prefeitura
::Casal é encontrado morto dentro de carro em Monteiro ::Polícia Civil prende suspeito de matar vizinho após confusão por terra no Cariri ::Prefeito Jefferson Roberto entrega escola na zona rural de São José dos Cordeiros ::Homem invade casa de candidato a prefeito e ameaça de morte esposa e familiares na PB ::Condições meteorológicas adversas e atitudes do piloto levaram à queda de aeronave que matou Gabriel Diniz ::As charges do dia… ::Secretaria Municipal de Saúde de Monteiro informa sobre 17 novos casos de covid ::EM SUMÉ: Coligação do candidato a prefeito Juan Pereira leva mais uma multa da justiça eleitoral ::Paraíba volta a receber fluxo das águas do Rio São Francisco após intervenção na Barragem de Jati ::PRF inicia Operação Finados nas rodovias federais da Paraíba nesta sexta-feira Malves Supermercados

Prefeitura de Monteiro tenta amenizar o sofrimento provocado pela Cagepa

(19/06/2014)
Prefeitura de Monteiro tenta amenizar o sofrimento provocado pela Cagepa Prefeitura de Monteiro tenta amenizar o sofrimento provocado pela Cagepa

A cidade de Monteiro vem sofrendo há dias pela falta de abastecimento de água pela CAGEPA, o que tem causado sérios transtornos a população e ao comércio local.

Buscando minimizar o sofrimento da população e atender as comunidades menos favorecidas com o fornecimento de água, a Prefeitura tem viabilizado com recursos próprios o fornecimento de água em carro pipa.

Dentro da programação dos pipas estão sendo abastecidas as unidades da rede municipal de saúde, a exemplo da UPA, Centro da Mulher e PSFs, além de unidades escolares.

Também estão sendo abastecidas cisternas que foram construídas pela Prefeitura para atender comunidades que sofrem pelo abastecimento como: Vila da Manzuá e Conjunto Mariz, que receberam recentemente uma cisterna cada comunidade, com capacidade de 52 mil litros de água.

De acordo com o Secretário Adjunto de Agricultura, Alexandre Magno, a determinação da Prefeita Edna Henrique é de que estas ações minimizem a situação calamitosa que a população de Monteiro vive em detrimento da CAGEPA.

“As unidades escolares, as autarquias e equipamentos da rede municipal de saúde, não podem operar sem água para viabilizar sua rotina diária. Alguns pontos da cidade estão sendo atendidos com abastecimento de água, através de carro pipa e foram construídas cisternas nas comunidades da Vila Manzuá e Conjunto Mariz, visando atender a população com água de qualidade”, concluiu Alexandre.

Faça seu comentário



Possui atualmente : Nenhum comentário em Prefeitura de Monteiro tenta amenizar o sofrimento provocado pela Cagepa