Cariri Ligado
::CHUPA CABRA: Polícia investiga possível clonagem de cartões em Monteiro ::Prefeitura de Camalaú libera estádio municipal para treinos e amistosos ::Cássio consegue mais 5 mil toneladas de milho para a Conab da Paraíba ::Presidente da Aesa diz que vai recorrer de decisão da volta do racionamento em CG ::TCE mantém suspensos editais e contratos de prefeituras em ações do Fundef ::Justiça Federal determina retorno do racionamento de água em CG ::Cabaceiras está na rota do turismo no Brasil ::Monteiro sedia III Encontro de Bandas e Fanfarras Maestro Ronaldo Simões ::Pesquisa revela vitória de Lula em todos cenários em 2018 ::Sumé se consolida com a oferta de implantes dentários gratuitos Malves Supermercados

CHUPA CABRA: Polícia investiga possível clonagem de cartões em Monteiro

CHUPA CABRA: Polícia investiga possível clonagem de cartões em Monteiro CHUPA CABRA: Polícia investiga possível clonagem de cartões em Monteiro

A gerência da Caixa Econômica do município de Monteiro, no Cariri paraibano, informou que, desde o início de setembro, cerca de trinta pessoas procuraram a instituição para fazer reclamações que não conseguem sacar benefícios. O caso já está sendo investigado pela Polícia Civil e a suspeita é que os clientes tenham tido seus cartões clonados.

A principal reclamação dos clientes da agência é que não havia dinheiro na conta para sacar, sendo que todas são seguradas do INSS. Segundo a Polícia Civil, as vítimas já prestaram depoimento na delegacia. As investigações já tiveram início e a suspeita inicial é que as pessoas tenham tido os cartões clonados, através de um aparelho conhecido como “chupa cabra”, que teria sido instalado em um dos caixas eletrônicos da agência para clonar os dados dos beneficiários que utilizaram o caixa.

Ainda conforme a polícia, as câmeras de segurança da agência já foram analisadas e um homem foi identificado como possível suspeito, mas a identidade dele é desconhecida. Até a manhã desta quarta-feira, 20, ninguém havia sido preso e quem vai dar continuidade as investigações é a Polícia Federal.

Os saques com os cartões possivelmente clonados foram realizados em várias cidades do Brasil. As vítimas não possuíam chips no cartão, o que pode ter facilitado o processo de clonagem.

A Caixa Econômica disse em nota que “após a denúncia e realizada a perícia haverá ressarcimento a todos que tenham direito de recebê-lo” e complementou afirmando “que coopera integralmente com as investigações dos órgãos competentes”. O beneficiário que detectar o problema deve procurar a gerência da Caixa em Monteiro. A instituição não informou quais medidas de segurança tomou após o ocorrido.

Elisa Marinho e Iago Bruno

Banner Coringa Banner Coringa

Prefeitura de Camalaú libera estádio municipal para treinos e amistosos

Cássio consegue mais 5 mil toneladas de milho para a Conab da Paraíba

CHUPA CABRA: Polícia investiga possível clonagem de cartões em Monteiro CHUPA CABRA: Polícia investiga possível clonagem de cartões em Monteiro CHUPA CABRA: Polícia investiga possível clonagem de cartões em Monteiro

Atendendo a um pedido dos pequenos criadores do município de Patos, o senador Cássio Cunha Lima fez gestões junto à Conab nacional. É que os avicultores e suinocultores estavam com receio de que faltasse milho para os animais.

A Conab Paraíba estava trabalhando com uma cota muito baixa. Antes cada criador podia comprar até 10 mil quilos por mês. A cota diminuiu e foi para apenas 3 mil quilos (3 toneladas) ao mês por criador.

Depois de restabelecida a cota para 10 mil quilos/mês, a associação de criadores entrou em contato com o senador, dizendo que existia a ameaça de que a cota voltasse novamente para 3 mil quilos/mês. Cássio, então, mais uma vez entrou em contato com a Superintendência Regional da Conab na Paraíba e foi informado de que a cota de 10 mil quilos por comprador estava mantida.

