prefeitura
::EXCLUSIVO: Mulher é flagrada tentando entrar com celulares na Cadeia de Monteiro ::Municípios de Juazeirinho e Taperoá têm 70 casos de Coronavírus confirmados ::Ex-prefeito de Patos, Dinaldo Wanderley, morre de covid-19 ::Inmet emite alerta de perigo por acumulado de chuva para João Pessoa, Campina e mais 112 municípios paraibanos ::Polícia prende homem e apreende adolescente suspeitos de homicídios em Pocinhos ::Chuvas de março e abril diminuem severidade da seca em parte da Paraíba ::Chove quase 150 milímetros em 24 horas em João Pessoa ::Prefeitura de Ouro Velho intensifica ações de combate ao Covid-19 no município ::Prefeitura de Monteiro investe R$110 mil reais em obra no bairro do Mutirão ::Secretaria de Saúde de Sumé confirma mais dois casos de coronavírus Malves Supermercados

Maia estuda 1º turno da eleição para 15 de novembro ou 6 de dezembro

(22/05/2020)
Maia estuda 1º turno da eleição para 15 de novembro ou 6 de dezembro Maia estuda 1º turno da eleição para 15 de novembro ou 6 de dezembro

O presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse nessa quinta-feira (21) que o primeiro turno das eleições municipais deste ano poderá ser realizado no dia 15 de novembro ou 6 de dezembro. A proposta da eleição será analisada pelo Congresso Nacional, em comissão mista formada por deputados e senadores.

“Talvez o melhor modelo seja uma reunião do colégio de líderes das duas Casas para que se construa uma maioria em relação a adiar e para qual período. Você tem dois períodos discutidos, 15 de novembro ou primeiro domingo de dezembro, para o primeiro turno, e um [intervalo] para o segundo turno um pouco menos para dar tempo para a transição. Essas são as ideias”, afirmou Maia. “Mas temos que saber se vai ter voto para adiar ou não. A partir do momento que tiver voto para adiar, se discute uma data, tudo com sintonia com o TSE”, acrescentou.

Apesar do adiamento das eleições, o congressista tem se posicionado contra a prorrogação dos mandatos. A comissão mista está prevista para ser criada na próxima semana, logo após a posse do ministro Luís Roberto Barroso na presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

“Sou radicalmente contra prorrogação de mandato”, disse. “Não vejo na Constituição Federal um prazo para prorrogar mandato, porque no futuro alguém pode se sentir forte, ter apoio no Parlamento, criar uma crise e prorrogar seu próprio mandato. A questão de prorrogação do mandato acho que é muito sensível para a nossa democracia”, argumentou Rodrigo Maia.

Faça seu comentário



Possui atualmente : 1 comentário em Maia estuda 1º turno da eleição para 15 de novembro ou 6 de dezembro


  • O MELHOR PAIS DO MUNDO É O BRASIL…

    VÃO ALGEMAR UM CELULAR ,DO PRESIDENTE JAIS BOLSONARO!!!

    MAIA E LULA SOLTOS???