::Prefeitura de Camalaú está em dia com Energisa e empresa pede desculpas por falha ::João Azevêdo cobra 3º Eixo da Transposição e ministro garante elaboração de projeto ::Monteiro ganhará mais uma emissora de rádio FM nos próximos meses ::Ex-governador Ricardo Coutinho é empossado na presidência de fundação do PSB ::Festa de 58 anos do aniversário de Ouro Velho é encerrada com sucesso ::Advogados pagam anuidade 2019 da OAB-PB com 20% de desconto até 31 de janeiro ::Retroescavadeira tomba de cima de caminhão e atinge rede elétrica no Cariri ::João Azevêdo sanciona orçamento de quase R$ 12 bilhões para 2019 ::Cagepa discute reajuste tarifário na conta de água ::Cássio deixará Congresso após 32 anos ocupando mandatos Malves Supermercados

Youtubers mirins terão que excluir vídeos

(02/01/2019)
Youtubers mirins terão que excluir vídeos Youtubers mirins terão que excluir vídeos

O Ministério Público do Estado de SP entrou com uma ação civil pública para que o Google retire do ar vídeos de youtubers mirins que fazem propaganda velada de produtos para o público infantil.

A ação teve origem em um inquérito civil para investigar o “uso de estratégias abusivas de comunicação mercadológica dirigida ao público infantil” numa ação da Mattel do Brasil divulgada pela youtuber mirim Júlia Silva.

Em doze vídeos, ela lançava desafios relacionados aos personagens da Monster High. Os vencedores eram convidados a participar de um evento na sede da empresa.

A assessoria psicossocial do MP analisou o tema. E concluiu: “Diversas empresas, aproveitando-se da hipervulnerabilidade tanto da criança youtuber como da criança espectadora, passaram a enviar seus produtos a esses influenciadores digitais para que eles os desembrulhassem, apresentassem, como verdadeiros promotores de vendas”.

O promotor Eduardo Dias decidiu pedir à Justiça a retirada dos vídeos do YouTube. E notificou empresas que aderiram à prática para tentar um acordo em que elas se abstenham de fazer propaganda disfarçada por meio de influenciadores mirins. O Google afirma que não comenta casos isolados.

Faça seu comentário



Possui atualmente : Nenhum comentário em Youtubers mirins terão que excluir vídeos