vaquejada
::Cariri paraibano registra falta de combustíveis em postos ::UPA de Monteiro destaca-se mais um vez por diversificação de serviços oferecidos ::Prefeito e vice de Camalaú visitam Ministério da Saúde e conseguem liberação de recursos ::Petrobras reduz preço da gasolina e do diesel pelo 2º dia consecutivo ::Obras começam em Poções e devem durar até quatro meses ::Escola de Sumé irá representar o Cariri em conferência nacional em Brasília ::S. S. do Umbuzeiro é contemplado com recursos para aquisição de mais uma Van ::João Henrique declara apoio a pré-candidatura de Lucélio Cartaxo ::Lá se foi meu amigo Florisval… ::Deputado confirma liberação de recursos para o Hospital Regional de Monteiro Malves Supermercados

Prefeita do Cariri e outros 20 gestores podem sofrer multa pessoal no TCE-PB

(02/02/2018)
Prefeita do Cariri e outros 20 gestores podem sofrer multa pessoal no TCE-PB Prefeita do Cariri e outros 20 gestores podem sofrer multa pessoal no TCE-PB

Pelo menos 21 prefeituras e uma Câmara Municipal da Paraíba deixaram de apresentar os balancetes de dezembro ao Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB). O prazo final para entrega da documentação expirou nesta quarta-feira (31). Sem a documentação os gestores municipais poderão sofrer multa pessoal, além de os órgãos terem as contas bancárias bloqueadas como medida cautelar.

Na lista dos irregulares, além do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), e a prefeita Silvana Marinho de Santo André, no Cariri, estão os gestores das prefeituras de Alhandra, Arara, Borborema, Brejo do Cruz, Cruz do Espírito Santo, Cuité, Cuitegi, Damião, Diamante, Frei Martinho, Ingá, Nova Floresta, Pedra Lavrada, Pirpirituba, Pitimbu, São Vicente do Seridó, Sobrado e Tacima, bem como o presidente da Câmara Municipal de Alhandra.

Os retardatários estão, a partir de agora, sujeitos a multas pessoais e ao bloqueio das contas bancárias dos órgãos que administram, providência a ser tomada depois que a Assessoria Técnica (Astec) responder ao Gabinete da Presidência do TCE sobre a possibilidade de requerimento devidamente fundamentado por qualquer um deles, ou ocorrência eventual de pendências no sistema. Caso isso não ocorra, os bloqueios serão expedidos.

Segundo o TCE, os balancetes mensais são uma forma republicana, democrática e transparente de exposição dos atos e fatos da administração pública. Também possibilitam ao TCE o acompanhamento efetivo de cada gestão, em benefício dos próprios gestores e da sociedade.

Faça seu comentário



Possui atualmente : Nenhum comentário em Prefeita do Cariri e outros 20 gestores podem sofrer multa pessoal no TCE-PB