::Jogos Escolares Monteirenses movimentam alunos da rede municipal, estadual, federal e particular ::Sumé promove atividades de prevenção ao Câncer de Mama e outras doenças ::Carro roubado em Monteiro é encontrado abandonado ::Prefeituras da PB irão receber adicional de R$ 132,4 mi em suas contas ::Em carta aos evangélicos, Haddad pede apoio e se diz alvo de mentiras ::Com resultado das eleições, George Aquino mostra força para 2020 ::Alunos de Camalaú participam da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia no Cariri ::SUMÉ: Carreta tomba, atinge poste e deixa parte da cidade sem energia ::STF rejeita reclamação do MPPB e mantém liminar conquistada pela OAB-PB ::VI Semana Lecampo e III Seminário de Estágio Curricular Lecampo será realizado na UFCG em Sumé Malves Supermercados

Presidente da ASPOL é acusada de obter promoção ilegal na Polícia Civil

(31/01/2018)
Presidente da ASPOL é acusada de obter promoção ilegal na Polícia Civil Presidente da ASPOL é acusada de obter promoção ilegal na Polícia Civil

A presidente da Associação dos Policiais Civis da Paraíba (ASPOL), Suana Guarani de Melo, está sendo acusado de ter obtido ilegalmente uma promoção. A informação foi repassada por uma fonte junto a Polícia Civil.

De acordo com documentos enviados ao Portal, em julho de 2013, Suana foi punida com suspensão de quatro dias e em 2014 foi promovida para a classe especial, por merecimento. Ocorre que a Lei complementar 85/200, no seu art 261, VIII, é taxativa, ao dizer que não poderá haver promoção por merecimento para quem teve punição de advertência ou suspensão dois anos antes das promoções.

Segundo a fonte, vários peritos, papiloscopistas, necrotomistas e delegados não foram promovidos por terem sofrido a mesma pena de suspensão.

A promoção de Suana foi aprovada por uma comissão composta por policias. A reportagem tentou contato com a secretaria Estadual de Segurança Pública (SEDS) para saber como o órgão irá se posicionar quanto a denúncia, mas não obteve êxito.

Com WSCom

Em respeito a legislação eleitoral o CARIRI LIGADO não publicará os comentários dos leitores. O espaço para interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições 2018 se encerrem.