*COTA EXTRA* – Mesmo assim, para evitar problemas futuros, Cássio atuou junto à Conab Nacional e solicitou a Jorge Luiz Andrade da Silva, diretor de Operações e Abastecimento, a possibilidade do envio de uma cota extra de milho para o estado. Nesta quarta-feira, 19, o diretor da Conab confirmou o envio de mais 5 mil toneladas de milho para o estado, especialmente para atender ao pleito do senador

*RECONHECIMENTO* – O presidente da Associação de Criadores de Frango de Patos, Walter Limeira, fez questão de agradecer o empenho e a dedicação do senador Cássio Cunha Lima para que a cota fosse aumentada: “Essas 5 mil toneladas vão ajudar os produtores a terminar este ano com mais tranquilidade”, destacou.

“Avicultores e suinocultores precisavam desse aumento no valor da cota porque o milho é responsável por 70% da alimentação de aves e porcos. O pedido veio de Patos, município para o qual pedi prioridade. Na Paraíba, porém, existem quatro escritórios da Conab que vendem milho: João Pessoa, Campina Grande, Patos e Monteiro. E todos serão beneficiados com a boa-nova” – explicou Cássio, ressaltando que a medida vai beneficiar todos os pequenos criadores da Paraíba.

Banner educação

Presidente da Aesa diz que vai recorrer de decisão da volta do racionamento em CG

O presidente da Agência da Gestão das Águas da Paraíba, João Fernandes, lamentou a decisão do juiz federal Vinícius Costa Vidor, da 4ª Vara Federal, que determinou, nesta terça-feira (19), o retorno do racionamento em Campina Grande e em mais 18 cidades. A ação foi movida pelo Ministério Público Federal, em 1º de setembro.

“Lamento que o MPF e a Justiça queiram substituir a ANA (Agência Nacional das Águas) a Aesa e a Cagepa, no gerenciamento e distribuição da água”, declarou o presidente da Aesa.

A medida, segundo João Fernandes, vai afetar principalmente a classe menos favorecida. “Nega-se o direito humano de acesso à água. Os ricos e os remediados têm como acumular o líquido”, destacou o presidente da Aesa.

Ainda de acordo com o presidente da Aesa, o governo do estado, a Ana, a Aesa e a Cagepa vão recorrer da decisão. “Não tenho menor dúvida disso”, enfatiza Fernandes ao lembrar que cabe aos gestores das águas administrarem o fornecimento do liquido e a Justiça assegurar a distribuição para todos.

TCE mantém suspensos editais e contratos de prefeituras em ações do Fundef

Ao referendar, à unanimidade, decisões cautelares expedidas pelos conselheiros Arthur Cunha Lima e Nominando Diniz, a 2ª Câmara do Tribunal de Contas da Paraíba manteve suspensos, nesta terça-feira (19), procedimentos de licitações destinados à contratação, por quatro prefeituras paraibanas, de serviços de advocacia para recuperação de créditos do Fundef.

Adotadas seguindo a nova sistemática de acompanhamento, pelo Tribunal, da gestão em tempo real, as medidas suspendem editais de inexigibilidades, e respectivos contratos, nas prefeituras de Assunção, Itaporanga e Santana de Mangueira. Três processos foram relatados pelo conselheiro Arthur Cunha Lima, e um quarto, do município de Capim, teve relatoria do conselheiro Nominando Diniz.

No exame dos processos, os conselheiros relatores apontaram, entre outras, falhas e irregularidades relacionadas à restrição de competitividade, violação ao princípio da economicidade, ausência de valor estimado dos contratos e vinculação indevida de créditos do fundo ao pagamento de honorários.

Eles ressaltaram, a propósito, decisões adotadas sobre a matéria pelas câmaras e o Pleno do próprio TCE-PB, e, ainda, pelo Tribunal de Contas da União e pelo Supremo Tribunal Federal, todas contrárias ao pagamento por serviços de advocacia com recursos dos precatórios que os municípios tentam recuperar, pela via judicial, junto ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério.

Uma quarta cautelar, expedida pelo conselheiro Arthur Cunha Lima, também foi referendada pela 2ª Câmara na sessão desta terça-feira, e manteve suspenso o pregão presencial 044/17, da prefeitura de Boa Ventura. O objetivo do procedimento foi contratação de empresa especializada em sistema informatizado, com cartão e ticket combustíveis, para gestão da frota de veículos do município.

