prefeitura
::Polícia prende mais um acusado de envolvimento com morte de vereador no Cariri ::Espetáculo da Paixão de Cristo em Monteiro este ano apresenta diversas inovações ::Wellington assume liderança do PR e diz que partido não faz parte da base de Bolsonaro ::IPVA poderá ser pago nas casas lotéricas a partir de abril, na Paraíba ::Policial Militar caririzeiro é baleado no Pernambuco ::Educação do Campo realiza III Ciclo de Debate do Nupeforp ::Governo da Paraíba cria programa de transporte escolar para alunos da zona rural ::IBOPE: Aprovação do governo Bolsonaro cai 15 pontos ::Reforma da previdência dos militares prevê economia líquida de R$ 10,45 bilhões em dez anos ::STJ decide que homem deve pagar R$ 120 mil por transmitir HIV a ex-esposa Malves Supermercados

Tiroteio em escola deixa mortos em São Paulo

(13/03/2019)
Tiroteio em escola deixa mortos em São Paulo Tiroteio em escola deixa mortos em São Paulo

Dois adolescentes encapuzados mataram oito pessoas na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano (SP), e cometeram suicídio em seguida. Quatro dos mortos no local são alunos do ensino médio. Outros dois adolescentes foram socorridos, mas morreram no hospital. Duas das vítimas são funcionárias da escola. O ataque ocorreu por volta das 9h30 desta quarta-feira (13).

“Eles ingressaram na escola, atiraram na coordenadora pedagógica, atiraram numa outra funcionária. Estava na hora do lanche, eles se dirigiram ao pátio, atiraram em mais quatro alunos do ensino médio. Nesse horário, só havia alunos do ensino médio, e [os autores do ataque] dirigiram-se ao centro de línguas. Os alunos do centro de línguas se fecharam na sala com a professora e eles [atiradores] se suicidaram no corredor”, disse o coronel Marcelo Salles, comandante-geral da PM.

O coronel Salles afirmou que, antes de entrar na escola, os atiradores balearam um homem em um lava-rápido próximo à escola. Ele passa por cirurgia na na Santa Casa de Suzano e está em estado gravíssimo.

Mais cedo, a capitão Cibele, da comunicação da PM, um carro da polícia estava a caminho desse comércio, quando passou perto da escola e ouviu gritos dos alunos. “Policiais estavam indo para esse primeiro chamado e ouviram gritos das crianças. Foram então até a escola, onde os dois criminosos acabaram se matando”, disse ela.

Arsenal
Dentro da escola, a polícia encontrou um revólver 38, quatro jet luders, que são plástico para recarregamento de arma, uma besta (um tipo de arco e flecha que dispara na horizontal), um arco e flecha tradicional e garrafas que aparentam ser coquetéis molotov. Há ainda uma mala com fios. O esquadrão antibombas foi chamado, e a polícia ainda não informou se havia material explosivo no local.

Relato de estudante
O estudante Rosni Marcelo Grotliwed, de 15 anos, disse que o ataque ocorreu durante o intervalo e que um dos criminosos tinha uma arma e outro, uma faca.

“A gente estava na merenda e comendo normal e escutamos ‘três pipocos’ nisso tentamos correr para pular o muro do CEL. Os caras vieram atrás de nós e começou a matar muita gente. Mas o pente dele descarregou e foi na hora que a gente correu.”
Segundo ele, um dos garotos passou com faca ao seu lado, mas ele conseguiu desviar. “Fui para a diretoria e tinha muita gente morta no chão. Eles gritavam, mas eu não entendi o que era.”

“Meu amigo levou facada no ombro e outro levou um tiro. Fugi com um amigo para minha casa e volteui para buscar um amigo.”

Faça seu comentário



Possui atualmente : Nenhum comentário em Tiroteio em escola deixa mortos em São Paulo