::Foragido da justiça é preso pela PRF em Monteiro ::Enfermeira do Hospital Regional Santa Filomena é a primeira a receber a vacina contra a Covid em Monteiro ::Monteiro registra mais 21 casos de Covid nesta terça-feira ::São José dos Cordeiros começa vacinação com dose aplicada em técnica de enfermagem ::Ouro Velho começa vacinação contra Covid-19 ::Prefeitura Municipal de Prata inicia vacinação contra o Covid-19 nesta terça ::Primeiras doses de vacina contra Covid-19 chegam ao Cariri; veja números por cada cidade ::Aulas devem retornar em 1º de março, em formato híbrido, na rede estadual de ensino da Paraíba ::Karla Pimentel e Marília Melo discutem ações em prol do turismo e indústrias de Conde com presidente da Cinep ::Vacinas contra Covid-19 são enviadas em aviões para cidades do interior da Paraíba Malves Supermercados

Foragido da justiça é preso pela PRF em Monteiro

Enfermeira do Hospital Regional Santa Filomena é a primeira a receber a vacina contra a Covid em Monteiro

Foragido da justiça é preso pela PRF em Monteiro Foragido da justiça é preso pela PRF em Monteiro

O município de Monteiro deu início a vacinação contra covid-19 na tarde desta terça-feira, 19, conforme anunciado pela prefeita Anna Lorena.

A primeira monteirense a ser imunizada foi a enfermeira Maria Aparecida dos Santos Mendes de 42 anos que atua na linha de frente no combate ao Covid-19 no Hospital Regional Santa Filomena.

“Minha expectativa com a vacina enquanto profissional é que possamos estabelecer um novo normal e voltar a ter esperança. Enquanto cidadã, espero retornar nossas vidas ao normal, porém como seres humanos com mais empatia. Deixaremos de presenciar o sofrimento de nossos pacientes e familiares. Esse vírus nos trouxe isolamento, é uma doença solitária, nós profissionais de saúde, somos a única companhia em seus leitos hospitalares, precisamos abraçar, beijar, sentir o outro, essa é nossa verdadeira riqueza, impossibilitada pelo Covid.”, disse Maria Aparecida após receber a primeira dose da Coronavac.

Com 345 doses de vacina disponíveis para o município, os primeiros escolhidos foram os profissionais de saúde que atuam na linha de frente contra a Covid-19 e os idosos do Centro de Convivência Iracema Bezerra de Menezes.

A prefeito Anna Lorena afirmou que a chegada da vacina trará mais alegria, tranquilidade e alívio ao município, que estava na expectativa para receber as doses. “Estamos comemorando a chegada e a aplicação da primeira dose da vacina. Monteiro poderá contar com mais segurança para os profissionais destemidos que lutaram e tanto se dedicaram neste período. Teremos mais tranquilidade quanto aos internos do Abrigo Iracema de Menezes, já que todos eles serão vacinados e muita alegria porque este é o começo da realização de um sonho que nós tínhamos para que as coisas comecem a voltar ao normal. Mas mesmo assim, temos que lembrar que mesmo essas pessoas que receberam a vacina ainda devem seguir as recomendações do uso de máscara, do álcool gel e do isolamento. Agora temos mais motivos para agradecer”.

Acompanhando a vacinação, Anna Lorena definiu o momento como emocionante e agradeceu também ao Governo do Estado que prontamente enviou a vacina para Monteiro.

A primeira monteirense imunizada,

Maria Aparecida dos Santos Mendes tem 42 anos, é solteira e não tem filhos. É uma dos sete filhos dos agricultores Maria de Lourdes e Francisco Maurício Mendes.

Antes de trabalhar na área da saúde, Cida Mendes como é conhecida, foi empregada doméstica e trabalhou no comércio de Monteiro. Seu trabalho na área da enfermagem começou há 11 anos, no término de seu curso de técnica de enfermagem, como atuou por nove anos. Há três anos trabalha como enfermeira com curso superior.

Monteiro registra mais 21 casos de Covid nesta terça-feira

Banner educação

São José dos Cordeiros começa vacinação com dose aplicada em técnica de enfermagem

Ouro Velho começa vacinação contra Covid-19

Prefeitura Municipal de Prata inicia vacinação contra o Covid-19 nesta terça

Primeiras doses de vacina contra Covid-19 chegam ao Cariri; veja números por cada cidade

Banner Câmara

Aulas devem retornar em 1º de março, em formato híbrido, na rede estadual de ensino da Paraíba

Karla Pimentel e Marília Melo discutem ações em prol do turismo e indústrias de Conde com presidente da Cinep

Vacinas contra Covid-19 são enviadas em aviões para cidades do interior da Paraíba

Foragido da justiça é preso pela PRF em Monteiro Foragido da justiça é preso pela PRF em Monteiro

Os lotes da vacina CoronaVac contra a Covid-19 saíram do Aeroporto Internacional Castro Pinto, na Grande João Pessoa, por volta das 8h, para cidades do Sertão da Paraíba. As vacinas estavam armazenadas na sede da Secretaria de Estado da Saúde (SES) e foram enviadas em dois aviões para cidades do interior. O restante dos municípios receberão as doses por via terrestre.