Na mesma sessão, foi julgado regular o pregão presencial 01/2017, para compra de combustíveis pela prefeitura de Carrapateira. E examinados, também, dezenas de pedidos de aposentadorias e pensões de servidores públicos, bem como processos de verificação de cumprimento de decisões da Corte pela PB-Prev e pelos institutos de previdência de João Pessoa e de Princesa Isabel.

Presidida pelo conselheiro Nominando Diniz, a 2ª Câmara realizou sua 2872ª sessão ordinária e contou com a presença dos conselheiros Arnóbio Alves Viana e Arthur Paredes Cunha Lima, e os conselheiros substitutos Antônio Cláudio Silva Santos e Oscar Mamede Santiago Melo. Pelo Ministério Público de Contas, atuou o procurador Manoel Antônio dos Santos Neto.

Justiça Federal determina retorno do racionamento de água em CG

Cabaceiras está na rota do turismo no Brasil

Banner Câmara

Monteiro sedia III Encontro de Bandas e Fanfarras Maestro Ronaldo Simões

CHUPA CABRA: Polícia investiga possível clonagem de cartões em Monteiro CHUPA CABRA: Polícia investiga possível clonagem de cartões em Monteiro

Mais que uma confraternização e troca de conhecimentos, o III Encontro de Bandas e Fanfarras que acontecerá no próximo domingo, 24, em Monteiro, é uma mostra de beleza e talentos, um grande espetáculo. Participantes e expectadores já classificam o evento como um dos melhores a nível nordeste.

O local oficial da apresentação será na Praça João Pessoa, tradicional por receber grandes eventos culturais, e começará por volta das 15h:30, contando com a presença de autoridades, personalidades e músicos da região.

Já estão confirmadas também as presenças de várias escolas que terão também a oportunidade de apresentar seus programas e projetos na área da educação e inclusão social para a juventude.

Ao final das apresentações as Bandas e Fanfarras participantes receberão um troféu. O Evento conta com total apoio da Prefeitura Municipal por meio da Secretaria de Cultura e Turismo, que oferece toda estrutura necessária para este que já é um evento de sucesso já consolidado em Monteiro.

“Já sabemos do grande amor dos monteirenses pelas Fanfarras da cidade, este é mais um momento de brilho das bandas de nossa cidade e uma grande oportunidade também para as cidades vizinhas. Tenho certeza que será um grande espetáculo e conto com a presença de todos na cidade neste domingo”, disse a prefeita Anna Lorena.

A coordenação do evento está sob a coordenação de Moisés Nascimento e Rony Wesley, que acreditam no sucesso absoluto deste terceiro encontro.

Segundo os organizadores, as bandas se concentrarão nas imediações do Colégio Estadual José Leite de Sousa e da Escola Municipal Tiradentes e percorrerão toda a avenida principal da cidade de Monteiro até a Praça João Pessoa.

Pesquisa revela vitória de Lula em todos cenários em 2018

CHUPA CABRA: Polícia investiga possível clonagem de cartões em Monteiro CHUPA CABRA: Polícia investiga possível clonagem de cartões em Monteiro

A 134ª Pesquisa CNT/MDA, realizada de 13 a 16 de setembro de 2017 e divulgada pela CNT (Confederação Nacional do Transporte), mostra que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva aparece na liderança de todos os cenários pesquisados para a eleição presidencial de 2018, virando favorito para o pleito.

Veja todos os cenários:

1º turno: Intenção de voto espontânea

Lula: 20,2%
Jair Bolsonaro: 10,9%
João Doria: 2,4%
Marina Silva: 1,5%
Geraldo Alckmin: 1,2%
Ciro Gomes: 1,2%
Álvaro Dias: 1,0%
Dilma Rousseff: 0,7%
Michel Temer: 0,4%
Aécio Neves: 0,3%
Outros: 2,0%
Branco/Nulo: 21,2%
Indecisos: 37,0%

1º turno: Intenção de voto estimulada

CENÁRIO 1: Lula 32,4%, Jair Bolsonaro 19,8%, Marina Silva 12,1%, Ciro Gomes 5,3%, Aécio Neves 3,2%, Branco/Nulo 21,9%, Indecisos 5,3%.

CENÁRIO 2: Lula 32,0%, Jair Bolsonaro 19,4%, Marina Silva 11,4%, Geraldo Alckmin 8,7%, Ciro Gomes 4,6%, Branco/Nulo 19,0%, Indecisos 4,9%.

