prefeitura
::Municípios da Paraíba recebem R$ 24,9 mi do FPM nesta sexta ::CAPS de Sumé continua com atividades do Setembro Amarelo ::Goleiro caririzeiro é convocado para seleção brasileira ::Lojas Americanas conta com apoio do SINE Monteiro para processo seletivo ::Líder anuncia que prefeita de Monteiro receberá comissão de servidores para para discutir insalubridade ::Alunos da rede municipal de ensino recebem atendimento oftalmológico em Monteiro ::Governo Federal tem dívida de R$ 25 mi em repasse para as obras do canal Acauã-Araçagi ::Prefeitura de Sumé, Banco do Brasil e empresários se reúnem para tratar sobre a agência ::Sobe para cinco número de casos de sarampo confirmados na Paraíba ::As charges do dia… Malves Supermercados

Municípios da Paraíba recebem R$ 24,9 mi do FPM nesta sexta

CAPS de Sumé continua com atividades do Setembro Amarelo

Goleiro caririzeiro é convocado para seleção brasileira

Banner asfalto

Lojas Americanas conta com apoio do SINE Monteiro para processo seletivo

Líder anuncia que prefeita de Monteiro receberá comissão de servidores para para discutir insalubridade

Alunos da rede municipal de ensino recebem atendimento oftalmológico em Monteiro

Governo Federal tem dívida de R$ 25 mi em repasse para as obras do canal Acauã-Araçagi

Municípios da Paraíba recebem R$ 24,9 mi do FPM nesta sexta Municípios da Paraíba recebem R$ 24,9 mi do FPM nesta sexta

O Governo Federal está com dívida de R$ 25 milhões referentes ao repasse de verbas de três medições de abril até setembro do canal Acauã-Araçagi, na Paraíba. O secretário de recursos hídricos da Paraíba, Deusdete Queiroga, informou que o Governo Federal não teria repassado o dinheiro. Devido a falta de pagamento para o consórcio de empresas responsáveis pela construção, mais de 400 operários entram em férias coletivas a partir de segunda-feira (23).

Se até o fim das férias o pagamento não for feito, as obras do canal Acauã-Araçagi podem ser interrompidas. No entanto, conforme o secretário Deusdete Queiroga, o governador João Azevêdo já se reuniu com o ministro do desenvolvimento regional que garantiu a liberação da verba. No entanto, ainda sem prazo.

A dívida levantada pelas empresas é de mais de R$ 40 milhões. O último repasse foi registrado no mês de abril. Essa obra é executada pelo Governo da Paraíba, mas o dinheiro é repassado pelo Governo Federal.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Pesada, Paulo Marcelo, na última terça-feira foi realizado um acordo na Superintendência Regional do Trabalho da Paraíba, oficializando as férias coletivas por pelo menos 15 dias.

Em nota, o Ministério do Desenvolvimento Regional disse que a Caixa Econômica Federal deve antecipar os R$ 21 milhões referentes à contrapartida. Sobre o valor a ser pago pelo Ministério, o correto seria R$ 34 milhões, no entanto, ainda aguarda disponibilidade financeira para realizar os repasses.

O canal Acauã-Araçagi começou a ser construído há oito anos. É a maior obra hídrica do estado da Paraíba, com mais de 100 km de extensão, incluindo pontes, aquedutos e outras estruturas. O lote 1 já está mais adiantado e, se a obra continuar em ritmo normal, ficaria pronta em um ano. O lote 2 ainda precisa de mais dois anos. A construção do canal deve beneficiar cerca de 400 mil habitantes em 35 municípios paraibanos. A obra tem um valor total de cerca de R$ 800 milhões.

Banner Câmara

Prefeitura de Sumé, Banco do Brasil e empresários se reúnem para tratar sobre a agência

Municípios da Paraíba recebem R$ 24,9 mi do FPM nesta sexta Municípios da Paraíba recebem R$ 24,9 mi do FPM nesta sexta

A indústria de fake news implantada pelo grupo de oposição em Sumé não cansa de divulgar mentiras na cidade com o intuito de atacar o prefeito Éden Duarte e a sua gestão. A mais nova mentira do momento, é dizer que a Agência do Banco do Brasil de Sumé irá fechar e propagar que a culpa é do governo municipal.

