::OLHO VIVO – Por Simorion Matos ::Prefeitura de Ouro Velho paga rigorosamente precatórios de gestões anteriores ::Carreata pró-Bolsonaro será realizada em Monteiro nesta quarta-feira ::João Azevêdo diz que Educação e Segurança serão prioridades ::Efraim Filho defende Reforma do Código Penal ::TJPB sequestra R$ 39 mil da prefeitura de Gurjão para pagamento de precatórios ::Ex-prefeito de Boqueirão é condenado por uso indevido de recursos do FUNDEB ::Missa do vaqueiro mantém tradição na festa da padroeira de Zabelê ::Presidente do TSE recebe mensagens com conteúdos de ameaças ::Prefeitura de Prata realiza manutenção da iluminação pública na zona rural e urbana Malves Supermercados

Venda de veículos cai 21,7% na PB em 2017; motos puxam queda

(04/01/2018)
Venda de veículos cai 21,7% na PB em 2017; motos puxam queda Venda de veículos cai 21,7% na PB em 2017; motos puxam queda

A venda de veículos na Paraíba caiu 21,7% em 2017 no comparativo com o ano anterior.  A queda foi acentuada com a baixa na negociação de motocicletas, que caiu 40,5%. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (04) pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).

O estudo mostra que no ano passado foram vendidos 51.694 veículos, enquanto em 2016 foram 66.021.  Foram 14.327 vendas a menos.

A baixa na venda de motocicletas chama a atenção. Em 2016 foram compradas 41.203 motos. Já em 2017 esse número caiu quase pela metade com a venda de 24.480.

A Paraíba segue na contramão do país, que registrou aumento. “Ao iniciar 2017, a projeção era negativa em mais de 20% e, ao longo do ano, as ações econômicas acertadas geraram efeitos positivos. Quedas sucessivas dos juros e da inadimplência, o aumento da empregabilidade e um melhor acesso ao crédito resultaram na melhora nos índices de confiança e expectativa do consumidor e do empresário, fazendo com que aumentasse o consumo, revertendo, assim, o cenário negativo inicial”, argumentou Assumpção Júnior, presidente da Fenabrave.

Em respeito a legislação eleitoral o CARIRI LIGADO não publicará os comentários dos leitores. O espaço para interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições 2018 se encerrem.