CENÁRIO 3: Lula 32,7%, Jair Bolsonaro 18,4%, Marina Silva 12,0%, João Doria 9,4%, Ciro Gomes 5,2%, Branco/Nulo 17,6%, Indecisos 4,7%.

2º turno: Intenção de voto estimulada

CENÁRIO 1: Lula 41,8%, Aécio Neves 14,8%, Branco/Nulo: 39,6%,
Indecisos: 3,8%.

CENÁRIO 2: Lula 40,6%, Geraldo Alckmin 23,2%, Branco/Nulo: 31,9%, Indecisos: 4,3%.

CENÁRIO 3: Lula 41,6%, João Doria 25,2%, Branco/Nulo: 28,8%,
Indecisos: 4,4%.

CENÁRIO 4: Lula 40,5%, Jair Bolsonaro 28,5%, Branco/Nulo: 27,0%,
Indecisos: 4,0%.

CENÁRIO 5: Lula 39,8%, Marina Silva 25,8%, Branco/Nulo: 31,3%,
Indecisos: 3,1%.

CENÁRIO 6: Jair Bolsonaro 28,0%, Geraldo Alckmin 23,8%, Branco/Nulo: 40,6%, Indecisos: 7,6%.

CENÁRIO 7: Marina Silva 28,4%, Geraldo Alckmin 23,6%, Branco/Nulo: 41,5%, Indecisos: 6,5%.

CENÁRIO 8: Jair Bolsonaro 32,0%, Aécio Neves 13,9%, Branco/Nulo: 46,4%, Indecisos: 7,7%.

CENÁRIO 9: Marina Silva 33,6%, Aécio Neves 13,0%, Branco/Nulo: 47,3%, Indecisos: 6,1%.

CENÁRIO 10: Jair Bolsonaro 28,5%, João Doria 23,9%, Branco/Nulo: 39,2%, Indecisos: 8,4%.

CENÁRIO 11: Marina Silva 30,5%, João Doria 22,7%, Branco/Nulo: 39,9%, Indecisos: 6,9%.

CENÁRIO 12: Marina Silva 29,2%, Jair Bolsonaro 27,9%, Branco/Nulo: 36,7%, Indecisos: 6,2%.

Sumé se consolida com a oferta de implantes dentários gratuitos

CHUPA CABRA: Polícia investiga possível clonagem de cartões em Monteiro CHUPA CABRA: Polícia investiga possível clonagem de cartões em Monteiro

O serviço de implantes dentários ofertado no Município de Sumé, alcançou a marca de 3.116 pacientes atendidos, no período de março de 2015 a agosto de 2017.

Em Sumé, município pioneiro na oferta do serviço no Nordeste brasileiro, já atendeu 660 pessoas com implantes, Monteiro com 727, seguidos de Serra Branca (394), São João do Cariri (254), além dos demais municípios da região do Cariri Ocidental.

Desde que foi implantando, ainda na gestão do ex-prefeito Neto Duarte, Sumé tem possibilitado que o tratamento seja um sonho ao alcance de todos.

O serviço é gratuito para o paciente, custeado por cada município, através do Programa Brasil Sorridente, e executado pela Sarkis Implantes Dentários. Conta com uma equipe de profissionais qualificados que oferecem qualidade e excelência no atendimento. Possui corpo clínico de cirurgiões dentistas com formação específica em implantodontia e experiência na área vascular e no atendimento pelo SUS

Marcelo Campos de Araújo, morador de Sumé, atestou o serviço oferecido. “Equipe comprometidíssima, valorosa e empenhada em atender melhor as pessoas. O resultado foi o melhor possível, inclusive melhorando minha qualidade de vida”, declarou.

“Todo o tratamento foi ótimo, recebi várias ligações da equipe, acompanhando para verificar se estava tudo bem comigo. Estou muito feliz com o resultado final”, disse a paciente do Município de Monteiro, Elistânia Bezerra da Silva.

Além do benefício de saúde bucal e satisfação pessoal que o serviço proporciona, o projeto tem ajudado na geração de emprego e renda no Município de Sumé.

Com a crescente adesão dos municípios em busca dos implantes, foi necessária a transferência do laboratório de próteses de Brasília-DF para Sumé, gerando 15 empregos diretos. E a Sarkis tem atualmente, 45 funcionários e prestadores de serviços.