A convite do prefeito, Éden Duarte, os gerentes geral e de relacionamento do Banco Do Brasil, Agência Sumé, respectivamente, Filipe Sousa e Sara Maria participaram de uma reunião na noite desta terça-feira (17) para tratar do assunto. Empresários, comerciantes, CDL, representantes do legislativo, representante do Sicoob e diversas pessoas da comunidade estiveram presentes na reunião.

O prefeito Éden iniciou com uma breve apresentação, em slides, sobre os principais indicadores econômicos do município, em seguida ele falou do empenho que sua gestão tem dedicado para manter o pleno funcionamento, não só da agência do Banco do Brasil de Sumé, mas de todas as instituições financeiras instaladas no município. Éden deixou claro que desde a época em que era vice-prefeito, vem tratando desse assunto junto às autoridades competentes, não só a nível local, mas também em Brasília. Ele disse que novos espaços no Sumé Shopping foram destinados para a Caixa Econômica e pro próprio Banco do Brasil, mas que, por questões de reestruturação na política dos bancos, a ideia não seguiu adiante.

Na ocasião, o gerente Felipe Sousa refutou veementemente as informações de que o Banco do Brasil de Sumé iria encerrar suas atividades no município. Ele, que assumiu a agência, há pouco tempo, disse que o desafio é grande, mas que ela continuará oferecendo os mesmos serviços de sempre.
Felipe ainda respondeu a diversos questionamentos de todos os presentes, principalmente, sobre problemas inerentes ao funcionamento da agência, como falta de dinheiro constante nos caixas eletrônicos, pagamentos de boletos acima de R$ 10 mil entre outros.

Segundo o gerente, essa questão sobre o controle de numerário segue uma norma interna do Banco, mas que o problema será remetido à superintendência geral e que, segundo ele, uma análise será feita posteriormente em relação à esse assunto.

A gerente de relacionamento do Banco, Sara Maria, enalteceu a participação de todos, principalmente pelo nível de representatividade no evento. Sara disse ainda que ficou muito feliz pelo fato do Banco do Brasil ser o preferido pela maioria dos presentes, já que todos, na ocasião, expressaram o desejo de que a instituição financeira permaneça em Sumé.

Sara chamou atenção dos que fazem uso político da situação, uma vez que o momento precisa mais de união e do esforço de todos.

O presidente da CDL de Sumé, Zé Eliziário, cobrou mais engajamento dos empresários e comerciantes locais em busca de alternativas de melhorias para os meios de pagamentos, principalmente no que se refere à intensificação do uso do cartão magnético nos estabelecimentos comerciais.

Sobe para cinco número de casos de sarampo confirmados na Paraíba

Municípios da Paraíba recebem R$ 24,9 mi do FPM nesta sexta Municípios da Paraíba recebem R$ 24,9 mi do FPM nesta sexta

Subiu para cinco o número de casos de sarampo confirmados na Paraíba. A informação foi divulgada pelo secretário de Saúde do estado, Geraldo Medeiros, nesta sexta-feira (20). Foram quatro registros em João Pessoa e um na cidade de Barra de São Miguel.

São dois casos a mais do que se tinha no boletim anterior, divulgado no dia 12 de setembro, quando se tinha três confirmações, todas na capital paraibana. De acordo com Geraldo Medeiros, os casos em investigação também subiram, de 26 para 39. As análises estão sendo feitas na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro.

Os sintomas iniciais de sarampo são febre acompanhada de tosse persistente, irritação ocular, coriza e congestão nasal e mal-estar intenso. Após estes sintomas, há o aparecimento de manchas avermelhadas no rosto, que progridem em direção aos pés, com duração mínima de três dias. São comuns lesões muito dolorosas na boca.

