::Motivados e muito preparados, alunos do município de Monteiro fazem prova do Saeb ::Edna Henrique é condenada pela Justiça Federal por irregularidades em convênio ::São Sebastião do Umbuzeiro ganhará Centro Público de Convivência ::Prefeita de Monteiro decreta ponto facultativo no Dia do Servidor Público ::Relator no STF vota contra prisão após condenação em segunda instância ::‘Menininho’ renuncia suplência de vereador em Sumé ::“MAIS LUZ NO CAMPO”: Monteiro implanta maior programa de Iluminação rural da história do município ::UBS 12 Comemora dia das crianças com ações de prevenção em saúde bucal, em Monteiro ::Prefeitura de Sumé altera expediente em virtude do Dia do Servidor Municipal ::Suspeito de roubar galinhas é baleado por vigia na Paraíba Malves Supermercados

Quatro pedidos de CPIs travam a bancada de oposição na ALPB

(19/02/2019)
Quatro pedidos de CPIs travam a bancada de oposição na ALPB Quatro pedidos de CPIs travam a bancada de oposição na ALPB

Mais quatro pedidos de instalação de CPIs (comissões parlamentares de inquérito) foram apresentadas à mesa diretora da Assembleia Legislativa, na sessão desta terça-feira (19).

São elas: a CPI da Homofobia, CPI da Indústria dos Pardais, CPI do Feminicídio e a das Obras Inacabadas.

Conforme a bancada de oposição, as CPIs foram protocolizadas como forma de barrar a CPI da Cruz Vermelha, que tem como objetivo investigar o suposto desvio de verbas no setor de Saúde do Estado.

O líder do governo, deputado Ricardo Barbosa (PSB), descartou as acusações e disse não ter nada de manobra, pois a CPI é uma ação própria do Parlamento e que só cabe ao Legislativo.

“A oposição só quer fazer alarde de uma CPI que, sequer, eles conseguiram as assinaturas necessárias para protocolizar o pedido. Não há nada de manobra”, enfatizou.

O líder explicou ainda que a Casa tem dentro do seu regimento interno a preceituação de critérios e que só podem ser instaladas três CPIs simultaneamente.

“Caberá ao presidente da Casa (deputado Adriano Galdino), por questão de ordem, fazer a seleção de instalação das CPIs. Qualquer outra que chegar estará no fim da fila. Portanto, o que há nisso é o exercício pleno das prerrogativas parlamentares da bancada governista”, concluiu Barbosa.

Faça seu comentário



Possui atualmente : Nenhum comentário em Quatro pedidos de CPIs travam a bancada de oposição na ALPB