Por volta das 9h, as doses já haviam chegado ao Sertão do estado.

A distribuição das vacinas deve começar de forma imediata para os 223 municípios paraibanos, conforme informou o governador João Azevêdo (Cidadania). Para isso, 11 veículos refrigerados vão levar os imunizantes para as 12 centrais regionais de saúde. De acordo com o governador, os municípios estão liberados para iniciarem a vacinação, desde que estejam com a estrutura pronta, assim que receberem as doses.

As primeiras vacinas serão aplicadas em 54.689 paraibanos, representados por 42.925 trabalhadores de saúde, 10.432 indígenas aldeados, 1.212 pessoas idosas institucionalizadas e 120 pessoas com deficiência institucionalizadas. O registro das doses aplicadas será nominal e individualizado, por meio do número do Cartão Nacional de Saúde ou número do CPF do usuário.

Cada município vai receber uma quantidade de doses da vacina proporcional a quantidade de pessoas que fazem parte do grupo prioritário.

Em toda a Paraíba, são mil salas de vacinação, que devem receber lotes de forma quase simultânea.

O plano de imunização estadual está dividido em quatro fases. A primeira, prioritária, possui dois grupos e contempla os trabalhadores de saúde e os povos de comunidades tradicionais. A expectativa do governo estadual é de que 34% dos profissionais de saúde sejam vacinados na primeira etapa da vacinação.

Já a segunda fase é formada por pessoas com 60 anos que morem em instituições de permanência de longa duração e população em geral com mais de 75 anos.

A CoronaVac foi desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac. No Brasil, ela está sendo produzida pelo Instituto Butantan, em São Paulo. O uso emergencial do imunizante foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no domingo (17). A agência também autorizou o uso emergencial da vacina de Oxford.

Prefeita Anna Lorena antecipa início da vacinação contra o Covid-19 para esta terça-feira em Monteiro

Foragido da justiça é preso pela PRF em Monteiro Foragido da justiça é preso pela PRF em Monteiro

A prefeita Anna Lorena que havia anunciado o início da vacina contra o Covid-19 para a próxima quarta-feira, 29, conseguiu antecipar o início da vacinação e confirmou que na tarde desta terça-feira, 19, os primeiros profissionais de saúde começaram a ser vacinados.

A prefeita esteve reunida na segunda-feira, 18, com a secretária de Saúde do município, Ana Paula Oliveira, a coordenadora de imunização, Mayara Thais Costa, e a diretora de Vigilância em Saúde, Silvana Maria da Silva, para definirem como será realizada a primeira fase do Plano Municipal de Operacionalização da vacina contra a COVID-19.

A vacina chega ao município de Monteiro nesta terça-feira (19), e a vacinação, que teria início na quarta-feira (20), foi antecipada para a tarde desta terça-feira, 19. Inicialmente serão atendidos na primeira fase os profissionais de saúde, que serão vacinados em seus locais de trabalho, conforme agendamento elaborado pela Secretaria de Saúde, seguindo todas as orientações do cronograma do Ministério da Saúde e Secretaria de Saúde do Estado.

Ainda de acordo com o agendamento, a vacinação inicia atendendo os profissionais do Hospital Regional Santa Filomena, em seguida os profissionais dos Centros de COVID-19, os profissionais da Unidade de Pronto Atendimento – UPA e demais serviços de saúde do município. Também serão vacinados os idosos acima de 60 anos que residem no abrigo Iracema Bezerra de Menezes.

A vacina Coronavac do laboratório Butatam virá em forma escalonada, sendo distribuída gradativamente, de acordo com os indicadores da campanha de influenza do ano de 2020.

A secretária de Saúde alerta a população sobre os cuidados após tomar a vacina e reforça que os cuidados diários devem ser mantidos, como uso de máscara, de álcool 70%, distanciamento social, lavagem de mãos, etc., até que tenhamos conseguido vacinar boa parte da população no país.

A secretária Ana Paula acredita que no segundo semestre haverá uma diminuição nos casos, tendo em vista os trabalhos de prevenção já realizados e a vacinação, que começa, nesta quarta-feira, em Monteiro.

Banner Ecos TV

Comunidades rurais de Monteiro iniciam semana sendo atendidos pela Secretaria de Agricultura

Motociclista fica ferido após colidir com cavalo no Cariri

Enfermeira é a primeira pessoa imunizada contra Covid-19 na Paraíba

Foragido da justiça é preso pela PRF em Monteiro Foragido da justiça é preso pela PRF em Monteiro

A Paraíba deu início, nesta terça-feira (19), à vacinação contra a Covid-19. Uma enfermeira do Hospital Clementino Fraga, em João Pessoa, foi a primeira pessoa vacinada contra o novo coronavírus no estado. Marineide Rodrigues Gouveia Ferreira, de 60 anos, atua na linha de frente contra a Covid-19 desde o início da pandemia.