A doença pode ser grave, com acometimento do sistema nervoso central e pode complicar com infecções secundárias como pneumonia, podendo levar à morte. As complicações atingem mais gravemente os desnutridos, os recém-nascidos, as gestantes e as pessoas portadoras de imunodeficiências.

Vacina

As crianças de seis meses devem tomar a chamada ‘dose zero’. A vacina deve ser ministrada em duas doses a partir de um ano de idade até 29 anos, 11 meses e 29 dias de vida do cidadão, respeitando o intervalo das doses do calendário vacinal. Caso a pessoa comprove as duas doses, não é necessário tomar nenhuma a mais, já sendo considerada imunizada.

Já para adultos com idade de 30 a 49 anos, 11 meses e 29 dias, basta uma dose da vacina para que seja considerado imunizado. Os profissionais da área de saúde, independentemente da idade, devem tomar duas doses para que seja imunizado. Caso comprove que tomou as duas doses, não é necessária nenhuma outra.

Em João Pessoa, a oferta para a vacina tríplice viral, que protege crianças e adultos contra o sarampo, caxumba e rubéola, ocorre nas Unidades de Saúde da Família (USF), nas policlínicas municipais e no Centro Municipal de Imunização.

As charges do dia...

Lulu dos Tropicais vai pagar salário mínimo e não pode sair da comarca sem autorização por apresentar atestado falso

O Juiz da 2° Vara Mista da Comarca de Monteiro determinou que o ex-candidato derrotado a vereador de Monteiro, Luiz Carlos Pereira Remígio, conhecido por Lulu dos Tropicais a pagar o valor de R$ 998,00, por uso de atestado falso.

Na decisão, o Juiz ainda impôs como condições a proibição de ausentar-se da comarca sem autorização judicial por prazo superior a 7 dias e comparecimento pessoal obrigatório a juízo mensalmente para informar e justificar suas atividades, assim como assinar folha de frequência.

Conforme consta na denúncia, o ex-candidato a vereador apresentou o atestado ideologicamente falso para se eximir de comparecer à audiência judicial no dia 15 de agosto de 2016, constando no atestado que o mesmo estava acometido por uma virose.

Ainda conforme consta na denúncia, com base em imagens e depoimentos, no dia 16 de agosto de 2016, Lulu foi visto em repartição pública, especificamente, no cartório eleitoral, tratando de assuntos de seu interesse, sem apresentar qualquer sintoma da patologia declarada pelo médico no atestado.

Após acordo entre as partes, o Juiz homologou a sentença proposta e submeteu os autores ao período de prova de dois anos, durante o qual deverão observar as condições mencionadas acima.

Banner Zabele

Visita ao secretário Nonato Bandeira

Registro desta quinta-feira (19), durante visita que fizemos ao secretário de Comunicação do Estado, Nonato Bandeira, em seu gabinete, localizado no Centro Administrativo do Governo do Estado da Paraíba, na Capital. O papo foi bom, com muita notícia quente da política do Cariri e do Estado. Nonato segue com seu perfil de diálogo e tratamento cortês para com a imprensa, uma marca sua de longos anos.

Batinga vai se manter fazendo oposição ao grupo Henrique: “Não vou me omitir”

Longe dos holofotes da política, o ex-deputado e ex-prefeito de Monteiro, Carlos Batinga, afirmou, nesta quinta-feira (19) que não vai se omitir do processo eleitoral em Monteiro e continuará na trincheira de luta contra o grupo político do deputado estadual, João Henrique.

“Apesar de ter deixado a política partidária não vou me omitir e continuarei participando das eleições em Monteiro, na qualidade de filho apaixonado. Manterei a coerência e estarei alinhado ao grupo de oposição ao do Deputado João Henrique. O nível de envolvimento vai depender do tempo que terei dentro dos compromissos profissionais que tenho assumido fora da Paraíba”, disse Batinga

A eleição em Monteiro promete ser acirrada, já que Anna Lorena está com a caneta de prefeita e vai buscar sua reeleição, por outro lado, o grupo dos deputados Edna e João Henrique não escondem de ninguém o desejo de retomar o poder em Monteiro.

