prefeitura
::“Quem não tem mandato não pode dar conselho a quem tem”, diz Efraim Morais ::Em visita ao DER, vereador recebe confirmação de pavimentação da estrada de Malhada de Roça ::Municípios da Paraíba recebem R$ 24,9 mi do FPM nesta sexta ::CAPS de Sumé continua com atividades do Setembro Amarelo ::Goleiro caririzeiro é convocado para seleção brasileira ::Lojas Americanas conta com apoio do SINE Monteiro para processo seletivo ::Líder anuncia que prefeita de Monteiro receberá comissão de servidores para para discutir insalubridade ::Alunos da rede municipal de ensino recebem atendimento oftalmológico em Monteiro ::Governo Federal tem dívida de R$ 25 mi em repasse para as obras do canal Acauã-Araçagi ::Prefeitura de Sumé, Banco do Brasil e empresários se reúnem para tratar sobre a agência Malves Supermercados

Sem previsão do retorno das águas da Transposição, Cariri será abastecido pelo açude do Congo

(19/08/2019)
Sem previsão do retorno das águas da Transposição, Cariri será abastecido pelo açude do Congo Sem previsão do retorno das águas da Transposição, Cariri será abastecido pelo açude do Congo

Sem a água da transposição, as cidades da região do Cariri paraibano que eram abastecidas por água captada no Rio Paraíba serão abastecidas através do açude de Cordeiros, no Congo, de acordo com informação repassada pelo presidente da Agência Estadual de Gestão das Águas (Aesa), Porfírio Catão. O açude teria capacidade para abastecer a população por quatro meses.

O Ministério do Desenvolvimento Regional informou que a Transposição passará por novas intervenções estruturantes para garantir o funcionamento adequado da barragem. A medida é preventiva e, portanto, a estrutura não apresenta risco de rompimento.

O consórcio supervisor da obra realiza estudo e perícia para identificar os ajustes técnicos necessários à estrutura, bem como indicar ações preventivas e de reparo que deverão ser realizadas.

Faça seu comentário



Possui atualmente : Nenhum comentário em Sem previsão do retorno das águas da Transposição, Cariri será abastecido pelo açude do Congo