prefeitura
::Souzinha faz importantes reivindicações para Serra Branca em reunião com o Governador ::Ato público contra projeto de lei que trata de abuso de autoridades acontece terça ::Em Barretos, Bolsonaro assina decreto que flexibiliza lei de rodeios ::Monteiro promove seu primeiro Encontro LGBTS na próxima terça-feira ::Problema em barragem suspende novamente bombeamento do Eixo Leste da Transposição ::Mais um prefeito adere ao projeto do governador João Azevedo ::Em postagem, Patrícia Rocha confirma pedido de demissão: ‘decisão pensada e amadurecida’ ::Ciro diz que educação é “espancada” e chama Bolsonaro de “idiota” ::Secretaria de Estado da Saúde emite alerta contra sarampo ::OPERAÇÃO BOTIJA: Homem é preso acusado de tráfico de drogas em Juazeirinho Malves Supermercados

Waldson nega ter sido alvo de mandados e diz que se afastou para garantir governabilidade

(30/04/2019)

O ex-secretário de Estado do Planejamento Orçamento e Gestão da Paraíba, Waldson de Souza, emitiu nota, através de seu advogado, em que nega ter sido alvo de medida cautelar de busca e apreensão ou de qualquer outra medida na 4ª fase da Operação Calvário, deflagrada nesta terça-feira (30) pelo Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco).

Waldson também citou que pediu afastamento para a garantia da Governabilidade da Paraíba. Ele também disse que colabora com o Ministério Público da Paraíba.

A operação

Na ação policial, 12 pessoas foram alvos dos mandados. Foram cumpridos mandados nas casas dos investigados, no Centro Administrativo Estadual, no bairro de Jaguaribe, e na sede da Procuradoria-Geral do Estado da Paraíba, localizada na Avenida João Machado.

O Gaeco, do Ministério Público da Paraíba (MPPB), com reforço da Polícia Rodoviária Federal (PRF), deflagrou na manhã de hoje o quarto desdobramento da Operação Calvário batizada como Operação Esperança.

Além do mandado de prisão contra a ex-secretária de Gilberto Carneiro, a operação também cumpriu 18 mandados de busca e apreensão. Os mandados foram expedidos pelo desembargador Ricardo Vital, do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB).

Faça seu comentário



Possui atualmente : Nenhum comentário em Waldson nega ter sido alvo de mandados e diz que se afastou para garantir governabilidade