Blog do Bruno Lira

João culpa intervenção no diretório por perdas de quadros do PSB

Prefeitura emite nota a respeito do adiamento do Som nas Pedras

A Secretaria de Cultura e Turismo de Monteiro vem por meio desta nota, comunicar com imenso pesar o falecimento da senhora Josefa Antônia residente na comunidade rural da Ribeira, neste município, ocorrido nesta quinta-feira, dia 19. Por este motivo, informarmos que o evento Circuito Som nas Pedras, que aconteceria neste sábado, 21, na Laje das Moças, fica adiado para o sábado, 19 de outubro.

Banner Prata

Sumé sedia seminário do “Paraíba Rural Sustentável” e é sede do Cooperar no Cariri

Municípios da Paraíba recebem R$ 24,9 mi do FPM nesta sexta Municípios da Paraíba recebem R$ 24,9 mi do FPM nesta sexta

O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Agricultura Familiar e do Desenvolvimento do Semiárido (Seafds) e do Projeto Cooperar realizou nesta quarta-feira (18), no Ginásio de Esportes Municipal, em Sumé, o Ciclo de Seminários de Divulgação e Informações do Projeto “PB Rural Sustentável”, que poderá contemplar 222 municípios paraibanos da zona rural ou que vivam em pequenos aglomerados urbanos com até 2,5 mil habitantes.

Ao todo, serão investidos R$ 320 milhões, sendo R$ 200 milhões do Banco Mundial e R$ 120 milhões com contrapartida do Governo do Estado e das comunidades, beneficiando mais de 165 mil pessoas.

Os investimentos deverão ser feitos em implantação de abastecimento de água completo, com perfuração de poços, tratamento e distribuição até a casa do beneficiário; abastecimento de água simplificado (poços dessalinizadores, chafarizes e cisternas); e tecnologias e práticas agropecuárias, melhorando a convivência dos beneficiários com as vulnerabilidades agroclimáticas. Outra vertente dos investimentos será o apoio às Alianças Produtivas através de Associações e Cooperativas de produção, na gestão e acesso a mercados.

Estiveram participando do evento o secretário de Agricultura Familiar do Estado, Luiz Couto, o coordenador geral do Cooperar, Omar Gama, o coordenador regional do Cooperar no Cariri, Francisco de Assis Delgado, um representante do Banco Mundial, o diretor regional da Emaper, Valmir Azevedo, o prefeito de Sumé, Éden Duarte, o prefeito de São José dos Cordeiros, Jeferson Roberto, o prefeito de Caraúbas, Silvano Dudu, além de representantes dos municípios de Amparo, Camalaú, Congo, Coxixola, , Livramento, Monteiro, Ouro Velho, Parari, Prata, São Domingos do Cariri, São João do Tigre, São Sebastião do Umbuzeiro, Serra Branca e Zabelê.

Na ocasião foi anunciado oficialmente que Sumé será sede do escritório do Cooperar na região do Cariri Ocidental, graças a uma importante parceria do Governo do Estado e a Prefeitura de Sumé.

Os interessados em participar do “Paraíba Rural Sustentável” devem estar lotados em uma entidade legalmente constituída há pelo menos dois anos; a entidade deverá estar adimplente com o Cooperar e outros órgãos; o beneficiário deve pertencer formalmente ao quadro de sócios da entidade; e também pertencerem a comunidades rurais ou aglomerados urbanos com até 2,5 mil habitantes.

Terão prioridade de acesso ao Projeto “Paraíba Rural Sustentável” comunidades indígenas, quilombolas e comunidades atingidas por barragens; comunidades com maior número de famílias chefiadas por mulheres; comunidades com dificuldades de acesso à água; comunidades que tenham deficiência de água em quantidade e/ou qualidade.

