::Motivados e muito preparados, alunos do município de Monteiro fazem prova do Saeb ::Edna Henrique é condenada pela Justiça Federal por irregularidades em convênio ::São Sebastião do Umbuzeiro ganhará Centro Público de Convivência ::Prefeita de Monteiro decreta ponto facultativo no Dia do Servidor Público ::Relator no STF vota contra prisão após condenação em segunda instância ::‘Menininho’ renuncia suplência de vereador em Sumé ::“MAIS LUZ NO CAMPO”: Monteiro implanta maior programa de Iluminação rural da história do município ::UBS 12 Comemora dia das crianças com ações de prevenção em saúde bucal, em Monteiro ::Prefeitura de Sumé altera expediente em virtude do Dia do Servidor Municipal ::Suspeito de roubar galinhas é baleado por vigia na Paraíba Malves Supermercados

Procurador da Lava Jato admite anulação do processo de Lula após decisão do STF

(15/03/2019)

O procurador Carlos Fernando dos Santos Lima, um dos nomes principais da Operação Lava Jato, avaliou que a decisão desta quinta-feira (14), do Supremo Tribunal Federal pode resultar na anulação da condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Lula não foi condenado por crime eleitoral na Lava Jato. A condenação do ex-presidente nos casos do triplex do Guarujá e do Sítio de Atibaia foram por corrupção e lavagem de dinheiro, competência da Justiça Federal.

Se o STF mandar tudo ser enviado para a Justiça Eleitoral, por que não vão anular a condenação do Lula?”, questiona Lima. “A condenação do caso triplex não é só pelo triplex, é um dinheiro de corrupção encaminhado também para o Partido dos Trabalhadores. Então, também tem uma questão eleitoral”, disse o procurador.

JULGAMENTO
Por 6 votos a 5, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (14) a favor da competência da Justiça Eleitoral para investigar casos de corrupção quando envolverem simultaneamente caixa 2 de campanha e outros crimes comuns, como lavagem de dinheiro, que são investigados na Operação Lava Jato.

Faça seu comentário



Possui atualmente : Nenhum comentário em Procurador da Lava Jato admite anulação do processo de Lula após decisão do STF