De acordo com o diretor-administrativo do projeto, Adriano Cipriano, o serviço também proporciona movimentação na economia local da cidade com arrecadação direta de ISS, aluguéis, utilização de farmácias, bancos, lanchonetes e restaurantes.

Adriano disse que Sumé já se consolida como referência em implantes dentários no Estado.

“Com esse projeto, nós podemos ver o quanto é importante numa gestão, com articulação, conseguir trazer uma política pública voltada para a saúde bucal dos habitantes da região do Cariri e de forma gratuita”, avaliou José Antônio Neto que também recebeu implantes.

Para ter acesso ao tratamento é necessário o município estar conveniado com a Sarkis. Nas Secretarias Municipais de Saúde há a data da triagem de cada cidade.

O tratamento passa por cinco fases, começando pela avaliação histórica clínica do paciente e solicitação dos exames necessários. Em seguida realiza-se a cirurgia para a implantação do implante, que é a introdução cirúrgica de um parafuso de titânio no osso alveolar (maxilar ou mandíbula).

Após isso, o paciente deve tomar os cuidados necessários para a recuperação do pós-operatório e depois de um determinado tempo, passa pela moldagem, confecção e instalação da prótese dentária.

A manutenção e a higienização por parte do paciente são fundamentais para o sucesso do implante. Cada pessoa pode receber até seis implantes.

Seguindo o sucesso de Sumé, atualmente 25 municípios paraibanos aderiram ao projeto e estão ofertando o serviço aos seus habitantes junto com a Sarkis Implantes Dentários.

Pauta do TCE tem contas das Câmaras de Taperoá e Coxixola, além de prefeituras

Banner Ecos TV

Juiz federal do DF libera tratamento de homossexualidade como doença

A Justiça Federal do Distrito Federal liberou psicólogos a tratarem gays e lésbicas como doentes, podendo fazer terapias de “reversão sexual”, sem sofrerem qualquer tipo de censura por parte dos conselhos de classe. A decisão, do juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, é liminar e acata parcialmente o pedido de uma ação popular. Esse tipo de tratamento é proibido desde 1999 por uma resolução do Conselho Federal de Psicologia. O órgão disse que vai recorrer.

A ação popular foi assinada por um grupo de psicólogos defensores das terapias de reversão sexual. A decisão é de sexta-feira (15). Nela, Carvalho mantém a integralidade da resolução, mas determina que o conselho não proíba os profissionais de fazerem atendimento de reorientação sexual. Além disso, diz que os atendimentos têm caráter reservado.

Na resolução 01/1999, o conselho estabelece as normas de condutas dos psicólogos no tratamento de questões envolvendo orientação sexual. De acordo com a organização, ela trouxe impactos positivos no enfrentamento a preconceitos e proteção de direitos da população homossexual no país, “que apresenta altos índices de violência e mortes por LGBTfobia”.

Para o Conselho Federal de Psicologia, terapias de reversão sexual representam “uma violação dos direitos humanos e não têm qualquer embasamento científico”. Desde 1990, a homossexualidade deixou de ser considerada doença pela Organização Mundial da Saúde.

Ainda de acordo com o conselho, a resolução não cerceia a liberdade dos profissionais nem de pesquisas na área de sexualidade. O juiz mantém a resolução, mas determina que o Conselho Federal de Psicologia não impeça os psicólogos de promoverem estudos ou atendimento profissional, de forma reservada, e veta qualquer possibilidade de censura ou necessidade de licença prévia.

“O que está em jogo é o enfraquecimento da Resolução 01/99 pela disputa de sua interpretação, já que até agora outras tentativas de sustar a norma, inclusive por meio de lei federal, não obtiveram sucesso”, afirma o conselho.

“O Judiciário se equivoca, neste caso, ao desconsiderar a diretriz ética que embasa a resolução, que é reconhecer como legítimas as orientações sexuais não heteronormativas, sem as criminalizar ou patologizar. A decisão do juiz, valendo-se dos manuais psiquiátricos, reintroduz a perspectiva patologizante, ferindo o cerne da Resolução 01/99.”

