentativa de validar a eleição anulada.

Os cinco vereadores ainda publicaram no Diário Oficial a convocação para nova eleição no próximo dia 04 de janeiro e disseram ter a clareza de que elegerão a vereadora Maria Elizete para a presidência do Legislativo.

O ex-presidente Adailson Queiroz prestou um BO alegando que os vereadores invadiram sem permissão o prédio da Câmara de Gurjão. Nossa reportagem tentou contato com ele, mas não conseguiu localizá-lo para comentar as críticas.

De Olho no Cariri

Faça seu comentário



Possui atualmente : Nenhum comentário em No aniversário da cidade, Câmara de Gurjão é aberta por chaveiro e está sem comando