prefeitura
::Dupla rouba motocicleta na zona rural de Monteiro ::Carga irregular de autopeças com destino a CG é apreendida no Cariri ::Preço da gasolina sobe pela 4ª semana ::Homem é encontrado morto com sinais de violência no Cariri ::João anuncia ações para ajudar famílias prejudicadas por chuvas em Pocinhos ::Vereador de Monteiro pede ao Estado dispensa de juros e multa para motos atrasadas ::Carro provoca acidente envolvendo van da Prefeitura de Monteiro ::Previsão indica nebulosidade e chuvas para Paraíba ::Dialogando com o Povo tem mais uma edição, desta vez na comunidade de Jabitacá ::AVC mata uma pessoa a cada quatro horas e meia na Paraíba Malves Supermercados

Prefeitura do Cariri prorroga situação de emergência por falta de chuvas

(09/01/2019)
Prefeitura do Cariri prorroga situação de emergência por falta de chuvas Prefeitura do Cariri prorroga situação de emergência por falta de chuvas

O prefeito do município de Cabaceiras, Tiago Castro, prorrogou a situação de emergência na cidade por conta da seca. A medida foi divulgada na edição desta quarta-feira (09) do Diário Oficial da Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup). Confira publicação na íntegra.

De acordo com a publicação, a falta de chuvas tem causado prejuízos nas atividades produtivas, principalmente na área da agricultura e pecuária.  O decreto ainda afirma que o poder público deve adotar previdências para amenizar os efeitos da seca e prover água e alimentação para os habitantes.

Segundo o decreto, moradores da área rural da cidade são os mais afetados pelo período de longa estiagem. O estado de emergência anteriormente declarado seria até o próximo domingo (13), mas foi prorrogado por mais 180 dias.

O decreto ainda autorizou a abertura do Crédito Extraordinária para tentar conter as consequências do cenário. Voluntários também foram convocados para reforçar ‘ações de respostas à situação de emergência’.

Faça seu comentário



Possui atualmente : Nenhum comentário em Prefeitura do Cariri prorroga situação de emergência por falta de chuvas