Poema-sentença

O mesmo juiz decidiu, no ano passado, abandonar as formalidades e usou a poesia para afastar a multa aplicada pelo Ibama a uma moradora de Brasília por manter uma arara-canindé em cativeiro sem autorização ambiental. Nos 77 versos, o magistrado descreve a história do processo, fundamenta a decisão, extingue a cobrança e ainda dá um “puxão de orelha” na Justiça.

Segundo a decisão, Elisabete Ramos dos Santos deveria pagar R$ 5 mil. Em depoimento, a acusada informou à Justiça que o pássaro pertencia ao irmão desde 1993 e foi herdado por ela após a morte do familiar.

Na sentença, o juiz da 14ª Vara Federal Waldemar Cláudio de Carvalho diz que a idosa tentou entregar a ave ao Zoológico de Brasília, após ouvir reclamações de vizinhos, mas não teve sucesso. A arara foi entregue à polícia. Meses depois, Elisabete recebeu a multa e recorreu à Justiça para anular a cobrança.

“Quanto recurso despendido: / salário, tempo, papel e atos demandados, / para movimentar o Judiciário / com mais essa demanda desnecessária”, diz um trecho da sentença. Carvalho diz que a ave vivia solta na varanda e, por isso, não estava propriamente “em cativeiro”.

Com a decisão, a multa foi extinta e o processo foi enviado para arquivamento.

Polícia prende três pessoas e apreende seis espingardas no Cariri

Conselho de Segurança de Monteiro realiza reunião nesta terça-feira

Advogado considera absurda cassação de prefeito do Cariri e anuncia recurso

CHUPA CABRA: Polícia investiga possível clonagem de cartões em Monteiro CHUPA CABRA: Polícia investiga possível clonagem de cartões em Monteiro

O Juiz Eleitoral da 21ª Zona Eleitoral de Cabaceiras, Falkandre de Sousa Queiroz, julgou procedente Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) proposta pela Coligação A Força do Povo” , derrotada nas urnas em 2016 no município de Barra de São Miguel, e cassou os mandatos dos prefeito João Batista e do vice Fábio José Maia. O magistrado também aplicou a sanção de inelegibilidade por 8 anos e determiou novas eleições em 40 dias.

O advogado do prefeito na ação, Francisco Ferreira, disse que recebeu o resultado desse julgamento com muita surpresa e ainda afirmou que sentença que cassou o mandato do prefeito de Barra de São Miguel “é totalmente absurda, teratológica categoricamente desvirtuada das provas dos autos”. “Em direito eleitoral , não se pode condenar agentes politicos , principalmente cassando mandatos eletivos conquitados de forma soberano e democrática baseado em meras presunçoes, em injunções facciosas e sem provas” , afirmou o jurista .

“Por isso, estamos recorrendo da decisão e de forma tranquila, serena, respeitosa e com a certeza da reforma dessa decisão”, acrescentou.

O recurso cabível tem efeito suspensivo, segundo o advogado, e é garantido pelo artigo 257, parágrafo 3º do Código Eleitoral e que por isso o prefeito continuará no cargo .

A AiJe tratava de supostas acusações de Abuso de Poder econômico e conduta vedada, de oferecimento de bebidas em comitê de campanha e uso de camisas com as Cores do partido, fatos esses que, segundo o advogado, não foram demostrados no processo, nem de forma reflexa. “Sequer fora demonstrada o prévio conhecimento do investigado sobre as ilações da ação. Enquanto a Coligação investigante não demonstrou nada durante toda instrução processual, nós demonstramos a total lisura e legalidade do pleito eleitoral”, afirmou Francisco Ferreira.

“Discordamos plena e totalmente desta sentença. Esse processo é nulo de pleno direito . Foram ultrajadas várias garantias processuais garantidas pela constiuicao , que iremos demonstrar no TRE. Foi uma Decisão em total afronta ao devido processo legal eleitoral onde foram negadas o direito sagrados de defesa do investigado de ter suas testemunhas ouvidas em juízo , onde as preliminares arguidas na defesa foram desconsideradas na sentença . Foi uma decisão de mérito baseada em presunções facciosas e totalmente contrária à provas dos autos ” , acrescentou o advogado.

