prefeitura
::Prefeitura de Sumé realiza a Campanha Maio Amarelo ::Secretaria de Saúde de Monteiro promove evento da Semana Municipal de Enfermagem 2019 ::Presidente da Câmara de Monteiro participa de cavalgada e visita à santuário ::Prefeitura de Prata continua beneficiando famílias com entrega de alimentos ::Monteirenses tem até o dia 31 de maio para pagar IPTU 2019 com desconto ::Morre em Campina Grande o pai do deputado Wellington Roberto, aos 96 anos ::Bolsonaro vem ao Pernambuco na próxima sexta-feira ::Semana do Microempreendedor Individual começa nesta segunda em Monteiro e outras 20 cidades ::Ex-deputado Carlos Dunga defende prorrogação de mandatos de prefeitos e vereadores ::DEU NO BOIGA DO VAVÁ: Se recorda é viver, ontoce recorde o dia que Vavá da Luz foi delegado de ‘puliça’ Malves Supermercados

Quatro pedidos de CPIs travam a bancada de oposição na ALPB

(19/02/2019)
Quatro pedidos de CPIs travam a bancada de oposição na ALPB Quatro pedidos de CPIs travam a bancada de oposição na ALPB

Mais quatro pedidos de instalação de CPIs (comissões parlamentares de inquérito) foram apresentadas à mesa diretora da Assembleia Legislativa, na sessão desta terça-feira (19).

São elas: a CPI da Homofobia, CPI da Indústria dos Pardais, CPI do Feminicídio e a das Obras Inacabadas.

Conforme a bancada de oposição, as CPIs foram protocolizadas como forma de barrar a CPI da Cruz Vermelha, que tem como objetivo investigar o suposto desvio de verbas no setor de Saúde do Estado.

O líder do governo, deputado Ricardo Barbosa (PSB), descartou as acusações e disse não ter nada de manobra, pois a CPI é uma ação própria do Parlamento e que só cabe ao Legislativo.

“A oposição só quer fazer alarde de uma CPI que, sequer, eles conseguiram as assinaturas necessárias para protocolizar o pedido. Não há nada de manobra”, enfatizou.

O líder explicou ainda que a Casa tem dentro do seu regimento interno a preceituação de critérios e que só podem ser instaladas três CPIs simultaneamente.

“Caberá ao presidente da Casa (deputado Adriano Galdino), por questão de ordem, fazer a seleção de instalação das CPIs. Qualquer outra que chegar estará no fim da fila. Portanto, o que há nisso é o exercício pleno das prerrogativas parlamentares da bancada governista”, concluiu Barbosa.

Faça seu comentário



Possui atualmente : Nenhum comentário em Quatro pedidos de CPIs travam a bancada de oposição na ALPB