prefeitura
::Secretaria de Saúde de Monteiro promove evento da Semana Municipal de Enfermagem 2019 ::Presidente da Câmara de Monteiro participa de cavalgada e visita à santuário ::Prefeitura de Prata continua beneficiando famílias com entrega de alimentos ::Monteirenses tem até o dia 31 de maio para pagar IPTU 2019 com desconto ::Morre em Campina Grande o pai do deputado Wellington Roberto, aos 96 anos ::Bolsonaro vem ao Pernambuco na próxima sexta-feira ::Semana do Microempreendedor Individual começa nesta segunda em Monteiro e outras 20 cidades ::Ex-deputado Carlos Dunga defende prorrogação de mandatos de prefeitos e vereadores ::DEU NO BOIGA DO VAVÁ: Se recorda é viver, ontoce recorde o dia que Vavá da Luz foi delegado de ‘puliça’ ::Ferramenta obriga prefeituras da PB a divulgar dados financeiros Malves Supermercados

Procon-JP e Semam iniciam campanhas educativas para consumo sustentável

(11/03/2019)
Procon-JP e Semam iniciam campanhas educativas para consumo sustentável Procon-JP e Semam iniciam campanhas educativas para consumo sustentável

O Procon-JP e a Semam-JP dão o pontapé inicial às campanhas educativas específicas para o consumo sustentável. O projeto “De bem com a vida” tem o objetivo de conscientizar a população a manter João Pessoa uma cidade aprazível e estimular práticas ecologicamente corretas para o bem-estar de todos e, como primeiro alerta, evitar o uso indiscriminado de um dos maiores vilões do meio ambiente: o plástico nosso do dia a dia, a exemplo dos canudinhos.

Para viabilizar as campanhas do consumo sustentável, a Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor e a Secretaria Municipal do Meio Ambiente vão trabalhar com outros parceiros. “Vamos atuar com outros parceiros, a exemplo de organizações da sociedade civil,para que possamos fazer grandes campanhas ao longo de todo este ano”, explica o secretário Helton Renê.

Ele acrescenta que o canudinho será o primeiro tema, mas outros produtos à base de plástico também estão na mira, como copos, pratinhos e sacolas. “Vamos conversar, inclusive,com fornecedores de bem e serviços. já com a ideia da elaboração de um TAC junto a bares, restaurantes e similares da Capital para discutir esta questão e acharmos uma solução viável e que contemple a todos”, esclarece o titular do Procon-JP.

Semam vibra- O secretário do Meio Ambiente do Município, Abelardo Jurema Neto, vibra com a parceria. “O meio ambiente é responsabilidade de todos e procurar alternativas é um dever. “A ideia de ambiente sustentável, hoje, é sua maior força, mas, paradoxalmente, é também sua maior fragilidade, porque se trata da consciência individual, que é muito mais difícil de se adquirir, como é o caso do consumo de alguns artigos extremamente nocivos à natureza, a exemplo do canudinho de plástico, que é jogado diariamente às toneladas nas orlas de todo mundo. E parcerias com ações educativas/preventivas é um dos caminhos para a conscientização do indivíduo”.

Força motriz – Abelardo Jurema acrescenta que há uma tendência mundial e, aqui, no Brasil, o Rio de janeiro já baniu o canudinho de plástico através de legislação.”Afirmo que a parceria Semam/Procon-JP para o consumo sustentável é uma força motriz e, através dessas campanhas, tenho certeza que vamos, de forma imediata, provocar a reflexão no cidadão sobre o uso irresponsável do canudinho e, a médio prazo, fortalecer a convicção da necessidade de banir esse objeto de nossas vidas. E, então, a sociedade como um todo vai ganhar em qualidade de vida”.

Projeto de lei – Segundo informações de HeltonRenê, a Câmara Municipal de João Pessoa deve votar ainda neste primeiro semestre, o Projeto de Lei do vereador Tanilson Soares, que propõe que restaurantes, bares, lanchonetes e similares forneçam apenas canudos de material biodegradável, reciclável e/ou reutilizável. “Existe a possibilidade mais que real de termos uma lei que regule essa questão, mas, independente disso, faremos a campanha junto à população para que todos tomem consciência”.

Plástico mata – O plástico é “famoso” por se tratar de um produto que leva mais de um século para se decompor e significa mais de 90% do lixo flutuante nos mares e rios, sendo responsável pela maioria das mortes dos animais, por ingestão, que circulam nesses locais. As sacolas, copos, canudinhos e outros artigos do dia a dia feitos de plástico têm uma elevada margem de consumo.

Canudos alternativos – Como alternativa de substituição para o canudo de plásticos, estudiosos do meio ambiente propõem que o produto seja feito à base de papel, inox, talos de plantas, como o de trigo e até mesmo comestíveis, à base de farinha de trigo, por exemplo. “As pessoas precisam entender que sempre há um jeito das coisas melhorarem. O mais importante é tomar consciência de que o meio ambiente saudável é responsabilidade de toda população e significa o bem-estar de todos”, disse HeltonRenê.

Atitude do consumidor- Helton Renê sugere ao consumidor que também entre na briga por um mundo melhor. “Tudo é uma questão de informação e conscientização. As pessoas devem saber que o plástico é muito nocivo para o meio ambiente e deve procurar também suas alternativas. Como sugestão, o consumidor podelevar seu próprio canudinho, daqueles de alumínio ou inoxidável, quando sair de casa com a intenção de comer e beber. Pode ter certeza que a natureza agradece”.

Outros temas – O secretário adianta que outros temas serão tratados nas campanhas educativas direcionadas ao consumo consciente. “O Procon-JP e a Semam têm outras ideias de campanhas como aumentar o plantio de árvores na cidade de forma coordenada, descarte de remédios e produtos médicos em local apropriado nas farmácias etc. Já existem leis municipais que norteiam esses assuntos. Para nós, isto é apenas o começo. Sabemos que o processo de consciência é lento, mas que tem que ser iniciado e isso o Procon-JP e a Semam já estãofazendo”, finaliza Helton Renê.

Faça seu comentário



Possui atualmente : Nenhum comentário em Procon-JP e Semam iniciam campanhas educativas para consumo sustentável