Banner Prata

Zabelê faz ação de combate ao suicídio no Setembro Amarelo

CHUPA CABRA: Polícia investiga possível clonagem de cartões em Monteiro CHUPA CABRA: Polícia investiga possível clonagem de cartões em Monteiro

Desde 2014, o dia 10 de setembro é o “Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio”, por isso o mês todo é recebe as campanhas de prevenção ao suicídio. O tema da campanha desse ano é “Conecte, comunique-se e se importe“, ressaltando a importância da conversa na prevenção do suicídio.

“Muitas vezes a pessoa está em um sofrimento muito grande, e geralmente ela dá sinais”, afirmam alguns estudiosos neste assunto.

Segundo a presidente do Conselho municipal de saúde de Zabelê, Rita de Cássia Barbosa de Sousa, ao perceber os sinais de sofrimento, pode-se aconselhar a pessoa que está pensando em tirar a própria vida a procurar um psicólogo ou psiquiatra. E para situações imediatas, as quais a pessoa se sinta deprimida, seus familiares devem procurar um atendimento nas unidades de saúde, para assim proceder-se o encaminhamento de forma preventiva, para assim buscar atendimento especializado.

Assunto complexo, o suicídio, que espelha fatores biológicos, genéticos, psicológicos, sociais e também culturais, tem sido desvendado, nos últimos quatro anos, pela campanha Setembro Amarelo. Neste ano, como de costume, as atividades de prevenção e sensibilização incluem caminhadas, veiculação de materiais da campanha por figuras públicas que abraçam a causa e em Zabelê a atual gestão tem dado total atenção a esse delicado problema social.

As ações foram iniciadas pela Associação Internacional para Prevenção do Suicídio (IASP) e trazidas ao Brasil pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), referência no atendimento – inclusive remoto – a pessoas em crise, e pelo Conselho Federal de Medicina (CFM). O Setembro Amarelo caminha junto com a campanha Janeiro Branco, que, em um mês em que as pessoas estão mais propensas a renovações, busca vivificar reflexões sobre saúde mental e valorização da vida.

O prefeito Dalyson Neves, e o secretário municipal de saúde, José Layson Teixeira, ressaltam que a cidade Zabelê não apresenta casos, mas, a prevenção e a informação devem ser permanentes. “São estas ações que a secretaria de saúde, escolas e a população promovem que tem assegurado a nossa cidade felizmente não fazer parte destas estatísticas enfrentadas mundo a fora”, destacou o Prefeito Dalyson.

Pedro acredita que maioria dos tucanos votará favorável a segunda denúncia

Músico morre atropelado em BR na região do Cariri paraibano

Programação da Semana Nacional de Trânsito em Monteiro tem “Ação Neuro”

Uma parceria entre a Prefeitura Municipal de Monteiro, em conjunto com a Secretaria de Saúde do município, MONTRAN, Polícias Civis e Militares e a Clínica Dr. Wanderley, vai oferecer à população de Monteiro a “Ação Neuro” dentro das atividades da Semana Nacional de Trânsito.

O intuito da Ação Neuro é de trazer a conscientização sobre os perigos do traumatismo raquimedular e traumatismo craniencefálico ocasionados em situações de risco como o mergulho em águas rasas e o uso do celular ao volante, que podem levar à incapacidade no trabalho e várias deficiências e em casos mais graves até à morte.

Segundo dados do Sistema Único de Saúde, 37.306 pessoas morreram e 24 mil foram hospitalizadas, vítimas de acidentes com transporte terrestre e no mesmo ano de 2015, ainda houveram 42,5 mil casos de indenização por morte e quase 516 mil por invalidez, o que torna esta campanha de suma importância.

Segundo a secretária executiva de saúde de Monteiro, Viviane Ferreira, esta iniciativa tem como objetivo principal fugir das estatísticas: “A Organização Mundial da Saúde – OMS estima que 19 milhões de pessoas devam morrer no trânsito em 2020 e 2,4 milhões em 2030 passando a ser a 5ª maior causa de morte, este é um dado que queremos derrubar, e estas ações que a prefeitura promove visa conscientizar à população de todas as idades na educação no trânsito”.

A ação de responsabilidade social ocorrerá nesta quarta-feira, 20, na Praça João Pessoa às 09h da manhã e haverá também palestras e simulações com a equipe do SAMU, segundo informações prestadas pela secretária de Saúde Ana Paula.

Camalaú é destaque no Torneio Juvenil de Robótica

[+]   POSTAGENS