O indígena Genildo Avelar, de 44 anos, da comunidade potiguara do município de Marcação, também foi imunizado na solenidade que marcou o começo da campanha de vacinação no estado. O evento ocorreu na sede da Secretaria de Estado da Saúde, na Capital.

Marineide Rodrigues relatou a emoção de ser a primeira pessoa imunizada contra a Covid-19 no estado. Ela lembrou das dificuldades enfrentadas desde a confirmação do primeiro caso de coronavírus na Paraíba. “Mesmo assim, todos nós enfrentamos. Fui, com a equipe, na medida do possível, tentando prestar assistência. Não foi fácil ver vidas sendo ceifadas. Quantos colegas perdemos, quantos médicos”, lembrou.

A enfermeira comemorou a chegada da vacina, mas observou que o efeito do imunizante não é imediato. Ela pediu que a população, vacinada ou não, continue com os cuidados preventivos ao contágio, como uso de máscaras, higienização das mãos e distanciamento social.

As primeiras doses da vacina Coronavac, resultado da parceria do Instituto Butantan com o laboratório chinês Sinovac, chegaram no Aeroporto Castro Pinto na noite dessa segunda (18). O Governo do Estado espera que todas as regiões da Paraíba recebam o imunizante ainda nesta terça. A distribuição das doses aos municípios paraibanos será feita de acordo com o Plano Nacional de Imunização elaborado pelo Ministério da Saúde.

Segundo o esquema divulgado pelo Ministério da Saúde, 54.689 pessoas formam o 1º grupo alvo da vacinaçãocontra a Covid-19 na Paraíba. O plano nacional prevê, com a chegada das doses do Butantan, imunização de 42.925 de trabalhadores de saúde (o que representa 35% do total do estado), 1.212 idosos com idade a partir de 60 anos e que vivem em abrigos, 120 pessoas com deficiência institucionalizadas e 10.432 indígenas. Cada pessoa receberá duas doses do imunizante.

Em coletiva de imprensa, o governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania) destacou que a vacina é segura. “Não podemos permitir que as fake newsatrapalhem a campanha de vacinação”, disse o gestor. “O que nós temos hoje é um instrumento real de combate à Covid-19. Não existe remédio, existe vacina. É a ciência vencendo o negacionismo”, completou João Azevêdo.

Vacinação: ‘Pela primeira vez temos um instrumento para enfrentar a pandemia’, diz João

Foragido da justiça é preso pela PRF em Monteiro Foragido da justiça é preso pela PRF em Monteiro

O governador da Paraíba, João Azevêdo, comemorou a chegada das primeiras doses da vacina contra a Covid-19 à Paraíba e destacou as medidas tomadas para que sejam distribuídas com a maior celeridade possível.

Azevêdo participou da vacinação simbólica da primeira paraibana, na Secretaria de Estado da Saúde. Estiveram presentes o prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena; o secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros; o secretário municipal de Saúde, Fábio Rocha entre outras autoridades da prefeitura e do estado.

“Pela primeira vez temos um instrumento para enfrentar a pandemia, é uma alegria muito grande. Temos um compromisso com a população da Paraíba para fazer chegar com velocidade, aos 223 municípios. Tínhamos uma previsão de começar amanhã, mas vamos antecipar. Os municípios já estão liberados para, assim que receberem as doses, já começar a vacinar. É isso o que queremos: proteger a população”, disse.

O governador acrescentou que o processo para adquirir mais doses já está em andamento e que o Instituto Butantan tem mais 4,8 milhões de doses produzidas aqui, mas que precisa de autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). “Esperamos que possa analisar e que a gente entre num modo contínuo, que não paralise, não haja interrupção ao longo desses primeiros meses, para termos na Paraíba 1,2 milhão de vacinados”, contou.

João acrescentou ainda que espera que venham doses da vacina de Oxford que não chegaram da Índia, assim como os insumos para a Fiocruz produzir. “Esperamos que ocorra isso esse mês para que em fevereiro tenhamos a produção das duas vacinas”, destacou.

O prefeito Cícero Lucena também comentou que a vacinação inicia nesta terça-feira (19) em João Pessoa. “O governo do estado foi responsável por receber a vacina e conseguiu antecipar em um dia o período para que possamos vacinar. O número não é o suficiente, nem o desejado, mas é o primeiro passo da caminhada do enfrentamento ao vírus, a imunização da população, para proporcionar o retorno à normalidade e ter certeza de um futuro melhor”, ressaltou.

O primeiro comboio com vacinas em direção ao interior do Estado saiu da SES por volta das 07h40.

[+]   POSTAGENS