Parceria entre Prefeitura de Monteiro e UEPB permite inovação e alunos participam de aulão

Municípios da Paraíba recebem R$ 24,9 mi do FPM nesta sexta Municípios da Paraíba recebem R$ 24,9 mi do FPM nesta sexta

Alunos do 5º ano da Escola Brisa Nunes Brás participaram de aulões preparatórios para as provas do Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB) do Governo Federal, que acontecem no próximo mês de outubro.
Durante dois dias os alunos tiveram a oportunidade de assistir os aulões de português com a professora de língua portuguesa da rede municipal, Ismênia Tereza e com o professor de matemática da Universidade Estadual da Paraíba, Paulo Pinheiro.

As aulas aconteceram no auditório da Universidade Estadual da Paraíba, Campus de Monteiro, nos dias 17 e 18.

“Essa é uma estratégia que encontramos para inovar e deixar os nossos alunos mais preparados e encorajados para a realização da prova que é realizada de dois em dois anos, no entanto nossos professores trabalham todos os anos focando nas habilidades fundamentais para o desenvolvimento do cidadão crítico e participativo. Acreditamos que o processo de ensino e aprendizagem de qualidade acontece por meio de parcerias. Esse trabalho se tornou realidade porque tivemos a parceria da Universidade Estadual da Paraíba e com nossos profissionais competentes e comprometidos” comenta a prefeita Anna Lorena.

SAEB – O Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB) permite produzir indicadores educacionais para o Brasil, regiões, unidades da Federação e, quando possível, para os municípios e escolas. O sistema de avaliação externa de larga escala também permite avaliar a qualidade, a equidade e a eficiência da educação praticada nos diversos níveis governamentais; subsidiar a elaboração, o monitoramento e o aprimoramento de políticas públicas em educação baseadas em evidências; e desenvolver competência técnica e científica na área de avaliação educacional.

Prefeito cumpre agenda em Brasília e luta por benefícios para S. S. do Umbuzeiro

Prefeito Jefferson Roberto assina ordem de serviço para instalação de mais um dessalinizador

Líder do governo põe o cargo à disposição

Municípios da Paraíba recebem R$ 24,9 mi do FPM nesta sexta Municípios da Paraíba recebem R$ 24,9 mi do FPM nesta sexta

Após ter sido alvo de um mandado de busca e apreensão cumprido pela Polícia Federal na nesta quinta-feira (19), o líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), anunciou que colocou o cargo à disposição.

Ele disse que quer deixar o presidente da República, Jair Bolsonaro, à vontade para decidir sobre a permanência dele na função.

“Eu já conversei, pela manhã, com o presidente [do Senado] Davi Alcolumbre e com o ministro da Casa Civil da Presidência da República, o ministro Onyx [Lorenzoni]. E tomei a inciativa de colocar à disposição o cargo de líder do governo, para que o governo possa, ao longo dos próximos dias, fazer uma avaliação se não seria o momento de proceder a uma nova escolha, ou não”, disse.

O senador Bezerra Coelho disse que a operação de busca e apreensão em seus endereços foi um excesso.

Ainda segundo o senador, “todos” [no governo] estão querendo aprofundar a análise em cima do que baseou essas ações da PF as quais ele e o filho foram alvos, para que o governo possa se manifestar. Bezerra disse ainda que, independentemente de permanecer como líder do governo, pretende continuar auxiliando o Palácio do Planalto nas pautas de interesse do governo na Casa, como as reformas da Previdência e tributária e nas matérias que envolvem o pacto federativo.

Na manhã desta quinta-feira (19), a Polícia Federal realizou buscas no gabinete de Bezerra e em seu apartamento em Brasília. O gabinete do deputado Fernando Filho (DEM-PE), filho do senador, também foi alvo de buscas, assim como endereços em Pernambuco ligados aos dois.

As ações fazem parte da Operação Desintegração, desdobramento da Operação Turbulência, e foram autorizadas pelo ministro do Supremo Tribunal federal (STF) Luís Roberto Barroso. A PF apura um suposto esquema de propinas pagas por empreiteiras que executaram obras custeadas com recursos públicos e que, supostamente, beneficiaram os parlamentares.

[+]   POSTAGENS