prefeitura
::Após quase 15 anos, Cícero Lucena é absolvido na Operação Confraria ::​Bolsonaro anuncia saída do PSL e confirma partido Aliança pelo Brasil ::Alcolumbre deve consultar líderes sobre nova Constituinte ::AMCAP reunirá prefeitos e vereadores do Cariri para tratar sobre a PEC que propõe extinção dos municípios ::Deputados da PB e de PE se reúnem para traçar ações conjuntas em relação às obras da transposição ::Monteirenses se destacam em evento sobre computação no Distrito Federal ::Aos navegantes… ::SECA: Monteiro implanta maior programa de recuperação de poços da história do município ::Lula se diz feliz com volta da Transposição ::Justiça mantém Ivan Burity em prisão preventiva Malves Supermercados

PAULO BERNARDO DE MENEZES (PAULO MOUCO)

(12/01/2017)

Por Zelito Nunes

zelito_nunesPaulo é o irmão mais novo de Chico de Dedês de Ouro Velho, na Paraíba. Não ouve lá essas coisas toda, daí o apelido.

Uma noite tava lá em Ouro Velho, num carteado, quando sua mãe chegou à porta do cassino pedindo a ele dez contos pra comprar açúcar. Pediu uma vez, duas e Paulo nem aí, fazendo que não estava ouvindo. Nisso, um dos companheiros o cutucou, pois ele permanecia de cabeça baixa, ignorando a presença da mãe.

– Paulo, tua mãe, tá aí, querendo falar contigo!

– O que é que a senhora quer mãe?

– Quero vinte. Vinte contos pra comprar açúcar!

E ele:

– Inda agora era dez!

Outro dia estava jogando sinuca em Ouro Velho quando chegou uma pessoa apressada
chamando por ele.

Perguntou ao portador:

– O que é que tu queres?

– Mandaram te chamar, lá na tua casa, que uma cobra mordeu a tua sogra!

– Que cobra foi?

– Não sei não, parece que foi uma cascavel!

E ele, passando giz no taco:

– Pense numa cobrinha pra eu ter fé nela!

Faça seu comentário



Possui atualmente : Nenhum comentário em PAULO BERNARDO DE MENEZES (PAULO MOUCO)