::TRAGÉDIA NO CARIRI: Criança morre após ser atingida acidentalmente por carro ::Prefeito Adriano Wolff se reúne com o candidato a senador Luís Couto e firma parcerias ::Homem é preso acusado de estupro de vulnerável, em Barra de São Miguel ::Inscrições para concurso de São João do Cariri termina neste domingo ::Cássio diz que geração de emprego é prioridade absoluta ::Hulk compra casa de show Domus Hall, em João Pessoa ::Lojas C&A lança comercial gravado no Lajedo de Pai Mateus, em Cabaceiras ::Alcymar Monteiro é 3ª atração confirmada no X Festival do Mel ::Criminosos assaltam duas mulheres e levam moto e celulares em Taperoá ::Dia D de vacinação contra sarampo e pólio será neste sábado em Sumé Malves Supermercados

Novo Fies terá juros zero para baixa renda

(27/01/2018)
Novo Fies terá juros zero para baixa renda Novo Fies terá juros zero para baixa renda

O deputado Efraim Filho (PB), líder do Democratas na Câmara, comemorou a oferta, a partir desta sexta-feira (26), de vagas do novo Financiamento Estudantil (Fies) a juros zero, contratos que serão corrigidos apenas pela inflação. Sancionada em dezembro, após a votação da MP no Congresso, a medida precisava da regulação para entrar em vigor.

A oferta é possível porque o Conselho Monetário Nacional (CMN) regulamentou ontem(25) os juros reais zeros para as operações de crédito concedidas a universitários de domicílios com renda per capita de até três salários mínimos.

“A melhoria da educação e a oferta de ensino são bandeiras do Democratas, a fim de ampliar o nível de formação da população e, assim, gerar oportunidades e renda para os brasileiros”, disse Efraim Filho.

Em 2018, o Fies beneficiará 310 mil estudantes de curso superior, divididos em três categorias. A faixa 1, para a população de menor renda, terá 100 mil vagas com juros reais iguais a zero. O CMN estabeleceu que as parcelas para essa faixa serão corrigidas apenas pela inflação oficial pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), com capitalização (aumento de valor) uma vez por ano.

O novo Fies foi aprovado no ano passado pela Câmara, por meio da Medida Provisória (MP) 785, com o voto sim dos democratas, medida elaborada pelo ministro da Educação, Mendonça Filho (PE).

Em respeito a legislação eleitoral o CARIRI LIGADO não publicará os comentários dos leitores. O espaço para interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições 2018 se encerrem.