Cariri Ligado
::Pagamento dos servidores estaduais começa nesta quinta-feira ::Meteorologistas preveem chuvas dentro da média para o Semiárido paraibano ::DANOU-SE!: Casal é flagrado fazendo sexo sobre moto em movimento ::Paraíba tem apenas 55,1% do efetivo previsto em lei estadual para PM ::Após ser ‘morto’ por cão, jovem acorda no próprio enterro ::Com problema técnico solucionado, águas da transposição chegam hoje em Sertânia e depois a Monteiro; Veja vídeos ::TRAIÇÃO: DEM desdenha deputado, fere regimento e indica suplente para comissão ::Prefeita Anna Lorena parabeniza reitor Vicemário Simões pela posse na UFCG ::Prefeito Adriano aluga casa para família com pacientes em Campina Grande ::PREPARE O BOLSO: Reforma tributária pode instituir IVA e recriar CPMF Malves Supermercados

Vené reconhece favoritismo de Cássio e Cartaxo e ‘desiste’ de disputar o Governo

(09/01/2017)
Vené reconhece favoritismo de Cássio e Cartaxo e ‘desiste’ de disputar o Governo Vené reconhece favoritismo de Cássio e Cartaxo e ‘desiste’ de disputar o Governo

Após duas tentativas frustradas de concorrer ao Governo do Estado, o deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) anunciou, nesta segunda-feira (9), que não vai colocar seu nome na disputa pelo Palácio da Redenção no pleito de 2018.

Em entrevista ao Rádio Verdade, da Rádio Arapuan FM, o peemedebista considerou que teve dois grandes momentos para encabeçar a chapa majoritária: em 2010 e 2014.

Segundo Veneziano, no próximo ano ele vai tentar a reeleição.

“Foram dois momentos que eu tive a oportunidade e o PMDB achou em não vingar o meu nome. Não estou asfixiando sonho, mas para a eleição de 2018 sou candidato a reeleição”, afirmou.

Ainda durante a entrevista, Veneziano reconheceu o favoritismo do senador Cássio Cunha Lima (PSDB) e do prefeito Luciano Cartaxo (PSD) para as eleições estaduais.

De acordo com Veneziano, Cássio e Cartaxo têm “boa largada” para o governo em virtude da vitória conquistada nas urnas em 2016, dando a reeleição ao gestor da Capital paraibana no primeiro turno.

Roberto Targino – MaisPB

Faça seu comentário



Possui atualmente : 1 Comentário